História Um porto seguro - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Justin Bieber, One Direction, Selena Gomez
Personagens Demi Lovato, Harry Styles, Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Demi Lovato, Harry Styles, Selena Gomez
Exibições 5
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Selena


UMA SEMANA DEPOIS
Demi foi até a varanda da sua casa com uma xícara de café, sentindo as tábuas do piso rangerem sob seus pés, e se apoiou contra o parapeito. Lírios haviam brotado em meio à grama alta que cobria um canteiro de flores, e ela levantou a xícara, apreciando o aroma enquanto tomava um gole. Ela gostava deste lugar. Nova York era diferente de Boston, da Filadélfia e  também de Atlantic Cit. Além disso, era a primeira vez em sua vida que encontrara um lugar para chamar de seu. A casa não era grande, mas era sua e discreta, e isso bastava. Era uma de duas estruturas idênticas localizadas no fim de uma ruela de cascalhos, antigas cabanas usadas por caçadores com paredes de madeira construídas entre um grupo de pinheiros e carvalho.A sala e a cozinha eram pequenas e o quarto não tinha armários embutidos, mas a casa já era mobiliada, incluindo cadeiras de balanço na varanda, . O lugar não estava caindo aos pedaços, mas estava coberto pela poeira,como Liam disse devido aos vários anos em que permanecera fechado. Desde que se mudara para lá, Demi passava uma boa parte do seu tempo livre ajoelhada no chão ou em pé sobre cadeiras fazendo exatamente isso. Ela esfregou os azulejos e as louças do banheiro até que tudo estivesse brilhando; lavou o teto com um pano úmido e limpou as janelas com vinagre. Demi passou horas ajoelhada na cozinha, tentando remover a ferrugem e a sujeira acumuladas no piso de linóleo. Harry a ajudou a  cobriu os buracos na parede com massa corrida e depois lixou tudo até que a superfície estivesse lisa. Chegou até mesmo a pintar as paredes da cozinha em um tom alegre de amarelo e os armários com tinta branca brilhante. Seu quarto agora tinha paredes em tom azul-claro, a sala de estar era bege, ela havia colocado uma nova capa sobre o sofá que fez com que ele parecesse ser novo em folha.Harry sempre brigava com ela por cauda disso,mas ela encistia em fazer, sua barriga ainda não estava grande, nao tinha motivos pra não fazer as coisas. Depois de completar a maior parte do trabalho, Demi gostava de se sentar na varanda da casa durante as tardes e ler os livros que pegava emprestado nabiblioteca.Conseguiu um emprego como garçonete em um restaurante, oque para seu alivio era perto de casa. Mesmi com um dinheiro sobrando,Ela guardava metade das gorjetas que ganhava e todas  noites dobrava o dinheiro e o punha em uma lata de café, que deixava sob uma tábua do piso perto da varanda. O dinheiro ficava guardado para emergências e ela preferia passar fome a ter que usá-lo. Simplesmente  que a lata estava ali fazia com que conseguisse respirar um pouco mais, pois o passado sempre estava à espreita e poderia retornar a qualquer. Um passado que cruzava o mundo procurando por ela, e ela sabia que fúria crescia a cada dia que passava.
     — Bom dia. Você deve ser a Demi — chamou uma voz interrompendo seus pensamentos.
    Demi se virou. Na varanda da casa ao lado viu uma mulher com uma cabeleira castanha despenteada, acenando com a mão. Ela parecia ter uns 22  anos, assim como ela,   usava uma calça jeans, com uma blusa de botões que tinha as mangas arregaçadas até os cotovelos. Um par de óculos de sol repousava sobre os cachos emaranhados na cabeça dela. Nas mãos, ela tinha um pequeno tapete e parecia estar debatendo consigo mesma se devia estendê-lo para tirar o pó antes de finalmente deixá-lo de lado e vir até onde Demi estava.
    — Liam me disse que seríamos vizinhas. “O dono das casas”, pensou Demi.
— Eu não sabia que outra pessoa viria morar aqui.

— Acho que ele também não sabia. Ele quase caiu da cadeira quando eu lhe disse que ficaria com a casa.
    Naquele momento, ela já havia chegado à varanda de Demi, e estendeu a mão. — Eu sou a Selena

— É um prazer — disse Demi, cumprimentando-a.
    — Dá para acreditar nesse tempo? Está perfeito, não acha?
— A manhã está uma beleza — concordou Demi, apoiando o peso do corpo na outra perna acariciando dua barriga — Quando você se mudou?
   — Ontem à tarde. E, por ironia do destino, passei quase a noite toda espirrando. Acho que Liam juntou toda a poeira que conseguiu encontrar e a guardou na minha casa. Você não acreditaria na sujeira que existe lá dentro.
   Demi  apontou para a porta da sua própria casa com um movimento da cabeça. — Esta casa estava do mesmo jeito.
    — Não parece. Desculpe-me, mas não consegui evitar em dar uma olhada pelas suas janelas quando eu estava na minha cozinha. A sua casa é clara e alegre. Por outro lado, o lugar que eu comprei é uma masmorra empoeirada e cheia de aranhas. - Demi deu uma risadinha - Faz tempo que você mora aqui?
   Demi cruzou os braços, sentindo o Sol da manhã lhe aquecer o rosto. — Há mais ou Menos uma duas semanas
   — E você já limpou tudo ? - Perguntou assustada e Demi riu baixo
- Oh, não Harry me ajudou - Sorriu ao se lembrar dele, provavelmente Harry viria a sua casa hoje, como todos os dias, Demi ficava assustada as vezes com a preocupação e o carinho dele, mas ela gostava.
- Seu namorado ? - Selena perguntou, olhando a
- Não e só um..amigo
- Só um amigo, tabom - Ela riu baixo e Demi revirou os olhos divertida
- Você está com fome ? - Demi perguntou
...........................
   - Você é a pessoa mais incrível do Mundo - Selena disse enquanto comia mais um pedaço de bolo - Isto está uma delícia Demi
      - Que bom que gostou - Sorriu, Demi amava cozinhar era uma satisfação quando elogivam sua comida
      - Você podia abrir uma padaria ou Seila uma lanchonete - Tenho certeza que ia encher de gente pra comer sua comida - Selena continuo a tagarelar, mas Demi ficou perdida em seus pensamentos. Seu sonho era ter um restaurante, esse era seu plano para depois que ela se casace com John, mas isso infelizmente não foi possível.
- Está de quantos meses ?- Selena perguntou tirando a de seus pensamentos
- 6 meses - Sorriu acariciando sua barriga 
Já era sete horas quando Selena foi embora, Demi sentiu uma vontade de tristeza quando ela se foi, Selena era uma mulher maravilhosa,tinha certeza que seriam ótimas amigas. Isso não era oque Demi esperava, não queria conhecer alguém nem fazer amizades, Mas não valia a pena se privar de viver (agora que finalmente pode) por causa de um passado, que sabia bem ela, que estava a sua procura, mais ela ia pela primeira vez se permitir viver .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...