História Um sonho de futebol - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Alzack, Angel, Aquarius, Cana Alberona, Droy, Elfman Strauss, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandeeney, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jackal, Jellal Fernandes, Jet, Jude Heartfilia, Jura Neekis, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Loki, Lucy Heartfilia, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mest, Metallicana, Mystogan, Natsu Dragneel, Pantherlily, Tauros, Ur, Zeref
Tags Fairy Tail
Visualizações 23
Palavras 3.131
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minha primeira fic galera, da uma curtida se gostou, e comenta se gostou ou se tem idéias para dar

Capítulo 2 - Escolhas e suas consequências


Fanfic / Fanfiction Um sonho de futebol - Capítulo 2 - Escolhas e suas consequências

Capítulo 2 : escolhas e suas consequências

Povs : Natsu

A noite passa rápida e eu acabo acordando as 5 : 00 Horas Da Manhã em pleno domingo, mas isso já era normal para mim, já que eu acordava todos os santos dias da minha vida nesse mesmo horário, sendo muito aproveitado, já que eu era o primeiro a usar o único Banheiro com ducha, deixando a minha irmã mais velha queimando de raiva hahahahaha, mas também usava esse tempo para preparar as coisas em nossa casa, pois todos nós somos muito atarefados.

Eu e Wendy tinhamos escola de manhã e Cana tinha faculdade de manhã também, para poder cuidar de Wendy de tarde e meu pai tinha o seu bendito trabalho cansativo, então eu sempre preparava um café da manhã bem reforçado e deixava algo para a Diana, para que todos saíssemos bem de casa, já que o dia era duro, e eu ainda tinha o meu trabalho a tarde, sendo que assim que eu saia do trabalho eu ainda tinha que fazer minha lição de casa e ficar de olho em minhas irmãs, já que as duas amam se matar e eu tenho que parar as brigas, sempre tendo que ser o mais velho.

Mas isso até que era bom, essa rotina fazia eu me esquecer daquele dia e tudo que eu mais queria era esquecer do passado e ser só mais um nesse dia a dia até que o meu plano estava dando certo, mas tudo isso acabou quando o meu pai me fez voltar naquele lugar e o pior fez eu ter que voltar a jogar aquela droga de futebol, mas paro de pensar em tudo isso e acabo me levantando da cama.

Como eu dormi com a roupa de ontem mesmo eu acabo indo até o meu guarda roupa e pego algumas roupas como um short jeans e uma camisa regata branca, já que quando olho para direita aonde fica minha janela eu acabo percebendo que o sol estava de rachar, então eu vou até o meu criado mudo e deixo o meu cordão da sorte nele para poder tomar meu banho, como hoje é minha folga do trabalho, eu faço tudo sem muita pressa então vou andando calmamente até o banheiro, abro a porta e entro e tomo meu banho sem nenhuma pressa ou rapidez ao acabar eu visto as roupas que escolhi e faço minha higiene.

Ao acabar tudo, eu saiu do banheiro e olho para o relógio que tinha na parede e vejo que já era 5 : 30, então eu dessoo tranquilamente pelas escadas e me surpreendo com o que vejo...

Gildarts – finalmente terminou o banho, pensei que iria morar lá

Wendy – Bom dia irmão, cadê os meus doces ????

Cana – Você pegou o melhor banheiro de novo e fez eu ter de tomar banho com água fria, espero que tranque o seu quarto de noite, porque vai ter volta.

Eu vejo meu pai e minhas irmãs sentados na mesa tomando café do jeito que fazíamos antigamente, não pode deixar de sorrir ao ver aquilo, pois como nosso dia era muito corrido nos nem fazíamos mais coisas juntas como família e então eu acabo me lembrando que nos sempre fazíamos isso, mas antes de tudo aquilo acontecer, porém sou tirado dos meus pensamentos com um soco no estômago, que foi dado por Diana.

Cana (com raiva) – Você está me ouvindo seu idiota ?

Natsu – estou sim, sua loira falsa !!!!

Minha irmã Cana era loira só que a real cor do cabelo dela era preto e por isso que dei esse apelido tão carinhoso para ela, ela também tinha uma altura média de um 1.66, já que ela odiava fazer esportes e sempre preferia um livro do que se exercita, sua pele era clara como a minha e seus olhos eram verdes escuro, ela seria uma menina perfeita se não fosse tão explosiva e raivosa.

Cana(com fúria nos olhos) – O que você disse cabeça de tomate ?

Natsu – ora suaaaaa

Gildarts – Já chega vocês dois, Diana deixe seu irmão em paz, você sabe como ele é, e Natsu para de ser tão desligado.

