História Um romance escondido - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 1 Litro de Lágrimas (Ichi rittoru no namida)
Tags Drama, Romance
Visualizações 2
Palavras 642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Novo capítulooo!!

Capítulo 1 - Conhecendo o amor.


Fanfic / Fanfiction Um romance escondido - Capítulo 1 - Conhecendo o amor.

Estava caminhando sobre o jardim da minha casa com minha amiga, quando, por cima do muro, avisto um jovem. Cabelo escuro, curto e bem arrumado, com mais ou menos 1,88 de altura, vestido com apenas uma bermuda e uma regata, sentado no muro da casa a frente da minha.

-Isabela, acho que você tem um vizinho novo.

-Talvez.

-Ele é bem gatinho, uau.

-Verdade.

Olhei novamente para o garoto que agora havia olhado para mim e então deu um sorriso. Eu devolvi outro sorriso e assenti numa forma de cumprimento. 

-Uau, impressão minha ou ele já está interessado em você, Isabela?

-Não começa, Rafaela. Foi apenas um oi.

-Por enquanto.

-Cala a boca, Luana.

Eu estava me formando no ensino médio, fazia curso de inglês as quartas feiras e os outros dias da semana, usava para sair com minha amiga, passear, ajudar minha mãe e estudar. Eu havia acabado de sair de um relacionamento sério, fazia uns três meses. Claro, você deve estar se perguntando e desejando que eu conte o que aconteceu em meu relacionamento antigo. Bem, Irei lhe contar.

Carlos, meu ex namorado dizia me amar muito, dizia que eu era a única mulher da vida dele, mas depois de dois anos de namoro acabei descobrindo que ele me traíra durante os dois anos com uma mulher chamada Ângela. Meu mundo desabou, confiei tanto nele para ele apenas fazer isso, e pensar que em todas as vezes que ele disse que eu era a única mulher dele faz eu me sentir uma idiota, cada dia mais. Depois que descobri, tive uma conversa com ele, tentou mentir, dizendo que era apenas coisa da minha cabeça, que jamais ele faria isso, mas, eu sabia que era mentira, e por mais que eu não queria ter, eu tinha provas. Tempo depois, duas semanas para falar a verdade, ele começou a me enviar fotos chorando e textos se declarando e explicando como ele sentia minha falta e como ele me amava. Chorei muito, mas não deixei ele me vencer, eu não podia voltar, o que ele fez comigo não foi certo e perdoar ele não era uma coisa fácil a fazer, muito menos da noite para o dia. Ainda não me recuperei, nem consegui superar, ainda chorava todas as noites, mas ainda tinha esperança que um dia conseguiria esquecê-lo. Um romance neste exato momento não é realmente o que eu estava procurando, aliás, eu nem sabia se ainda tinha forças e coragem para entrar em um relacionamento sério novamente.

Estava conversando com minha amiga quando o vizinho-misterioso vem até nós duas. O que será que ele quer? Olho de relance para minha amiga, a expressão dela fazia parecer que ela estava pensando a mesma coisa.

-Oi. -diz o vizinho-misterioso - me chamo Miguel, sou o novo vizinho.

-Oi -responde minha amiga - sou amiga da Isabela, que agora é sua vizinha.

-Oi -respondo olhando seu rosto - meu nome é Isabela, bem vindo à cidade.

Analisei seu rosto, olhos castanhos, barba por fazer, sem dúvida ele era muito lindo.

-Gostei de te conhecer, mas, se quiser, podemos nos conhecer melhor, sabe, somos vizinhos, acho legal criarmos uma amizade. - disse ele com um sorriso.

-Claro, seria legal.- Digo já imaginando.

-Esse é meu número -disse ele colocando um pequeno papel em minha mão - me mande uma mensagem assim que puder.

-Claro, pode deixar. -falei olhando para o papel.

-Bom, tenho que ir ajudar minha mãe com as malas, até - disse ele me dando um beijo na bochecha e logo em seguida na minha amiga.

-Tchau -disse minha amiga.

-Tchau, até. -falei, já esperando minha amiga começar a falar um monte de bobagens.

-Cara, você viu o jeito que ele olhou para você, meu Deus amiga, vai que essa é sua, ele está completamente interessado.-disse ela, como eu já previa.

-Não começa, Luana.


Notas Finais


Ansiosos para o próximo capítulo? Fique ligado que daqui a algumas horas irá chegar!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...