História Um Príncipe Em Minha Vida - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Banda Fly (Fly Br)
Personagens Caíque Gama, Nathan Barone, Paulo Castagnoli
Tags Colegial, Festa, Realeza, Romance
Exibições 140
Palavras 1.712
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente eu tou de voltaaaaaaaaaa

Capítulo 29 - Fanfic Um Principe Em Minha Vida


Mayara On_ 

Acordei cedo pra não dar na pista tirei a camisa que eu vestia e coloquei a mesma roupa que eu usava antes, e me despedir do Paulo com um selinho, e sair do quarto sem nenhum mínimo de barulho possível Chegando na metade do caminho Vi a rainha, onde engolir em seco 
— Mayara quero ter uma conversa séria com você– tremir dos pés a cabeça já sabendo que coisa boa não vai vir
— Mayara, eu sei muito bem do que aconteceu lá no quarto , apesar de eu gostar muito de você regras são regras e o meu filho não pode namorar uma empregada... E ele tem namorada... Se a imprensa cair em cima– suspirou– você está demitida
— Mais eu juro que não tive nada com seu filho, ele que... — Shiu, sem mais nem menos 
— Mais eu preciso desse emprego para pagar o tratamento da minha mãe, e também eu não tenho onde morar
— Sinto muito... Mais sua mãe pode ficar até terminar o tratamento, e não vou deixar de pagar 
— Ok – suspirei derrotada e fui saindo de lá eu estava acabada — Espera– falou e eu virei ainda com um pingo de esperança — Toma– esticou pra mim um envelope–
— O que é isso?– seu pagamento — Não precisa — É claro que precisa– eu não ia aceitar pois meu orgulho tava ferido, mais eu precisava peguei e fui em direção ao meu quarto 
— Mayara menina o que foi? 
— A rainha acabou de me demitir 
— Por que? 
— Por que ela pensa que eu e o Paulo tivemos... A senhora sabe– falei sentindo minhas bochechas esquentares 
— Mais vocês....? 
— Não– falei suspirando cansada– Eu já devia saber que plebeus não se misturam com realeza vir pra Londres foi um grande erro– falei e peguei a minha mala enquanto colocava algumas roupas nela 
— E o que você vai fazer?– perguntou minha mãe preocupada 
— Eu vou voltar pro Brasil....– falei decidida não tinha outra saída tava sem dinheiro, na rua que eu não ia ficar mesmo Peguei meu passaporte, e liguei pra uma agência de viagens onde conseguir uma passagem de volta pro Brasil as 10:00 da manhã Fiz minhas malas, pensei no Paulo e o pedido de namoro, nossa história dessa vez era o fim(n:a na boa, eu não entendo a bipolaridade da rainha, uma hora ela super shippa os dois juntos, na outra ela tá demitindo o amor da vida do filho dela)pensei em tudo , talvez seja o destino que não queira nós dois juntos... sentir lágrimas grossas descendo pelo meu rosto, dormir com esses pensamentos. 
No outro dia acordei e as 05:00 horas da manhã tomei meu banho e escolhi uma roupa simples calça jeans de lavagem escura e blusa branca prendi o cabelo em um rabo de cavalo alto e fiz uma maquiagem bem simples: rímel, lápis de olhei e batom peguei meu bloco de notas e pensei em escrever uma carta pro Paulo, afinal eu devia explicações a ele 

Carta On_ 

Oi meu amor, eu sei que você deve tá estranhando, uma carta? Eu queria que soubesse que eu te amo muito apesar de tudo o que aconteceu entre nós dois, eu te amo pra sempre você é a melhor coisa que aconteceu em toda a minha vida, mais eu tenho que voltar pro Brasil ordens da rainha, de que uma empregada não pode se envolver com o patrão, e quem sou eu pra juga-lá? Afinal ela é rainha sabe o que é o melhor pra história do País dela, e eu só sou uma simples Plebeia que se apaixonou pelo príncipe, eu te amo, te amo tanto que estou deixando seu caminho livre pra você escolher quem é o melhor pra você, não se esqueça disso
Ass: May

Peguei minha malas e fui em direção a saída do quarto, desci as escadas e fui em direção ao corredor entrando naquele quarto que eu conhecia bastante rir com esse pensamento, nossa Mayara isso soou bastante perverso
Tentei fazer o mínimo de barulho possível e entrei no quarto já com lágrimas nos olhos e dei um último selinho, de despedida nele antes de sussurrar no ouvido do mesmo um: eu te amo e deixei a carta em cima do criado mudo e fui em direção a porta antes de dar uma última olhada nele

Paulo On_

Acordei com um sorriso enorme no rosto nunca tinha dormido tão bem na minha vida, eu tava com ela de volta nos meus braços, passei os braços de volta na cama tentando sentir-lá do meu lado estranhei... porém fui levantando e me espreguicei tomei meu banho e fui em direção ao banheiro e tomei meu banho
Coloquei uma roupa e tava enxugando meu cabelo quando eu vejo um bilhete em cima do meu criado-mudo abrir a carta e comecei a ler, quando terminei eu me desesperei: como assim ela vai voltar pro Brasil?
Fui em direção ao quarto dela na esperança de ainda encontra-la no quarto bati que nem um louco na porta, e fui surpreendido com a mãe dela abrindo e com os olhos inchados?
— Cadê a Mayara? – falei desesperado a procura da mesma
— Foi pro Brasil– passei a mão no cabelo desesperado– Não ela não pode 
— Eu ouvir a conversa dela, e bem eu escutei que o voo sai as 10:00 horas, falou olhando no relógio
8 horas ainda dá tempo, liguei pro Nathan
Ligação On_
— Alô? Pau...
— Nathan, não temos tempo, eu preciso fazer aquele plano funcionar hoje, ou– falei quaze chorando ou ela volta pro Brasil
— De novo?
— É uma história muito longa, vem logo que não temos tempo– e trás a Sophie
— Tá
Ligação off

