História Um Sequestro Que Deu Errado - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Comedia, Romance
Exibições 89
Palavras 1.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


+ Mais um capítulo pra vcs
+ Espero que goste
+ Boa leitura

Capítulo 14 - Conflito de sentimentos


Fanfic / Fanfiction Um Sequestro Que Deu Errado - Capítulo 14 - Conflito de sentimentos

    Estava perdida não fazia ideia de onde era o banheiro, passando bem perto de uma sala, ouço uma voz familiar que me faz parar e ter a atitude de entrar para confirmar minha suspeita, então vejo Jungkook dentro da cabine do estúdio de música, cantando o cover de Paper Hearts . Por algum motivo, ouvir ele cantando essa música com um sorriso inocente no rosto, me fez ter várias lembranças do dia que nós conhecemos, ou seja o dia que o sequestro deu errado.

PAPER HEART

Remember the way you made me feel   
Such young love but  something in me knew that it was real 
Frozen in my head 

[Pictures I'm living through for now trying to remember all the good times
Our life was cutting through so loud, memories are playing in my dull mind
I hate this part paper hearts and I'll hold a piece of yours
Don't think I would just forget about it hoping that you won't forget about it]

Everything is gray under these skies
Wet mascara
Hiding every cloud under a smile
When there's cameras and I just can't reach out to tell you
That I always wonder what you're up to

[Refrão]

I live through pictures as if I was right there by your side
But you'll be good without me and if I could just give it some time
I'll be alright
Goodbye love you flew right by love

[Refrão]
    
     A maneira como nos conhecemos foi tão repentina que até parece mentira. Ficar ao lado dele foi algo tão incrível, pode ver um lado dele que não conhecia, apesar de ter mais memórias ruins que boas elas vão ficar pra sempre congeladas em minha cabeça. E todos os sentimentos e sensações que senti vão estar guardadas em meu coração.
    Quando ele terminou de cantar, acabei levando a mão no rosto e limpando a lágrima que pareceu juntamente com as lembranças. Não queria que nosso primeiro encontro acabasse do jeito que terminou, mas as coisas levaram a isso.
     Pela distração de todos minha presença ali não foi notada, isso era bom não queria que ele me visse do jeito que estava. Antes de eu sair da sala dou uma ultima olhada em kook e o que vejo me deixa desconfortável.

Garota: Meu Kookizinho parabéns! Você foi muito bem como sempre. (Ela diz com uma voz irritante).

   Kook apenas ri envergonhada e abaixa a cabeça. A garota entra na cabine onde ele estava e praticamente se joga nos braços dele. Uma mistura de raiva e tristeza percorrem meu corpo, a vontade de ir até lá e tirar a garota de seus braços era grande mas as palavras ''finja que não nos conhecemos'' dita por ele me trouxeram para a realidade. Aish eu não sou nada do Jungkook apenas nos conhecemos, pensando bem nem isso segundo ele. Decido então sair da sala antes que percebam minha presença ali, e retomar minhas buscas para encontrar o banheiro.

[Lin P.O.V Off]

[Vic P.O.V On] 

      Minutos depois de Lin ter saído V  ainda continuava fazendo perguntas sobre mim, e sobre o tal sequestro que tinha acontecido. Então por sua insistência acabei contato o que ele queria saber, e respondi suas perguntas. Enquanto falava com V os outros meninos ensaiavam alguma música que eu não conhecia, mas não era deles. A cada palavra que que falava para V meus olhos por algum motivo procurava por Jimin, a cada segundo que passava meu coração estava mais inquieto. 
      Tentando acalmar meu coração e meus pensamentos em relação ao Jimin, termino de contar minha história para V que estava rindo como se estivesse contando uma série de piadas.

V: Agora tenho que ir ensaiar com os meninos. Você pode buscar água pra gente? 

Vic: Claro! (Digo me levantando direção a porta).

V: Ei Vic! (Me viro pra ele que me olhava com um sorriso sapeca nos lábios) Se encontrar o Jimin pode dizer pra ele que estamos precisando dele aqui? ( Sorrio e movimento minha cabeça para cima e para baixo concordado, e assim saio da sala).

   Estava bastante distraída com meus pensamentos enquanto caminhava pelos corredores em busca da água. Tive um pouco de dificuldade mas acabei achando, o lugar era uma salinha pequena parecia uma pequena despensa, pego as garrafas e antes que pudesse sair da mesma escuto uma voz familiar vindo fora da sala.

Jimin: Você sabe que eu não podemos fazer isso aqui. (Jimin? O que será que ele estava fazendo nessa parte mais afastada? E com quem será que ele estava falando?).

Voz feminina: Ah vai para de com isso, sabe que já fizemos isso em lugares piores. (Minha pergunta tinha sido respondida era uma garota, e ela estava querendo fazer aquilo aqui com meu Jimin?)

    As vozes se cessaram e um sentimento de ódio começa a percorrer todo meu corpo, esqueço da dificuldade que teria para abrir a porta, por estar com as garrafas de água em mãos e abro a mesma. A cena que vejo me deixa com mais raiva ainda, a garota estava de joelhos, Jimin estava em pé e sem camisa. A expressão dele ao me ver foi a mesma coisa de ter visto um fantasma, rapidamente ele ajuda a garota se levantar e a mesma começa a me olha sem entender o que estava acontecendo.

Jimin: O que você está fazendo aqui? (Ele diz vestindo a camiseta, a menina continuava com uma expressão de sonsa e confusa no rosto).

Vic: Não é da sua conta! Eu já estava de saída, podem continuar o que estavam fazendo. (Digo com um sorriso irônico no rosto e me viro pra ir embora).

Jimin: Espera! (Paro mais ainda permaneço de costas pra ele).

Garota: Oppa! O que está acontecendo?

Jimin: Falo com você depois, tenho que ir agora. 

Garota: Não vai com essa garota estranha. (Me viro para eles e vejo ela olhar para Jimin com expressão de criança).

Vic: Você me chamou de que? (Meu olhar de ódio sobre a garota foi tão grande que ate Jimin ficou assustado).

     Ela não me responde apenas da um beijo em Jimin e vai embora, e foi para o bem dela pois estava prestes a cometer meu primeiro assassinato. 

Jimin: Você está bem? (Ele diz me olhando com uma cara de preocupado).

Vic: Sim estou bem! Se era só  isso que você queria me falar já estou de saída. (Me viro rapidamente para ir embora mas sou impedida por Jimin que segura meu braço).

Jimin: Sobre o que fiz... (O impedi de concluir sua fala e solto meu braço de sua mão).

Vic: Temos que ir, V esta precisando de você para o ensaio. (Digo forçando um sorriso,não queria falar com ele no estado que estava, ele apenas concorda com a cabeça e começa a me seguir).

     Eu e Jimin seguimos para a sala de ensaio em silêncio, que nem eu nem ele ousou quebrar. No fundo eu sabia que uma conversa entre nós era algo que ia acabar acontecendo, eu apenas estava adiando algo inevitável, e isso estava me incomodando.

 

   

 

 

 


Notas Finais


[Se vcs quiserem posso colocar a tradução da música]
+ Até o próximo capítulo.
+kiss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...