História Uma Aposta e um casamento - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Chansoo, Exo
Exibições 58
Palavras 2.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello, Espero que gostem desse cap, Pessoinhas do meu coração rezem os três terços pelo KyungSoo.

Amém.

Capítulo 3 - A carta de Byun Baescrota.


Fanfic / Fanfiction Uma Aposta e um casamento - Capítulo 3 - A carta de Byun Baescrota.

Eu expliquei para o Chanyeol sobre esse sonho estranho que ele teve de mim fazendo carinho no abdômen.


Eu disse que é falta de cu.


Depois disso voltamos ao normal ele me ignorando e eu ficando irritado com isso.


 Eu nem contei para os meus pais sobre esse casamento e a minha mãe sabe que eu odeio o Chanyeol.


Se ela souber que eu me casei com ele por causa de uma mera aposta eu apanho de vassoura.


Pior que eu vou apanhar mesmo. 


Ainda por trás eu levaria um tapa nas costas do meu pai.


Estou jogado no sofá, assistindo "Se beber não case" Só que invés de eu beber, eu fiz uma aposta.


 O bendito celular começou a tocar a musica do BTS.


Já ate fiz macumba para o meu bias do BTS se apaixonar por mim no show deles...


Meu amado celular esta em cima da mesa e eu no sofá.... Quais são as chances da pessoa ligar de novo?


E novamente começou a tocar.


O nome da minha mãe aparecia na tela - Droga - atendi e esperei a bronca.


- KyungSoo? Por que você não me disse que vai se casar?- como ela descobriu? Só se ela ainda tivesse o contato do Luhan.


Aquele fofoqueiro! Também vou espalha que ele vai adotar um filho.


- Eu não quero você no meu pé - Vou ser honesto, é hoje que eu vou morrer mesmo - Mãe agora não é uma boa hora - ela suspirou, deve estar pensando em fazer alguma macumba.


- isso é verdade, eu não te largaria - ela fez uma pausa -KyungSoo eu te carreguei na barriga você acha que eu não te conheço? Você deve estar jogado no sofá e assistindo um filme -Todo mundo que me conhece também saberia isso - você esta feliz? - se ela soubesse como eu estou me sentindo.. 


- Mãe eu estou feliz e Parabéns você me conhece - fui para a cozinha e peguei uma taça para beber vinho.


- eu.. sinto muito - ela disse, ouvia os soluços dela - eu deveria estar aí para ver o meu genro - Pelo amor de Senhuna.


- Mãe... não é a sua culpa - eu que deveria estar chorando, não ela - Vamos fazer assim... eu e o Chanyeol vai aí ficar alguns dias - ouvi um silêncio do outro lado da linha.


- CHANYEOL? KyungSoo você odeio o Chanyeol por que vai se casa com ele? - Pelo amos das portas.


- Para você vê como o mundo da voltas -soltei uma risada - Eu amo ele mãe - Mentira. Mais como diz o ditado :


Fazer o que né?


- Se você o ama... O que eu posso fazer? - ela esta aceitando... Merda! ela esta aprontando alguma, eu conheço a senhora D.o - Eu quero você amanhã aqui - Quantos anos eu tenho? 1? Affersom.



- Tchau - Desliguei na cara mesmo, que cu e rola grande.


Me joguei no sofá novamente é hoje que eu viro espetinho de Satansoo.


Meu celular começou a tocar.


Bebi um gole do vinho.


- Quem é o demônio dessa vez? - o nome do Tao apareceu na tela... Deus é pai dos oprimidos.


- AMIGA - Lá vem - O KRIS ME PEDIU EM NAMORO - Fui obrigado a afastar o celular do meu ouvido, meu ouvido já esta sangrando com o grito dessa bixa - ELE DISSE QUE QUER ME FAZER A PUTA MAIS FELIZ DO MUNDO - Ele disse puta? eita quer dizer que ele percebeu que o Tao é puta... Amém.


- Parabéns Tao - Nem sei o que dizer - Por favor não o traia - ouvi um choramingo do outro lado da linha.


- Achava que você não me conhecia - É só o que me faltava - Não vai fazer mal da o cu e também falando em cu, cadê o Chanyeol? - Verdade o Chanyeol é um cu.


Mais é o cu mais bonito que eu já vi.


