História Um Príncipe em minha vida! - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Brett Talbot, Cora Hale, Derek Hale, Hayden Romero, Isaac Lahey, Liam Dunbar, Lydia Martin, Personagens Originais, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Tags Sterek
Exibições 202
Palavras 2.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Fantasia, Lemon, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoas!!!

Novo capítulo no ar. Espero que gostem. Infelizmente não fiz capa para esse. Mas no próximo vai ter uma capa bem fofa. Não esqueça de favoritar a fic e de comentar.


Beijos.

Capítulo 10 - Será verdade?


Stiles e Malia se olharam assustados. Peter e Derek se encaram a espera de uma resposta. Malia encarou Derek em seguida pegou a foto na mão e mostrou para Stiles que encarou a foto e colocou ao lado do rosto de Peter.

— De onde vocês se conhecem? Indagou Malia e Stiles juntos.

Derek e Peter encaram Malia e Stiles.

— O Peter trabalha para meus pais. Disse Derek. — Ele é o que governa a empresa. Um vice-presidente para ser preciso.

— Isso mesmo. Disse Peter. — Eu não sabia que você conhecia a Malia.

— Ela é a namorada do meu vizinho. Disse Derek.

— E o que você veio fazer aqui na minha casa? Indaga Malia.

— Eu soube da morte da Corinne. Disse Peter. — Logo que soube da morte dela eu descobri que ela tinha uma filha. Quando vi sua foto circulando na impressa eu só tive certeza de uma coisa.

— Que coisa? Indagou Malia.

— De que você é minha filha. Disse Peter. — Sua mãe e eu namoramos muito tempo e durante um ano ela me rejeitou e depois voltamos a ficar. Nunca entendi o porquê, mas ela escondeu toda a gravidez. Eu estou disposto a fazer o DNA. E se você for a minha filha eu quero poder ser um pai para você.

— Entre Peter. Disse Malia. — Vamos conversar no escritório da minha mãe.

Peter entrou e Malia fechou a porta. Eles foram direto para o escritório. Stiles e Derek se olharam. Cora, Ian e Liam estavam sentados no sofá e tomando sorvete. Liam contava historias de Ian e eles riam.

— Nunca pensei nesse seu lado devasso. Disse Cora sorrindo. — Pelo menos você não tem medo de revelar o que você já aprontou.

— Ele não tem. Diz Liam. — Eu mesmo estou aqui para lembrar ele.

— É o Liam é meu melhor amigo em todo mundo. Conhecemos desde criança e sabemos de tudo um do outro. Disse Ian. — Sempre nos zoamos.

— E essa é a arte de se ter amigos. Disse Liam que terminou de tomar o sorvete.

Cora também terminou de tomar. Ian pegou os potes de sorvete de Liam e Cora e disse que iria buscar mais sorvete e já voltava. Ian saiu da sala e foi em direção a cozinha. Cora abriu um sorriso simpático para Liam.

— Quando você vai contar a verdade para o Ian, Cora?

— Do que você está falando Liam?

— Cora Melisandro Hale. Disse Liam encarando Cora. — Fiz um trabalho de geografia semestre passado e o reinado nos Estados Unidos foi um dos tópicos do meu trabalho. Se você está assim passando como uma plebéia é porque quer privacidade. Sei manter segredos Cora.

— Eu agradeço se você puder manter essa questão em segredo. Disse Cora. — Meu irmão está morando agora aqui em Londres. Conheci Ian por intermédio dele. O Ian é uma pessoa incrível e ele me faz sentir uma garota bastante especial.

— Quando você for ao festival de música, vá disfarçada. Disse Liam. — Vá com um boné. Óculos de grau sei lá, tenta ir o mais disfarçada possível. Ninguém vai te reconhecer.

— Obrigada por me ajudar Liam.

— Ei, só faça meu melhor amigo feliz.

— Obrigada.

Cora e Liam se olham e sorriem. Ian chega com os potes de sorvete. Eles voltam a tomar sorvete e Liam volta a contar casos de Ian. Os três riem. Stiles está encostado na parede encarando Derek.

