História Uma amizade eterna? - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~lafya

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Aventura, Luta, Morte, Suspense
Visualizações 14
Palavras 1.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem eu e Yela estávamos querendo fazer uma fanfic juntas ah um tempo.

Capítulo 1 - Introdução


Fanfic / Fanfiction Uma amizade eterna? - Capítulo 1 - Introdução

Hong Kong- Sai Kung 15:27 p.m]

AUTORA ON
A casa dos Min estava lotada por um simples fato ,hoje seria o casamento do filho mais velho do Magnata da familia ,Min Hyunk. O filho mais velho do homem ,se chamava Min Sen-Hi e iria se casar com a filha do magnata antes concorrente e agora aliada ,Choi Eun-ja. Os dois não se amavam ,mas não teriam escolhas ,foram anos de guerra entre as duas familias ,e a única coisa que os pararia seria uma aliança , a qual só se fazia de uma maneira ,casamento arranjado.

A filha mais nova do Magnata Min estava na sala de estar principal da mansão a espera do pai e irmãos ,principalmente irmãos. A mais nova nunca se quer viu seu irmão mais velho Yoongi ,por conta de seu trabalho ,que alias não a deixava descançar. Ela era a melhor assassina particular da empresa de seu pai. Ela sempre se entusiasmou com esse trabalho quando via os capangas de seus pais voltarem de missão ou pelo menos os fazendo em sua frente. Seu pai nunca a quis nesse mundo de disgraça ,mas a escolha foi plenamente dela.

O magnata Min estava ao lado de sua filha mais nova enquanto conversava com alguns capangas por mensagem em seu celular ,e bufou de frustração quando leu a notícia que aqueles imprestáveis o deram. 

A mais nova o olha e sorri em forma de mostrar que ele devia se acalmar. Enquanto isso ,pelo corredor que se dava acesso a sala de estar protegida por vários segurança ,capangas de seu pai ,um homem alto de cabelos negros caminhava entre eles e quando chega a sala ,se senta ao lado do mais velho e da mais nova.

-o que aconteceu irmão? ~pergunta a mais nova com uma sobrancelha arqueada.
-nada ,só o fato de estar inritado ~diz o garoto em forma de deboche.
-não fale assim com sua irmã Sen-Hi ~diz o magnata inritado já com a audácia do filho.
-certo pai ,não é por que ela é sua preferida que pode só se preocupar com ela ,vou me casar e você nem ao menos está feliz com isso~ diz o mesmo com uma certa inritação na voz.
-não é como se você também estivesse~diz a mais nova se aconchegando mais no sofá da sala.
-não importa ,se vai parar essa matança com os Choi ,eu fasso ~diz o garoto elevando um pouco a voz.
-não levante a voz para sua irmã ,ela está certa ,você decidiu isso ,agora aguente as consequências ~diz elevando a voz.
-eu estou cançado com essas brigas bobas entre vocês ,negócios são negócios ,e vocês levam isso a serio de mais ~diz o jovem agora imitando a irmã e se aconchegando no sofá ,ele repara a inquietação no mais velho e resolve perguntar ~oque houve pai?.
-Aquela traficantesinho insignificante ,resolveu nos desafiar e matou vários homens nossos essa manhã no armazém 15 ,levou todo o estoque ~diz recebendo um olhar insignificante da filha e indiferente do filho.
-Não se preocupe pai ,com essa nova aliança ,podemos usar como ajuda e pegar ele de uma vez~ diz o mais novo o reconfortando-o.
-talvez ,mas isso fazemos depois de sua lua de mel ,já que vamos para Seul como férias temporárias ~diz o mais velho se aconchegado igual aos filhos no sofá.
-Ele foi para Seul?~ diz a mais nova se entrometendo novamente.
-Sim ,mas nós vamos de atrás.

Antes que alguém falasse algo ,a conversa morreu pelo fato do mais velho receber uma ligação e ter que atende-la já que era ,segundo ele ,de extrema urgência. Deixando os mais novos na sala conversando de assuntos aleatórios ,e aonde a mais nova descobriu que veria pela sua primeira vez ,seu irmão do meio ,Min Yoongi mais tarde ,já que o mesmo estava atrasado como sempre.

[Hong Kong-Stanley 15:27 p.m]
Hoje era o casamento da filha mais velha do Magnata da familia Choi , Choi Dae-Hyung e de sua esposa Choi Yon. Os mais velhos não estavam nada felizes por darem sua amada filha para um estranho e reconhecido ,filho de seu novo aliado. Da familia Choi ,que era extremamente pequena ,só iriam comparecer ao casamento os amigos e parentes mais próximos e exclusivos ,e entre eles estavam ,Choi Samara ,mais conhecida com Iggwa que era a filha mais nova do casal e a melhor assassina da empresa de seu pai ,Jung Hoseok ,namorado atual da mais nova e alguns amigos que não são importantes a citar ,sem contar é claro ,o casal de magnatas. 

A filha mais jovem do casal ,estava se arrumando para a festa de casamento com a noiva ,sua irmã ,enquanto conversavam sobre assuntos peculiares.

