História Um Príncipe em minha vida! - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Brett Talbot, Cora Hale, Derek Hale, Hayden Romero, Isaac Lahey, Liam Dunbar, Lydia Martin, Personagens Originais, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Tags Sterek
Exibições 185
Palavras 2.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Fantasia, Lemon, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoas!!!

Novo capítulo. Desculpa esse não vai ter capa, porque meu PC foi formatado e não tem o programa de edição ainda. Mas no próximo capítulo garanto uma capa. Não esqueça de favoritar a fic e de comentar.

Beijos
PS: Não tive muito tempo de corrigir, se tiver algum erro, DESCULPA. Beijos

Capítulo 11 - A lua que brilha


John encara Malia. A garota suspira encarando o sogro. John aproxima dela e senta ao lado e segura a mão dela. John encara Malia dentro dos olhos em seguida ela abre um sorriso.

— Eu estive pensando. Disse Malia. — Enquanto tomava banho. Já estou quase formando na universidade e o Stiles também. Agora que você vai ser avô e eu vou ser mãe precisaríamos está mais unidos nessa fase.

— Do que você está falando? Indagou John.

— Eu estou falando que meu sonho é casar. Disse Malia.

John engoliu seco e encarou a futura mãe de seu neto. Malia abriu um leve sorriso e encarou o sogro.

— Quero que meu filho ou filha tenha tudo o que eu não tive. Disse Malia. — Que ele tenha dois pais casados, um lar bonito e aconchegante e avôs e tios presente na vida dele.

— Avô e tio ele tem. Disse John. — Só que esse não é o momento para meu filho casar. E creio que ele não vai aceitar isso. Malia, hoje em dia criança não segura ninguém. Stiles não vai fugir das responsabilidades. Ele vai dar nome, educação e muito amor para essa criança. Conheço meu filho.

— John. Disse Malia. — Isso é muito estranho. Sinto-me triste sem uma aliança sinto péssima com o que tem acontecido na minha vida. Eu só queria que ela entrasse no trilho.

John suspirou. Derek e Stiles pararam de dar selinhos apaixonados. Eles se olharam e ficaram abraçados. O telefone começa a tocar. Stiles solta o amado e abre a porta e chega na sala. Ele aproxima do telefone e atende.

 

STILES: Alou.

LIAM: Stiles!

STILES: Liam! Porque você está ligando se sempre está aqui em casa? Você não foi ao shopping com o Ian não?

LIAM: Não ele foi com a Cora. Stiles eu estou te ligando porque encontrei um garoto perto da minha casa. Ele tinha acabado de ser assaltado e disse ter tido um lapso de memória.

 

John, Malia e Derek surgem na sala. Malia encara Derek friamente. John aproxima de Stiles.

 

STILES: E para quê eu vou querer saber disso Liam?

LIAM: Ele só lembra de um telefone e é o da sua casa. O nome dele é Scott McCall que ele disse.

 

Stiles sentiu o baque. Lágrimas percorreram o rosto do garoto que segurou o telefone com duas mãos.

 

STILES: Passa o telefone agora para ele Liam.

 

Liam encara Scott e passa o telefone. O garoto que está com curativos no rosto pega o telefone e abre um sorriso leve para Liam.

 

SCOTT: Stiles?!

 

Stiles escuta a voz de seu melhor amigo. John encara o filho preocupado.

 

STILES: Scott!

 

John assusta. Malia e Derek se olham e olham para Stiles.

 

STILES: Scott como você está? Onde se meteu esse tempo todo?

SCOTT: Agora eu estou na casa do Liam. Quando citei o telefone ele disse que conhecia você. É uma longa história meu amigo.

STILES: Eu vou aí te buscar agora. Sua mãe, eu, meu pai e todos te procuramos feito louco durante anos.

 

John puxa o telefone de Stiles.

 

JOHN: Scott! Aqui é o John. O menino que bom que você apareceu. Vamos te buscar aí agora. Passe o telefone para o Liam.

 

Scott encara Liam e estica o telefone. Liam coloca o telefone no ouvido.

 

LIAM: Stiles?

JOHN: Não Liam, é o John. Aqui não deixe o Scott sair da sua casa. Estamos indo buscar ele. Vou ligar para a mãe dele e avisar que ele está vivo e bem. Por favor, mantenha ele aí. Chegamos em cinco minutos.

