História Um verão... -Emison - Capítulo 23


Escrita por: ~ e ~BrunaLpz

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Emily Fields, Hanna Marin, Spencer Hastings
Tags Emison, Ezria, Haleb, Pll, Sashay, Sparia, Spoby
Exibições 157
Palavras 2.454
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Cap Não sei uq


Fanfic / Fanfiction Um verão... -Emison - Capítulo 23 - Cap Não sei uq

 

-e aí ... Como está ?

-melhor do que nunca ... eu acho.

-por ?

-por esta de volta. Digo fechando meu livro.

-e por emily? 

-bem ... bem mal. Digo

-e vocês vão se acertar ? 

-não sei Aria ... eu pensei bem, sabe? Eu descobrir que ela não tem culpa,  não tem culpa se Maya beijou ela, se a Courtney se passou por mim e ficou com ela ... o fato é que ela não tem culpa é eu percebi isso. Digo olhando em seus olhos.
Ela suspira aliviada.

-fico feliz que tenha percebido isso. 

-mas é você?  Novidades? E não venha me dizer que não tem nem uma porque eu sei que tem. Digo dando um sorriso de lado.

-eu ... eu e Spencer já ... Você sabe.

-sério?  E como foi? Pergunto vendo ela corar.

-maravilhosoooo ... e diferente, mas um diferente bom. Ela diz dando atenção ao livro.

-e amiga ... Depois disso não tem volta. Brinco e ela me olha confusa. -esquece, eu vou falar com a Em ... e depois conversamos.  Beijo sua testa e vou até o ez. -posso ir um estante na em ? Pergunto.

-você pode ir para onde quiser Ali.  Ele brinca e eu saiu de sua sala. 
Pov’s Emily. 

-e complicado. Digo para samara .

-não é complicado e só você esquecer ela ...

-e sim, e mais complicado do que você imagina, e olha vem de muito tempo. Solto uma risada final ao sairmos de minha sala.

-tem um jeito ... e eu sei que você vai adorar.  Ela se vira para mim.

-pode aposta que nem um jeito eu vou esquecer Alison.  Digo agora seria.

-já disse que tem sim. Ela se aproxima e junta nossos lábios. 

Eu não sei o que eu faço...

Apesar de saber muito bem ...

Não o caso de beijar de volta ...

E sim de recuar.

Ela percebe que eu não estou correspondendo ao Beijo e se afasta.

-Desculpas emily! Ela diz mas não parecia nem um  pouco mal.

-só sai daqui por favo e não repita mais. Digo seria depois de passar a manga de minha blusa em meus lábios.

Ela até dar uma rugido baixo de desaprovação. 

E sai da minha vista.

O que é que esses a dolentes de hoje em dia tem na cabeça? 

Tudo que eu quero agora é concerta tudo com Ali e samara só faz piorar tudo. 
Povs Alison.

Ao ver aquela sena dar uma vontade de vomitar.

Emily nem espera para vê se volta comigo ...

Mas olha o lado bom ...

Tenho mais um motivo de fazer a vida daquela infeliz um inferno.

Eu já faço a vida de alguns um inferno ... imagine dessa aí ...

Só digo uma coisa, se aquela vadiazinha pensando que vai ter emily ela tá nem doida.

E outra ... Se Emily pensa que vai me trocar pra ficar com essa aí muito menos ela está doida, e eu vir ela limpando a boca depois do “beijo”.

Ah céus, porque eu fui pedi um tempo ... Não podem nem esperar um dia que já caem para cima da minha mulher. 

Credo ... pensamento de caminhoneira. 

Eu dou meia volta e vou para a minha sala.

O que é daquela está guardado ...

Já em um dos corredores,  eu vejo lá nos fundos uma Spencer correndo feito doida chorando.

Sabe aquele momento em que você pensa.

Vai dar merda,  vai dar merda,  vai dar merda ...

Deu merda.

Isso mesmo...

Eu sei que coisa boa não vem aí. 

