História Uma Aposta e um casamento - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Chansoo, Exo
Exibições 72
Palavras 2.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello! Madrinhas do casamento ChanSoo.

Pessoinhas do céu de unicórnios, não vão bater no Tao ele merece apanhar mais não tanto.

Capítulo 2 - Um abdômen.


Acho que essa foi a pior aposta da minha vida, como o Chanyeol pode ser tão bosta? e é claro que ele não vai me fazer me apaixonar por ele.


Okay... ele é muito gostoso até agora estava apreciando o seu abdômen... O que é aquilo? ainda bem que é só meu.


Nunca vou deixar uma vadia tocar nele.


Todos os meus amigos acham que é loucura esse casamento, até Tao que gosta de por lenha na fogueira disse isso.


 Tao me ligou 10 vezes e só foram para falar das roupas que ele ganhou de um "namorado anônimo" eu perguntei o que é namorado anônimo.


Ele disse que você você namora com ele nas mensagens e ganha presentes mais não vê ele.


Tao falou que não aguenta ficar muito tempo sem dar o cu.


Lembrei "sem querer" de uma coisa.


Um dia eu "sem querer" entrei no banheiro e vi a piroka do Chanyeol é a maior piroka que eu já vi na minha vidinha de santa.


Eu contei ao Luhan, ele disse que eu deveria experimentar a piroka dele por que somos casados.


Estou cansado de ver aquele abdômen sem tocar.


É hoje que eu toco naquele abdômen.



Fala para Ludmila que é hoje.



O Chanyeol nem olha para minha cara e isso me incômoda, acho que foi por causa daquela situação no banheiro.


 Chanyeol se deitou do meu lado, tirei meus óculos que eu usava em casos só de ler algo e por que eu fico lindo com ele.


O depósitei na mesinha ao lado da cama, pulei na cama e peguei a coberta.


Vou esperar ele dormi para mim colocar o meu plano em pratica.


Peguei o meu celular e comecei a ver porno, em quanto o Chanyeol não dorme.


Que foi? Ninguém é santo.


Ouvi a respiração do Chanyeol pesada isso quer dizer uma coisa.


Ele dormiu.



Deixei meu celular de lado e fui rolando para perto do Chanyeol, o bom que a coberta não cobria a barriga, puxei a blusa para cima. meu deus!



Fingi estar emocionado. Que barriga maravilhosa! parece que brilha no escuro.


Fiz um circulo com o dedo na barriga dele, comecei a desenhar coraçãozinho.


- Que pena que o Chanyeol não é maravilhoso igual ao próprio abdômen dele - falei baixinho, foi tudo muito rápido, Chanyeol já estava em cima de mim.


- Hoje eu vou te mostrar o meu lado maravilhoso - senti um volume na calça dele, Fechei os meus olhos só sabia a onde que ele estava quando dava mordidas e chupoes pela minha barriga.


- Channie - a minha voz falhou, ele é tão gostoso, meu cu não pode ser dele.


Dar o cu quer dizer compromisso e isso é uma coisa que eu não quero ter com ele.


Agora não. por que depois ele pode me comer todos os dias.


Acho que o Tao colocou algo na última vez que fui na casa dele.


Eu estou tão safado esses dias.



- Chanyeol eu não quero fazer sexo com você - Dei um chute de leve na perna dele - Você fede a bebida - Pior que foi agora que eu percebi isso.


- Eu amo o Baekhyun - Pohhhaaa, Quase esganei ele, estamos no começo de um sexo e ele fala que gosta de outro


- Toma no cu - Xinguei mesmo - vai dormi no sofá - ele negou com a cabeça e fez biquinho como uma criança - o Baekhyun esta lá no sofá te esperando - os olhos dele brilharam só que negou - e esta pelado - ele saiu correndo - Mula - gritei.


 Traamnquei a porta do quarto e Corri de volta para a cama.


Ouvia o Chanyeol gritar para abrir a porta.


Como diz o ditado: Ele se fudeu.


                                ~•~


Senti o cheiro de que fiz merda.


já acordei lembrando do ocorrido de ontem, eu mereço um prêmio.


Me levantei, mal conseguia ficar de pé. fui tropeçando até o banheiro.


Me troquei coloquei uma roupa Simples.


Desci as escadas com o meu chinelo havaianas.


Olhei para a cozinha e ela estava o demônio, carne e osso tomando o café da manhã.


Rezei três vezes para quem me ouvisse, na realidade só Senhuna me ouve.


- Amém - falei como um sussurro, me sentei longe de Chanyeol.


Não de proposito... Longe disso.


- Bom dia - ele disse, coloquei a mão no koração, a primeira vez do mês que ele diz um "bom dia" Senhuna faz milagres.