Cana(mais calma) – Si papa

Eu não disse nada, já que eu manteria a minha palavra de não falar com ele até o fim daquela competição , eu simplesmente ignoro e vou me sentar

Cana – eii você está surdo agora é ? não ouviu o nosso pai falar ?

Wendy – EIII e os meus CHOCOLATES ?

Então nosso pai se levanta da mesa olhando para Lana e fala :

Gildarts – a culpa foi minha filha, seu irmão ia trazer, mas ele acabou tendo de ir fazer uma coisa comigo e não pode trazer o seu chocolate, mas não se preocupe eu mesmo trarei uma caixa de chocolate para você.

Wendy(com brilhos nos olhos) -Sério mesmo ????

Gildarts – sério mesmo /É da um sorriso

Wendy começou a pula na cadeira de felicidade e a gritar : Ebaaaaaaaa, mas logo nosso pai olha para Cana com uma expressão seria e fala :

Gildarts (com a expressão seria)- E Cana seu irmão não está mais falando assim comigo, porque eu escrevi ele em um torneio de futebol e ele aceitou, mas como consequência parou de falar comigo, mas logo logo ele vai voltar tenho certeza disso.

E em um piscar de segundos Diana bate com o punho bem forte na mesa e fala com a pura raiva saindo de sua voz :

Cana – VOCÊ ESTÁ LOUCO POR ACASO ????, você pensou que fazendo tudo isso em família iria mudar o que eu penso disso ???, VOCÊ QUER PASSAR POR AQUILO DE NOVO ???

Depois de tudo que ela falou o silêncio se espalhou pela casa e com um olhar de reprovação para o nosso pai ela falou :

Cana(com lágrimas nos olhos)– você é só mais um covarde, acha mesmo que tudo ainda é a mesma coisa ? Nós não somos mais crianças pai e você mais do que ninguém deveria saber que toma essa decisão é pura burrice, já não basta ... deixa para lá.

Cana estava com rosto totalmente inundado por suas lágrimas que escorriam pelo seu rosto depois de seus gritos feitos ao nosso pai ela simplesmente começou a chorar e a falar, mas então o velho foi rápido e pegou alguns lenços que estavam na mesa e estendeu sua mão dando os lenços para ela, fazendo com que ela pegasse eles com um movimento rápido, Lana e eu estávamos calados, pois Diana nunca chorava e se chorava, chorava escondida, a pois ela enxugar suas lágrimas nosso pai calmamente falou :

Gildarts(com calma)- minha filha, eu sei mais do que ninguém a dor que passamos por aquilo ter acontecido, mas o seu irmão aqui fez a escolha dele também, já que ele podia recusar e isso só confirma o fato de que temos que esquecer essa dor e ser fortes como ele é seguir em frente, sei que ele não está fazendo por mim e muito menos por ele, mas também sei que ele está ansioso para voltar a treinar, eu só peço que você esqueça e pense positivo, tudo bem ?

Eu olho para ele com uma cara de negação, já que ele praticamente me colocou entre a parede para volta e eu não estava nada ansioso, eu só queria que aquilo acabasse logo de uma vez, mas sou tirado de meus pensamentos por um tapa que Diana da em mim, assim que eu viro o meu rosto para frente em milésimos de segundos Diana chega perto de mim literalmente sentando em meu colo já que eu estava sentado e fala em meu ouvido :

Cana – sei que fez sua escolha pensando nele, mas por favor não faça isso, não pratique esse esporte que nos fez sofrer tanto, então por favor deixe isso de lado eu te imploro !!!!

Natsu – me desculpe irmã, mas não vou poder desistir, estou fazendo isso pelo orfanato de Madrid e você sabe que ele nos odiaria se déssemos as costas para algo assim.

Então ao falar isso para ela, ela simplesmente se levanta e vai até a saída da cozinha, mas chegando lá, ela se vira e fala olhando para mim com tristeza :

Cana – então você fez sua escolha não é mesmo ? Hum você e ele são idênticos até nessas coisas, mas eu também fiz minha escolha, eu não irei te apoiar nessa ideia ridícula de voltar a praticar aquela merda de futebol e irei passar uns dias no dormitório da minha faculdade já que você quer tanto isso,

Eu olho para ela com tristeza, pois sabia que ela não queria fazer aquilo, mas quando eu abro a boca para falar ela me corta na hora e fala :

Cana – essa foi sua escolha, então aceite as consequências

Assim que ela terminou sua fala, ela saiu da cozinha e subiu até o seu quarto, deixando apenas eu, meu pai e Lana em um silêncio estremecedor, mas que logo foi acabado por minha irmã Wendy que falou :

Wendy – por que ele estava com tanta raiva do Natsu ir jogar futebol ?

