História Um Segredo Obscuro - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Policial, Psicopata, Tortura
Exibições 9
Palavras 776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Policial, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Doce Vingança


Fanfic / Fanfiction Um Segredo Obscuro - Capítulo 19 - Doce Vingança

Fomos nos pegando e quase o penetro mais antes vou ate minha bolsa que estava ali perto


Jungkook: - Vou desligar meu celular


Deixo no privado e mando uma mensagem pro Jimin


"Você é idiota de querer voltar com o Jungkook, vai lá ver o que o amor da sua vida ta fazendo na casa do V"


Desligo o celular, respiro fundo e dou uma risadinha. Volto onde J-Hope estava e continuo de onde parei beijo ele rapido o jogando na cama e o penetrando sem aviso ele gritava, seus gemidos saiam cada vez mais altos, era indesejado transar com ele aquele momento e com o V do lado mais faria de tudo pro Jimin sentir pelo menos um pouco da dor que eu senti



|Jimin|


Meu celular toca e eu tinha cochilado vejo e era mensagem anônima. Depois que li não entendi sabia que se fosse lá viria coisas que não queria mas mesmo assim eu me troquei e fui antes de entrar no apartamento eu ja estava chorando então abri a porta silenciosamente e fui ate um quarto que estava com a porta entre aberta vi Tae jogado de um lado da cafrio,  devia ter gozado e cansado de transar aquele vagabundo) e Jungkook e J-Hope transando, sai correndo sem fazer barulho e sai dali voltando pra minha casa. Não sabia o porque de alguém fazer isso comigo, tudo bem a gente não ta mais junto mais porque alguém me mandou isso? Eu não queria ter visto


"Apenas me diga o que você quer de mim. Porque… quero dizer, você quer que eu vá embora?"


As palavras do livro passavam em minha mente e a cada segundo eu pensava mais em ligar pra ele e o chamar pra conversar, ter um papo onde nos perdoamos por tudo e voltamos a rotina chata que era as coisas que eu mais amava, a dor de não ter mais ele era imensa e as cenas dele com outro eram o que me fazia amargo e frio,  penso bem e resolvo ir até a casa do Suga só ele poderia enviar isso pra me magoar por ter mandado ele ir embora aquela vez



|Rap Monster|


Ligo pro Jin e ele diz para esperar que ja estava chegando, escuto o bater da porta e vejo que o mesmo entrou


Rap Monster: - Você atrasou dois minutos

Jin: - E quando é você atrasa mais que uma hora

Rap Monster: - Estamos brigando de novo

Jin: - Parece que só sabemos fazer isso


O encaro e o puxo para um beijo que fez o mesmo parar de falar, puxo a cadeira pra ele sentar e me sento em sua frente comemos e bebemos, até a parte em que me levanto e ajoelho para ele


Rap Monster: - Casa comigo? 



|Jin|


Eu simplesmente travei, não saia uma sequer palavra da minha boca e meus olhos não piscavam, eu sabia que aquele vinho caro e aquela comida boa não ia ser só pra uma simples noite como todas as outras, na hora que vi aquela aliança linda não muito chamativa com um diamente pequeno, meus olhos começaram a brilhar mesmo com todo aquele amor eu pensei "O QUE ESSE IDIOTA TA FAZENDO?"


Jin: - Casar? 

Rap Monster: - Sim

Jin: - A gente nem assumiu o namoro e você que casar? 

Rap Monster: - Fui longe de mais? 

Jin: - Não é isso, é que... 

Rap Monster: - Eu ja entendi


Ele levanta e coloca a anel na mesa tira a roupa e vai ate a porta do banheiro 


Rap Monster: - Pode comer a sobremesa vou tomar banho


Ele entra e tranca a porta (eu queria casar com ele mais não agora) ele fez uma cara de reprovação eu deveria ter dito sim e pronto. Fiquei sentado por um tempo admirando a aliança peguei e coloquei no dedo me levantei e fui ate o banheiro encostando minha cabeça na porta


Jin: - Desculpa amor, eu faço do jeito que você quizer esta bem? 

Rap Monster: - Não precisa casar comigo por pena

Jin: - Amor não é algo que sinto por pena


Ele sai do banheiro com uma toalha enrolada na cintura e os olhos meio inchados 


Jin: - Estava chorando? 

Rap Monster: - Quando a pessoa que você mais ama te nega, é algo impossível não chorar 

Jin: - Não te neguei (chego mais perto do menor) eu apenas achei cedo de mais ter uma relação de casado

Rap Monster: - Eu te amo e é com você que quero viver Jin

Jin: - Tudo bem, se é assim que você quer é assim que vai ser, faço do jeito que você quizer amor


Ele me beija e me abraça pega na minha mão e admira a aliança ele se troca e fomos deitar para dormi juntos


Notas Finais


Obrigado por le

Beiijos Até Maiis


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...