História Um Sonho Realizado - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Lusm00

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Sexo, Visita, Yaoi
Exibições 8
Palavras 3.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOie meus macaquinhos! E então, esse capitulo teve que acabar assim o.k?
me perdoem??
É que eu escrevi e ficou com mais de 5 mil palavras!! e daí tive que dividir esse capitulo, ou seja, só no capitulo 4 é que as emoções começam, ia começar nesse mais como disse....
Eu sei que vocês me matar! Mas aí está!!
Boa leitura! *-*

Capítulo 4 - Capitulo 3


Fanfic / Fanfiction Um Sonho Realizado - Capítulo 4 - Capitulo 3

UM SONHO REALIZADO – Sandrinha_uzuma

Capitulo 3:

 

O almoço passou tranquilo, acabei de comer, e nossa, como Marllene cozinhava bem! Ufa, iria abusar dela, sem malícia! Ao término do mesmo, Mar mandou-me ir me trocar, pois iríamos sair!

Subi para o meu quarto e então peguei meu celular! Ai que saudade de casa, estou sentindo saudade principalmente do Lucca que diria que aquele quarto era muito enjoativo por conter uma parede da cor rosa. Iria rir e nós iríamos conversar até não poder mais.

Fui ao banheiro e coloquei meu roupão, e então abri o chuveiro em água morna. Abaixei a cabeça e a coloquei em baixo do mesmo, molhei todo o meu cabelo tirando todo o creme, ele estava um horror, não dava para sair daquela forma, e como já havia tomado um banho decidi apenas molha-lo.

Desembaracei com um pente e enxaguei os fios escuros. Peguei uma toalha e “cobri” meus cabelos com ela, fiz uma coisa louca e prendi a toalha na cabeça. Voltei para o quarto, pus minha langerie branca, gostava muito dela, era toda rendada ao redor, e no meio era de algodão, as duas partes. Coloquei de volta meu roupão e peguei meu pote de creme.

Peguei meu celular e coloquei uma playlist de música de meus funks. Sim, queria relembrar o Brasil um pouquinho.  Comecei a arrumar meu cabelo, o dividindo e sempre passando creme em todo ele. Às vezes parava para dançar, aquele toquinho era muito contagiante, sarrava e ás vezes dançava uma coisa louca, e ria de mim mesma. Metade do meu cabelo estava “pronto” e parti para a outra metade.

Ao ficar com a metade da metade do meu cabelo pronta, ouvi umas batidas na porta. Fiz um coque na parte que falta e fui atender a porta. E vi Marllene totalmente pronta á minha frente.

- Melysa? – Pelo que percebi, ela se assustou. – Você ainda não está pronta? Como assim?

- Não! Marllene, meu cabelo demora mais de uma hora para ficar totalmente pronto. Até agora só fiz metade linda. – E apontei para meu cabelo, todo para baixo, pois estava molhado e com muito creme.

- Menina do Céu. – Ela colocou a mão em sua testa. – Os meninos estão lá embaixo esperando-a! – Mas o que???

- O QUE? – Gritei, não me contive.

- Fale baixo louca. – E então ouvisse um grito lá de baixo.

- Ouve alguma coisa aí em cima? – Pela voz rouca pressenti ser Namjoon. 

- Não! – Gritamos em uníssono. – Vai logo Melysa, você nem se trocou ainda!

- O.k, o.k! Mais trinta minutos pode ser? – Ela me olhou brava mais afirmou com a cabeça.

- Te espero lá em baixo! – E saiu. Entrei no meu quarto correndo e continuei a arrumar meu cabelo, com mais pressa. E infelizmente não poderei seca-lo, terá que ser ao ar livre mesmo.

Terminei o mesmo e “sequei-o” com a toalha para finalizar os cachos e tirar o excesso de creme. Tirei o roupão e pus uma calça jeans cintura alta clara sem nenhum detalhe ou bolso na frente, apenas o zíper e o botão.

Coloquei um cropped cinza que tampava meus seios medianos, e era meio que uma camisetinha. Calcei um tênis Nike Air Force 1 todo branco. Peguei minha bolsa bege pequena e desliguei a música. Peguei minha carteira, dinheiro, identidade, chicletes, e meu celular. Coloquei tudo lá dentro. Fui ao banheiro novamente e passei um rímel fraco, e passei um batom vinho matte. Estava pronta, peguei o batom e coloquei na bolsa, arrumei meus cabelos, e agitei-os para seca-los um pouco.

Estava pronta. Então desci para a sala. E lá estavam os sete, uns sentados na mesa, e outros no sofá já que não cabiam todos no mesmo. Ao descer as escadas parei e olhei para Mar, ela veio até mim.