10 minutos depois
— E aí cara
— Por que demoraram tanto?
— Mais...– falou Sophie
— Deixem de enrolação vamos logo não temos tempo, daqui a gente chegue no aeroporto ainda...
Falei correndo em direção ao carro junto com os dois

Mayara On_

Cheguei no aeroporto e todos me olhavam alguns davam tchau pra mim outros sorriam e eu sem entender meio que retribuía
Aí depois eu me lembrei que eles podiam me conhecer das revistas já que eu sou ou era a namorada do Príncipe Paulo suspirei triste e fiz meu chekin-g
Esperei algumas horas...

Paulo On_

Trânsito engarrafado, tinha tanta hora pra o trânsito engarrafar tinha que ser logo agora?
Abri a porta do carro
— Aonde você vai?— escutei a voz de Sophie mais não me importei e fui correndo como se a minha vida dependesse daquilo e pensando bem, dependia era meu futuro com a garota que eu amo que tava em jogo
Corri como nunca tinha corrido antes cheguei lá eu suspirei aliviado

Mayara On_

Até que eu escuto a voz da moça peguei minhas malas e sentindo ainda os olhares sobre as minhas costas
— MAYARA– escutei aquela voz gritando por mim, o que ele ta fazendo aqui? Mais continuei andando podia ser alguém com a voz muito parecida com a dele, e que tava procurando alguma outra Mayara, é isso...
— MAYARAAA– escutei de novo aquela voz gritar por meu nome e eu olhei pra trás não, não era uma miragem— Ele correu atrás de mim– finalmente eu te achei
— Paulo...
— Shiu– falou me iterrompendo colocando a mão na minha boca– Não fala nada– falou e me deu um selinho antes de se ajoelhar aí mds ele não vai fazer isso e o aeroporto inteiro parou pra ver nois dois quando eu digo inteiro, digo todo mundo, até uns paparazzi's apareceram de última hora mais ele não pareceu se importar– Mayara sua danada não era pra ser assim, não era pra ser assim num aeroporto eu tava planejando ser algo mais romântico não no meio de um aeroporto com você tentando fugir de mim– falou e todos riram– Mais pensando bem até que faz sentindo, por que nos conhecemos no avião, e você se agarrou em mim por que tava com medo da sua primeira viajem, foi comigo que você deu seu primeiro beijo lembra?– falou baixo pra muita gente não escutar essa parte e eu sorrir sem graça – Mais enfim, você é a pessoa que eu mais amo, o amor da minha vida, eu nunca imaginei que fosse sentir algum dia esse sentimento, mais não, você chegou na minha vida virou ela de cabeça pra baixo, eu era um simples príncipe que queria curtir a vida, que não se importava o quanto tava machucando o coração das pessoas, mais quando você chegou, você me mudou, me fez um novo homem, e eu percebi que você é a mulher da minha vida– falou isso e nesse momento eu já não conseguia conter as lágrimas — a mulher que eu quero casar ter filhos, a mulher que eu quero pro resto da minha vida– então eles tirou uma caixinha vermelha do bolso e nele ele a abriu quase tive um ataque do coração– Então, Mayara Santiago você quer se casar comigo?– nesse momento eu sentir que todo mundo a nossa volta tinha prendido a respiração de nervosismo eu tentei falar mais as palavras não saiam da minha boca até que eu acordei do meu tranze e sorrir ainda emocionada afirmando com a cabeça
— Sim– falei antes de ser beijada por ele e escutar alguns assobios vindo do público
Antes de escutar a voz do Nathan
— Colinsença, eu sou o melhor amigo do noivo e padrinho dele também então eu tenho direito de passar pra comprinentar eles
Nos separamos e olhamos pros dois enquanto riamos da situação
— AH PARABÉNS AO NOVO CASAL– falou me abraçando e depois abraçando e eu fiquei meio surpresa mais correspondir e a Sophie ficou olhando pra mim sem graça, e eu abracei afinal eu nunca ia consegui ficar tanto tempo sem falar com a minha melhor amiga mesmo
— Parabéns– falou
— Obrigada amiga– falei me soltando dela enquanto entrelaçava meus dedos com o Paulo
Meu deus eu ia casar eu Mayara com 17 anos, com meus quase 18 anos estou noiva do Paulo Castagnoli dar pra acreditar eu vou casar, ainda não quer cair a ficha meu deus 


Notas Finais


Então gente, desculpem a demora pra postar, é que eu tou bastante ocupada estudando, mais espero que gostem do capítulo e espero que não me matem também e meninas que pedido de casamento mais perfeito é esse? Eu tou chorando por que sou muito manteiga derretida


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...