História Um pouco de nos dois! Suga. - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bts, Drama, Revelaçoes, Romance
Visualizações 77
Palavras 2.288
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi meu povo.
Gente desculpa por não ter postado semana passada, eu travei para terminar a fic kkkkkkkkkk
Bom não importa mais agora.
Espero que gostem do último capitulo.

Capítulo 25 - Amor de família.-Final.


Fanfic / Fanfiction Um pouco de nos dois! Suga. - Capítulo 25 - Amor de família.-Final.

N/A on.

( 3 anos depois.)

As coisas não foram tão bem assim com os rapazes no seu primeiro ano depois da divulgação do namoro entre Suga e Nick. O grupo deve que passar um ano inteiro longe da mídia mais não foi lá esse drama todo. Certo que tinha algumas pessoa que falaram mal e criticaram os garotos, mais foi praticamente a minoria, e depois da empresa ter dado uma conferencia com a imprensa sem os rapazes  as coisas melhoraram, e o grupo com o tempo acabou ficando mais famoso do que já eram, a maioria das fãs queria ver o seu bia com as pequenas no braços, principalmente depois do anuncio do casamento de Yoongi com a namorada, coisa que pegou o casal de surpresa.                                                                            
           O dono da empresa achou que seria uma boa ideia e que calaria as más línguas sobre o relacionamento dos dois. Então não fazia diferença certo, eles já se amavam e tinham uma família, colocar um anel no dedo não iria prejudicar em nada só iria aumentar o que um sente pelo outro, fora que eles não precisariam mais se esconder.

 No segundo ano o BTS voltou com tudo, algumas pessoas ainda comentavam sobre o casamento do rapper e as meninas mais nada que pode-se ofende-los realmente.

Luana teve que sair do emprego por causa da mídia, não que realmente gostasse do emprego mais não queria ficar sendo sustentada pelo namorado, mais por ironia do destino ela foi convidada para ser modelo de uma revista do país, e no dia das fotos ela e Nick e as meninas foram juntas, e por coincidência eram fotos que a loira teria que tirar com crianças e o fotografo amou as duas pequenas. “Taeyeon e Nayeon, nomes escolhidos pelo pai Yoongi”. Nick não queria no começo mais ao ver que es meninas que ainda falavam meio enrolado pedi assentiu  mesmo não sabendo se aquilo seria certo, ela concordou e depois da seção de fotos o fotografo da revista deu seu telefone a morena dizendo que as meninas tinham talento. “ Puxaram ao pais.” Pensou ela.

 No terceiro ano já estava tudo no seu devido lugar, as meninas faziam pequenos trabalhos de modelos mirim, já que nem um dos rapazes sem contar com Luana, não queriam que elas entrassem para a vida de celebridade tão novas. Todos os meninos cuidavam meninas como se fossem mesmo os pais, e não tinha nem uma diferença entre ele, quer dizer tinha sim. Taeyeon e Nayeon eram loucas pelo pai. Yoongi não podia por os pés na casa que os nove comprada jundo para morarem que as meninas que elas não desgrudavam dele, da hora de acordar até a hora de dormir, as meninas até esqueciam que tinham uma mãe e Nick sempre gostava de fazer um drama dizendo que elas amavam mais o pai do que ela, e as meninas riam da mãe, pois sabiam que era pura cena,

As gêmeas também tinham seus tios preferido, que não deixava de ser os três anjinho como Nick dizia, Taehyung até tirava sarro do Yoongi por Taeyeon tem Tae no nome, e eles sempre acabavam correndo pela casa feito crianças, e Jin quem tinha que puxar a orelha dos dois para que parassem, o que fazia as meninas rirem do pai e do tio. Nayeon adorava ficar no colo do Jimin pois ele ficava fazendo carinho no seus cabelos, e Taeyeon gostava de brincar de boneca com Jungkook, pois ela o vestia de princesa  e eles passavam o dia todo brincando. Elas também adoravam a comida do tio Jin e falavam que ele era o melhor cozinheiro do mundo, mais quando elas queriam brincar de pega pega sempre chamavam o tio Nam, pois ele sempre derrubava  alguma coisa no chão e corria com elas nós braços para evitar que o tio Jin brigasse arrancando muitas risadas das duas.

Hoje era o aniversário de 3 anos das meninas. Nick estava preparando as coisas para comemoração  e Taeyeon estava do seu lado olhando pro forno que assava o bolo.
                    - Mãe tá pronto?                                                                                                                  
              - Quase querida. – Nick pegou a menina no colo e levou para a sala onde Nayeon desenhava.                                                                                                                                      
               - Papai vai demorar mãe? – Nayeon perguntou.                                                           
               - Espero que não, ele disse que chegava a tempo. – Nick disse colocando Taeyeon no chão.                                                                                                                                            
                 - Quem estava com saudades de minhas.                                                                                
                - PAI! PAI! – as meninas correram para abraça-lo.                                                                   
                  - Isso tudo é saudade? – as meninas assentiram. – Que bom, eu trouxe um presente para vocês.

