História Uma aventura que nunca acaba - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Black, Blue, Crystal (Misao), Gold, Leaf (Green), May, Personagens Originais, Red, Silver, Yellow
Visualizações 9
Palavras 931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 03


Eu estava em meu quarto lendo um livro, os meninos estavam lá embaixo fazendo sua festa do pijama, eu senti um cheiro que parecia ser álcool, ele estavam bebendo perto do meu quarto? Sai do quarto mas não tinha ninguém, desci as escadas e vi os garotos com garrafas de sake.

- Ai merda - todos e encararam e depois se entreolharam - Nem pensem nisso - eles se levantaram - PORRA! - corri para meu quarto sendo seguida por eles, fechei a porta mas eles começaram a socar a porta, tranquei e me afastei da porta - Isso tá parecendo The Walking Dead - a porta não ia aguentar, abri a janela e sai, andei até o quarto de Silver e abri a janela entrando pela mesmas, me escondi embaixo da cama e vi alguém entrar no quarto e se jogar na cama.

Logo ouvi o que parecia ser um ronco, sai debaixo da cama com cuidado e vi que era Green, me levantei e sai do quarto, olhei para o lado e vi Ruby me encarando com as  bochechas coradas, ele começou a se aproximar enquanto eu me afastava, fizemos isso até eu bater as costas contra uma porta, ele foi se aproximando cada vez mais, a porta e a aberta e eu caio para dentro, a porta foi fechada, me levantei mas meu braço foi puxado e eu fui jogada contra a parede e logo senti algo quente se chocar contra meus lábios, eu tentei me afastar mas ele era mais forte, ele abriu minha boca e senti ele adentrar sua linguá em minha boca, aos poucos eu fui cedendo, ele me segurou pelas coxas e esquentou o beijo, ele mordeu meu lábio inferior, senti uma de suas mãos começar a adentrar minha blusa, eu lutei para me afastar e ele me soltou, ele tentou se aproximar de novo.

- Para! - ergui meus braços colocando na frente do meu rosto, ouvi o barulho de um corpo caindo no chão, comecei a tatear a parede em busca do interruptor até que achei e acendi a luz e pude ver quem tinha me dado meu primeiro beijo - Red? - ele gemeu em resposta, me aproximei e cutuquei ele mas ele estava desacordado, sai do quarto e dei de cara com Gold que estava normal, tentei entrar de novo no quarto e fechar a porta mas ele segurou a porta me impedindo de fechar.

Gold: Tudo bem eu estou sóbrio - ele não cheirava álcool - O que aconteceu com ele? - perguntou encarando Red que estava desacordado no chão - Por que seus lábios estão  vermelhos? Ele te beijou? Foi seu primeiro beijo? - ele ia falar mais coisas mas eu coloquei a mão na sua boca o calando.

- Eu não sei o que aconteceu com ele, sim ele me beijou e sim foi meu primeiro beijo - ele mordeu o lábio inferior - Por que isso só acontece comigo?

Gold: O que? - saimos do quarto e descemos para a sala onde o cheiro de alcool continuava mas não tinha ninguém.

- Essas merdas só acontecem comigo - ele peou uma garrafa de sake que estava fechada e estendeu para mim - No orfanato eu quase fui estrupada por um dos seguranças e aqui eu perdi meu primeiro beijo com um cara mais velho que eu nem se quer conheço - abri a garrafa e comecei a beber o sake.

Gold: Ei vai com calma - ele pegou a garrafa e começou a beber comigo - Você e muito azarada tipo muito mesmo.

- Eu percebi - começamos a beber mais e mais até que já estavamos começando a enlouquecer - Posso falar a verdade? - disse com dificuldade.

Gold: O que? - ele retirou o boné que ele vestia e jogou em algum lugar da sala.

- Quando eu te vi eu pensei que cara mais gato - ele riu e começou a se aproximar de mim - Não devemos fazer isso, estamos fora de si - eu senti sua respiração se misturar com a minha.

Gold: Eu não ligo - nossos lábios se roçaram - Era para eu ter dado seu primeiro beijo.

Ele juntou nossos lábios em um beijo calmo que aos poucos foi esquentando, levei minha mão para sua nuca puxando seus cabelos enquanto suas mãos estavam na minha cintura, ele se afastou e me puxou para me deitar em seu peito, ele se aconchegou no sofá e fechamos os olhos.

Q.D.T

Acordei com a claridade batendo em meus olhos, abri os olhos e vi que eu estava deitada em cima de Gold que estava desmaiado no sofá, me sentei e esfreguei os olhos, me levantei e caminhei até o banheiro, lavei meu rosto e quando me olhei no espelho tomei um susto, a mecha branca havia ficado maior, passei a mão pelo meu cabelo.

- Mas que merda ta acontecendo? - sai do banheiro correndo e vi que os meninos estavam descendo as escadas - Mas que merda foi aquela ontem?

Silver: Fala mais baixo - disse esfregando os olhos.

Green: Apaga essa luz - disse se jogando no chão e colocando os braços na frente dos olhos.

- Vocês nunca mais vão fazer uma festa do pijama - eles riram baixo - Porra esse lugar ta cheirando a álcool - eles riram mais alto.

Gold: Ai minha cabeça - Ruby passou por mim e escutei som de vomito.

- Vocês vão limpar isso - subi para meu quarto.

Red: Puta que pariu - disse vendo a bagunça que aquilo estava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...