LIAM: Ok John. Até.

 

John e Liam desligam o telefone. John encara Stiles que está bastante emocionado. Os dois se abraçaram sorrindo. Malia aproxima de Stiles e John.

— Amor precisamos ir para o cemitério. Disse Malia.

— Não vai dar. Disse Stiles. — Derek pode te levar no meu lugar. Vou no Liam buscar o Scott e depois corro para o cemitério. Eu juro que vou no enterro da sua mãe.  Stiles olha Derek. — Derek, você pode levar a Malia no cemitério para mim? Vai com meu Jeep.

Malia assusta e encara Stiles. Se tem algo que Stiles ama nesse mundo é seu irmão Ian e seu Jeep. O garoto nunca deixou ela dirigir o Jeep, na verdade nunca deixou ninguém dirigir seu Jeep. O Jeep para Stiles era como um talismã. Malia engoliu seco e encarou Derek.

— Eu a levo sim. Disse Derek.

Stiles entrega a chave e o documento do Jeep para Derek. John entrega uma cópia da chave para Malia. Stiles e John saem correndo. Melissa está sentada conversando muito com Cora e Ian. Os três tomam um suco bem gostoso.

— Na verdade eu nunca entrei em um hospital na minha vida. Disse Cora levando Melissa e Ian ao susto. — Meus pais sempre chamavam os médicos em casa e na... empresa deles tem todo equipamento médico que precisa para fazer raio x e outros exames.

— Seus pais devem ser podres de rico. Disse Melissa. — Nossa você é a primeira pessoa que nunca foi a um hospital.

— Bom meu irmão forma ano que vem em medicina e creio que vou entrar em um hospital para ver ele trabalhando. Disse Cora sorrindo.

— E o que pretende estudar o que quando formar no ensino médio? Indagou Melissa.

— Ser princesa. Disse Cora que começou a rir. Ian e Melissa riram da piada. Cora suspirou. — Eu quero fazer comunicação. Acho incrível comunicação integrada.

— O que é comunicação integrada? Indagou Ian.

— É a comunicação que reúne os três tipos: Jornalismo. Publicidade e Propaganda e RP. Disse Cora. — Tenho uma quedinha pela Publicidade.

— Nossa que legal. Disse Melissa sorrindo. — Meninos já compraram tudo que tinha que comprar?

— Sim. Disse Ian.

— Então vamos. Disse Melissa. — Levo vocês dois até a casa de vocês. É bom que aproveito e vejo Stiles. Faz um tempinho já que não vejo ele.

— Ele vai adorar te ver tia Melissa. Disse Ian sorrindo.

Melissa, Cora e Ian levantam da mesa e vão saindo do shopping. Os três caminham em direção ao estacionamento. Derek tirava o Jeep da garagem quando Malia saí da casa do sogro, trancou a porta e entrou no Jeep. Derek colocou o endereço do cemitério no GPS e saiu dirigindo.

— Eu vi vocês dois agora pouco. Disse Malia.

Derek assustou e parou o carro no sinal. Ele olhou para Malia que começou a chorar em seguida voltou a olhar para a frente.

— Stiles é o único que eu amo e amei de verdade. Disse Malia.

— Eu não sei do que você está falando Malia. Disse Derek.

— Sabe sim. Disse Malia. — Eu nunca pensei no Stiles sendo gay. Ele é um cara incrível. Sempre mostrou ser viril e é um excelente amante.

— Eu não sei o que falar. Disse Derek.

— Bom, não precisa falar nada. Disse Malia que sorriu e encarou Derek. — Pare o carro, por favor.

Derek estacionou o Jeep em uma rua. Malia virou e encarou o moreno com seus óculos de grau.

— Tem uma coisa que não contei a ninguém. Disse Malia que engoliu seco e encarou o moreno. — E peço que fique somente entre nos dois.

— Tudo bem. Disse Derek.

— Quando desmaiei após saber a noticia da morte da minha mãe fizeram os exames e tudo mais em mim... Malia suspirou e encarou Derek. — Eles descobriram a gravidez e uma doença. E eu sinto que não vou viver muito logo após o nascimento dessa criança.

— Que doença é essa Malia? Indagou Derek.

— Leucemia. Disse Malia chorando. — O médico disse que séria uma gravidez de risco, mas se eu tomasse os remédios corretos não afetaria o feto. Já estou a três meses e meio grávida e fui descobrir por causa de um desmaio. Estou tomando vitaminas para proteger o feto. Eu só quero uma coisa Derek.