— Você não tinha comentado nada dos seus pais. Disse Stiles. — Só que eram importantes. Agora eu me preocupo se seus pais têm alguém que governa a empresa deles deve ser que sua família seja mais importante do que eu imaginava.

— Stiles eu não gosto de falar da minha família porque não sou como eles. Disse Derek. — Sou totalmente o contrario da Laura, minha mãe tenta mandar na minha vida mais do que qualquer um.  As únicas pessoas que eu me dou bem são a Cora e meu pai.

— Também começamos a ficar há somente dois dias. Disse Stiles. — E dois dias que já aconteceram milhares de coisa que põem a prova esse sentimento que temos um pelo outro. Mal tivemos tempo de fato de ficarmos sozinhos. Somente nos dois em um lugar para que nosso sentimento fluir.

— Ficaríamos hoje. Disse Derek. — No banheiro. Só que você teve prova. Mas assim que minha irmã voltar para os Estados Unidos vamos poder ficar em sozinhos na minha casa. Vamos poder conversar e contar tudo.

— Eu sei Der. Disse Stiles. — Eu gosto muito de você. Não quero te perder jamais. Assim que a Malia tiver bem eu vou contar a verdade a ela e fechar o acordo sobre paternidade e tudo mais. Aí sim poderemos assumir nosso namoro.

— Eu vou ser o cara mais feliz do mundo sendo seu namorado. Disse Derek que sorriu e alisou o rosto do amado. — Eu estou doido para te beijar.

— Controle-se. Diz Stiles que sorri. — A Malia está aqui com o possível pai dela. Aliás, acho melhor batermos na porta e vê se eles estão bem.

— Eu concordo.

Derek e Stiles aproximaram da porta do escritório. Stiles bateu na porta e foi abrindo rapidamente. Malia estava sentada na cadeira pensativa e Peter estava sentado do outro lado. Os dois olharam para Stiles ao mesmo tempo. Peter e Malia estavam do mesmo jeito com um dedo apoiado sobre o queixo e olhando para o garoto.

— Vocês estão bem? Indagou Stiles.

— Sim. Disse Malia. — Marcamos de fazer o DNA amanhã de manhã. E se der positivo ele falou que vai assinar o nome dele na minha certidão de nascimento. Que ele vai assumir a paternidade.

— E eu vou voltar para o hotel que estou hospedado. Disse Peter. — Nos vemos no enterro, mais tarde.

— Ok. Disse Stiles.

Peter levantou despediu de Malia com um leve abraço. Ele rapidamente saiu. Derek foi atrás. Stiles aproximou da cadeira e sentou encarando Malia. A garota estava voada e ao encarar o namorado naquele momento sentiu um pequeno mal estar.

— Stiles você parece meio estranho. Disse Malia. — Aconteceu alguma coisa com você?

— Não eu estou bem. Disse Stiles. — Eu estou só um pouco preocupado com você, com esse bebê que você está esperando.

— Você acha que vai ser menino ou menina? Indagou Malia.

— Minha mãe quando engravidou do Ian disse que se fosse menina a beleza da mãe ia totalmente embora durante a gestação. Disse Stiles. — Ela estava certa, veio um menino e ela ficou linda a gestação... Você está linda Malia, creio que deve ser um menino, mas se vier uma menina eu não importo. Contando que nasça com saúde é o que importa.

— É verdade. Disse Malia dando um leve sorriso.

Derek abriu a porta da casa de Malia e Peter andou para o lado de fora. O príncipe saiu da casa e encostou a porta. Peter encarou seriamente o herdeiro da coroa americana.

— Derek como você veio parar na casa da Malia? Indagou Peter. — Você queria anonimato e agora está na casa da estilista de celebridades e designer exclusivo de várias famílias reais pelo mundo inteiro.

— Eu só fiquei sabendo da historia quando cheguei aqui com o Stiles. Disse Derek. — Londres parece ser grande, mas a verdade é que ela é pequena. Ou eu que dei a má sorte de conhecer a sua filha.

— Me respeita Derek. Disse Peter. — Posso trabalhar sendo o braço direito da sua mãe só que ainda sou seu tio.

