História Um Tempo de Lobos e Dragões - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Arya Stark, Brandon "Bran" Stark, Brienne de Tarth, Cersei Lannister, Daenerys Targaryen, Davos Seaworth, Euron Greyjoy, Gendry, Howland Reed, Jaime Lannister, Jon Snow, Lyanna Stark, Meera Reed, Melisandre, Petyr Baelish, Rhaegar Targaryen, Sandor Clegane, Sansa Stark, Theon Greyjoy, Tyrion Lannister, Yara Greyjoy
Tags Breera, Jonerys, Romance, Spoilers, Stargaryen
Exibições 239
Palavras 870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - Bran IV


Fanfic / Fanfiction Um Tempo de Lobos e Dragões - Capítulo 28 - Bran IV

Bran

 

— Precisamos parar! — Meera gritou para que o selvagem a ouvisse.

Era noite e o selvagem tinha preferido seguir pela mata ao invés da estrada do rei, o que os atrasaria, mas para ele era mais seguro. Bran deslizava do cavalo frequentememte e o selvagem o trazia de volta soltando um palavrão todas as vezes.

— Ei! Bran está cansado e com fome, o que Jon diria se...

— Não me ajoelhei para Jon, ele sabe disso! Por isso não dou a mínima para o que ele diria. — O homem vociferou. — Inferno garota, se quiser pare e morra, vou levar o garoto para o castelinho dele e não tenho tempo para descansar.

— Tormund. — A voz de Bran era calma e frágil. — Apenas alguns minutos.

— Você é o Corvo de Três Olhos, não é? Me garanta que eu não vou virar um daqueles mortos vivos e eu paro. — Bran trocou olhares com Meera e em seguida acenou.

Pararam próximos a um riacho, Bran encostou-se em uma árvore e Meera o ajudou a encontrar uma posição confortável. Seu rosto estava branco demais, Bran percebeu, ela ainda estava assustada e cansada. Alguns minutos não seriam suficientes, ela precisaria da noite inteira para melhorar.

— Devíamos seguir pela Estrada Real, vai ser mais rápido.

— Menos seguro. — Tormund fechou os olhos para um cochilo.

— Bran. — Meera o olhou com desapontamento. — Era para termos vindo com seu irmão, ele saberia cuidar melhor de você. E saberia que seria mais sensato ir pela estrada, poderíamos encontrar outras pessoas, estamos perto de Karhold, disse que eles não estão muito felizes com sua família.

— Vou estripar qualquer um que quiser chegar perto. — Tormund enfiou sua adaga na terra. — Jon me pediu para levar o garoto para Winterfell e vou fazer isso. A garota pediu para descançar e mesmo assim continua falando.

Bran deu de ombros e encostou a testa na árvore úmida respirando o ar frio do Inverno. Seria apenas por alguns minutos, logo teria que subir no cavalo com Tormund e deixar-se levar até Winterfell.

Quando fechou os olhos, tudo que sentiu foi uma forte dor no pescoço, algo o mordia com força ali. Conseguiu se desprender das presas do irmão e ouviu-o rosnar para ele, os olhos vermelhos e o pelo branco como a neve. O lobo mostrou suas presas molhadas de sangue, estava machucado, não conseguia andar direito, mas não desistia da luta. Fez um sinal para o irmão e se afastou, olhando dentro de seus olhos e o lobo branco foi embora desviando dos mortos com suas patas machucadas.

Caminhou pela pilha de gelo que acobertava o grande espaço onde antes ficava a Muralha. Não havia nenhum sinal de vida, o lugar cheirava a morte. Os cães passaram correndo, latindo e com medo, covardes. O manto negro agora vestia os mortos, os Outros. Todos eles mortos. A Patrulha da Noite morta. Tinham sido atacadados no meio de todos os destroços da Muralha, e fazia frio, mesmo por cima de seus pelos, ele sentia um frio como nunca sentiu antes. Viu a água no chão e encostou-se para que pudesse matar sua sede, poderia disfarçar também sua fome. A barriga doía e gritava assim como seus machucados.

Sentiu seu corpo balançando e o peito começou a arder pela falta de ar, até uma voz o chamar.

— Acorde Bran! — Meera chamou, ele já estava sobre o cavalo com Tormund, cavalgavam pela Estrada Real, e o selvagem tinha um aperto cheio de escárnio no canto da boca.

— O que acontece...

Bran foi interrompido pelo forte vento que os atingiu, acompanhado de um bater de asas que passava pelo céu. Seus olhos se prenderam na criatura que passava sobre eles. Um dragão! Era maior do que Bran imaginava que seria e mais bonito também, sua cor era de um verde escuro e suas asas grandes e fortes. Mas ainda assim o assustava.

Poderia queimar os Outros.

— Mas que merda... — O selvagem começou.

— Vem alguém pela estrada! — Meera gritou enquanto puxava o cavalo para a mata, Tormund ainda olhava para o céu completamente estático. — Tormund!

— Sor.

A mulher vinha naquela direção, montada em um cavalo branco, suas roupas vermelhas como seu cabelo. Tormund pareceu reconhece-la, mas para Bran não significava nada. Ela fez seu cavalo chegar mais perto e olhou dentro dos olhos do garoto.

— Winterfell espera por você. — Em seguida levantou os olhos. — O que aconteceu? Onde está Jon Snow?

— Você já sabe. — Bran respondeu.

— Estou seguindo o dragão para encontrá-lo.

— Por que o dragão?

Um sorriso brincou nos lábios da Mulher Vermelha.

— Porque foi o que o Senhor da Luz me disse para fazer, Brandon Stark. Leve-o em segurança, Tormund, ele é muito importante para a guerra que está por vir.

— Para onde irá?

— Encontrarei o Príncipe Prometido, o dragão me levará até ele. — E seguiu seu caminho pela Estrada do Rei.

— Quem é ela? — Meera voltou.

— Uma bruxa. — Tormund cuspiu. — Ela acha que vai encontrar Jon, mas assim que chegar no que restou da Muralha, vai encontrar o Rei da Noite.

— E por que não tentou impedir?

— Por que já vi o que ela é capaz de fazer, e não gosto nem um pouco dela.

Tormund segurou Bran no cavalo e continuou seguindo o mesmo caminho de antes para Winterfell.
 


Notas Finais


TÔ NO CHÃO!

Se não quiser saber sobre as notícias das gravações, não leia:
Vocês viram????????? Genteeeee eu pesquiso todo dia pra saber de tudo 😂
Encontro de Jon e Dany já foi filmado, segundo o site Winter is Coming. ❤ quase morri aqui. Em Pedra do Dragão minha gente, como muitos (inclusive eu) suspeitavam. Claro que pode ser furada, mas quase que tive um treco quando li, rindo que nem uma abestada 😂😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...