- Ele esta no quarto "misterioso" dele - Ele murmurou um "hum" - Minha mãe quer conhecê o Chanyeol.... na realidade ela já o conhece - ouvi um barulho estranho vindo do quarto "misterioso".


- Eita, se bem que eu conheço a senhora D.o e sei que ela vai querer que ele seja mais perfeito que eu - Comecei a rir - Acabou de passar um deus grego do meu lado - não entendi.


- Deus grego? - ele suspirou.


- Por que ele não existe - me engasguei com o vinho.


- Essa cantada saiu mais bosta que a sua vida, se isso pode se chamar de cantada - Ouvi mais um barulho estranho vindo daquela quarto


- D.o Kyung....


- Tenho que ir - Desliguei e fui na direção do quarto, Chanyeol me proibiu de entrar naquele quarto.



Fui obrigado a jurar de pé junto.



Mais eu sou tão curioso...



Abri a porta do quarto, ouvi a voz do Chanyeol cantando a música que eu mais amava na minha vida e que fez parte não só da minha mais também a do Chanyeol.


Ele tocava o violão que eu mesmo tinha comprado quando estávamos no ensino médio, ele não tinha condição e ele falava tanto de que queria um e tal.


E agora ele esta aqui na minha frente o tocando e cantando, a música que ele cantava parecia mais um de seus devaneios.


Chanyeol sempre foi tapado.


Ele percebeu a minha presença, ele parou e me olhou por alguns segundos.


- Eu ouvi barulhos e achei que estivesse tendo um ataque aí eu pensei em vir aqui te salvar - ele me olhou sério - Chanyeol - suspirei - A minha mãe ligou - fingi que estava chorando - ela quer nós na casa dela amanhã.


- Eu conheço a sua mãe a décadas, ela vai querer que nós seja um casal perfeito. Só que ela é uma boa mulher tirando aquelas revista que ela guarda de homens com barrigas - dei risada, puxei ela com essa coisa de vicio por barrigas.


Sou mesmo Maria hashi.


- Ata.... então você pode... sabe? fingir? - ele confirmou com a cabeça e deu un sorriso - Você escreve músicas? Posso ver? - fiz cara de cachorrinho sem dono.


- Pode. eu ainda não terminei algumas - fui até ele e ele me deu o caderno dele cheio de letras de músicas - Também sou bom como DJ - Minha boca

se formou em um "O".


- Maravilhoso - os olhos dele brilhou - essas músicas... você deveria aprofundar nisso - uma lágrima desceu no seu rosto, ele a limpou rapidamente - desculpa se eu disse algo...


- É que ninguém me apoiou e ouvir isso de alguém que me odeia é mesmo estranho e bom - isso foi realmente estranho eu nunca parei para pensar em como o Chanyeol poderia ser bom em outras coisas, só em como ele é um filho da puta.


- Chanyeol você lembra daquela apresentação que teve na nossa escola e foi aí que nós nos conhecemos? - ele concordou com a cabeça - Achei que você tivesse quebrado o violão..



- Não, acho que é por que me trás lembranças boas e ruins - ele deu um sorriso triste, não aguentei e o abracei.


Ele não respondia o abraço. 


Me levantei da cadeira rapidamente.


- Vou fazer a minha mala.. 


- Kyung... eu sei que essa nossa relação, eu não sei qual é a nossa relação agora, mas eu não quero que você saia do meu lado - dei risada.


- Nunca e pode esperar sentado, por que você vai perder essa aposta - ele fez cara de satisfeito.


Ouvi gritos e alguém chutando a porta da minha porta forte, Quem é a desgraça que esta fazendo barraco na minha porta, fui correndo até ela.


Olhei no olho mágico.


Apareceu a imagem do Tao.


- ALGUÉM ABRE ESSA PORTA! SE NÃO EU VOU ARROMBAR - ouvi gritos, vindo de fora


-VOCÊ JÁ É ARROMBADO - Pior que é mesmo, destranquei a porta - MAIS QUE POHA É ESSA - eu disse, ele me empurrou e já foi entrando - Onde esta a sua educação? deve ter deixado no pau do Kris - Oshi, odeio barracos, mentira.


- Você desligou o telefone na minha cara sua víbora - dei risada - Que foi hiena? - Odiei o apelido .


- O que você quer? - Odeio enrolação - se for o meu carro, desiste - ele deu risada.


- Eu quero que você minta ligue para o meu chefe o Xiumin e diga que eu estou doente - faço qualquer coisa para não ter que aturar as loucuras de Tao.


