História Um verão diferente - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Tags Bulma, Chichi, Dragon Ball, Dragon Ball Super, Goku, Kuririn, Maron, Romance, Vegeta, Yamcha
Exibições 52
Palavras 1.853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - 8.


Bulma não havia acordado ainda. Tempo suficiente para ChiChi ir tomar banho, jantar e voltar a ficar ao seu lado. Goku em nenhum momento saiu de perto dela, ChiChi estava muito mal ainda e não acreditando no que acabara de ver horas atrás. Depois daquele beijo e abraço, ele estava certo de que talvez estivesse começando a se apaixonar por ela, ChiChi para ele, era diferente de muitas garotas que conheceu.

-  Acho melhor você ir descansar, está aqui já faz muito tempo. Tome um banho, come alguma coisa... deve estar com muita fome e se não comer vai acabar passando mal. – Goku como sempre se preocupando com o próximo, aquilo a ChiChi admirava e muito.

- É, tem toda razão, eu nem coloquei uma roupa por cima estou de biquíni ainda, que coisa – Deu risada - Você já está pronto, antes de vir você aproveitou e tomou banho? Está cheiroso.

- E-Er, sim sim. Depois que eu fui atrás de Vegeta, vi o quanto era inútil ficar do seu lado naquele momento, ele estava furioso porque Dezoito o beijou contra sua vontade, aproveitei e fui tomar banho, só não jantei ainda.

- Então vamos fazer o seguinte, vou voltar para a nossa cabana pegar tudo o que preciso e ir tomar banho, você pode me esperar na cabana mesmo para irmos comer alguma coisa?

- Pode ser, vamos?

- Vamos.

                ChiChi então de um beijo no topo da cabeça de Bulma e saíram juntos. ChiChi havia ido tomar banho e demorava muito, enquanto isso Goku que esperava na cabana acabou se deparando com Vegeta que finalmente aparece, estava estranho e Goku já o conhecia muito bem, quando Vegeta está desse jeito é porque está chateado com alguma coisa. Cruzou os braços, abaixou a cabeça e Goku o encarava, não com ódio e sim surpreso.

                Vegeta estava com outra roupa, havia tomado banho. Usava uma bermuda jeans, uma blusa preta e estava muito cheiroso.

- Vegeta hoje você surpreendeu muita gente.

                Vegeta que se encontrava com a cabeça baixa e os braços cruzados olhou para Goku e sorriu. Vegeta tinha um lado bem durão, mas no fundo também tinha sentimentos, estava muito orgulhoso pois salvou a vida de Bulma.

 - Você acha? –Vegeta voltou a olhar pra Goku que sorria alegremente.

- Claro, com certeza Bulma irá agradecer a você mais tarde. Mas ainda não me conformei de como ela conseguiu se salvar? Foi o que falei para a ChiChi, a chances de sobrevivências desse tipo de acidente é fatal.

- Cara, parecia que estava segurando uma pessoa morta.

- Como conseguiu salvar ela? Se fosse eu no seu lugar, pobre da Bulma.

- Quando estava procurando ela eu comecei a escutar vozes, pensei que era coisa da minha cabeça. Dai eu vi uma cabeça flutuando, passando aquela placa... E-er, ah, perigo estava escrito e o mínimo que podia fazer era ir socorrer.

- Vegeta você gosta da Bulma? – Goku sorriu maliciosamente e levantou a sobrancelha.

- Isso não é da sua conta! Quantas vezes já falei e irei repetir?

- HAHAHAHA, sabia! Cara por que não conversa com ela, diz que gosta dela e BOOM vocês namoram?

- Acha que é tão fácil assim? Ela tá abatida ainda com aquele lance do Yamcha, mano, vamos esquecer isso pode ser?

- Você quer ir vê-la? Ela está dormindo, quando você chegar lá é capaz dela continuar dormindo.

- É muito fácil eu dizer não a você, mas eu irei passar.  – Vegeta deu uma simples risadinha, estava ansioso em rever Bulma, será que estava começando a gostar dela?

