História Um sonho, uma vida. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Vhope
Exibições 17
Palavras 1.714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Me desculpa por não ter postado antes, passei a madrugada forçando meu cérebro a pensar em algo para poder postar hoje, devido ao bloqueio criativo. Maldito!

Espero que o capítulo de hoje tenha ficado bom, estou tentando melhorar ao máximo a minha escrita, e detalhar as coisas, para que vocês possam a imaginar como eu a imagino.

Desculpe qualquer coisa!

Nos vemos no chão!

Capítulo 2 - Two


Fanfic / Fanfiction Um sonho, uma vida. - Capítulo 2 - Two


"-E-Eu não sei o que sinto por você, eu estou confuso, não quero te magoar. As vezes eu sinto vontade de cuidar de você, proteger você, mas ainda não consegui compreender os meus sentimentos, não consigo ver se é amor ou apenas o vejo como um irmão que nunca tive, mas eu queria lhe pedir uma coisa... Não me deixa! Eu prometo a você que vou entender os meus sentimentos, mas por favor não me deixa aqui. Acorda!"



(21 de fevereiro de 2015)

Era finalmente sábado, não via a hora de um descanso, afinal a semana que se passará foi extremamente cansativa, e por mais que isso possa parecer estranho por ser início de ano, mas a quantidade de tarefas, trabalhos extremamente difíceis e Taehyung fazendo as suas palhaçadas em meio as aulas, me deixaram cansado.

( Flashback on)

- Professor! - Tae estava com a mão lenvantada, pronto para perguntar algo, que provavelmente era algo que não tinha nada a ver com a aula de matemática.

-Sim?

- Por que temos que estudar isso? Não faz sentido, não vou usar isso pra nada na minha vida. Ah... Use bhaskara para assar a batata. -A sala inteira ri, incluindo o professor. Sorte que ele não é mal humorado, se não o Tae já estaria na diretoria por atrapalhar a aula.

- Você não tem limites, Taehyung- disse o professor Lee em meio as risadas, e em resposta Tae da os ombros, não sei como e nem porque ele consegue fazer da aula um parque de diversões.

( Flashback off)

Não sei aonde consegui achar essa criatura e nem sei como ele ainda é meu melhor amigo, mas nesse mundo a louco pra tudo, e o Tae nasceu para atrapalhar as aulas de matemática, isso é uma certeza. Também não tenho o reclamar, já que a aula estava chata, e isso a tornou de chata para divertida em instantes.

_(X)_


Sábado, 8:42

Nesse exato momento, eu ainda me encontro deitado em minha cama de pijama, mexendo no celular. Tae já havia me informado que a noite de jogos seria aqui em casa, e mesmo assim não desci as escadas para verificar se o console estava funcionando, preferi ficar deitado falando com o Jimin:

( No celular)

ChimChim <3: Amor, posso ir ai agora?

Eu: Mas já?! São 8:45. Não consegue ficar sem mim até de noite? ;)

ChimChim <3: Não, estou morrendo de saudade e além do mais tenho uma surpresa para você. :3

Eu: Pra mim? O que é ?! Sabe que sou curioso e você também quase nunca deu nada pra mim.

ChimChim <3: Você só vai ganhar amanhã e se deixar eu dormir ai.

Eu: Dormir aqui? Hm... vou pensar no seu caso.

ChimChim <3: Hahahaha sei que você vai deixar. Retomando a pergunta, posso ir ai?

Eu: Pode, mas com uma condição.

ChimChim <3: Qual?

Eu: Eu quero ganhar o presente hoje.

ChimChim <3: Hahahaha você não tem jeito Kookie, ta bom eu te dou o presente hoje.

Eu: Maravilha! Agora se me dar licença tenho que ir fazer minhas higienes matinais.

ChimChim <3: Ok, se apresse estou aí em 30 minutos.

Eu: Apressado!

~ChimChim <3 online as 8:51~

Assim que termino de conversar com o ruivo, uso toda a força que tenho para  mandar a preguiça embora e me levantar para me arrumar e não voltar a dormir, o que foi um grande sacrifício,mas consegui vence-la. Vou ao banheiro e lá tomo um banho rápido, tão rápido que nem deu tempo de colocar os pensamentos em dia. Saio do box e pego a toalha branca pendurada proximo ao mesmo e a coloco em volta da minha cintura. Saio do banheiro e me dirijo ao meu quarto, assim que chego no mesmo vou ao guarda-roupa e fico o encarando, as vezes me esqueço que sou uma pessoa indecisa, e se não fosse o Tae ou a minha omma passaria horas e horas escolhendo uma roupa para ficar em casa. Acabo por vez decidindo usar a minha roupa preferida, uma calça jeans clara toda rasgada, uma blusa vermelha de manga longa e um coturno preto.

Assim que termino de me arrumar, desço as escadas e vou em direção a cozinha  pegando um copo d'água. No instante em que estava vendo o copo encher, ouço a campainha ser tocada e imediatamente tomo a água:

- Já vai! - grito largando o copo vazio na pia e indo em direção a porta.

Abro a porta e meus olhos se encontram com um ruivo estremamente arrumado, usando uma camisa azul marinho e uma calça jeans preta e um coturno da mesma cor.

- Wow! Você se arrumou todo só pra mim? - pergunto, ainda admirando o mais velho.