-Ali-alison ... ela diz ao me abraçar. 

-Oi ? Pergunto. Ela se afasta e vejo seus olhos inchados. 

-o-onde está a ... 

-Emily ? Na sala dela ... Por quê? 

-ah ... ah ... a Maya...

-Spencer ? Olho para trás e vejo Emily correndo em nossa direção,  e ao chegar por perto abraça Spencer. -o que aconteceu ? Emily parecia preocupada ... parecia não ... estava preocupada.

-ah Maya!  Ela diz e meu coração e perde uma batida.

-o que tem a ver ela ? Emily pergunta olhando para mim.

-deram uma pancada na cabeça dela ... muito g-grave.  Ela tentava controlar o choro. 

-diga logo Spencer ! Peço já sem paciência. 

-ela está em coma no hospital pós alguém deu uma pancada em sua cabeça. 

Deu merda

-Toby ganhou uma ligação anônima dizendo sei lá o que ... e ao chegar lá ele viu o chão todo sangrando e ela lá no chão e ... vai pro hospital emily! Ela pede e eu a olho incrédula.  -ciumes não ... Não agora.   ela diz olhando para mim

-eu volto quando puder. Emily beija minha testa e eu passo a mão com nojo.

-não venha me beijar quando beija outra Emily!  Digo entre os dentes. Ela me olha assustada.

-Mas o que ...

-Vamos Emily!  Spencer grita já a puxando.
Arg ...

Deus que me perdoe mas ... bem que Maya poderia ter morrido.
-
Pov’s Emily. 

Ninguém sabe o que realmente aconteceu. 

A única coisa que se sabe é que Maya está em coma.

Toby estava aqui e disse que a viu com temporã sangrando. 

E ainda não descobriram o que deve ter batido ou quem.

Mas eu não consigo ficar pensando em Maya. 

Porque agora na vida ela só tem eu e Spencer ... de amigas.
O resto? 

Nem sei ... Já que os pais morreram.

Eu apenas fiquei aqui sentada nesse sofá consolando Spencer, ela era muito amiga dela .. É. 

O que não sai da minha cabeça e se Alison viu o beijo ...

Claro que viu ou idiota !

Logo agora que eu queria me ajeitar com ela ... acontece essas coisas.

Ah meu deus.
-
Pov’s ali. 

-você não tem nada com isso né Alison?  Aria pergunta a mim.

-relaxa gata, não tenho nada a ver ... olha lá a piranha vindo.
Digo para Aria ao ver a tal de Samara andar pelo corredor.

-Oi?

-olha só.  Digo me encostando nos armários. 

E na hora em que Samara passou eu pus um pé para ela cair, e ao se chocar contra o chão ainda joguei o refrigerante em cima dela bem devagar molhando sua blusa branca. 

-Oh ... Desculpas não foi por mal. Digo fazendo a maior cara de bitch. 

Ela me olha de olhos arregalados.

-por que você fez isso? Ela parecia que ia ... chorar?

-Sai de longe de Emily ... ou coisa pior que isso pode acontecer. Digo entre os dentes. – agora se levante carrapicho. Digo vendo ela se levantar com seus livros ensopados. 

-você é cruel. Diz Aria. 

-cala a boca que vir você rindo.  Digo rindo com ela.
Pov’s Aria.

Por mais que eu não aprove isso...

Tenho que concorda que foi engraçado. 

-tem tudo bem meu amor.  Diz Spencer no celular. 

-tem certeza?

-claro, emily está comigo.

-vai passar a noite aí ? Pergunto.

-hm ... infelizmente vou.  Ela diz.

-te mudo bem, Beijo Tchau.  Desligo.

Eu estou mesmo chateada.

Eu mal tenho tempo ao lado de Spencer. 

E isso me chatea 

-vejo que em apenas um dia já retomou seu trono. Diz Lauren a Alison. 

