História Um verão... -Emison - Capítulo 22


Escrita por: ~ e ~BrunaLpz

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Emily Fields, Hanna Marin, Spencer Hastings
Tags Emison, Ezria, Haleb, Pll, Sashay, Sparia, Spoby
Exibições 148
Palavras 1.647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 22 - Alison Bitch voltou..


 

-Eita Carai. 

E engraçado como de uma hora para outra como você pode mudar.

Um segundo atrás, meu corpo era ouro ódio. 

Agora ele estava paralisado e gelado.

Mas que merdá foi que eu fiz?

Onde foi que eu estava com a cabeça de fazer uma merda dessa.

Ver Maya ali jogada no chão com sua cabeça sangrando fazia a minha dar várias voltas.

Eu olho ao redor e vejo que não tinha ninguém ... estava tudo deserto, estranho ... mas bom.

Eu jogo a pá no chão e por meus momentos impulsivos eu pego os braços de Maya pelos braços a arrastando para dentro da casa.

O que não a ajudou em nada, pós sempre batia a cabeça ao subir as escadinhas ...

Eu a deixo jogada em sua sala ...

E agora eis a pergunta ... o que eu vou fazer?

Chamo a ambulância?  Chamo a polícia? 

Não é não ... eu não quero ser presa ... sou nem louca.

Fecho a porta e vou para o lado de fora vendo a pá ...

 Pego a mesma levo ao lado de trás de sua casa, lavo o restinho de sangue que tinha na parte metálica ... e voa lá ... nada conheceu. 

Eu espero.

Deixo a mesma jogada no chão. 

E vou caminhando normalmente para a casa.

Vocês devem me achar uma psicopata?  Uma doida ?

Eu nem sei se aquela menina está morta ...

Por um lado eu espero que não ... e por outro sim ...

Aí meus deuse, o que meu ciumes e capas!

Emily me acharia uma pessoa horrível. 

Calma respira, não entra em pânico ou não surte.

Chegando em casa  eu abro a por dando de cara com  uma Jessica que acaba de deixar a xícara cair de suas mãos e me olhar como se viu um fantasma.

-o que é ... nunca me viu não?  Pergunto e indo subir para o meu quarto. 

Eu tenho certeza que a mesma está em choque ao me ver.

E eu ainda tenho que conversar com ela sobre Courtney ...

Que confusão eu me meti seu deus.
-

Depois de tomar um belo de um banho quente ... eu finalmente desço as escadas vendo minha mãe sentada olhando para a TV. 

-mãe? A chamo a mesma se levanta em uma rapidez e me abraça. 

-E ... e você mesmo? Ela pergunta é eu rolo os olhos. 

-não sou o Mickey Mouse. Digo e ela me abraça mais forte.

-e você mesmo.

-tá tá ... Agora te senta lá e me fale sobre Courtney.  Digo vendo a mesma arregala os olhos. 

-como você ...

-não interessa!  Apenas conte. Digo vendo a mesma suspirar e se sentar no sofá. 

Ela me contou tudo que Courtney disse bla bla bla ... na que eu já não tenha feito.

O melhor de tudo e que eu não conseguia sentir dó dela ... Não depois de tudo que ela fez.

Eu subo as escadas pensando em tudo que vai ocorrer a partir de amanhã. 

Eu posso muito bem deixar o corpo da vaca lá se decompor ... que ninguém vai perceber.

Mas não. 

Eu não sou fria o suficiente para isso

Eu mando uma msg anônima para a polícia ... que no caso foi para Toby. 

O celular? Do Eliot ... Então sem problemas em a polícia tentar rastrear, pós o mesmo foi quebrado e jogado no vaso depois da msg. 

Eu poderia participar do filme “ O crime prefeito “ só poderia.

Agora o que me resta esperar ...

E amanhã?  Eu vou para a escola ..

Nem que seja a única coisa que eu faça na vida.

Pov’s Aria. 

- estou te sentindo meio distante. Digo dando um beijo em seu pescoço. 

-semana que vem e semana de provas ... eu estou meio que ansiosa. Ela diz dando um leve sorriso.

-eu sei... mas relaxa tudo bem? Você é a menina mais inteligente que eu conheço no mundo, e vai se dar muito bem, e daqui a alguns anos, vai esta formada em direito, e eu vou está entrando em uma universidade ou até mesmo uma faculdade.  Digo 

Eu estava com Spencer em um banco de praça ...

Depois de Alison ir embora daquele jeito me preocupou um pouco .., parecia que ela ia matar alguém , risos. ( N/A que ironia não? )

-espero ... Já sabe que curso vai fazer? Ela pergunta.

-não sei ... ainda tenho muito tempo.  Digo

-mas já é o 3° ano Aria ... Você já deveria pelo menos saber pelo menos o que quer se da vida.
Saber ser eu sei ... só não sei se é vou conseguir. 

-eu sou nova Spencer ... e não quero pensar nisso agora.  Digo tentando não me irritar com aquele assunto.  Eu encosto minha cabeça em seu ombro. 

