História Um policial em minha vida. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Mistério, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 465
Palavras 2.712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Crossover, Famí­lia, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


TERMINEI AGORA AMORES MAIS ESSE CAPITULO....
DESCULPE OS ERROS POR FAVOR...
ESPERO QUE GOSTEM E ATE AMANHA...

Capítulo 18 - Romantico.


Fanfic / Fanfiction Um policial em minha vida. - Capítulo 18 - Romantico.

Capitulo 18.

SAKURA.

Me viro e abro os olhos o encaro um semblante suave e lindo passo a Mao por seu rosto carinhosa. Me viro e pego meu celular vejo que são 6 da manha ta cedo mais minha fome ta maior e o pior de tudo não tem nada nessa casa que eu possa comer. Me levanto e vou para o banheiro faço minha higiene matinal e saio pego minha roupa e visto do um selinho rápido nos lábios de Sasuke e saio preciso ir buscar algo para comer.

  - Bom dia senhorita! Diz o porteiro.

  - Bom dia.

  Caminho um pouco e entro na padaria pego dois bolo de pode lógico um para mim e outro para Sasuke pego dois bolinhos em formato de coração são cupcake, por fim vou a geladeira e pego todinho um para cada também, sei que Sasuke não pode comer essas coisas mais hoje vou levar isso pois e o que quero comer passo e um rapaz alto fortinho e cabelo branco lambido para trás  atende o balcão.

  - Bom dia linda! Eu o encaro sem graça.

  - Bom dia. Ele continua passando devagar.

  - Esse de coração e o melhor espero que goste e volte mais vezes!

  - Pode deixar se gostar voltarei sim. Eu o pago.

  - Obrigado por tornar meu dia mais feliz hoje linda. Eu coro meu rosto queima eu pego o cartão da Mao do mesmo e as sacolas e saio não o respondo.

Entro no portao e o porteiro já me olha preocupado.

  - O senhor Sasuke ficou furioso por voce sair sozinha e eu deixar. Diz ele triste.

  - Desculpa. E da próxima manda ele planta batata! Digo e o mesmo ri.

Quando saio do elevador dou de cara com Sasuke com uma mala na Mao penso em chorar será que ele vai embora.

  - Onde tava? Ele me pergunta selando um beijo em meus lábios e aperta o elevador para o estacionamento.

  - Por que essa mala! Digo ainda triste sem entender.

  - To indo embora. Quando ele fala isso eu começo a chorar ele me olha e me abraça.

  - Calma desculpa e brincadeira não vou a gente vai viajar! Eu o empurro e bato no seu peito ainda chorando o elevador para e eu deixo a sacolinha cair no chão ando pisando firme ele não podia ter brincado assim comigo.

  - Sakura ei me espera tava brincando, sabe que não e verdade nunca vou te deixa rosada. Continuo andando ate que ele para na minha frente com a sacola da padaria e a mala.

  - Não brinca comigo desse jeito idiota! Grito e o mesmo ri e me abraça me dando um beijo.

  - Prometo agora vamos que vou te levar na sua casa para voce pegar suas roupas! Entramos no carro.

  - Pra onde vamos? Pergunto.

  - Para um lugar legal mais ninguém pode saber que vamos para La então te contarei so no meio da estrada.

  - Mais e se Hina perguntar?

  - Por isso mesmo que não contarei, tem muita coisa em risto e outra fala que vai ficar em casa.

  - Voce e cheio de mistério sabia! Ele ri.

  - Não sabe o quanto princesa.

Depois disso entramos no prédio e ele ta vazio Hina deve tar com Naruto, abro o guarda – roupa e pego uma jardineira vestidinho rodadinha e jeans coloco uma blusinha rosa por baixo e a visto, calço um all star branco, pego umas roupas casuais e fecho a mala, escrevo um bilhetinho para Hina.

(Hina, to com o Sasuke vou ficar com ele esse final de semana, beijos).

Saímos e caminhamos para fora do prédio Sasuke guarda a mala no porta malar e entra, olha para o retrovisor varias vezes parece preocupado.

  - O que tem ai nessa sacola linda! Pego e a abro e mostro cada uma das coisas.