-isso ... e olhe que nem fiz nada para a Cebello ... e aliás, o por que de vocês andarem juntas tanto tempo ? Alison pergunta.

-fazemos aulas juntas e agora somos amigas. Ela diz corando.

-amigo do meu aliado aliado e. Diz Alison e Lauren arregala os olhos. -estou brincando lolo, esta tudo bem, e você está gostosa em ... emily que não me escute mais esta. Ela brinca

-pior. Digo 

-brigada meninas e até a saída.  Ela diz entrando em sua aula e eu e Alison partimos para as nossas.

-que cara e essa? Pergunto para Ali. 

-cara de quem vai ter a mulher todos os dias no hospital por causa de ex. Ela diz como  o tom rude.

-mas a Spencer vai esta lá e nem tô reclamando. Brinco

-e mas ela não era ex de Spencer, e além do mais você está chateada com  isso. Ela fala ao se sentar do meu lado.

-quem disse?

-eu te conheço safada!  Depois do bico ao desligar na cara dela não tem como negar. Ela aperta meu nariz. 
Pov’s Alison. 

Ando pela rua agora umas .. sei lá 7h da noite

Aria vai passar a noite com Spencer no hospital ...

Emily não vai ficar ... seu “plantão” e amanhã.

Não sei para quer isso ... sério. 

Se ela está em coma não precisa de ninguém lá ... Não me levem a mal.

Eu entrei em um bar para pedir pelo menos uma água. 

E percebo um certo rostinho virando o copo. 

-Han?  Pergunto e a mesma vira. 

-Heeey Ali!  Ela diz alterada. Eu me sento ao seu lado sentindo o cheiro do álcool.

-por que está aqui? Pergunto.

-Saudades do Damon. Ela diz e começa a chorar.

-que legal né hanna!  Venho aqui pensando que vou em diverti mas já sei que vou passar a noite toda te consolando.  Digo brincando. 

-eu ... eu já estou indo pra casa! Pode ir só.  Ela diz.

-esse é o tal bar? Pergunto olhando ao redor.

-sim, até parece que foi ontem que eu vir você ... courtney jogada no chão ali. Ela aponta a um determinado lugar vazio.

-vem vamos embora.  Digo 

-não pode ir ... eu estou esperando o táxi. 

Ela diz e eu a olho desconfiada.

Mas eu deixo ela aí. 

Por mais que eu ame Hanna ... Hoje não tenho cabeça para nada... a não ser lava as roupas.
Pov’s Emily. 

Cheguei em casa até sentir um perfume conhecido. 

Mas deixei de lado.

Fui tomar banho bem demorado para pensar em tudo ... que saber? Eu não vou pensar mais em nada não. 

De roupão e cabelos molhando saio do banheiro me deparando com uma Alison bem deitada na minha cama no meu celular. 

-tá fazendo o que aí?  Pergunto

-só vendo seu Facebook Twitter, wpp ... coisas besta. E obrigada. Ela diz ao se levantar. 

-por ?

-por não tirar o relacionamento do Facebook comigo. Ela diz atacando meus lábios. 

-Ali. Digo.

Por mais que eu queria seus lábios contra os meus ... Nos temos que conversar.

-cala a boca. 

-mas Ali ...

-Cala a tua boca. Ela diz ao me jogar na cama

-o que é isso? Pergunto ao ver ela se sentando na minha cintura.

Alison me dar um tapa bem ... digamos forte em meu rosto. 

-se falar apanha. Ela diz ao atacar meu pescoço

Seria mentira se eu dissesse que não fiquei excitada em pouco tempo.

Não ter Alison sendo ela mesmo era muita tortura.

E agora ter ela aqui, e parecia com raiva ao atacar meu pescoço dando cupons fortes, e se roçando em mim era tortura de mais.

Eu sei que temos que conversar ... e muito... mas esperai ... Quando foi que ela tirou meu roupão e já está atacando um dos meus seios ?
Agr ...

Eu mal consigo pensar direito quando sua língua quente está circulando meus mamilos.