- B.bom dia - gaguejei, que merda de vida! ele me olhou por alguns segundos o ignorei e comecei a comer bombons.


- Eu não me lembro do que aconteceu ontem - me engasguei com o bombom comecei a tossir - pode me contar? - bebi um pouco de suco mais não adiantou - Você está ficando roxo - Chanyeol é muito tapado, quando ele percebeu que eu tinha me engasgado ele correu e me deu tapas nas costas, o bombom saiu da minha boca.


Bebi um pouco de suco do Pororo


- Chanyeol, você tentou transar comigo - Vou deixar em off que eu estava tocando a barriga dele, ele me olhou tipo "WTF" - eu disse para você que eu não queria - isso é verdade - aí você disse que ama o Baekhyun - ele ficou sério e voltou a se sentar na cadeira.


- Hum - ele disse e voltou a me ignorar.


- Filho de uma boa mãe - xinguei baixinho, eu bem que poderia fazer ele sofrer um pouquinho.


Preciso sair! Mas pra onde?


Meu celular vibrou.


Era mensagem do Tao.


" Kyung, Eu conheci o meu namorado anonimo, Dorme na minha casa hoje, corre por que é ataque"


Fiquei feliz, pelo menos eu não vou ter que olhar para a cara do Chanyeol.


- Vou dormi na casa do Tao - me levantei e me retirei.


Ouvi o Chanyeol me chamar, Parei.


- Você.. ontem - Será que ele se lembrou? - esqueceu de lavar a roupa - Quase me matou de susto.


- Amanhã eu lavo - Fui para as escadas.


Peguei algumas roupas simples, Chanyeol ficou encostado na porta me olhando. fechei a bolsa, passei por ele.


- Eu não quero que você vá - ele disse - Não quero ficar aqui sozinho - Olhei para ele tentando decifrar o seu rosto.   


- Assim que eu me sinto quando você não esta aqui - me virei para a escada - sozinho - peguei as chaves do meu carro e fui embora.



                              ~•~


Tao me contava o que tinha acontecido no encontro que ele teve com o tal "Namorado anônimo" e sempre que eu comentava algo ele me olhava com raiva.


- Eu cheguei divando na cafeteria, aí eu olhei para os lados procurando o meu boy e adivinha quem é ele - ele me olhou.


- Não sei... O seu ex que te traiu? - levei um tapa na cara por causa desse comentário.


- O amigo do Chanyeol, Kris..



- O QUE? - Aquele tal de Kris.... ele sempre foi um filho da puta tao se completa com ele.


- Ele disse, que gostava de mim faz um bom tempo - ele deve ter fumado o mato todo de seul, ele só fala besteira - sabe aquela festa que teve na empresa do Suho - Pior festa que eu fui, eu bebi bastante e fiquei me esfregando nos meus amigos - então eu dancei e peguei algumas pessoas - algumas? você passou o rodo na empresa - ele gostou do meu jeito e disse que se apaixonou por mim - só concordava com a cabeça.


-Hum, me pergunto com ele se apaixonou por uma puta igual a você - ele colocou a mão no peito fingindo estar magoado, Falsiane.


- Nossa KyungSoo isso entrou no coração - Bufei, esse ator de quinta categoria.


- E vai sair pelo cu - Falo mesmo - Agora vê se para de ficar dando o cu e se contenta com uma piroka.


- Eu sou santa - Santa? Cadê? - Fala em santa do pau oco - ele beliscou um pouco de vinho - O luhan me disse que o Baekhyun esta morando nas boates - ele que se foda, na realidade ele já tem várias pessoas para o foder.


- Caguei - Revirei os olhos.


- Chanyeol esta te ignorando? - como ele sabe? quem é o vidente é o Lay, não ele.


- Esta e eu estou com muita raiva - ele disse um "hurum" liguei a televisão só estava passando filmes repetidos, assistia Harry Potter em quanto Ztao ficava com alguém no celular.


Deve ser o Kris.


Viado.


- POHA - Tao gritou olhei para ele assustado, ele me jogou o celular dele - O Chanyeol esta na balada com o Baekhyun - olhei para o celular e tinha uma foto do baekhyun com o meu Chanyeol.


- Quem te enviou essa foto? - Gritei.


- Um ex meu - Ai meu Anus.


- Vamos buscar o meu marido agora - É hoje que o vai ter treta e das melhores.


                               ~°~



Entrei nas melhores baladas de seul, isso não importava para ninguém mais essa balada também tem a fama de ter muitas putas e melhores transas o que é a pior notícia.



- Tao você vai procurar ele por aí em quanto eu procuro nos quartos dessa porcaria - Ele concordou.


