História Um Uchiha em minha vida - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruto, Ninja, Sasuhina
Visualizações 142
Palavras 1.625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoinhas do meu coração❤❤
Hoje fiz um capítulo um pouco diferente então espero que gostem.
#Bora pro capítulo

Capítulo 12 - Guerra de pegadinhas


Fanfic / Fanfiction Um Uchiha em minha vida - Capítulo 12 - Guerra de pegadinhas

           Hinata pov's on
   Abro meus olhos e me arrependo imediatamente quando a luz os invade. Minha cabeça estava um caco, parecia que eu tinha sido atropelada por um caminhão e... Espera! Eu fui atropelada por um caminhão? Provavelmente não, se isso tivesse acontecido teria ossos quebrados né? Tiro isso da minha mente e me levanto, meu corpo estava igual à minha cabeça infelizmente, sem nem mesmo tomar um banho e trocar de roupa (que é a mesma que eu fui pra festa da Tenten) me enrolo em meu edredom da cabeça aos pés e desço a passos de tartaruga até o andar debaixo, me jogo no sofá com os olhos fechados até uma voz rouca familiar chamar minha atenção.
    -Bom dia.-Sasuke diz voltando da cozinha, eu apenas murmuro algo sem sentido e ele se senta ao meu lado.-a Tsunade-sama nós chamou até o escritório dela.-ele comenta casualmente.
   -Sasuke, pelo amor daquele que é Kami diz pra ela que eu morri.-ele dá uma risada sem se conter como ultimamente vendo meu estado.
    -Não se preocupe, falei com ela que você não estava muito bem e ela teria que mandar outra dupla.
   -Você salvou minha vida Sasuke!-digo abraçando-o.
   -Não é pra tanto.-ele murmura mas percebi que sorria por dentro.
   -Não é pra tanto? Eu fui atropelada e você me diz isso? Que péssimo exemplo senhor Uchiha.-digo balançando a cabeça e usando um falso tom de reprovação.
    -Você não fui atropelada.
   -Mas foi como se tivesse sido.-falo deitando minha cabeça sobre seus joelhos.
   -Quem mandou beber tanto ontem.
   -Não foi minha culpa! A Tenten-chan foi me dando mais e mais copos e eu não podia recusar.
   -Ah então é por isso que você fez aquilo ontem...-ele fala pensativo.
  -Fiz o quê?-pergunto me desesperando.-pelo amor de Kami não me diga que fiz algo vergonhoso.-ele começa a rir e eu olho pra ele tipo: WTF? Ele tá rindo mesmo do meu sofrimento.-do que você tá rindo? Não tem a mínima graça.-falo dando um tapa em seu braço.
   -Isso é por que você não está vendo sua cara. Relaxa Hinata você não fez nada tão horrível.
   -Então quer dizer que eu fiz alguma coisa?
   -Se deixar Naruto com um olho roxo então sim, você fez alguma coisa.-eu o olhei surpresa, Naruto? Senti um estranho contentamento no novo tom de seu rosto.
   -Sasukesinho do meu coração, por favor me dê algum comprimido antes que eu morra aqui.-peço com minha voz mais fofa, ele apenas balança a cabeça.
   -Vá pegar você, ainda tem pernas.
   -Não seja tão mal Sasuke! Eu prometo que faço uma sopa de tomate pra você.-ele parece se alegrar com a ideia, BINGO ele nunca rejeitaria uma sopa de tomates. Ele se levanta e vai buscar meu salvamento enquanto eu fico deitada prometendo que nunca mais beberia.
   -Aqui.-ele me entrega um comprimido e um copo d'água.
  -Obrigada Sasuke, sabia que não me deixaria na mão.
   -Não se esqueça da sopa.-ele diz e eu reviro os olhos, típico do Uchiha.
   -O que é aquilo?-pergunto apontando uma cesta com uma fitinha rosa e que tinha várias coisas dentro. Ele revira os olhos.
   -Um presente de Sakura.-minha curiosidade é mais forte que a dor e vou ver o que tem dentro. Tinham alguns bombons, provavelmente caseiros, livros de romance que eu sabia que Sasuke odiava, cartões, mais doces e o que mais me chamou a atenção: camisinhas, tipo tinhas MUITAS ali acho que mais de 20. Me virei para Sasuke descrente segurando uma.
   -Isso é sério mesmo?-ele dá de ombros, Sakura precisava ir urgente a um psiquiatra por que isso aqui não é normal. Coloco ela de volta na cesta e pego um bombom quando mordo quase vomito ali mesmo, QUE PORRA SAKURA COLOCOU AQUI? Saio correndo até a pia e ligo a torneira tentando inultimente tirar o gosto horrível. Sasuke estava à porta da cozinha chorando de rir.
   -Eu sabia! Ela sinceramente tentou me matar, ela sabe que eu gosto de doces e colocou veneno pra me matar.-digo tomando um copo de suco de laranja que amenizou o gosto da morte em minha boca. 
    -Eu acho que não, Sakura nunca cozinhou muito bem.-Sasuke diz finalmente parando de rir.
    -Não cozinha muito bem? Ela encheu aquilo de terra e material radioativo, você deveria mandar pra ser examinado-falo apontando o dedo com uma expressão assombrada para o doce.
    -Também não é pra tanto.
