História Um sadomasoquista - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jungkook, Rap Monster, V
Tags Vkook Taekook
Visualizações 98
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uffaaa...😌 cheguei a tempo oh😋
A sandália voou por cima que eu nem vi...
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
prometi que traria cap maior. Mais tô sem tempo :/ sorry...

Eita mais outra! Vão com calma gente 😐 já cheguei.
Com um capítulo e um progresso né...
Ou não...
Jeon ta difícil? Muitoooo...
Mas quem sou eu pra brigar com ele né... até eu quero o taeAi... 😓 precisa me bater não. Credo.
Tá bom vamos lá...
Obg pelos FVTS😃❤
AMO VOCÊS!

Capítulo 5 - Encomenda


O dia para jeon havia começado da melhor maneira possível. Era sábado, não iria trabalhar e o pricipal: não veria Kim Taehyung.

Pena que o que  è bom dura pouco.


No relógio marcavam nove e quarenta da manhã quando sua mãe e seu pai lhe acordaram da melhor maneira possível. Batendo nas panelas.

Desnecessário? Sim, não! Mais ou menos. 

Decidiram de última hora que iriam viajar e pra alegria de Jeon ele iria ficar sozinho durante uma semana.

Já disse que alegria dura pouco?


- Filho não se esqueça, terá que buscar a roupa para a fotografia principal da nossa empresa. - Pegaram as malas rapidamente e antes de baterem a porta, avisaram. - Taehyung chega às onze! 

- Pai, mãe... não! - Fez um drama imenso.

Olhou o relógio rapidamente e viu que seu drama todo durou tempo suficiente para estar atrasado em ir buscar a roupa.

- Espero que não seja nada muito sexy. - Se arrumou rapidamente ainda falando sozinho, pegou a chave do carro e foi diretamente para o local combinado que seu pai havia mandado.


Investidora de ternos

- Bom dia moça. - comprimentou a atendente educadamente, não que quisesse, mas era necessário. Afinal ela não tinha culpa da responsabilidade deixada por seus progenitores.

- Bom dia. - sorriu educadamente.

- Vim buscar a encomenda do senhor Jeon! - Afirmou.

- Oh! - Ficou boquiaberta por jungkook ser tão lindo - e você quem é? - Tombou a cabeça para o lado com uma demonstração fofa.

- Ah, me desculpe!!! - Estendeu a mão para a garota - sou filho dele.

-Tão lindo quanto o pai... - Falou tão baixo quanto o zim, zim, zim de uma morissoca, fazendo o coitado do Jeon virar de costas  e ruborizar feito um pimentão.

"Aí eu mereço"! - Foi educado até demais com seus pensamentos.

- Me espera um momento, irei buscar. - Falou a moça agora conhecida  como "cara-de-Pau" por Jeon.

- Ok. - Cantarolou.

Logo depois a menina voltou com uma roupa embalada em um plástico Preto. Sem falar que foi proibido pela mesma - ordens e seu pai - de  abri-lo. Somente o usuário. 

"Ai tem coisa"... - Pensou.

- Obrigado mais uma vez. - Agradeceu. Ia se retirando quando sentiu um papel - encarte - deslizar facilmente sobre o bolso de seu casaco. Mas nem ligou.

Sem pensar duas vezes saiu correndo em disparada para casa, faltava apenas trinta minutos para a chegada de Taehyung e apesar de - querer seu corpo nu - queria também estar belíssimo.

Pra não dizer tudo ao contrário.


Chegou em casa apressado correndo escada acima aprontando tudo para a chegada do Kim. Faltava apenas três minutos quando resolver lutar contra o tempo e ir tomar um banho.

- Merda! A campanhia toca justo, agora? - Reclamou já entrando no banheiro. 

Colocou um roupão branco que estava logo a sua frente, em seu corpo  e voltou descendo as escadas.

Abriu a porta!


- Olá! Bom dia, eu to bem e você? Corredor segundo a direita, porta três, roupa em cima do sofá... licença?!

Falou tão rápido que não deu tempo para o Kim formular alguma resposta, apenas entrou e observou o distraído Jeon subir correndo as escadas novamente.


Tão rápido quanto subiu, foi seu banho. Se trocou com qualquer peça de roupa que encontrou no seu quarto, tão rápido que nem notou o esquecimento da coeca. 


"Respira-calma-paciência". - Mantras que no momento acabaram virando trilha sonora em sua cabeça. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...