— Malia, eu posso procurar um especialista na área. Disse Derek.

— Não. Eu já tenho os médicos certos e sinto que não vou viver muito. Disse Malia. — Se acontecer algo comigo, por favor, cuide do Stiles e do nosso filho. Adote ele sendo como seu próprio filho e dê todo amor que ele precise. Pelo que eu vi você é o ponto forte do Stiles. Ele te emprestou o Jeep dele que é a coisa que ele mais ama. Ele jamais emprestou esse carro para o Ian e nem para o John. Malia sorri meio triste. — Promete para mim se eu morrer você vai cuidar do Stiles e do meu filho?

— Prometo Malia. Disse Derek.

Malia começa a chorar. Derek a abraça e acaricia a cabeça dela. Derek limpou as lágrimas do rosto de Malia. Eles se olharam e ela pediu que Derek seguisse ao cemitério. Liam estava sentado na cadeira atrás da porta de sua casa. Scott saiu do banheiro enxugando as mãos na calça e olhou para Liam.

— Porque você está sentado na porta? Indagou Scott.

— Esperando o Stiles e o tio John. Disse Liam sorrindo. — Você está bem?

— Um pouco melhor. Disse Scott sorrindo e aproximando de Liam. — Obrigado por me salvar Liam. Você foi muito legal. E que coincidência você conhecer o Stiles, tio John e o Ian.

— O Ian é meu melhor amigo. Disse Liam sorrindo. — Nos nunca nos vimos antes porque o Ian e eu sempre ficamos trancados no quarto jogando vídeo game.

— Também se eu tivesse visto você eu me lembraria de um rosto tão lindo quanto o seu. Disse Scott sorrindo.

— Obrigado. Disse Liam que sorriu.

A campainha tocou. Liam sorriu, levantou da cadeira, olhou pelo olho mágico em seguida abriu a porta. John e Stiles entraram e encararam Scott. Os dois abraçaram o moreno. Os três começaram a chorar de felicidade. Liam sorriu vendo aquela cena.

— Vem Scott. Disse John. — Vamos te levar para casa.

Stiles saiu do abraço, aproximou de Liam e o abraçou.

— Obrigado Liam. Disse Stiles sorrindo. — Esse foi o melhor presente que você já me deu na vida.

— De nada Stiles. Disse Liam sorrindo.

John, Stiles e Scott foram saindo e acenaram para Liam. O garoto de olhos azuis viu o pai e o irmão de seu amigo saindo da sua casa com o estranho que ajudou na rua. Ele suspirou e trancou a porta.

Derek entrou com o Jeep dentro do cemitério e estacionou próximo a capela que já estava lotada de personalidades e fotógrafos. Derek encara uma mulher entra a multidão e revira os olhos.

— Não acredito. Disse Derek nervoso. — Só pode ser brincadeira.

— Do que você está falando? Indagou Malia.

— Se é para contar segredos que nunca vão ser ditos a ninguém. Disse Derek que tirou os óculos de grau e encarou Malia que assustou. — Entende agora?

— Você é... Disse Malia boquiaberta. — Derek Melisandro Hale. Filho de Talia Melisandro Hale.

Malia ficou boquiaberta. Derek colocou os óculos de grau. Malia abriu um sorriso sem acreditar no que tinha acabado de descobrir. Derek encarou a garota.

— Você é o futuro rei dos Estados Unidos. Disse Malia. — O que faz aqui em Londres e ainda disfarçado de Clark Kent?

— Eu queria privacidade. Disse Derek. — Quero uma vida sem os holofotes do reinado. Aqui eu encontrei mais do que isso, encontrei um amor e uma vida maravilhosa no anonimato.

Malia observa o lado de fora e vê Talia.

— Sua mãe está aí. Disse Malia. — Escuta pode ir embora. Malia colocou as chaves da casa de John na mão de Derek. — Eu aviso ao Stiles que você sentiu enjoado e pediu desculpas e foi embora. Aproveite sua vida. Temos um segredo e uma promessa agora.

— Combinado. Disse Derek que sorriu. — Obrigado Malia. Prometo cuidar muito bem dessa criança quando nascer.