Os rapazes entraram na casa  e as meninas correram para abraçar os tios, cada um trazia um presente pra elas que não foram deixados de lado assim que o Tae deu um cachorrinho de pelos alaranjados a elas. “ Tae sempre quer ser o preferido entre os outros.” Pensava Nick tentando não rir da cara de indignação dos meninos com ele mais não conseguiu.

         -Minhas garotinhas me amam. – Tae dizia provocando os demais.                                           

   - Passa os anos e esse alien não muda.- Suga falava abraçando  Nick. - Ele insiste em querer tomar meu lugar de preferido com as minhas filhas.                                                            
               - Suguinha deixa de ser ciumento. – a morena negava mentalmente, seu marido podia ter deixado de lado aquele ciúme possessivo mais ele ainda estava lá. – Sabe que não tem ninguém no mundo além de você que consiga ser meu preferido e com as meninas não é diferente. -  o recém moreno riu e deu um breve selar na mulher que tanto amava.                             
                  - Que cheiro de queimado é esse? – Jimin perguntou e Nick lembrou do bolo e saio correndo para cozinha mais já era tarde demais, o bolo das meninas já estava queimado.                     
               - Aish! – a morena dizia tirando o que era pra ser o bolo do aniversário do forno. – E agora?                                                                                                                                                   
                    - Não tem problema, eu encomendei vários doces, salgados e bolos também Noona. – Jin falou entrando na cozinha com Taeyeon no colo que ria da cara de desespero da mãe.               
             - Como você teve tempo pra isso se vocês estavam na Espanha Jin? – Nick perguntou chocada.                                                                                                                            
                     - Ele consegue fazer tudo não importa onde ele estiver Noona. – Namjoon falava entrando na cozinha junto com os outros.                                                                                                              
                  - Mamãe, não vai ter mais bolo? – Nayeon perguntou com o cachorrinho nos braços fazendo um biquinho que todos acharam fofo vindo da mais quietinha das gêmeas.                                
                  - Vai sim amor. – Yoongi se agachou pegando a pequena nos braços a enchendo de beijos o que fez a tristeza da garotinha passar rápido.

Como Jin disse ele realmente tinha feito um pedido para a festa de aniversário das meninas, que chegou junto com Luana que vinha de uma seção de fotos correndo para não perder a aniversário das sobrinhas junto com dois presentes, um para as gêmeas e outro pro namorado. A princípio Hoseok não entendeu a caixa misteriosa nas mãos, mais assim que abriu e viu um par de sapadinhos de bebê se pois a chorar.

- Eu vou ser PAI!

 O ruivo pegou a namorada nos braços e a rodopiou no ar, não tinha como ele estar mais feliz com a noticia. Hoseok amava completamente a namorada e sua gravides era a prova viva disso.

- Acho que temos que comprar uma casa maior. – V disse arrancando risadas de todos.

O resto da festa foi uma bagunça total no bom sentido, os rapazes brincavam com as meninas de esconde esconde, pega pega, e só pararam quando o deus da destruição quase quebra a mesinha da sala fazendo Jin se perguntar como o namorado conseguia fazer isso sempre que tocava em algo. Com o passar das horas as meninas ficaram cansadas e e todos acharam melhor ir dormir, o dia tinha sido cansativo para todos, então resolveram deixar para arrumar a casa amanhã e cada um se dirigiu ao seu quarto, porem Taeyeon e Nayeon queriam que o pai as dessem banho e cantasse pra elas dormir, pois as meninas amavam a voz do pai.

- Suas ingratas. – Nick dizia fazendo cena e as meninas riram, sabiam que a mãe sempre dizia isso quando era trocada pelo pai. – Durmam bem minhas anjinhas.                              
                 - Boa noite mãe. – Nayeon coçava os olhos com o cachorrinho do seu lado da cama e ganhando um beijo na testa da mãe.                                                                                                       
                    - Boa noite Nana. – a morena foi até a outra filha e beijou a sua testa também. – Boa noite TaeTae.                                                                                                                                          
                  -  Boa noite mamãe. – a pequena  sorria travessa, ela era sempre a que demorava mais pra dormir. – A senhora não deu beijinho no biscoito.                                                               
                - Quem é biscoito? – Yoongi levantou uma sobrancelha sem entender o que as meninas queriam dizer.                                                                                                                      
                - O biscoito papai. – a pequena pegou o cachorrinho e esticou para que a mãe desse um beijinho ele e a mesma o fez. – A Nayeon disse que ele parece com o tio Kook, e eu também acho.

 O casal evitou rir com a comparação que as meninas fizeram do filhotinho e o maknae do BTS e só concordaram. Nick deixou o marido no quarto colocando as filhas para dormir, e quando estava passando pelo corredor viu Jungkook sair do seu quarto.