- Você está muito linda. Arrasou! – E me abraçou. – Mas ainda demorou. – Virou-se rapidamente. – Meninos? Vamos então?

- Sim! – Todos responderam em uníssono, menos Yoongi, achei estranho, pois seus olhos me olhavam de uma maneira que me deixava desconfortável. Desviei do seu olhar e olhei para todos estavam muito lindos. Descemos de elevador. Ao chegar ao estacionamento fomos até uma van preta e entramos. Mar sentou-se no banco ao lado do motorista.

E os meninos e eu sentamos nos bancos de trás. Sentei-me ao lado de Namjoon e Jin nos bancos da frente, já que eram três bancos, atrás mais três e no fundo quatro bancos. Atrás se sentou Jimin, Jungkook, e Hoseok. E no fundo sobraram Taehyung e Yoongi.

O motorista então deu a partida.

- Como se sente Melysa? – Namjoon me perguntou.

- Estou bem... E hã... Desculpa por fazer vocês esperarem demais agora. – Disse com vergonha.

- Que nada Melysa – Disse Jin. -, você está muito bonita, mas... Onde estão os seus cachos? O seu cabelo cheio? – Ele perguntou e eu não aguentei, dei risada.

- É que eu o lavei. E por isso fica molhado, e ainda por passar creme, ele fica mais para baixo, porem é só espera-lo secar que ele já enche. Não se preocupa! – E os demais integrantes seguiram-me nas risadas. Jin formou um bico, não me contive e como faço com o Loiro, apertei-o nas bochechas de leve. O mesmo se assustou de leve. – Érr... Desculpa. Havia esquecido que aqui não são normais essas atitudes entre homens e mulheres.  – Abaixei a cabeça.

- Não foi nada Melysa. É que somos acostumados assim... Por falar nisso, conte-nos como é o Brasil... – E assim contei tudo o que eu mais gostava e do que odiava.

Como as comidas de lá, as roupas que são curtas de mais. Falei sobre o  funk, e daí coloquei para eles ouvirem, e ao falar palavrão Mar me repreendeu, eu fiquei triste mais guardei o celular. Contei sobre como os brasileiros adoram uma festa e sobre como uns tratavam os outros. Eles ficaram surpresos ao falar que já dei selinhos em algumas de minhas amigas e em meus amigos em uma brincadeira conhecida como Verdade ou Desafio, e disse-lhes que iríamos joga-la um dia.

Ao chegar ao lugar, notei que era imenso e muito bonito. Era todo vidraçado e na entrada dizia: “Times Square”!

Oh meu G-Dragon! Eu vou para o “Times Square”. Ao entrar vi que era imenso e os fãs do BTS já invadiram o lugar criando um tumulto. Após o “acalmar” das coisas, os meninos começaram a me levar junto de Mar, para lojas onde ela falava que eram boas!

Cada loja umas cinco sacolas, e tudo por insistência dos meninos. Nós escolhíamos as roupas e então eu as provava, e os jurados – Que eram os sete, mais umas dicas da Mar, é que diziam se eu compraria ou não.

Fomos a lojas como Prada, Salvatore Ferragamo, Gucci, Calvin Klein, Lacoste... E compramos tênis na Nike, Adidas, Vans, e alguns saltos na Manolo Blahnik e Louis Vuitton.

E ainda eu e Mar, fomos a umas lojas comprar langeries, mas os meninos com vergonha deram uma volta no prédio e até cumprimentaram algumas fãs!

Ao terminarmos decidimos ir comer no Hanilkwan Yeongdeungpo, um lugar bem famoso e próximo dali, onde eu provaria as comidas preferidas deles.

Entramos e pegamos uma mesa no canto bem grande para nove pessoas. Ficaram três meninos em um lado, Jin, Hoseok e Jungkook; do outro lado estavam, Yoongi, Jimim, eu e Taehyang. E nas pontas estava de um lado Mar, e do outro Namjoon.

Então o garçom trouxe os cardápios. Nossa tinha até um churrasco coreano, mas preferimos escolher comidas diferenciadas umas das outras, para que a minha pessoa pudesse provar tudo o que podia. Conversávamos sobre tudo, tanto que a comida chegou, provei o de todos, e nossa como tudo era apimentado, mas uma delícia.

- Nossa, mas que comidas deliciosas! Estou extremamente satisfeita! – Disse após acabar de comer meu prato.

- Imagina se não estivesse? Comeu metade do de todos e ainda o seu inteiro! – E todos caíram nas gargalhadas, junto á Taehyang.