Ele me entregou o telefone e procurei na agenda o nome do Xiumin esta " Chefinho gostoso" como ele sabe? ele nunca experimentou - dei risadas, toquei para ligar para ele.


- Tao! A onde você esta? 


- Desculpe, eu sou o amigo e ele não esta se sentindo bem.


- Deve ser falta de rola.


- Eu também pensei nisso, só que não é só uma e sim várias.


- Quem é você?


- KyungSoo, D.o KyungSoo amigo de Ztao.


- Sou Minseok ou Xiumin, ele fala muito de você.


- Deve falar mal.


- Não... Só coisa boa e principalmente que você é o melhor amigo dele - Agora fiquei emocionado - Eu tenho que ir - ele disse baixo - fala para ele que é pra ele parar de frescura no cu e vin trabalha se não eu vou cancelar o cartão de credito dele da empresa - rindo da desgraça dos outros.


- Okay, tchau.


-Tchau.


Me joguei no sofá.


- conseguiu? - Concordei com a cabeça.


- Mas, ele vai cancela o seu cartão de crédito da empresa se continuar a faltar - ele suspirou, começou a xingar baixinho.


- KyungSoo - ouvi a voz do Chanyeol - Arruma a minha mala, vou ter que sair - ele pegou a blusa de frio e saiu pela porta.


- O viado me ignorou - merece mesmo.


- Como você sabe de moda - ele fez cara de rica - você arruma as minhas malas em quanto eu vejo a do Chanyeol - ele concordou, subimos as escadas e começamos a arrumar as malas. 


O guarda roupa do Chanyeol é mais organizado que o meu.


As roupas dele é de gótico, tinha algumas caixas, será que eu deveria?


 O que custa mexer um pouco nas coisas dele.


Peguei uma das caixas dele que era rosa e tinha alguns corações.


Ali só havia cartas de amor que o Baekhyun dava para ele.


fechei a caixa e a guardei.


Peguei a segunda caixa que tinha vários papéis e comecei a ler alguns.


Alguns eram musicas, mais uma chamou a minha atenção.


Abri a carta.


Era do Baekhyun para o Chanyeol.


Ele mandou essa carta depois de uma semana em que eu e o Chanyeol começou a namorar comigo.


Chanyeol.


Achei desnecessário, Saber que você esta com aquela puta do satansoo, mais quer saber estou cagando para isso! 



Mas ouvir dizer que a sua corujinha esta te traindo.


Então resolvi te contar antes que você pense em levar esse relacionamento de merda para alguma coisa mais seria.


                         De: Baekhyun

                          Para: Chanyeol



Dentro do envelope tinha uma foto do kris me beijando.


Fiquei com raiva do Baekhyun.


O kris pediu para mim beijar ele para dar ciúmes no tao.


Então eu aceitei e nós se beijamos.


Não foi nada demais.


Depois eu descobri que o Chanyeol me traiu com a puta do Baekhyun e desde então temos esse relacionamento de merda.


Aposta é Aposta.


- Parece que você encontrou a carta - ouvi a voz do tao.


- você sabia? - ele concordou - eu beijei ele para dar ciúmes em você - uma lagrima caiu do meu rosto, Tao me abraçou.


- Calma querido! eu sei - ficar abraçado com o Tao é muito confortável - Chanyeol descobriu e ficou com tanta raiva que pegou o Baekhyun - naquela época eu fiquei com tanta raiva.... que troquei de escola.


- Eu não sabia disso - ele fez cafuné no meu cabelo.


- Vai dormi - engatinhei até a cama e me deitei.


O sono não vinha.


Ouvi o barulho da porta da sala se abrir.


deve ser o Chanyeol.


- Ele esta bem? - ouvia voz do Chanyeol.


- Sim, ele esta um pouco triste - ouvi poucas palavras deles.


Senti o lado da cama do Chanyeol afundar, cheguei perto dele e o abracei.


Senti a respiração dele.


 - Por que faz isso D.o KyungSoo?



O sono me consumiu igual a tristeza.

                      


Notas Finais


Baekhyun está mais rodado do que puta de esquina.

Quero saber opiniões ou pergunta.

exemplo:

Se o Ztao gosta de dar ou comer?

:') Os dois.

Hehe.

Ztao também fica por cima.

Parei.

Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...