   -Não é pra tanto? Come um então!-ele fica lívido, acho que já provou em algum momento de sua vida. Uma ideia maligna passa por minha cabeça, pego outro sem ele ver e chego perto, perto o bastante para sentir sua respiração, quando ele abre a boca pra falar algo enfio o bombom com tudo em sua boca, ele adquire uma coloração verde e vai pra pia assim como eu, meus olhos se encheram de lágrimas e minha barriga doeu de tanto rir. Realmente isso era a coisa mais engraçada que já havia visto. O Uchiha se levanta com uma expressão assassina e eu como não sou boba saio correndo porta à fora, ele me segue e ficamos dando voltas no clã. Quem visse a cena acharia que eramos esquizofrênicos, uma menina que usava um vestido de noite colado e amarrotado sendo perseguida por um garoto vestindo apenas uma calça de moletom cinza, é concerteza esquizofrênicos.
    Corremos por alguns minutos até que ele me alcança e me joga como um saco de batatas por cima de seus ombros.
   -Pense bem Sasuke se você me matar quem vai fazer sopa de tomate pra você? Além do mais, você não teria uma dupla na AMBU e nem companhia em casa. E não se esqueça que eu mantenho as garotas longe de você.-digo enquanto ele me carrega de volta pra casa.-você não viveria sem mim.-termino depois de citar os motivos (que não eram poucos) pra ele não me matar. Ele me joga no sofá e vai até a cozinha.
   -Ué, você não vai me matar?-pergunto surpresa.
    -Bom como você fez o favor de mencionar eu não posso te matar, mas haverá troco.-ele fala sombrio e os pelos de minha nuca se arrepiam. 
         Quebra de tempo...
  A promessa do Uchiha foi cumprida três dias depois quando eu acordei e minhas roupas íntimas timhas sumido, tive que andar o clã inteiro vestida em meu pijama de panda em busca delas. Tive sorte que ele não espalhou pela vila (eu sai minutos depois de me trocar para conferir).
    É isso que ele quer? Então é GUERRA. Quando ele saiu para seu treino diário fui até uma loja e comprei a tinta mais rosa que eles tinham, deu trabalho mas com a ajuda de Tenten (que simplesmente AMOU a ideia) pintamos o quarto do Uchiha. Pra dar um toque à mais, comprei um macacão de unicórnio com pantufas (que eu também tinha é óbvio) e deixei em sua cama. Quando ele chegou ouvi diversos xingamentos vindos de seu quarto e quase me acabei de rir. O que me surpreendeu foi que ele usou o pijama de unicórnio e as pantufas como se estivesse com sua habitual calça de moletom.
   Confesso que fiquei com medo do troco, mas depois de uma semana achei que ele tivesse esquecido, e como eu estava errada. 
   Eu estava na maior paz e fui pegar meu docinho de hora em hora quando vejo meu estoque vazio, isso mesmo VAZIO dezenas de chocolate sumiram, meus amados docinhos... Agora você vai ver Uchiha!
   Espero ele sair, o que ficou raro pois ele já esperava seu troco. Tenho até medo do que vou fazer mas... Ele pegou meus doces!!! Primeiro cato todos os tomates daqui de casa e distribuo entre os sem-teto depois pego meus cartazes e distribuo entre os feirantes e os mercados. O Uchiha chega à noite fervendo de raiva.
   -O que significa isso?-ele pergunta me mostrando um cartaz, confesso estava orgulhosa de mim mesma. Nele havia uma foto de Sasuke com um texto escrito.
    "Não vendam tomates para este homem!! Ele é um viciado e estamos ajudando ele a se desintoxicar, desde já agradecemos sua ajuda e pedimos colaboração."
   -Está incrível não está?
   -Incrível? Ninguém quis me vender um tomate e uma mulher me passou um número de um psiquiatra.
   -Quem mandou pegar meus doces.-falo mostrando minha língua.
   -Vai ter volta Hyuuga, vai ter volta...-AGORA FERROU.
       Quebra de tempo...
  Já se passaram duas semanas e Sasuke não fez nada, fizemos diversas missões juntos e ele nem comentou sobre o assunto, mas não posso baixar a guarda! Ele só consegui tomates em uma vila vizinha e não ficou contente.
    Hoje como faz tempo que não a vejo resolvo ir dormir na casa da Tenten, sempre me divirto com ele e quase me esqueci de Sasuke e sua ameaça, eu disse QUASE.
   Volto pra casa super feliz e vejo meu guarda-roupa aberto e minhas roupas jogadas em cima da cama, ELE NÃO FEZ ISSO!!
   -Uchiha maldito!-murmuro vendo o estado delas, estavam todas tingidas de preto e na maioria estava escrito em letras garrafais EU AMO SASUKE UCHIHA. Agora ele vai pagar na mesma moeda, aproveito que ele foi ver a Tsunade-sama (Kami está do meu lado) e pego o resto de tinta rosa que sobrou de seu quarto. Sem a menor delicadeza jogo todas as suas roupas nela e ponho no sol pra secar mais rápido. Quando elas secam escrevo também em letras garrafais Eu amo Hinata Hyuuga, e como sou má também escrevo: Unicórnios são d+ e O rosa é quem manda.
   Quando ele chega e vê o estrago também xinga mas quando se acalma resolvemos fazer um acordo de paz, por mais estranho que pareça nenhum de nós tentou mudar as roupas e no outro dia saímos com elas com as pessoas rindo e algumas até "apoiando o casal" como elas falavam.
           Hinata pov's off

 

  
   


Notas Finais


O que acharam??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...