- Então Melysa, que achou das compras? – Perguntou Jin, ao terminar de comer.

- Você ainda pergunta? Mesmo achando um exagero todas aquelas roupas, que no caso foram muitas roupas, eu simplesmente amei!

- Eu também gostei muito das roupas! Ficaram lindas em você! – Namjoon se pronunciou e eu ruborizei um pouco.

- Que nada, mas obrigada.

Decidimos então voltar, já era tarde, passava das dez da noite, e como teriam compromissos amanha, ficariam mais cansados ainda.

Voltamos para a van, onde mudamos os lugares. Fiquei no fundo ao lado de Yoongi e Hoseok. O preguiçoso estava quase dormindo, já Hoseok e eu conversava alegremente. Esse menino não tem um botão para desligar não?

- Posso te fazer uma pergunta? – Ele pediu assim que paramos na estrada para abastecer.

- Pode, é claro! – Disse com certo entusiasmo.

- Err... Eu estava conversando com a Marllene hoje, e ela me disse que você ama dançar... – Afirmei com a cabeça. – Você aceitaria criar uma coreografia comigo? Na verdade, é um duo... Mas enfim, aceita? – Meu G-Dragon. Como Hoseok é fofo com vergonha!

- Mas é claro que aceito Hope! Eu amo as suas danças, e seria uma honra eu dançar com a sua pessoa. – Falei, e inesperadamente ele abraçou-me, me deixando sem graça. Ainda assim o abracei.

- Uffa, finalmente irei dançar com uma garota.

 Fomos dormir mais de meia noite, eu tive que colocar todas as sacolas no closet, e ficar subindo e descendo cansa, e muito. Fiz um coque e tomei um banho quente, só para refrescar. Coloquei meu pijama de gatinho, um short folgado, e uma regata. E finalmente poderia sossegar.

Acordei com uma música tocando, quando peguei meu celular e vi a sua foto bufei. Por que este veado vem me ligar justo... Pera, que horas são? Quando eu olhei no relógio vi que ainda eram duas e meia da madrugada!

Atendi e coloquei no viva voz.

- Boa tarde minha preta! – Por que ele tinha que gritar?

- Boa tarde? Você não sabe o que é fuso horário meu lindo? Aqui são duas e meia da madrugada! – Gritei baixo para não acordar Mar.

- AH, é verdade, mas fouda-se. – Ele disse destacando a ultima palavra. – Queria saber como está ai... E então? – Bufei, por que ele tinha que ser meu amigo em?

- Olha Lucca, como estamos de férias, então “amanha” de manhã eu te ligo o.k? Já que aí no Brasil será de noite, pode ser? Eu estou muito cansada e a toda a tarde e a noite terei compromissos.

- Ah... – Vi que sua voz enfraqueceu. – O.k, mas só farei isso por que eu não consigo dormir a noite assistindo séries. – Demos risadas abafadas. – Mas então, tenha uma boa noite de sono, sua família mandou um beijo, e eu também. Sonhe comigo!!

- Tenha uma boa tarde! Fala para eles que eu estou bem, mandei abraços e beijos, e ah, me manda uma foto de você agora, que eu te mando uma que eu tirei com os meninos! Beijão. Aish, sonhar contigo? Nem a pau, prefiro meu T.O.P! – Ri mais ainda.

- O.k, o.k! Já entendi! Vaca!! Vou mandar! Beijão. – E se ouve um bipe, dizendo que ele desligou.

Entrei no whats e mandei uma foto que o Namjoon tirou – por ser o mais alto. Eu estava ao seu lado, e todos faziam caretas. Ele me enviou uma foto em que estava deitado em sua cama no escuro assistindo TV. Dei muita risada, e então fui dormir.

Acordei com uma Mar brava, bem na minha frente, e tomei um susto daqueles.

- G-Dragon do Céu!

- Vamos Mel! Levante, já é tarde! Você tem que se arrumar para hoje a tarde, e ainda arrumar aquela bagunça de closet. – Ela disse saindo. – Te espero lá embaixo para tomar café, depois venha e arrume tudo isso! – Me cobri com o cobertor.

E só depois de um tempo é que tive coragem para levantar. Fiz a minha higiene matinal e desci, com pijama mesmo.

- Tem pão, café, torradas, nutella...

- O que? Nutella?? – E corri para a mesa, ah que saudade de comer nutella. Amo de mais.

Tomei meu café e vi Mar indo assistir TV. Voltei para o quarto e liguei para o Lucca.

- Alô? -Ouço sua voz meio fina.