— Eu sei. Eu te respeito Peter. Disse Derek. — O problema é que você conta tudo para sua irmã que é minha mãe. Tudo que eu contava para você na confiança foi perdido durante anos. Você abria a boca para minha mãe. Você não pensa que eu sei que você correu para contar para ela que eu tinha pedido que fizesse as malas. Peter, você é meu tio, eu te respeitava, mas você nunca me respeitou.

Stiles abre a porta e vê Derek e Peter conversando. Malia chega à porta. Peter olha para Stiles e acena. Derek suspira e olha para a porta. Malia saí segurando um vestido na mão. Stiles desce as escadas até Derek. A garota tranca a porta de casa. Os três vão caminhando em silêncio até o Jeep. Derek sentou no banco traseiro e Malia foi ao lado de Stiles que dirigia em direção a sua casa.

Cora e Ian despediram de Liam que foi embora. Os dois decidiram ir ao shopping comprar algumas roupas novas para a garota. Cora buscou o cartão e a identidade enquanto Ian chamou o taxi. No caminho ao shopping, a garota não cansava de olhar a maravilhosa vista de Londres.

— Chegamos. Disse Ian que saia do taxi e ajudava Cora. — Tem umas lojas bem legais no segundo piso.

— Perfeito. Disse Cora. — Vamos.

Cora e Ian entram no shopping. Ela entra em uma loja e vê algumas roupas de seu tamanho. A garota foi separando algumas peças. Ian segurava todas. Eles foram ao caixa e Cora pagou pelas peças. Eles saíram e andaram mais um pouco pelo shopping.

John tinha acabado de chegar do mercado com as sacolas de compras. Ele foi guardando quando escutou a porta sendo aberta. John aproximou da sala e viu Malia entrando segurando o vestido preto e os sapatos na mão em seguida Stiles e Derek.

— John, minha irmã está aqui? Indagou Derek.

— Acabei de chegar Derek. Disse John. — Encontrei um bilhete de Ian dizendo que foi ao shopping com a Cora.

— Ela levou minha única copia de chave. Disse Derek.

— Eu vou tomar um banho e trocar de roupa. Disse Malia.

— Vai lá Malia. Disse John.

Malia subiu as escadas carregando o vestido e os sapatos. Stiles e Derek se olharam com um pouco de ternura. John percebeu que os dois queriam ficar sozinhos.

— Stiles, porque não procura aquela fechadura extra que temos guardadas lá na garagem. Disse John. — Você encontrando ela, eu consigo trocar a fechadura da porta do Derek e ele fica com duas cópias de chaves. E assim vocês podem passar um tempo enquanto a Malia toma banho.

— Obrigado pai.

Stiles foi em direção a porta da garagem. Derek sorriu em forma de agradecimento para John. Derek foi atrás de Stiles, assim que entrou escutou a porta sendo fechada. Ele olhou para trás e viu Stiles carregando uma caixa.

— Aqui está a maçaneta nova com as duas chaves. Disse Stiles sorrindo que aproximou de Derek e o abraçou pela cintura. — Senti tanta saudade de encostar no seu corpo e sentir seu cheiro.

— Eu estou com saudades de ter um tempo com você. Disse Derek. — Sei que a Malia está grávida e não posso cobrar nada, mas gosto de você e por mim ficava te beijando na boca o dia todo.

Stiles sorriu, aproximou da boca de Derek e o beijou. Eles foram beijando suavemente, sentindo o toque da língua um do outro. O beijo foi tornando cada vez mais apaixonado.

Ian e Cora andavam pelo corredor do shopping. Eles chegaram na praça de alimentação e sentaram para tomar um suco. Melissa vinha andando e sentou na mesa ao lado deles. Ian olhou de relance e sorriu ao ver a médica.

— Melissa. Disse Ian.

Cora olhou em direção do olhar de Ian. Melissa abriu um sorriso, pegou suas coisas e aproximou da mesa do jovem casal sentando-se junto a eles. Melissa sorriu e esticou a mão.

— Oi Ian. Disse Melissa. — Essa é a sua namorada?