  - Me da uma mordidinha desse seu coraçãozinho rosada! Ele me olha e me manda um beijinho. Eu tiro do papelzinho e dou na sua boca so não esperava que tinha chocolate no meio, e então ao Sasuke morde cai um pouquinho no canto da sua boca mais que depressa me inclino e dou uma lambidinha no canto da sua boca.

  - Uiii que gostoso. Ele diz me olhando maldoso.

  - Não podia desperdiça o chocolate. Falo não dando o braço a torce.

  - Aham sei bem, agora me da mais to com fome! Começamos a comer no carro mesmo depois de um tempo em uma estrada de chão batida  passamos uma curva com uma grande arvore ele para o carro debaixo de uma arvore meio que escondido.

  - Por que parou aqui? Ele pega a arma e coloca na cintura eu me assusto na hora.

  - Acho que tem alguém nos seguindo fica quietinha aqui já volto! Ele me da um beijo e sai vejo que ele ta com outra arma nas costa perdurada na calça.

Fico em estado de choque vejo ele entrando dentro do mato me encolho e fecho os olhos junto minhas mãos e começo a rezar.

  - Não era nada e so impressão mesmo! Ele entra e coloca a arma debaixo do banco novamente.

  - Tava com o coração na Mao já! Ele me puxa pelo braço e me toma em seus lábios.

  - Não se preocupa comigo minha linda eu sou forte cuidarei de voce e de mim junto! Ele liga o carro e voltamos a estrada batida ele entra no meio de um matagal sem importa com o carro e uma estrada estreita parece bem escondida.

  - Sasuke onde estamos indo!

  - Para uma casa de campo.

  - Vou conhecer seus pais? Ele fecha a cara, ixi falei mais que a boca.

  - Sakura meus pais morreram! Diz com uma voz grossa.

  - Não sabia desculpa, sinto muito. Abaixo a cabeça e encaro um campo lindo com uma plantação gigante de soja igual tem na casa dos pais da Hina quando íamos para La eles tinha essa plantação na sua fazenda.

  - Vamos conhecer Mito ela me criou desde pequeno quando meus pais se foram ela era amiga da minha mãe. fala ele triste.

  - Que legal quero muito conhece La, será que ela ira gostar de mim? Pergunto meio que tentando tirar seu olhar triste.

  - Sim ela e muito geniosa igual voce então acho que daram certo. Eu o encaro e ele ri, precisava tirar um sorriso dele.

  - Chegamos. Ele para na frente da casa grande mais simples com uma linda varanda com lírios brancos.

  - Filho vocês chegaram! Ela diz logo que Sasuke me tira do carro, ela da um abraço em Sasuke e uma senhora muito bonita aparenta tem uns 50 anos.

  - Essa e a Sakura tia.

  - Essa princesinha que e a pessoa importante que voce disse que ia me trazer. Ela me abraça e eu a ela, olho para Sasuke que ta vermelho.

  - Obrigada pelo princesinha.

  - Vamos entrar o almoço ta quase pronto Hashirama ta louco para conhecer a moçinha que roubo seu coraçãozinho meu filho. Olho para Sasuke que apenas me olha envergonhado, ela agarra no meu braço e entramos. A casa e linda por dentro também tudo brilhando os moveis passado lustra moveis de tão brilhoso que esta ela e muito grande e bem aconchegante.

 - Boa tarde Sakura sou Hashirama sou tio do Sasuke. Um senhor que aparenta ter a mesma idade que a senhora se levanta e me da um abraço bem apertado.

  - Vai esmagar ela Hashi! Diz a senhora Mito batendo em seu ombro e El solta.

  - Como foi a viagem? Ele pergunta me sentando em uma cadeira da mesa do seu lado, a senhora começa a colocar a mesa enquanto isso.

  - Foi bem eu gostei so e longe mais que eu imaginei. Ele ri e a senhora também.

  - Quer ajuda senhora Mito?

  - Não querida, descanse to terminando. Ela continua e eu olho para o lado vendo que Sasuke não esta.

  - Já ele vem deve ta correndo o campo para ver se vocês não foram seguidos. De novo esse papo aff to começando a tremer na base, eu aceno que sim para o senhor Hashirama.