- Noona a gente pode conversar um pouco. – a morena assentiu e entrou no quarto do mais novo com ele. – Sabe… eu fiz uma coisa e queria que você fosse a primeira a saber.               
              - Então diga Kookie.                                                                                                            
             - Eu estou namorando. – o queixo da morena caio mais logo se recuperou e se pois a sorriu abraçando o maknae.                                                                                                           
             - Eu tô muito feliz por você Kookinho. – um sorriso brotou nos lábios do mais novo que encarava seu primeiro amor com carinho.

Jungkook demorou muito tempo para esquecer seus sentimentos pela morena, e com os anos ele se deu conta que nunca iria esquecê-la totalmente, principalmente por saber que ela era mãe das suas filhas. Sim ele sabia. No dia do DNA ele viu o papel do exame na lixeira e ficou curioso, e quando todos estavam distraídos ele pegou os pedacinhos e colocou no bolço da calça. Quando todos voltaram para o dormitório para dormir, Kook foi até a sozinha e juntou pedacinho por pedacinho até conseguir ler o exame e quase teve um ataque cardíaco quando viu no papel que era o pai das gêmeas. A felicidade do maknae não podia ter sido maior, mesmo que ele nunca pode-se ficar com a morena, ele sabia que uma parte sua sempre estaria com ela e isso era o bastante pra ele. Queimou os papeizinhos de papel para que mais ninguém os visse e prometeu a si mesmo que nunca iria contar pra ninguém que ele sabia de tal segredo, e com o passar dos anos ele teve certeza que fez o certo. Taeyeon e Nayeon amavam Yoongi como pai e ele nunca arrancaria isso delas e nem do amigo.

  - Quero que me apresente a ela. – a morena sorria sem parar.                                               
                  - Eu vou sim lhe prometo.

Os dois se abraçaram mais uma vez e Nick saio do quarto do maknae vendo o marido a olhar com aquela cara seria de quando não gostava de algo. Ela tentou não rir e passou por ele entrando no quarto dos dois sendo seguida pelo marido.

- Eu gostaria muito de saber o que você estava fazendo no quarto do Jungkook senhora Min.                                                                                                                                 
             - O marido curioso que eu tenho. – a morena se aproximou do próprio e beijou o seu pescoço. – Suguinha não vamos brigar sim. – ela dizia distribuindo beijos no pescoço do marido.                                                                                                                                                  
             - Eu só ah…- gemeu quando sentiu uma mordia no pescoço. – Esquece, vamos pra cama.

Nick riu alto quando foi jogada na cama pelo marido que jogava a jaqueta no chão do quarto e subindo encima da morena. A cada beijo e acada toque eles podiam sentir o amor entre os dois, eles não eram mais dois e sim um fazendo amor, cada um conhecia cada parte um do outro sento física, sentimental e isso só os fazia amar cada vez mais um ao outro.

.….

A morena saído do banheiro já de banho tomado  com o pijama e quando entrou no quarto quase chorou de emoção com a cena. As gêmeas estavam deitadas na sua cama cada uma do lado do seu marido que sorria ao ver as esposa.

- Elas disseram que o biscoito queria dormir comigo. – os dois riram e Nick deitou do lado de Nayeon que dormia com uma mão no pai e outra no filhotinho.                                                  
                -Esse é o problema em ter três mulheres. – Nick olhava cada traço do marido, a morena nunca iria se cansar de ver tal homem tão lindo. – Sabe, apesar de tudo que passamos eu não mudaria nada, e você?                                                                                                                               - Eu também não. – Yoongi olhou pro teto do quarto pensando em como sua vida tinha mudado em quase 5 anos. – Você foi o meu melhor presente que a vida pôde me dar, e isso só aumentou quando as meninas nasceram, tudo por eu ter desmaiado encima de você naquele dia.

Os dois riram baixo para não acordar as meninas. Tudo entre os dois podia ter começado de uma forma nada convencional, mais nem os problemas e as dificuldades  afastaram o que ambos sentiam um pelo outro .

“As vezes a pessoas que não apoiam ou são contra o modo que as pessoas tem de se amar. Mais o amor é assim. Ele não escolhe cor, rasa, homem ou mulher. A única coisa que ele faz é mostrar que sempre vai à ver alguém contra ao que você faz ou o que sente. A escolha é sua e sempre vai ser. No caso do casal Nick é Yoongi ele escolheram ficar juntos não importava o que pode-se acontecer, pois o amor é maior que qualquer coisa, e um pouco dos dois.”  

 

                                                                       FIM


Notas Finais


É o fim gente.
Meu bebê cresceu tão rápido. " Tô chorando aqui"
Espero que tenham gostado. :)
Agradeço a todos que acompanharam a fic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...