-Quando e que você vai me apresentar seus pais? Ela pergunta me fazendo ficar um pouco tensa.

-am ... e ... bem ...

-Aria.

-não sei ... digo 

-você pelo menos quer isso? Ela pergunta. 

-claro ... só não é o momento. Respiro pesado lhe dando um selinho. -não fala mais nada só ... fica aqui. Digo e ela faz um “Hm”.

Meu celular apita e eu pego o mesmo ... mensagem de Alison. 

( Vou para a escola amanhã Beijos,  obs: já está decidido -Ali)

Eu arregalou os olhos.

Como assim ?

-o que foi? Escuto Spencer perguntar. 

-Ali vai voltar para a escola. Digo mas parecia para mim mesma.

-isso é bom ou ruim?

-eu não sei. Digo confusa.
-

Pov’s Emily

Eu só espero que toda essa putaria volte ao normal.

Mas que merda ...

Quando eu penso que pelo menos uma vez na vida vai dar algum certo para mim ...

Ela não dar.

E eu já estou farta de sempre levar na cara por coisas que eu não tenho culpa.

Troxa e a palavra certa que me define.
-

Acordo um pouco cansada ... quase nem dormi ontem a noite. 

Passeio apenas uma leve base para enganar as olheiras ...

Chegando na escola com um puro café amargo, para me deixar bem desperta. 

-bom dia senhorita  Fields.  Olho para frente e vejo ezra. 

-nem vem que eu não estou com paciência não ... vem cá,  por que e não me disse que estava com a Alison?  Perguntei vendo o mesmo engolir seco.

-Alison.  Ele diz e parecia assustado.

-sim a Ali.  Digo.

-não a Alison! 

-meu querido eu tô falando que é ela ... pro que você não en.

-Bem ali e a Alison!  Ele fala e eu viro.

E lá vem ela com aquela pose de bitch.  

Ela vem em câmera lenta,  com seus fios loiros jogados ao ventos ...que gay. 

Os outros alunos com as fases assustadas ... uns horrorizados, outros nem tanto. 

Pov’s Alison. 

-você está bem com tudo isso? Escuto Aria pergunta.

Eu pego todo ar que eu consigo e logo os soltando para não me irrita naquela manhã. 

-sim Aria, podemos ir? Pergunto e a mesma confirma. 
-

Chegando na escola eu já vejo uns olhares curioso. 

Dou um sorriso de lado para alguns que estavam aqui no estacionamento ...

Uma música especificamente tocava nos meus ouvidos ...

I'm a boss-ass bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch

I'm a boss-ass bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch I'm a boss-ass bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch

I'm a boss-ass bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch, bitch.

E meio ofensivo essa música?  Eu sei ...

Mas é essa música que eu escuto na minha mente.

Como o meu tão velho ar de superioridade que não usava a tempos.

Nariz em pé

  queixo para cima

Uma sobrancelha arqueada. 

Um  olhar tão frio quanto o inverno.

Ou quem sabe até mais.

Com Aria logo atrás de mim, mas não com o mesmo ar que meu, e sim um mais simples como qualquer outro ali.

Eu sei bem que depois que eu sair uma vadiazinha qualquer ocupou meu lugar, eu não sei quem é,  mas logo vou saber, e deixar aquele vagabunda em baixo do meu salto.

Sinto minha pele queimar com os certos olhares. 

-Olha a Ali está de volta.  Olho com as duas sobrancelhas arqueadas para um garoto qualquer que ousou a falar comigo. 

-tá falando comigo ? Olha aqui eu não sei que tipo de raça de “Pokémon” você é , mais você não é o do tipo que tem o direito de falar comigo, então fecha a bica e não fale mais comigo nem que eu mesma te chame,  o que não irá acontecer.  Solto um suspiro de alívio.  – Idiota. Para completar ...

Eu até escutei uns “ela voltou” o que me fez sorri de lado.

Não precisaria de muito para voltar para o meu lugar.

Até ver O amor da minha vida me olhando com um certo ar  decepcionada.

Eu não conseguia lhe dar um olhar frio

Não com ela.

E eu não me manteria muito em pé,  ou não seguraria as lágrimas ao ver ela a minha frente decepcionada com migo. 

E ainda mais o fato de eu ter matado alguém por causa de um ciumes idiota.

Eu mordo meu lábio inferior e continuo andando pelo caminho aberto em que foi dado para mim.

-Elas terminaram? Olho para o lado vendo umazinha loira qualquer perguntar a peppa. 

-não é da sua conta o novata. Digo rude vendo a mesma engolir seco.  Eu vejo a peppa suar frio. -bom te ver ... peppa ping. Digo voltando a andar.

-não leve a sério.  Eu escuto uma voz conhecida e percebo ser de Emily,  eu olho para trás vendo a mesma dizer algum para a loira que eu acabei de repreende lá por fofoca da minha vida.

Ciumes não Alison ... Agora não. 

É essa aí já está na minha lista negra ... 

Vamos agora ao fato que ...

Alison Bitch voltou ...


Notas Finais


Hj ainda pode sair mais um capítulo .... bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...