                Goku e Vegeta ficaram conversando e esperando ChiChi que já havia chegado. Guardou seus produtos de higiene no baú e voltou a olhar para os meninos que ficaram mudo com a sua chegada.

- O que foi? O gato comeu a língua de vocês? – ChiChi colocou a mão na cintura, Goku a olhou penetrantemente e corou. 

- ChiChi vamos levar o Vegeta pra ver a Bulma, depois vamos jantar. Estou com muitaaaa fome.

- Tudo bem, vamos logo.

                Eles então saíram da cabana e seguiram por uma trilha até a enfermaria. A noite estava muito bonita, o céu estava limpinho com diversas estrelas. Estava um pouquinho frio, mas ninguém se importou, afinal, passaram a tarde toda debaixo do sol. Chegaram na enfermaria e adentraram, como não era um lugar tão grande só haviam dois ou três quartos e uma pequena recepção. Caminharam pelo corredor e, quando ChiChi abriu a porta deu de cara com a enfermeira em frente a cama de Bulma, pareciam estar conversando algo sério.

- E-Er, viemos em uma péssima hora meninos.

- Tudo bem, entrem. Bulma seus amigos chegaram. – A enfermeira soltou um sorrisinho e passou a olhar para Bulma que estava com o humor péssimo. 

- Kakaroto você não disse que ela estava dormindo? – Vegeta ficou com raiva, gostaria de ficar com Bulma na hora em que estivesse dormindo, pois assim ela não saberia que estivera ao seu lado. 

- BULMA! Que susto que você nós deu hoje... – Disse Goku que entrava no quarto, acompanhado de ChiChi. Vegeta ficou escorado na porta, apenas observando 

- Oi pessoal. – Apenas disse isso.

- Amiga, você dormiu a tarde toda... como está se sentindo? – Puxou o banquinho, se sentando ao lado de Bulma. 

- Muito bem.

- Bulma como eu havia comentado com você, foi um milagre mesmo. Engoliu pouquíssima água e um aluno conseguiu te socorrer, amanhã você estará livre e hoje terei que mantê-la aqui em observação.

- Tudo bem, eu irei ficar sozinha?

- Não. Eu ia pergunta para vocês três agora, quem irá ficar aqui fazendo companhia com ela?

- Eu enfermeira, sou amiga dela e talvez assim ela se sinta bem...

- Tudo bem, peço que não deixei ninguém vir tumultuar aqui ouviu?

- NÃO! Eu gostaria de fica com Bulma está noite, fui eu quem a salvei e é o mínimo que poderei fazer. – Vegeta simplesmente falou, Bulma então arregalou seus olhos, ChiChi ficou com a boca aberta e Goku deu um sorriso. 

- Enfermeira deixa o Vegeta, eu estou cansada. Como a senhorita já sabe, fiquei aqui a tarde toda cuidado de Bulma e Goku me ajudou não foi?

- Foi sim, olha Bulma você vai me desculpar mas estou com muita fome, eles vão parar  de servir o jantar e eu ainda nem comi nada, vamos ChiChi você prometeu...

- Goku você é muito apressado, tabom... Amiga vou indo, boa noite e se cuida tudo bem?

- Claro, mamãe. – Bulma deu um sorriso e recebeu um beijo na testa. 

- Tchau Bulma, até amanhã...

- Até Goku.

                ChiChi e Goku saíram e só voltariam de manhã para irem buscar Bulma na enfermaria. Enfermeira terminou a conversa com Bulma e se retirou assim que Vegeta entrou ela fechou a porta. Vegeta ficou um pouco com vergonha, estava pensando seriamente em desistir mas era uma grande oportunidade de ficar ao lado de Bulma. Aquela garota era diferente com ele, tudo em Bulma ele admirava e muito.

- Vai ficar parado ai? Sente-se aqui. – Bulma apontou para o banquinho de madeira ao lado. 

- Humpft! Escuta, não estou aqui para tirar proveito de você nem nada. – Sentou-se na cadeira e ficou a olhando.