-A-Ali.  Tento lhe chamar atenção e logo um gemido sai de minha boca ao escutar um tapa bem forte em minha coxa que com

certeza a vai deixar marca.

O pior de tudo rã que eu estava gostando dos tapas

Muito corpo ardia como um vulcão,  Alison me deixava assim, meu corpo está febril pela tamanha excitação, meu íntimo molha cada vez mais e mais, e uma pulsação enorme em meus clitóris a chamando.

-senta na minha cara.  Diz Alison autoritária ...

-como ? Pergunto

-senta na minha cara agora Emily!  Ela praticamente grita.

Ela se deita e eu ainda um pouco receosa vou me aproximando ... eu nunca fiz uma coisa dessa ...

Eu não conseguia olhar para a cara de Alison com a tamanha vergonha que eu sentia.

-Olhe para mim. Ela pede com o seu olhar firme contra o meu.

Minhas mãos se apoiam da cabeceira de ferro da minha cama.

A tamanha excitação não consigo controlar ao ter a respiração de Alison em meu sexo. 

Com seu olhar sério para mim ela começa a “saborear “ meu íntimo me fazendo gemer alto e fechar os olhos.

-Não feche os olhos ! Ela pede ao dar um tapa em meu bumbum.

Ela começa a chupar meu sexo um tanto brusco e gostoso me fazendo rebolar em sua boca, e mais um gemido sai de minha

boca ao sentir seu nariz roçar em meus clitóris. 

Sua língua fazia a maior festa, passando por todo o meu íntimo, e eu até sinto ela fazer alguns desenhos, quando eu sinto ela penetrar sem aviso logo três dedos me fazendo gemer e aperta na cabeceira da cama com força. 

Eu sinto a excitação de meu íntimo descer pela minha coxa de tão molhada que estou, e acabo cavalgando sobre sua cara e seus dedos quanto ela chutava lento meus clitóris. 

-A-A-Ali ... eu tentava avisar que iria chegar lá,  o que a fez aumentar a velocidade das estocadas e seus cupons em meus clitóris,  e não demorou muito para mim chegar no ápice. 

Ao cair ao seu lado me cobrindo com os lençóis eu a olho de olhos fechados. 

-isso não significa que vamos voltar.  Ela fala e eu arregalou os olhos.

-nós vamos voltar sim. Digo seria e ela abre seus olhos e agora me olha.

-não é você que escolhe isso. Ela diz

-e sim, olha ali ... Vamos deixar tudo que ... que passou de lado e focar no agora. Eu não quero mais viver sem você ao meu lado, as vezes eu choro sabendo que você não está comigo.  Digo sentindo uma lágrima cair pelo meu olho, sinto seu polegar limpar a mesma.

-mas ... e samara?  Ela pergunta. 

-negócio de samara Alison,  nem uma chega ao seu seus pés,  e você é única,  e é você que eu amo, e eu não suporto mais isso ... mal termino de falar e sinto seus lábios contra o meu e um roçar gostoso, até sentindo o meu próprio gosto em sua boca.

-viu como você é gostosa. Ela solta uma risada.

-você é bipolar. Digo seria o que a faz rir mais.

-não quero ver você perto de samara. Ela diz seria.

-Você só é apenas uma vizinha com quem acabo de tranzar 
 ... Então você não tem direito a nada. Digo me virando e ficando de costa. Eu sinto ela me abraçar

-então nós voltamos ... e não quero ver você perto dela. Ela beija minha nuca.

-agora eu e que não quero mas voltar. Digo sentindo ela sorri contra meu ombro.

-deixa de besteira, você use tanto quanto eu, e te amo. Ela beija meu pescoço. 

-eu te amo.
 


Notas Finais


Spoile ... próximo CAP maya acorda e Alison e presa.


Próximo CAP ... sábado . Bjaao

Eu sei que o CAP tá fraquinho .. MS prometo melhorar nos próximos ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...