  - Sakura e voce o que faz da vida minha filha? Pergunta a senhora mito sendo direta ela para na minha frente e enxuga as mãos no avental secando as.

  - Estudo enfermagem e trabalho em uma farmácia meio período. Digo e ela sorri.

  - Voce mora com seus pais?

  - Não com uma amiga em uma apertamento próximo a faculdade de Konoha.

  - Desculpa pergunta minha querida mais quantos anos voce tem? Sinto os dois me olhando.

  - Dezenove! Ela olha estranha para o senhor e volta para as panelas, fico sem jeito e um pouco incomoda pois não sei o por que disso.

  - Filhao voce chegou! Diz em um grito o senhor do meu lado ele levanta e abraça Sasuke que retribui dando uns tapinhas na suas costa.

  - Tudo bem tio?

  - Tudo indo bem so seu tio que ta ficando velho. Sasuke ri e balança a cabeça negativamente, Sasuke me olha e da um beijo na meu cabelo e vai ate o fogão aonde a senhora Mito cozinha, ele abre as panelas e ve as coisas.

  - O cheiro ta ótimo tia. Ele diz caminha ate do meu lado e senta na cadeira e beija meu rosto.

 Eles começam a conversa sobre a fazenda que ta dando um ótimo lucro com a venda da soja e que eles estão ate exportando e os agricultores estão gostando das novas mudanças.

  - Pronto chega de conversa vamos comer! Fala a tia do Sasuke sentando a mesa com agente.

  - Vamos agradecer agora! Vejo ela pegando na Mao do Sasuke e do marido eu aperto a mão do Sasuke e do tio dele.

  - Obrigado senhor por mais um dia de comida nessa mesa e que continue sempre tento essa fartura e que nunca falte. Largamos a Mao e Sasuke já ataca um franco corta a coxa do frango assado e coloca no seu prato eu o encaro e riu baixinho.

  - Não ligue querida ele sempre foi mau educado! Diz o tio rindo com todos.

  - Tava com saudade dessa comida! Sasuke faz uma cara deliciosa ao provar a comida. Fia da mãe o dia que fiz ele deixou estragar.

Depois que terminamos eu me prontifico a lavar a louça a tia do Sasuke não quis mais eu peguei a esponja antes e ficamos so nos duas na cozinha conversando sobre a vida ela falando de como conheceu o marido.

  - E voce como conheceu meu Sasuke minha filha! Me gelo toda ao lembra, termino de secar a pia.

  - Tia pode me empresta a Sakura vou mostrar a fazenda a ela. Sasuke aparece na cozinha e me salva da aflição.

  - Claro curta querida.

  - Obrigada. Tiro o avental e entrego para a mesma, Sasuke me puxa pela cintura e saímos da casa.

  - Tudo bem? Ele puxa meu queixo e faz o encarar.

  - Sim. Digo

  - Voce não menti para mim ta se tiver algo te incomodando fala! Ele beija minha boca e me aperta em seu peito. Tem uma coisa me incomodando sim por que tantas perguntas e outra por que Sasuke ta com essa cisma de ser seguido e outra por que eles fizeram aquela cara a hora que falei minha idade.

  - Vamos quero te levar para ver onde vamos dormir. Eu o encaro e ele me coloca dentro do carro novamente.

Chegamos a uma cabana mais Sasuke não me puxa para ela e sim descemos um barranco onde tem degraus de tijolos.

  - Que lindo! Digo de boca aberta vendo uma das coisas mais linda da minha vida, uma paisagem surreal uma riacho com uma pequena fonte brotando água lindo nunca vi algo tão perfeito.

  - Gostou mesmo? Sasuke me olha desviando nosso olhar.

  - Muito e perfeito.

  - Entao vamos entrar! Ele me pega no colo e me leva na beirada, começa a se despir parecendo uma criança rindo e completamente feliz.

  - Vem? Pergunta ele depois de dar um pulo.

  - Não eu não trouxe Biquíni.

  - Para de ser fresca e entra de calçinha e Sutia mesmo eu entrei so de cueca.