- Do que você está falando? Olha Vegeta, depois de tudo o que aconteceu comigo eu preciso lhe dizer uma coisa. – Bulma abaixou a cabeça – Gostaria de agradecer você por tudo, sei que é uma pessoa muito orgulhosa mas no fundo você tem um coração de ouro. Obrigada por me salvar nas mãos de Yamcha e ter me salvado enquanto me afogava, eu quero que você me prometa que vai guardar em segredo o que vou lhe contar.  – Passou a olhar para Vegeta, olhou no fundo de seus olhos. Era bem notável, uma lágrima  escorreu de seus olhos. – Eu me afoguei de proposito, não sei se vou aguentar por muito tempo essa situação que estou passando, sabe? Eu tento, tento muito ignorar e seguir em frente mas isso me tira do sério.

- Bulma eu sei sobre sua situação e como você se sente diante de tudo isso. Eu também sou rejeitado pelo meu pai, mas não é motivo para querer simplesmente desistir da vida. Imagina só?

- Vegeta eu gosto muito de você. Mesmo, mesmo. Depois que você bateu no Yamcha naquela noite, eu comecei a pensar bem e simplesmente me ocorreu.

                Vegeta ficou rubro, estava querendo muito sair daquele quarto. O que estava fazendo ali mesmo? Falar sobre sentimento? Não, não poderia se rebaixar assim tão facilmente, ele é aquele tipo de pessoa que pouco se importa com o que acontece com as pessoas, nunca gostou de ninguém e sempre foi na dele.

- Olha garota, eu não to nem ai com o que você pensa. Se quiser morrer, morra. Agora eu to aqui para fazer companhia e não falar sobre sentimentos, guarda pra você. Por que você não dorme e pare de falar coisa sem sentindo. Ninguém nunca na vida gostou de mim e não é agora que vão gostar.

                Bulma ficou muda, segurou o choro e simplesmente voltou a se deitar mas virada para o outro lado, ficando de costas para Vegeta. Como ele não conseguia ver, Bulma chorava, mas chorava baixinho. Vegeta voltou a fazer aquela mesma cara, ficou olhando para Bulma e simplesmente falou sem que ela ouvisse.

- Desculpa.

                Passaram-se algumas horas, Bulma já dormia tranquilamente e Vegeta ainda estava acordado. Não conseguia dormir depois de tudo que aconteceu, foi muito grosso com ela e ela não merecia tudo isso, estava arrependido. Ficou a noite toda a olhando, não conseguia simplesmente ficar sem olhar para ela, ela era muito bonita e aquilo mexia muito com ele. Tinha vezes que Bulma sonhava e acordava gritando, mas voltava a dormir como se nada tivesse acontecido.

                Também tinha momentos em que Vegeta acariciava seus cabelos e dizia coisas que naquele momento só ele poderia ouvir, coisas como.

- Bulma, me desculpe. Eu sei que sou muito filha da puta as vezes e que sou grosso, mas você não merece passar por tudo que está passando agora. Juro por tudo que é sagrado, Maron e Dezoito vão se arrepender de tudo. TUDO!

                Nem ele sabia o que estava falando. E porque estava fazendo aquilo. Será que Goku estava certo? Dizer que sente a mesma coisa por ela e BOOOOM pedi-la em namoro? Ela tinha acabado de terminar com Yamcha, estava cedo ainda? Apesar de Yamcha ficar de esfrega, esfrega com Maron pouco se importou se terminou com Bulma naquele dia, não gostava de ficar sem garotas.

                Também tinha momentos em que enquanto Vegeta cariciava os seus cabelos, Bulma acordava, sorria e voltava dormir ele retribuía. Então se lembrou do bendito beijo. Perdeu seu BV com Bulma, ele queria que tudo fosse com calma e sem que ninguém visse, pois sentia muita vergonha. Também se lembrou do selinho de Dezoito... Dezoito! O que essa menina tinha na cabeça? Será que Bulma viu? Ele ficou pensando até que não estava mais aguentando ficar com os olhos aberto, deitou a cabeça ao lado e dormiu.

 

Continua....

                


Notas Finais


Achei que esse capítulo ficou muito curto.
Espero que tenham gostado :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...