História Um Satansoo Na cidade - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Hunhan, Jonginzão, Kaisoo, Kyungsoo Passivo, Satansoo É Vida Karai, Sehun Bundona, Sei Lá
Exibições 28
Palavras 732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


KAISOO É LINDO PORRA! KAISOO É PERFEIÇÃO... KAISOO É OTP!
PRIMEIRA FIC DE EXO, CULPEM A BEATRIZ E A JULIA QUE E CONTAMINARAM COM ESSA BANDA. (Julia se você estiver lendo isso... tu me deve 5 reais) (BEATRIZ SE TU TIVER LENDO ISSO... TU E DEU VACUO NO WHATSAPP SUA PUTA)
EXO É LINDU!
baek é bicha loka pq bichas lokas são mozão!
è psé

Capítulo 1 - "Tu tem cara de que dá ré no quibe!"


Digamos que em toda história clichê de amor, temos o herói e a dama indefesa. E nessa historia, não será diferente. O papel de herói, Bam bam da parada, e fodão, vai para Kim Jongin. E a moça indefesa, vai para mim, também conhecido como, Do Kyungsoo.

...

Bem, vamos começar do começo... “não Kyungsoo, vamos começar do final” Querido, sou eu que estou narrando, se quiser começo do final!

Enfim, como qualquer azarado, eu nasci no interior de Daegu, pra ser mais específico, em uma fazenda. E como minha vida é rodeada de clichês, meu sonho sempre foi ir pra cidade... Estilo Hannah Montana, é, pois é.

Até que “Do Azarado Kyungsoo” teve sua chance, estava tendo teste para a mais famosa faculdade de música de Seul, mas tinha um porém... Sempre tem que ter um “porém”, a vaga era apenas pra meninas.

Ai você pergunta “E ai titio Soo? O que você fez?”

Se você acha que eu ignorei e esperei por uma próxima oportunidade, amigo, você errou.
Eu botei uma peruca e fui fazer o teste.

E passei.

Neste exato momento estou escrevendo um diário pra relatar como será minha vida como “Kyungsoo o maior k-idol da história”... Ou “a maior k-idol”.

 [...]

Por sorte, Baekhyun estuda nesse lugar. Ah, eu não te falei de Byun BaekHyun? Acredite, não está perdendo nada. Baek é aquele tipo de amigo escandaloso, daqueles que fala “Bicha, lacro” ou “arrasa viado” e até mesmo “Tu tem cara de que dá ré no quibe”.

Mas, tirando isso, ele é uma boa pessoa.

— Que isso viado, ta lindo com essa peruca. — Baekhyun diz quase berrando, no meio do pátio da universidade.

— Valeu borá fazer panfletos dizendo que eu sou homem. Porra Baek, para de gritar. — Falo irritado, vendo ele rir mais.

— Tenha mais senso de humor Kyungzinho. — Ele diz limpando a lágrima que apareceu em seus olhos, de tanto rir. — Está bem, agora sério... Como eu tenho que te chamar?

— Kim Seoyun.

— Meu Deus Kyungsoo que nome bosta! — Baek fala rindo novamente.
 

— NÃO É KYUNGSOO, É SEOYUN! — Grito vendo o pátio inteiro me olhando, assim, eu sei que sou lindo, mas não é pra tanto.

— Tudo bem, senhorita Seoyun, vamos pra sala. — Baek diz ainda gargalhando.

Sabe aquele lance do “Baek não ser má pessoa” retiro cada palavra que eu falei... Aquilo é a XuXa/demonio em pessoa.

Depois que eu cheguei na sala, sentei no fundão porque eu sou gótico trevoso. E baek logo a minha frente. A professora entra... Eu não sabia se aquilo é uma mulher ou o mestre Yoda do star wars.

— Bem, queridos, como estamos no segundo semestre, gostaria que os novatos se apresentassem.

Vem cá, isso é a faculdade ou Show do Barney?!

— Bem, vou começar com o número 11... Park Chanyeol.

O garoto do lado de Baek levanta, o cara era tão alto que eu não conseguia ver onde ele terminava.

— Meu nome é Park Chanyeol... — Não me diga?! — Tenho 22 anos, e pretendo estudar mais sobre rap.

— ‘Mó gostoso... Só não tem a bundona, mas não tem problema. — Às vezes o Baek acha que ta falando baixo, mas ele ta gritando... Esse foi um desses momentos.

A sala inteira encara a gente, e o pobre dumbo/Chanyeol... Afunda a cara na carteira morto de vergonha.

— Sem comentários desse calão senhor Byun. — A professora Yoda fala brava. — Bem, numero 14, Oh Sehun.

O garoto levanta.

— Caralho, que bunda perfeita. — Dessa vez não foi Baek que falou, fui eu... Mas foi necessário.

— Faço de suas palavras as minhas. — Baek fala sorrindo.

— Meu nome é Sehun, tenho 21 anos e quero estudar mais sobre dança.

— Obrigada Sehun. — A Sra. Yoda fala sorrindo. — A ultima é a Srta. Kim Seoyun.

Levanto, e preparo pra fazer a voz mais fina que eu puder, e também escuto um “Arrasa Mona” do Baek

— Meu nome é Seoyun, vim do interior de Daegu, e pretendo estudar mais sobre canto.

— Que caipira bonitinha. — Escuta alguém fala no fundo da sala.

Um menino moreno de cabelos pretos e cara de bunda diz sorrindo pra mim.

— Jongin! — A professora repreende.

E naquele momento eu percebi que... Kim Jongin era um filho da puta!


Notas Finais


:D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...