   - Vai a merda fresco. Falo mostrando a língua, ele sai da água todo molhado e para na minha frente aquele monumento de homem gostoso e sarado.

  - Tira essa roupa ou te jogo assim mesmo! Ele fala serio e eu me intimido tiro a roupa olhando ele nos olhos. Fico so de pecas intimas e o pior de tudo minha calçinha e fio dental e meu sutian meia taça resumindo to pelada ainda mais.

  - Voce e linda. Fala ele me pegando no colo e me encarando me fazendo corar ele para e da um beijo na minha barriga e logo depois uma lambida a qual me arrepio toda.

  - Gostosa. Diz e logo mergulhamos me afundo naquela água cristalina e olho para as penas de Sasuke onde encontro uma coisa que eu não precisava ver aquela hora e pronto me afogo, sinto as mãos de Sasuke me puxar.

  - Foi dar uma de peixinha e se afogou ao ver um peixão ne!diz ele rindo da minha cara.

  - Bobo. Ele me agarra pela cintura e me encaixa na sua cintura sinto ele na minha perna mais permaneço quieta curtindo o momento escutando o barulhinho da água cair, dos pássaros cantar o cheiro da natureza.

Entramos na cabana tudo muito maravilhoso tem uma pequena cozinha com apenas uma geladeira e uma pia e mais a frente um banheiro e La no fundo um quarto.

  - Vai deixar eu dormi com voce ne! Sasuke fala fazendo biquinho.

  - Não voce pode dormi no chão. Digo ironicamente.

  - Serio isso? Ele faz uma careta de quem não gostou.

  - Brincadeirinha.

  - Não brinca assim comigo minha gatinha. Diz o mesmo deitando na cama todo molhado.

  - Voce ta molhado sai da minha cama. Ele levanta.

  - Fresca. Eu mostro a língua para ele e ele faz o mesmo.

  - Vai acabar ficando sem essa língua se continuar assim.

  - HAHAHA, vou tomar um banho e descansar posso?

  - Deve. E eu pego minha mala e abro tiro um vestidinho curto de alcinha e vermelho pego apenas uma calçinha sem costura e fio dental da mesma cor .

Depois de um banho relaxante rodo a casa e não encontro Sasuke volto pro quarto e me deito na cama assim que me deito o meus olhos pesa.

Resmungo e me viro vejo uma linha de lã branca puxando meu dedo direito tento tirar mais e em vão ta com um no e o pior na para de puxar e então penso que e Sasuke com mais uma das suas graçinhas eu puxo com força não tanta para não rebentar e percebo puxar meio que me puxando eu me levanto e pulo da cama caminho sento levada pela linha que me guia te a porta assim que eu a abro na acredito já ta escuro e envolta da casa ta rodeado de velas acesa .

Sasuke ta com o rolo de la na Mao e abaixado de joelho um pouco na frente com um buque de rosas colorida e um caixinha preta na Mao eu paraliso.

Sinto minha Mao sento puxada novamente tirando da minha paralisia caminho chorando e paro na sua frente, com a Mao na boca abafando o choro.

  - Sakura Haruno meu amor aceita namorar comigo?

MEUUUUU DEUSSSS ELE ME CHAMOU DE AMOR  E ME PEDIU EM NAMOROOO.

  - Sim. Ainda choro.

  - TE- AMO SAKURA. Ele me entrega o buque em meu braço e puxa minha Mao direita corta a linha com uma tesourinha e coloca a minha aliança onde esta nossos nomes gravados a minha com seu nome assim que pego a caixinha da sua Mao pego a dele e olho com meu nome e coloco em seu dedo.

  - TE- AMO SASUKE VOCE E MINHA VIDA. Despejo o que sinto nele.

Ele toma minha boca em um beijo calmo apaixonado aperta meu corpo contra o dele e me pega no colo e entramos para dentro da cabana.


Notas Finais


PASSANDO NESSE CAPITULO A VEZ QUE FUI PEDIDA EM NAMORO.....

UAUUUUUUUUUUU QUE IMAGINAVA O SASUKE OGRO FAZER ISSO???



PROXIMO CAPITULO PREPAREM PARA UM POUQUINHO DE CALOR...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...