História Um vento chamado revolução - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inazuma Eleven (Super Onze)
Exibições 26
Palavras 505
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nova história na área leitores!

Espero que gostem da história, me esforcei bastante.

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Desconhecido


O sol brilha através das minhas pálpebras fechadas, Deixando dentro uma imagem avermelhada


Com o caderno e caneta na minha bolsa de couro
Saio para caminhar bolsa
E saio para caminhar

Eu desenho e desenho, mas não fica bom
Mas não por culpa da tinta escolhida
Ainda me lembro da estrela cadente que vi
Na calada da noite, Eu estava esperando...

Olá estrela cadente
Olá estrela cadente, novamente
Eu estava lhe esperando
Aquele sonho de criança ainda
Está aqui... ah... ah...
Assim como naquele dia, ah... ah...

Olá estrela cadente
Olá estrela cadente, novamente
Estou esperando
Não desista de sonhar
Mesmo que esteja chorando ah... ah...
Mesmo que esteja sorrindo ah, ah....
Brilhe novamente

Eu olho fixamente para o aluno
E esse mundo transparente é refletido nele
Olhe para o céu e veja como é reconfortante
Essa cor

Eu não consigo explicar por palavras
Não existe cor mais bela que a sua
Se eu pudesse te representar por sons
O mundo se surpreenderia com reverberações brilhantes

Eu estou esperando por você
Eu estou esperando por você, sempre
Estou esperando
Sonho que você está sempre
Olhando para longe, ah... ah...
Em busca de algo, ah... ah...

Eu estou esperando por você
Eu estou esperando por você, sempre
Eu também não quero desistir de sonhar
Com você ah... ah...
Nem com aquele dia, ah... ah.

Olá estrela cadente
Olá estrela cadente, novamente, estou esperando
Vamos nos encontrar numa noite com uma lua linda
Estou aqui... ah... ah...
Como naquele dia, ah, ah...
Então continue brilhando

......

Aquele menino sempre está na beira da ponte sentado olhando o rio e a cidade. Já imaginei como seria se eu tenta-se falar com ele, mas tenho medo. O motivo? Nem mesmo eu sei mas eu queria ao menos o motivo de ele fazer isso.

A aula tinha acabado de acabar todos se dirigiam ao vestiário.

“ Estou tão animado!!” exclama Tenma animadíssimo

“ Calma Tenma” tento acabar o acastanhado “ O jogo treino que o treinador arrumou para nós só vai acontecer amanhã”

“ Abaixa a bola, aí” diz Tsurugi se apoiando na cabeça do Temna “ Acho que minha mãe estava certa quando disse que os menores são os mais peraltas”

Acabo rindo do comentário do Tsurugi, pior que é verdade.

Shisuke e Tenma são os menores do clube e são os mais “animados”

“Tsurugi!!!” Tenma sai correndo atrás do Tsurugi, o mesmo gargalhava da cara dele.

Os calouros desse ano são muito especiais.

Principalmente o Tenma, que nunca para de sorri.

“PESSOAL!!!!!!!!!!!!!!!!” a senhora Otonashi entra na sala do clube gritando” Noticias quente” ela vem até mim e me dá o jornal....Não acredito.

“ É verdade isso aqui??” pergunto pasmo

“Sim” ela confirma com a face sem reação

......

Se eu me apresar talvez eu consiga encontrar com aquela pessoa.

“ Tchau pessoal” me despeço de todos e saio correndo.

Depois de alguns segundo chego na ponte, o estranho era que ele não estava lá.

Maldito dia pra ele sumir! Só hoje tomei coragem de falar com ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...