História Um sonho que se tornou realidade (Park Jimin) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais, V
Visualizações 22
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A gente
Espero q gostem
Mas ja aviso
Amanhã o cap. vai ser tenso

Capítulo 15 - THAYNÁ


Fanfic / Fanfiction Um sonho que se tornou realidade (Park Jimin) - Capítulo 15 - THAYNÁ

Thay- Ah.. eu vou embora

Todos- O QUE ? -perguntaram juntos

Yoongi- Como assim você vai embora ? -me olhou parecendo indignado

Thay- Bom... é que.. -eu ia falar quando fui interrompida por Jimin

Jimin- Ela quer rever a família dela, disse que esta com saudades. Mas ela vai ficar só por uma semana lá -disse triste

Hoseok- Oh que susto, quando você disse isso pensei que iria embora mesmo -falei rindo fraco e eu dei uma risada forçada também

Jin- Mas quando você vai ? -perguntou

Thay- Amanhã, amanhã de manhã as 8:30 -falei triste

Namjoon- Nossa, mas por que já amanhã? -falou parecendo surpreso

Thay- Er... por que, eu tô com muita saudade e quero ir velos logo -falei

Jungkook- E você Joana, vai junto com ela ? -perguntou

Joana- Ah não, não vou -falou parecendo estar brava

TaeTae- Que bom -falou dando um sorriso- Mas e você Jimminie ? Vai ?

Jimin- Não -falou triste- Er.. eu perdi o apetite, ja vou -disse se levantando

Thay- Jimin, volta aqui -falei indo em direção a ele- Ei, por que... Ah não, por favor Jimin não chore -falei quando vi que ele estava chorando

Jimin- Thayná não tem como eu não chorar, QUE MERDA -gritou e saiu correndo e eu fui atrás dele, deixando todos lá na mesa

Corri atrás de Jimin, até eu alcança-lo, após isso decidimos ir para casa, mandei uma mensagem para Joana falando que íamos para casa. Chegando lá, eu e Jimin tomamos banho (separados é lógico) e decidimos ir dormir.

Acordei as 5:00 da manhã, fui tomar um banho e me arrumar, me ajeitei e fui tomar café. As 7:00 decidi sair, eu não iria me despedir de Jimin, porque isso só causaria mais dor a ele, peguei minhas malas no quarto, e deixei um bilhete em cima do criado-mudo para Jimin.
Cheguei ao aeroporto, e as 8:00 peguei me vôo rumo ao Brasil.

Pov: Jimin

Acordei e logo vi que Thayná não estava ao meu lado, chamei por ela, mas nada dela aparecer, olhei no meu celular e vi as horas, ja eram 8:30, a Thayná tinha ido embora sem se despedir de mim, nesse momento comecei a chorar, mas chorei muito. POR QUE ELA HAVIA ME DEIXADO ? POR QUE AO MENOS ELA NÃO SE DESPEDIU DE MIM ? POR QUE ? Depois de eu ter chorado alguns litros de água resolvi ir tomar um banho, não queria que os meninos me vissem nesse estado, me banhei e logo ao sair do banheiro vi que havia um papel em cima do criado-mundo, como eu não vi isso antes ?-pensei
Peguei o papel e vi que era de Thayná, então imediantamente sentei-me na cama e comecei a ler

Querido Jimin.

Por favor me desculpe por não telo acordado, sei que você deve ter ficado muito chateado por causa disso, mas eu não aguentaria ver você chorando, isso acaba comigo, e tenho certeza que se isso acontecesse eu não conseguiria ir embora.
Mas saiba que daqui a uma semana eu estou de volta, só 7 dias, vão passar rápido, você vai ver... e enquanto isso eu quero que você se divirta, que você saía com seu amigos, vá em festas, quero que você faça tudo o que não fazia quando eu estava aí. Por favor me prometa isso, me prometa que você vai se divertir.
Ah e eu esqueci de mencionar uma coisa, esse tempo que eu ficar aqui no Brasil não quero que você fique mandando mensagens ou fique ligando, por favor não pense que é por mal ou porque eu não te amo, na verdade eu te amo muito. Mas sei que se a gente ficar se falando você vai sentir mais saudades ainda, e não vai querer sair para se divertir, nós podemos nos falar, mas apenas uma vez por dia, tenho certeza que assim nós poderemos matar a saudade um do outro e poderemos nos divertir ao mesmo tempo.
E por favor não fique triste, eu te amo mais que tudo, nunca se esqueça disso.