Wendy era muito nova quando tudo aconteceu então ela não fazia idéia do por quê daquela briga toda, mas sendo mais rápido do que meu pai eu respondi :

Natsu – é porquê ela tem medo de eu me machucar igual a um antigo amigo nosso, foi por isso que ela ficou com tanta raiva, já que ela não gosta de ver nenhum de nós se machucando, entendeu ? – falei com o sorriso meio amarelo

Wendy – hummmmm ainda bem que é isso, já que eu estava pensando que ela tinha ficado maluca de vez- ela fala com um rosto pensativo, deixando eu e meu pai com uma gota na cabeça

Gildarts – Bem, já são 6 : 15, então está na hora de alguém aqui nessa casa ir trabalhar, tchau meus filhos e juízo na cabeça, há e Wendy hoje sua tia Grandneey esta vindo aqui buscar você para brincar com a Sherry

Wendy – ebaaaaaaaa, vou já me arrumar

Gildarts – e Natsu.... faça o seu melhor

Eu apenas virei meu rosto revoltado, já que nem ir aos treinos eu quero, mas não ligo muito para isso e término meu café da manhã pensando em Diana e em tudo que aconteceu, mas enquanto isso Lana termina de comer a sua comida em um flash de segundos e sobe para se arrumar, já que a nossa tia Grandneey viria buscar ela, pois todo domingo Lana ia em sua casa para brincar com a nossa prima Sherry que era sua melhor amiga, mas em meio a isso tudo fico preocupado com Diana, já que .....

Povs : Cana

Eu saio da cozinha e vou até as escadas, subindo ela eu acabo percebendo que meu rosto ainda tinha várias lágrimas caindo de pouco em pouco, eu me irrito e subo as escadas com mais velocidade e vou até meu quarto

Assim que eu abro a porta dou de frente com um quarto meio bagunçado, com roupas e sapatos espalhados por todo local, mas eu não tinha tempo de pensar nisso, então pego minha mala e começo a arrumar ela, mas mesmo assim eu percebo que continuo chorando, mas o que eu poderia fazer já que estava deixando meus irmãos mais novos para trás e sendo egoísta com eles, pensando apenas em mim e não neles sendo que eu sou a mais velha e eu deveria ser o exemplo é eu sou apenas a decepção deles, mas por que o Nando tinha que fazer logo aquela maldita escolha ..... o futebol

Cana (com a voz fraca) – eu sou uma droga de irmã mais velha, por que você tinha que ter saído naquele dia ? Por que você me deixo ?

Mas me fazendo essas perguntas eu acabo me lembrando :

Lembranças : on

Eu estava perdida em uma floresta de acampamento, eu tinha apenas 9 anos e não fazia a mínima idéia do que fazer, então eu esperei os instrutores virem me pegar, então se deu o primeiro dia e ninguém veio, então eu apenas esperei mais nada veio no segundo dia também, no terceiro dia eu já estava exausta e sem esperanças, então quando eu estava pensando em terminar com toda aquela dor eu escuto :

???? – Cana, Cana, CANA APAREÇA

Eu não acreditei, mas ele estava lá me procurado e eu fiquei apenas paralisada com as pernas trêmulas tentando falar alguma coisa, mas nada saia, mas mesmo assim ele me encontrou e falou :

???? – Cana graças a Deus você está bem, eu sabia que você seria forte até o final

Eu apenas abracei ele e falei :

Cana – eu estava com tanto medo, você não sabe o quão difícil foi / e chorei em seus braços

????(calmamente) – isso mesmo desabafa, mas me prometa uma coisa

Diana : o que ?

???? – sempre seja forte e de o melhor de si, assim como você fez aqui e não tenha medo, eu sempre estarei aqui para te proteger, mas sempre seja forte e durona tudo bem ?

Diana(com lágrimas nos olhos) – SIM, mas me prometa que você estará sempre me protegendo – e de repente ele começa a rir como se eu tivesse contado uma piada, mas ele para de rir e olha nos meus olhos e fala :

???? – eu não posso te prometer isso, já que isso é o meu deve como o seu irmão...

Lembranças off

Então eu acabo rindo, já que mesmo estando morto, aquele idiota continua me ajudando ,então eu me levanto e seco as minhas lágrimas e dou uma breve gargalhada, por estar naquela situação, mas então eu resolvo ....

