História Um Romance Incerto - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Victoria_Roseno

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 762
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Capítulo novinho pra vocês meus amigos

Capítulo 4 - Amores



Maya

-Jack,vem aqui agora. Preciso falar com você.

-Ok!

Jack é o meu melhor amigo. Nos conhecemos desde os cinco anos de idade. Jack Watters é irmão de Mike,eles são britânicos como eu.

Meu pai é neurocirurgião,meu irmão está seguindo o mesmo caminho,mas eu não. Faço Música com a Lelli. As vezes sinto falta de ter crescido com minha mãe. Ela entrou em depressão e assim passou a beber mais constantemente. Após meu nascimento,ela faleceu e assim cresci somente com meu pai e meu irmão Thomas.

Jack namora com Samanta,ela é extrovertida,sem papas na língua,se tiver de responder ela responde na hora,carismática,além de linda. Ele a namora a 8 anos,eles começaram a namorar com 13 anos de idade e desde então não romperam.

Não sou uma pessoa que tenha inimigos,mas a terceira pior pessoa do universo é Liz. Essa menina mora comigo e com Lelli,ela faz teatro com Sebastian e é simplesmente insuportável. Ela sempre quer ver as pessoas se darem mal nas coisas,em seus objetivos e ela sabe de uma coisa:tenho uma paixão platônica por Jack. Ele sempre esteve comigo quando eu mais precisei e assim,consequentemente,acabei me apaixonando. Samanta não pode saber disso.

Samanta

-Amor,você acha mesmo necessário que me apresente para seus amigos?

-Eu não acho necessário,acho óbvio.

Não sou muito de me espor, mas se tiver se falar algo na cara eu digo. Sou uma pessoa calma,mas é só não falar das pessoas que amo.

Entrei esse ano na faculdade de Moda,gosto desse tipo de curso. Meu namorado e eu fazemos esse curso,ele quer ser estilista e eu quero virar modelo. Esse ano conhecemos uns alunos de cursos diferentes,como a Lelli,o Sebastian e a Maya. A Maya é melhor amiga do Jack,eles se conhecem desde de pequenos,quando eu conheci o Jack,ou seja,à nove anos atrás,eles já eram amigos.

Maya é uma menina extrovertida,engraçada e amável,mas me preocupa essa união deles. Ela não é minha amiga,mas se for necessário,seremos bem unidas.

Em Boston...

Sebastian

Depois do pedido de namoro,Lelli e eu saímos,para conversarmos mais um pouco,e assim passamos a noite juntos.

Lelli é uma menina engraçada,divertida e animada. A nossa noite foi incrível,saímos e assim rolou.

Minha mãe ficou com Liz e Maya,elas são colegas da Lelli,mas elas tem uma vida,elas não podem passar o mês na minha casa. Tenho que voltar,mas não quero contar para Lelli. Não quero que ela sofra.

-Lelli,preciso falar com você!-a ligo,pois estou em um hotel.

-Sim,já vou amor.-ela diz toda romântica,fazendo-me enlouquecer.

-Ok,amor. Te amo muito.

-Também te amo.

Lelli é uma menina encantadora.

No hotel...

Lelli chega encantadora,como sempre, e assim lhe digo o que está acontecendo.

-Amor,eu vou ter que voltar para Romênia! Pois deixei minha mãe lá com as suas colegas de quarto e elas tem muita coisa para fazer. Não deixar minha mãe agora. Desculpa! Você sabe que eu é minha vida.-digo,enquanto Lelli diz quieta e com os seus olhos marejados.

-Sebby,vou ir com você. Eu achei que meu tinha mudado,mas me enganei novamente. Eu não aguento mais eles fazendo isso com todas as pessoas que conheço. As pessoas acreditam que meu pai seja uma pessoa amável,querida e dá o devido valor a um ser humano,mas estão completamente errados. Minha mãe mudou,mas o Sr. Evans não,continua o mesmo.-diz ela e depois cai no choro,fazendo.-Eu só confesso minhas fraquezas para você,porquê você me consola.

-Amor,eu estou aqui para o que precisar,ok.-digo a fazendo chorar. Lelli passou algumas horas comigo,mas Henrique a chamou e,como eles são muito amigos,ela foi.-Tchau, um grande beijo.

-Tchau te amo,muito mesmo.

Henrique

Preciso conversar com Lelli,faz tempo que não temos aquele papo de amigo. Lelli,Vicky e Marcella,que são minhas irmãs,sempre foram minhas melhores amigas. Elas sempre me ajudaram nos momentos mais difíceis.

No momento,a minha namorada faleceu e eu estou muito mal com isso,preciso dela aqui.

Lelli chega e me dá um abraço muito forte. O abraço dela reconforta qualquer pessoa. Lelli é a menina única,ela é surpreendente.

-Eu estou sofrendo! Eu quero ela aqui comigo. Eu a amava. Eu preciso dela.-digo chorando,enquanto Lelli,me olhando,diz:

-Tudo vai ficar bem. Eu estou com você. Você nunca vai ficar sozinho,ok. Eu sei que é difícil,mas lembra quando éramos adolescentes e dizíamos que não queríamos crescer,acho que não deu certo.-ela diz com olhos marejados-Todas as promessas que fazíamos,todas as brincadeiras. Lembra do dia que vim para sua casa chorando,porquê não queria crescer e lembra o que você disse:"Lelli,você pode crescer,mas sempre seremos:Lelli,Henrique,Vicky e Marcella. Só nós." E até hoje somos assim,ok.-diz ela,fazendo-me pensar.

Lelli é uma menina especial. Eu a amo muito. Será difícil encontrar alguém que me ame do mesmo jeito que Hannah.


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...