Com amor, Jagi ❤


Admito que após ter lido aquilo eu fiquei feliz, eu entendia a Thayná, ela só queria que eu me divertisse, mas também fiquei triste, pois eu só conseguiria falar com ela uma vez ao dia, mas eu juro que vou tentar fazer o que prometi a ela, vou tentar me divertir o máximo possível.

E assim os dias foram se passando, e como prometido eu saí para me divertir. Confesso que foi muito legal, havia tempos que eu não saía e me divertia tanto com meus amigos, pois quando Thayná estava aqui na Coréia ela nunca queria sair com a gente, então eu sempre ficava com ela, mas dessa vez ela não estava, então eu podia sair tranquilo sem me preocupar.
Todas as noites eu ligava para Thayná, conversavamos uns 10 minutos, ela me disse que estava tudo bem lá, sua família estava bem, a gravidez de sua mãe estava ótima, mas infelizmente ela me deu uma péssima notícia, bom para mim ERA péssima, mas para ela não, ela me disse que as coisas no Brasil estavam melhores do que nunca e que há havia achado uma casa linda e que estava pensando em comprar. Quando esse me disse isso fiquei mais destruído do que ja estava, comecei a chorar muito, fiquei bem mal, mas mesmo assim continuei saindo com meus amigos, eles disseram que isso iria me ajudar a esquecer um pouco da saudade que eu estava de Thayná.
Terça-feira, 9:00 da manhã, como de costume Jin me acordou, fez um café para todos nós e fomos até a cozinha para tomarmos café, estávamos comendo nornalmente quando alguém bateu na porta e Joana foi abrir

???- Oi

Joana- THAYNÁAAAAA -eu só ouvia a Joana dizer isso e nesse momento olhei direto para porta, ela era.

Thay- Oiiii, aaah que saudade -disse acabando de abraçar Joana.

Jimin- JAGI -gritei e fui correndo abraça-la,e a abracei muito, como nunca havia abraçado antes- EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ ESTÁ AQUI, VOCÊ ESTÁ MESMO AQUI- eu não parava de chorar, eu não conseguia acreditar, eu sei que ficamos apenas uma semana separados, mas eu estava morrendo de saudades e para mim parecia que ela havia ficado décadas fora.

Thay- Eu senti saudades Jimin -cochichou no meu ouvido- Eu te amo

Jimin- Eu também, te amo muito -falei finalmente soltando ela e lhe dando um beijo. Ah que saudade desses lábios

Thay- Oi meninos -falou

Todos- Oiee -falaram juntos e todos vieram abraça-la

Hoseok- Estavamos com saudade -falou sorrindo

Yoongi- É verdade, e foi muito difícil aguentar o Jimin falando de você toda hora -disse rindo

Jin- Ela sentiu muito sua falta -disse e Jimin corou

Thay- Eu também, senti muita falta dele, e de vocês também.

Pov: Thayná

Eu cheguei e todos vieram me cumprimentar, falaram que estavam com saudade e tals... nossa, será que eu tomei a decisão certa lá no Brasil ? -pensei
Tomamos café e depois decidimos sair, passamos o dia fora, fomos ao cinema, ao shopping, ao parque, vários lugares incríveis e a noite voltei para casa.
Após eu tomar banho eu decidi ir dormir, mas antes Jimin disse que queria conversar.

Jimin- Eu senti muito sua falta -falou me dando um beijo

Thay- Eu também, senti muito a sua falta. -falei sorrindo. Jimin ficou quieto por um tempo e logo começou a falar.

Jimin- Mas, hm... você ja tomou aquela decisão? -perguntou

Thay- Qual ? -perguntei olhando para ele

Jimin- A de ir morar no Brasil novamente -falou triste

Thay- Ah sobre isso....

Continua....


Notas Finais


Ta ai
Espero q tenham gostado
Desculpa os erros 🍃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...