Povs : Natsu

Eu fico na cozinha, arrumando a bagunça do café da manhã e pensando em Cana, porém em quanto eu faço isso, eu ouço ela dando uma gargalhada meio sinistra, que faz o meu corpo todo se arrepiar, então eu me apresso e término de arrumar a cozinha para ver o que tinha acontecido

Eu subo as escadas o mais rápido possível, tendo um milhão de coisas passando pela minha mente, então quando eu chego no segundo andar eu percebo que a porta do seu quarto estava aberto, já que o quarto dela era o primeiro do corredor e o meu o segundo, a pois eu juntar todas as minhas forças eu acabo indo em direção a porta e quanto mais eu me aproximava mais eu ouvia pequenos coxinhas até que eu chego bem na porta e vejo Cana e o Wendy conversando isso faz eu ficar paralisado

Mais em milésimos de segundos eu sou arremessado com um murro no estomago em direção ao corredor e ouço

Cana – você não pode chegar assim de fininho no quarto dos outros

Natsu – eu só ia ver como você estáva depois de tudo que aconteceu lá em baixo

Cana – eu já lhe disse que não quero ouvir mais nada de você, aguente as consequências como homem

Natsu – hum, e você Wendy o que estava fazendo no quarto da Cana ?

Wendy – segredo de meninas – e ela pisca para Cana que faz a mesma coisa –

Natsu – até você Wendy ?

Wendy (com sarcasmo) - tá bom, já que você quer tanto assim saber .... Eu só vim me despedir da minha querida irmãzona, não é verdade mana ?

Cana(com sarcasmo) – claro, eu tinha que me despedi da minha querida e maravilhosa irmãzinha

Natsu pensamentos - Dava para sentir o puro sarcasmo daquelas duas, mas seja o que for Cana deve estar pagando muito caro para Wendy, já que essas duas amam se encrencar, ainda mais entre elas duas, mas eu saio dos meus pensamentos e falo

Natsu – Tudo bem então, já vi que vou ficar sozinho

Wendy – também não é assim mano, nos nunca vamos te deixar

Wendy : flashback

Cana – então você entendeu ?

Wendy – entendi, mas vale a pena fazer tudo isso por ele

Cana – sim, tanto por ele como por você

Wendy – eu sabia que você tinha esse lado – fala com um grande sorriso

Natsu Povs

Natsu - Ta bom, se é o meu dragãozinho que fala eu acredito – mas como assim “nos” deve ser coisa da minha cabeça

Depois disso Wendy continuo me abraçando e todos nós ficamos em silêncio com nossos pensamentos

Cana pensamentos – vai ser para o seu bem

Wendy pensamentos – espero que dê certo

Mas todos nós saímos de nossos pensamentos com o toque de uma buzina, já era a tia Grandneey

Wendy me solta do abraço e fala :

Wendy – já estou indo irmão

Cana – espera eu vou pegar uma carona com vocês

Então foi assim, todos foram embora e me deixaram sozinhos em casa, nem dar um “oi” eu consegui dar para tia Grandneey de tão rápida que aquelas duas foram, mas eu dei os ombros para isso e fui para o quarto aproveitei a minha manhã para mexer no Facebook e a atarde para dormir, já que era o que eu mais gostava de fazer eu acordo 18:30 e lembro que tinha treino

Mas eu não queria ir mesmo, então não ia fazer diferença se eu me atrasasse um pouquinho hahahahaha

Eu troco de roupa coloca uma roupa esportiva frouxa e meu cordão e vou embora para o “treino”

Chegando lá eu vejo Makarov me olhando com cara de poucos amigos e falando

Makarov(furioso) – não pense que só porque é substituto que você pode chegar atrasado assim, vai já fazer alongamentos

Eu aceno com a cabeça e vou me alongar, olho para o campo e vejo alguns rostos conhecidos, até uns certos “amigos” eu vejo

Mystogan um garoto alto com cabelos azuis com uma tatuagem do lado esquerdo do rosto e vejo seu irmão gêmeo Jerall do outro lado do campo com uma tatuagem em seu lado direito do rosto os dois eram laterais de ambas as partes, além de serem titular

Laxus um garoto super alto loiro que tinha uma cicatriz em forma de raio no rosto e um físico incrível para o seu posicionamento que era goleiro

Sting um garoto alto com um belo porte físico com cabelos loiros espetados um ótimo atacante pelos chutes que ele estava dando

E ele o meu melhor amigo Gajeel um bom meio com o porte físico bom, mas com a altura contra a sua posição, já que ele teria que ser duro na queda contra o seu adversário, mas ele dava conta do recado, sendo um ótimo titular

Mas também tinha ele como meia o meu ex rival Gray frubester um garoto alto com cabelos pretos, com porte físico perfeito, um titular perfeito para a sua colocação de meia

A pois ver todos eles e outros titulares eu vou aquecer com a ajudante do time que era há a a a a .......

Continua


Notas Finais


Comentem se gostarem e curtam para mim continuar postando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...