- Oiie Lucca! É a Melysa!!

- Uffa! Até que enfim, achei que não ligaria mais. - Deu um riso abafado.

- Para de ser besta... Más então, eu vou contar tudo o que aconteceu lá... Tudinho mesmo.

- O.k, O.k, pode contar, sou a todo ouvidos, mas antes, só uma pergunta. – Respondi com um: Uhum. – Você não ficou com ninguém não, né? – Cai na gargalhada. Ele só pode estar ficando mais louco ainda, não faz nem dois dias que estou aqui e olha a pergunta que ele me faz. – EEI, pare de rir, eu não sou palhaço do circo, vaca!

- Desculpa, é que... Não me aguentei. E é claro que não Lucca, não faz nem dois dias que estou aqui! Besta!

- Ah, desculpa então, eu me esqueci... Mas enfim... Vamos conversar sobre hoje... Quer dizer ontem... Ah, sei lá! – Ri mais um pouco.

- O.k, mas então, foi muito legal ontem, eu... – E assim nossa conversa foi até antes do almoço, sim, nós conversamos sobre tudo! Literalmente.

Após desligar o celular, fui organizar as minhas roupas. Como eram lindas. Uma mais bonita que a outra. E como eu amo roupa. Melhor coisa. Ao organiza-las vi que não conseguiria arrumar tudo hoje, nem se quisesse.

- Melysa? – Mar falou entrando no quarto, e como estava no closet a gritei. – Meu Deus menina, ainda? – Fiz cara de inocente.

- É que... Sabe como é né... Liguei para o Lucca e... Não percebi o horário e... – Fui interrompida.

- Não precisa mais falar. – Afirmei com a cabeça, se fosse a minha mãe já teria me dado uma broca, e ficaria sem meu celular. – Voltando ao assunto... Eu vim aqui para avisar que hoje você vai conhecer um pouco os meninos, e você prefere ir lá, ou quer que eles venham?

- Ah, lá é maior, e eu também acho que lá eles são mais... Soltos, digamos assim.

- O.k! E vá tomar um banho e se trocar. Não precisa ser formal, mas também não uma medinga, vá confortável e adorável, sim? Estou indo fazer o almoço, beijinhos. – Afirmei com a cabeça, e lá ela se foi.

“Organizei” em um canto do closet o restante das roupas que não arrumei que no caso são muitas, e fui em direção ao banheiro. Tomei um banho, mas não lavei os cabelos, pois faz mal e eles estão divosos.

Peguei uma roupa confortável, uma calça moletom da Nike cinza com bolsos na frente, em detalhes em preto e com cordão, ela era um pouco apertada nas coxas e nas nadegas, e daí para baixo afrouxava mais. Na parte de cima usava um cropped (sim, amava croppeds), da cor preta que ia até o pulso, não marcava muito e tinha um decote pequeno, e no meio estava escrito “Geek” em branco. Coloquei um tênis marrom amarelado, mas forte e apenas dividi meus cabelos, usei o pente para cheia-los mais e então desci para almoçar.

Comemos e então a campainha toca. Eu fui atender, e dei de cara com Yoongi.

- Oi... Vim... Chama-la para... Ér... A con-conversa. – Ele disse com dificuldade em inglês.

- Oi, o.k, já estou indo. – Ele pareceu ter entendido e entrou. – Vamos Mar? - Disse já em português, quando estávamos a sós,ou nós duas conversando falávamos em português.

- Sim, vamos sim. – Saímos do apartamento e entramos no da frente após Yoongi. Os meninos estavam falando muito, e em coreano, ou seja, não entendia nada, só uma palavra ou outra, de vez em nunca. – Olá meninos, estamos aqui para a conversa de vocês. E eu irei traduzir algumas coisas que não conseguem entender o.k? Chamem-me de Marllene.

- Sim. – Todos disseram em uníssono.

- Sentem-se. – Disse Jin. Como era educado. Agradecemos e sentamo-nos.

Yoongi sentou-se nas cadeiras ao lado do sofá, que no caso estavam eu, Mar, Jin e Hoseok. Já no sofá-cama, estavam o resto, Jungkook, Jimin, Namjoon e Taehyung.

Ao sentar-me, notei que alguém me observava, mas não um observar normal, e sim, um mais profundo, causando arrepios em meus pelos. Tentei não dar muita atenção, e começamos a conversar. Mar às vezes traduzia, às vezes só ouvia-nos. Esses meninos eram uma figura, e como Namjoon e Jin disseram-me naquele dia, hoje, só foi confirmado.

