História Uma amizade virtual (Yaoi) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Escolar, Família, Jogos, Magia, Romance, Sexo, Shounen Ai, Yaoi
Exibições 216
Palavras 269
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Postei esse o mais rápido que pude, pois agora vou escrever assim. Aos poucos, quando achar que tá bom eu posto ♥
Espero que gostem... E por favor, não sejam leitores fantasma, os comentários da fanfic estão caindo muito ultimamente, tô muito mal com isso ;--;
Enfim, não estou lhes obrigando a comentar, mas gostaria muito de ter a honra <3
Espero que gostem e se gostar... COMENTA/FAVORITA :3

Capítulo 23 - O Nada no Meio do Nada


Fanfic / Fanfiction Uma amizade virtual (Yaoi) - Capítulo 23 - O Nada no Meio do Nada

– No jogo existem dez mandamentos básicos para continuar no mesmo... – Uma voz feminina falava, eu não pude ver, pois estava preso. – E o primeiro tenta ser claro e direto, nunca abuse sexualmente ou de algum modo de qualquer player, caso você seja um Deus ou administrador, a punição está ao lado: Seus poderes iriam diretamente para a vítima e logo tomaria posse de seu cargo.

– Não minha Rainha, foi ele que pediu... – Ele falava tremendo.

– Segundo mandamento... Um deus não pode ter quaisquer relações com alguém que não obtenha o seu mesmo cargo. – Ela falava enquanto escutei seus passos chegando cada vez mais próximo. – É com esse pecado, que tirarei seus poderes e passarei para este pobre e indefeso mago ao seu lado. – Ao chegar ao início da frase à voz dela mudava o tom e ficaria tão grossa quanto às dos ogros perdidos nas florestas.

– Eu nã...o quer.

Antes de eu terminar o que eu iria falar eu sumiria dali e aparecia em uma sala branca, eu estava sozinho... Não tinha mais ninguém, na frente tinha nevoeiros fortes e embaraçados tudo que eu pensava era ecoado por aquele lugar, cada pensamento... Eu corria para frente e era como se nunca acabasse, eu iria para os lados e para os outros, e era como se não existisse uma direção correta, nem uma ia me levar a lugar algum, não consegui conter meu desespero e continuei a correr, dessa vez, com meus olhos fechados. Já estava a correr horas e horas e nada, mas dessa vez... Uma esperança, uma cadeira... Um homem sentando na mesma.

ADMINISTRADOR SUPREMO: GOLDEN_LUCAS. NÍVEL: ?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...