- Lógico, faço tudo pra ver esses brilhos nos seus olhos. - Sinto as minhas bochechas queimarem, abaixo a cabeça para que ele não veja a minha situação e me afasto para que ele possa entrar, e assim o faz.

Assim que o mesmo entra em minha casa, senta-se no sofá, enquanto eu fecho a porta e me sento ao seu lado e não demora muito pro ruivo me puxar para si e me aconchegar em seu peito. Fecho os olhos sentindo sua mão em meus fios de cabelo, fazendo o melhor cafuné que ele já havia feito em mim em 4 anos, estava tão bom que posso ser facilmente confundido com um gatinho, pedindo por carinho e parece que o mesmo entende o recado, agora eu tenho certeza que me pareço com um gato ronronando.

- Tão lindo, o meu gatinho - Fala e em um momento de descuido meu, me rouba um selinho demorado, que acaba se tornando um beijo calmo e apaixonado.

Jimin e eu parecemos um casal meloso, até demais ao meu ver. Mas nem sempre é assim, sim já tivemos a nossa primeira briga, que era nada mais e nada menos do que ciúme por parte do ruivo, e depois de 10 longos minutos explicando a situação e que não era nada para que o mesmo se preocupa-se ou sentisse ciúme.

Mas o que me deixou surpreso foi o fato do Jimin ter comprado um presente para mim, ele nunca havia me dado algo antes por que daria agora? Talvez seja o fato de que ultimamente estou tentando dar um gelo no mesmo.

- Jimin... - falo parando o beijo, que já estava começando a ficar intenso.

- Hm?

- O que você comprou pra mim? - digo receoso e o mesmo me abre um sorriso feliz com a minha pergunta.

- Bom... Eu quero dar esse presente a você em um lugar muito importante para mim, e pensei em levá-lo amanhã mesmo, mas você quer ganhar ele hoje então a minha surpresa se foi - disse voltando a fazer carinho em meus cabelos.

- Você é mal comigo, sabe que sou curioso, mas eu espero até amanhã, por você.- falo fazendo um bico que é imediatamente desfeito pelo mais velho.

- Eu adoro te deixar curioso, você sabe disso.

- Amor, são 9:40, os meninos só vão chegar só às 18:30, O que quer fazer até lá ?

- O que eu quero? - Um sorriso malicioso brota em seus lábios e sua mão que antes estava em minha cabeça vai à minha coxa a apertando com força.

- J-Jimin! Agora não... - Me arrumo melhor em seu colo, e o mesmo começa a massagear a minha coxa.

- Por que você não quer transar comigo? Nos namoramos à 4 anos e você nunca me deixou marcar esse corpinho lindo ou muito menos escutar os seus gemidos.

- Você sabe muito bem o porq- Acabo interrompendo a minha própria frase ao me dar conta do que o mais velho acabará de dizer.

Namorados.. Ele nunca me pediu em namoro, esse termo não encaixa no que temos.

- Namorados? - digo com o cenho franzido.- Você nunca me pediu em namoro! Eu sempre esperei você pedir, mas parece que o dia nunca chegava - minha voz sai mais triste do que imaginava, minha intenção era me mostrar de bravo com essa situação, mas a mágoa é tão grande que não consegui segurar.

- Quem sabe esse dia esteja mais próximo do que imagina. - Susurrou perto do meu ouvido e mordendo o lóbulo da mesma.

Vou guardar essas palavras, Park Jimin.

- Espero ansiosamente por esse dia... Então, vamos àquele parque novo?

- Vamos! Sempre quiz te levar lá,  desde da inauguração mês passado, mas você sempre estava ocupado com a escola ou me dando um gelo. - faz um biquinho emburrado, e no mesmo instante eu o desfaço.

Me levantou junto ao mesmo, que me puxa para fora da casa e indo em diracao ao seu carro enquanto fecho a porta, o mais velho abre a porta para que eu possa entrar e assim faço. Durante o caminho ficamos falando sobre o passado, coisas divertidas, como na vez que fomos ao fliperama. Acabamos nos perdendo na conversa que nem percebemos que chegamos ao parque.

O parque é literalmente grande, e totalmente diferente dos outros que hà na cidade, ele tinha uma pequena construção no centro, que me parecia ser uma biblioteca, mas a frente havia um enorme lago, junto a uns cisneis que nadavam no mesmo. O parque em si era repleto de árvores de tudo qualquer tipo,  E o que mais havia me encantado era a fonte, sim, uma fonte de desejos, eu nunca vi uma fonte dessas em Seoul e isso me deixou bastante animado, acabei nem reparando quando Jimin pega minha mão e entrelaça nossos dedos, e logo após me puxar até um dos bancos que lá haviam.

- Esse lugar é maravilhoso e romântico, deveria ter aceitado quando você me chamou, desculpa. - apoio minha cabeça em seu ombro e começo a fazer carinho em sua mão que ainda estava entrelaçada a minha.

- Jungkook... você me promete uma coisa? - Fala olhando no fundo dos meus olhos.

- Que coisa?

- Que nunca vai me deixar, não importa o que aconteça, vai sempre estar ao meu lado, não suporto a ideia de que um dia posso te perder, você é a luz da minha vida, sem você eu não sou nada. Você me promete?

- Prometo.


Notas Finais


Muito obrigado pelo carinho! E novamente desculpa a demora.

Até o próximo capítulo!

Beijos da Lassy :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...