Malia sorriu e saiu do Jeep. Derek ligou o Jeep, deu ré e saiu dirigindo. Malia suspirou e foi aproximando e cumprimentado algumas personalidades. Talia encarou Malia com um enorme sorriso e admiração. Malia retribuiu o sorriso e entrou na capela. Melissa dirigia e já aproximava da rua da casa de Stiles. Ela parou o carro na frente e viu o telefone celular tocar.

— Porque meu pai está ligando para você Melissa? Indagou Ian.

— Não sei. Mentiu Melissa que atendeu no viva voz.

 

MELISSA: Oi John. Encontrei Ian e Cora no shopping. Estou na porta da sua casa.  

JOHN: Fica ai na minha casa. Eu tenho uma surpresa para você. Eu só vou deixar o Stiles no cemitério e já encontro você ai na minha casa com a surpresa.

IAN: Que surpresa pai?

JOHN: Vocês vão ver.

MELISSA: Ok John. Até breve.

 

Melissa desliga. Cora, Ian e Melissa saem do carro. Ian abre a porta de casa. Os três entram. Stiles saí correndo pelo cemitério e encontra a capela do velório. Stiles entra e esbarra em Talia.

— Opa. Disse Stiles. — Me perdoa.

— Tudo bem garoto. Disse Talia que abriu um sorriso. — Conheceu a falecida?

— Sim. Disse Stiles. — É minha sogra. Sou o namorado da Malia e pai do filho que ela está esperando.

— Meus pêsames. Disse Talia. — Boa sorte nessa nova empreitada.

— Obrigado. Disse Stiles que passou e aproximou de Malia. — Cheguei. Ei, não vi meu Jeep lá fora.

— Derek sentiu enjoado com o cheiro das flores e das velas. Disse Malia. — E eu mandei ele ir embora. Não o conheço direito e você aqui ao meu lado era meu desejo.

Stiles beija a testa de Malia e sente um aperto no peito. Ele olha em volta e cruza os olhos com Talia. Eles sorriem um para o outro. Em seguida ele volta a olhar para frente. Derek abre a garagem e coloca o Jeep de Stiles nela. A porta da garagem vai fechando e Ian abre e assusta ao ver Derek no Jeep.

— Caraca! Disse Ian. — Stiles te emprestou o Jeep dele?

— Emprestou para levar a Malia no cemitério. Disse Derek.

— Esse Jeep é a vida dele. Disse Ian que fez uma cara de ciúmes. — Meu irmão ama tanto esse carro que nem ao menos me empresta e nem para meu pai. E ele disse que só emprestaria esse carro para a pessoa que ele amasse de verdade. Vejo que eu e meu pai não somos nada na vida do meu irmão.

— Para de fazer drama Ian. Disse Derek.

— Não é drama amigão. Disse Ian com ciúmes. — É a pura realidade. Meu irmão te ama com a alma dele.

— Amor carnal é diferente de amor fraternal Ian. Disse Cora surgindo atrás dele. — Fraternal é o amor que o Stiles sente por você e pelo John. Carnal é o amor que Stiles sente pelo Derek. Um amor carnal é uma coisa que você e seu pai nunca vão poder dar ao Stiles.

— Bom a Cora está certa. Disse Melissa aproximando da porta e sorrindo. — Oi bonitão. John chegou com você?

— Não. Disse Derek.

Melissa entra na garagem e estranha. A porta da garagem fecha. Melissa tenta abrir a porta. Derek aproxima da porta e mexe na maçaneta. A fechadura abre e Derek abre a porta e vê John.

— John. Disse Derek.

Derek, Ian e Cora saem e olham para Scott. Ian sorri emocionado e deixa uma lágrima escorrer. John entra na garagem e encara Melissa. A médica encara o agente e abre um enorme sorriso.

— Sua futura nora é uma fofa. Disse Melissa sorrindo. — Qual a surpresa meu amor?

— Vem comigo Mel. Disse John.

John saiu da garagem. Melissa suspirou, sorriu e foi saindo da garagem. Derek, Cora e Ian saíram da frente de Scott. John sorriu. Melissa chega na sala e assusta ao ver o filho. Lágrimas emocionadas começam a percorrer o rosto de Melissa que anda até o filho e o abraça bem forte.

— Mãe. Disse Scott. — Voltei. 


Notas Finais


OMG!³ OMG!² OMG!¹

E aí? O que acharam desse capítulo?

Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...