Todos tinham um lado “ruim” e um lado bom, e eu, é claro contei todos os meus defeitos, mesmo ainda não gostando, não tínhamos tanta afinidade assim, mas, esses meninos conseguem te deixar mais livres digamos assim. Contei como odeio que comam a minha comida, referindo-se ao chocolate, ou que não saibam escrever corretamente, e que eles estariam mortos se interrompessem a minha leitura...

E do mesmo jeito que contei meus defeitos, falei das minhas qualidades. Tais como amo animais, amo chocolate – Sério??, Que jogo futebol, leio muito, gosto de decoração/decorar, e amo muito gente cheirosa, e por aí vai.

- E então meninos, gostariam de tomar um café da tarde? Ainda nem chegou ás quatro da tarde. – Mar deu um palite, e eu e Jin fomos os primeiros a levantar. Olhamos-nos e demos uma risada contagiante, e de novo sinto um olhar observador a minhas costas, e de novo tentei ignorar.

E disse bem, eu tentei, não consegui. Ao olhar par atrás percebo que Yoongi estava me observando, mas não conseguia decifrar seu olhar. Ele não disse muito durante a conversa, e quase não esboçou reação. E antes de qualquer coisa, um sorriso com metade da boca aparece em seus lábios. “Tum Tum, Tum Tum”, o que foi isso? Vejo que seus lábios formam a expressão séria novamente e eu me viro.

O que acabou de acontecer? Por que ele me mandou aquele sorriso? E por que meu coração bateu tão forte? Sim, eu era sua fãn, mas isso nunca aconteceu com ninguém. Eu devo estar enganada, vai que ele mandou o sorriso para outro membro do grupo? Sim, deve ter sido isso. Vou tentar esquecer isso.

- Melysa? Ei? Está tudo bem? – Vejo Mar e Jin olhando na minha direção, com os rostos preocupados.

- Oi? O que disse? Não ouvi.

- Eu perguntei se nós – E apontou para o Jin, para mim, e no fim para ela -, podemos fazer um café da tarde bem gostoso? Ein?

- Oh sim! Sim, vai ser ótimo, vamos sim? – Jin afirmou com a cabeça e seu sorriso preencheu o rosto de animação. Seguimo-lo até a cozinha e a mesma era linda, toda branca com detalhes em madeira.

- E então, o que faremos? – Mar perguntou vendo Jin abrir a geladeira e ver o que tem lá.

- O que acham de nós fazermos três pratos diferentes? Ein? Cada um faz um, é claro que em grande escala. – Rimos. – Eu por exemplo faço algo que eles amam comer esse horário. Então Marllene faz um prato que ela mãe comer, e Melysa também, então? Gostaram da ideia? – Eu olhei para Mar e ela sorriu. Viramo-nos para Jin e dissemos em uníssono.

- Adoramos !

E aquela cozinha passa de calma para um lugar quente, muito frequentado e sujo. Sim, fizemos a maior sujeira. Mas foi muito divertido.

Eu fiz dois bolos e um café amargo. O primeiro bolo era de cenoura com calda de chocolate meio amarga, e o outro bolo era de fubá, sim, queria como reagiriam ao meu bolo. Jin fez kkultteok, que são bolinhos de arroz coloridos com mel dentro, ele também fez um chá. Mar fez umas panquecas doces, com cauda de mel, frutas, e chantilly. Sim, ela decidiu fazer um “café” americano.

- Prontas? – Afirmamos com a cabeça. – Peguem as coisas e levem para a sala de jantar. Já que Hope não gosta que comam na sala.

Novamente confirmamos e partimos para a sala de jantar. Arrumamos a mesa, e que mesa grande, com dez lugares, sendo ela retangular. Seguimos para a sala novamente e então avisamos aos meninos, que em um segundo voaram para a sala de jantar.

Comecei a rir, Jin ficou indignado com a falta de educação dos garotos e Mar ficou sem reação. Voltamos para lá, e de repente mais da metade da comida já estavam nos pratos ou já haviam sido devoradas, sim, não estou exagerando, não ficamos ‘fora’ nem cinco minutos. Nós três nos sentamos e nos servimos. Huum... Como estava delicioso, peguei de tudo um pouco. E não é que aqueles bolinhos eram bons? Como já havia comido café americano e os bolos também, então não me importei muito com os mesmos.

- Nossa, isso está realmente bom! Adorei esses bolos, principalmente esse com calda... – Taehyung diz, melecando-se todo com o bolo, e todos na mesa começam a rir.

 

 


Notas Finais


EAEE??
O que acharam??
Em ! Em?
Até semana que veeemmmmmmm
Bejos da leãozinho....................


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...