-Vai continuar nessa vida depois de hoje? ~pergunta a mais nova tentando colocar uma gargantilha de ouro muito bonita.
-não sei ,não pense nisso ainda ~diz a mais velha chamando a irmã com um aceno para a ajudar com uma gargantilha.
-vão comemorar a lua de Mel aonde? ~diz a mesma enquanto ficava de costas para a irmã colocar a bendita joia. 
-Seul ,e parece que você e nossos pais vão junto ~diz a mais velha fazendo a irmã se virar já que conseguira colocar a gargantilha.
-Não sabemos ainda ,são só negócios simples ,nada de mais ,só um traficante que temos que pegar.
-vai se juntar a missão? ~diz a garota encarando a mais nova com as sobrancelhas arqueadas.
-não ,vou apenas supervisionar.
-claro ,certinha demais ,se eu fosse você eu iria junto ,eles podem estragar tudo ~a jovem se vira novamente para o espelho.
-não vão ,pois se fizerem ,eu extermino todos ~diz com uma certa raiva na voz.

As duas continuam na sala com o silêncio permanecido a espera de seus pais ,e quando eles chegam ,vão diretamente para um Helicóptero estacionado em cima de sua mansão para chegar logo em Sai-Kung.

[Hong Kong Sai-Kung 18:11 p.m]
Na mansão dos Min ,estavam os dois irmãos se arrumando para a festa de casamento a espera dos convidados ,já que para a mesma faltavam menos de uma hora. A mais nova em seu quarto custumeiro de quando estavam lá ,estranho seu irmão que nem ao menos conhecia ,ainda não ter aparecido ,mas deixou isso para lá quando sua amiga Sunye apareceu para acompanha-la na festa inteira. 

As duas se conheceram ainda jovens ,quando ainda estavam em um orfanato ,cuja foi adotada e a mais nova não ,e como se amavam demais ,não perderam contato ,o pai da mais velha Sunye ,vinha buscar toda semana a mais nova para ir visitala e foi um desses encontros no qual conheceu seu atual pai e ele a adotou por ter gostado da mesma.

A mais nova estava vestindo um salto alto quando sua amiga a chama para ir logo para a cerimônia. A festa estava incrível e perfeita ,os convidados todos prontos para a festa e o noivo no altar ,o que faltava era apenas a noiva ,que não demorou chegar em um chamativo Helicóptero com seus familiares.

[..]A cerimônia foi calma e um sucesso ,se não fosse por algo que a estragou completamente .

Pessoas desconhecidas invadiram a casa e começaram um tiroteio com os magnatas e alguns convidados cujo eram assassinos particulares e as filhas dos mesmo que protegiam os convidados civios.

Tiros e tiros eram a única coisa que se escutavam e isso só parou quando o possível líder do motim se retirou do local.

Mas enquanto caminhava pelo gramado a procura de possíveis feridos ,vejo alguém que sempre amei estirada no chão sem vida.

Caio de joelhos e começo a chorar e soluçar enquanto me aproximava e tentava a chamar.

-Suunyee~ digo entre soluços.

Mas alguém coloca a mão em meu ombro e começa a fazer carinho ali mesmo. 

-precisamos conversar ~diz meu pai com uma cara cheia de raiva.

IGGWA ON.
Eu estava em uma sala separada da mansão de meu cunhado com meu namorado Hoseok trocando carinho. Nós nos beijavamos ,só que páramos quando ouvimos tiros. Me separei rápido dele enquanto procurava algo para me proteger causo fosse uma possível invasão ,mas sou segurada pelos meus braços atrás de minhas costas por Hoseok.

-o que esta fazendo Hoseok?.
-Nada Amorzinho ,só te chamei aqui para nossos últimos beijos.
-o que esta dizendo?.
-estou dizendo que te enganei durante esse tempo todo e eu estou terminando com você.

Meus olhos já estavam lacrimejando e para piorar só resultou em um choro com soluços altos ,ele apenas me enganou durante todo esse tempo e ainda por cima tem a coragem de me fazer beija-lo como despedida.

Tudo fica escura de minha parte quando k mesmo da com o cano da arma em meu ombro me fazendo desmair.

RAFAELA ON.
Eu estava a caminho do escritório de meu pai com o mesmo ,era acompanhada por mais alguns seguranças.

Chegamos em sua sala e o mesmo se senta em uma poltrona me fazendo o seguir e o imitar.

-tenho uma proposta para te fazer.
-qual?.
-Quero que vá para Seul comigo para fazer um trabalho.
-e qual seria?.
-Quero que pegue o Traficante chamado Seok e o traga ,vivo claro ,até a mim ,e sei que ira aceitar ,foi ele quem mandou esses invasores ,eles causaram a morte de Sunye.

Reflito alguns segundos para tentar achar uma alternativa de dizer não ,mas eu estava com raiva e rancor que acabei por aceitar uma desição definitiva.

-Su vou para Seul ,e vou caçar e matar se possível esse desgraçado ,senão ,não me chamo mais Min Yela....

Continua


Notas Finais


e aí gostaram? se gostaram desse seu favorito e comentem aqui se gostaram ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...