Ainda bem que o tao veio comigo. ele Sabe brigar melhor que eu, fui em direção ao quartos da balada, quando eu pegar o Baekhyun vou fazer ele um viado morto e pior castrado.



Nos quartos só tinham casal hétero, pior coisa.


Encontrei um quarto com gemidos de puta, segurei na maçaneta, não estou pronto.


Mais ele é o meu marido e não posso ser o chifrudo da relação.



Mandei uma mensagem para o Tao dizendo que eu encontrei eles.


- Amanhã será um novo dia - Sussurrei para mim mesma. Abri a porta Baekhyun estava de quatro na cama e Chanyeol o penetrava.



- ACABOU A PUTARIA - Deveria ter filmado a cara deles, peguei as roupas do meu homem - Se veste - joguei a roupa na cara do Chanyeol - Se eu fosse você Baek eu sairia antes do Chanyeol te amassar e jogar fora igual lixo - Doeu? Deve ter doido.


- Está fingindo ser a mulher dele agora? - Fingi rir.


- Querido se eu estou usando a aliança da família dele - Mostrei mesmo que era de diamantes - Quer dizer que é eu sou a mulher dele de verdade - Baekhyun tentou ir para cima de mim, só que fui mais rápido.


Vou arrancar todos os fios dessa cabeça suja.



Dei um tapa forte na sua cara ele me jogou na parede e me chutou na barriga.


- Acaba com ele - Tao gritava na porta.


o joguei ele em cima da cama e fiquei por cima dele. comecei a dar vários tapas na cara de pau desse garato.


Baekhyun me arranhava, estava sangrando mais como diz o ditado:


CAGUEI


O satansoo desceu em mim comecei a desferir vários socos e tapas nele, ele ficou por cima de mim mais não adiantou.


 Tao pegou uma garrafa de vinho que estava jogada no quarto e bateu na cabeça dele.



Baekhyun não aguentou e desmaiou na hora.


- Isso amiga - Falei para o tao, sorri - Chanyeol? - ele estava no chão desmaiado eu esgano ele.


- Vamos levar ele no meu carro - Tao disse - Vou te levar para casa - Concordei com a cabeça.


- Por que você demorou? - olhei para o lado e vi o ex dele brotar na porta - Nem precisa explicar - Em quanto eu estava aqui brigando ele estava transando com o ex - Me ajudem a carregar esse poste.



                             ~•~


Jogamos o Chanyeol na minha cama, ele era realmente pesado, Tao foi embora com o ex dele, na realidade eu estava cansado e ainda tenho que tomar banho depois desse dia.


Entrei no banheiro e tomei banho de água gelada.


O que eu fiz?


Odeio Park Chanyeol.


Comecei a chorar e tudo piorava quando você tem que olhar para a pior pessoa do mundo e da galáxia.


Me troquei e desci para beber um pouco de vinho.


Chorava em quanto bebia já tinha passado das 4 da manhã.



- KyungSoo... Vem dormir - Chanyeol disse, continuei a beber e o ignorei.


- Eu não quero dormir com uma pessoa suja igual a você - falei como se estivesse cuspindo aquilo - ainda sinto o cheiro do Baekhyun em você - coloquei mais um pouco de vinho, mais já tinha acabado.


Taquei a taça de vinho no chão.


- KyungSoo, não sei por que esta com raiva sendo que na realidade não temos nada - meus olhos dói de tão inchado por causa do choro.


- Verdade, mais sabe estamos casados e como posso te fazer se apaixonar por mim se você estava com a puta do Baekhyun - Falo mesmo, ele não vai estragar a minha dignidade - Chanyeol, eu não te entendo.... Quer saber? Eu vou me deitar e vou te tratar da mesma maneira que você me trata - fiz uma pausa - um lixo - ele foi até mim e me abraçou.


- Eu estava ocupado por que estava ajudando o Luhan e o sehun a adotarem um filho que me esqueci de você - Sehun? Luhan? filho? - eles queriam segredo, por isso estava seco imagina aqueles dois cuidando de um filho - Sorri de lado - me senti tão sozinho que peguei o Baekhyun.


Estava tentando raciocinar.


Luhan e sehun tendo um filho?


Nunca


- Eu... me desculpa - abracei ele mais forte.


-Eu sonhei que você tocou a minha barriga.... 


Notas Finais


Como fiz o Ditado:

Fazer o que, né?

Então foi isso...

Aquele abdômen do Chanyeol dever ser uma gracinha que pena que eu fui proibida de tocar nele... Não vou citar nomes né KyungSoo?

:') Chorando.


Bye pessoinhas do meu koração de Ztao


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...