— Não ainda. Disse Ian que corou rapidamente. — Quer dizer...

— Estamos nos conhecendo. Disse Cora abrindo um leve sorriso. — Prazer meu nome é Cora.

— Cora. Disse Melissa. — Que nome lindo.

— Obrigada. Disse Cora. — Seu nome remete a abelha. Nasceu da mitologia grega de uma ninfa que amamentou Zeus quando criança.

— Nossa. Disse Melissa. — Bonita, inteligente e educada. Podem namorar já.

Ian e Cora se olham meio confidentes. Melissa repara nos dois e abre um pequeno sorriso. Um arrepio sobe pelo braço da médica que suspira e sente algo bom no ar. Melissa nunca contou a ninguém, mas sempre foi mística e através do misticismo ela sabia que o filho dela ainda estava vivo e bem.

Liam estava na sala fazendo alguns deveres quando sua mãe pediu que ele fosse até a padaria e comprasse pão para o chá das cinco. O garoto pegou o dinheiro, saiu de casa e andou até a padaria. Liam comprou o pão e ao sair da padaria viu a chuva caindo. Ele correu pelo lado das marquises e foi andando. As marquises seguiam direto para sua casa, mas dava pelo menos uma volta e meia no quarteirão.

Um garoto estava encostado na parede e dois homens batiam nele. Liam veio andando. Ao ver que vinha testemunhas os homens saíram correndo deixando o garoto sangrando na parede. Liam viu e correu até o garoto.

— Você está legal? Indagou Liam.

— Não. Disse o garoto. — Preciso de ajuda.

— Eu não tenho dinheiro.

— Não é dinheiro. Disse o garoto. — Eu tive um lapso de memória. Andei por alguns dias sem saber quem era. Acabei parando numa cidade do interior e fiquei por lá trabalhando em uma fazenda. Só que no inicio dessa semana que sofri um acidente e me trouxeram para Londres. Minha memória voltou toda. Preciso da sua ajuda, tenho que ligar para alguém me buscar.

— Minha mãe é enfermeira. Disse Liam. — Ela pode cuidar dos seus ferimentos. Qual é seu nome?

— Scott... Meu nome é Scott McCall.

— Vem comigo então McCall. Disse Liam que ajudou Scott e foram saindo. — Moro aqui perto.

Liam e Scott chegaram. A mãe de Liam veio correndo e fez os curativos. Scott contou toda a historia para a mulher que ficou boquiaberta. A enfermeira saiu para preparar um lanche para o filho e para o garoto antes de telefonarem para policia para descobrir o paradeiro dos pais de Scott.

Malia termina o banho, veste o vestido, calça os sapatos e prende o cabelo. Ela sai do quarto de Stiles e vê John no quarto dele arrumando a gravata. Malia desce à escada a procura do namorado. Derek e Stiles estão beijando com muito amor e bastante carinho. Malia vê a sombra vindo da porta da garagem. Ela aproxima da porta e vai abrindo.

Derek e Stiles estão beijando bem apaixonados. Eles vão parando os beijos com selinhos. Eles se encaram e roçam os narizes um no outro. Stiles morde de leve os lábios de Derek que sorri e chupa os lábios do polaco.

— Você me faz tão bem Derek.

— Eu te amo, Stiles.

Eles se olham apaixonados. Stiles sorri. Malia está encostada na porta escutando.

— Eu também te amo Derek. Disse Stiles. — E sinto que vamos se felizes para todo o sempre.

— Eu também sinto isso. Disse Derek que enche Stiles de selinhos.

Malia encostou a porta. Ela arregalou os olhos. Malia andou até as escadas e viu John descendo. A garota desesperou e entrou na sala de televisão. Ela pegou o controle. John desceu as escadas e passou o olho rapidamente sobre a sala de estar e a cozinha. O agente aproximou da sala de TV e viu Malia sentada segurando o controle.

— Te encontrei. Disse John que percebeu a cara de Malia. — Que cara é essa Malia?


Notas Finais


OMG! OMG! OMG!

E aí? O que acharam desse capítulo?

Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...