História Uma blogueira perdida em Londres - Capítulo 15


Escrita por: ~

Visualizações 435
Palavras 2.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Hello amores. Capítulo novo pra vocês, espero que gostem e por favor não deixem de comentar.
Amore no capítulo de hj tem Hot 🔥, já aviso que não sou muito boa com esse tipo de cena, mais eu espero que gostem.
Boa leitura!

Capítulo 15 - Eu e você, aqui e agora


Fanfic / Fanfiction Uma blogueira perdida em Londres - Capítulo 15 - Eu e você, aqui e agora

Natália Cardoso pov

- James. – Eu queria explicar, mais não sabia o que falar.

- Acho melhor vocês escolherem um lugar mais discreto da próxima vez, não quero ficar com fama de corno.

- Pode deixar. – Neymar piscou pra ele.

- Não se preocupem, em dois meses isso vai acabar e vocês vão poder fazer o que bem quiserem. – James jogou o embrulho de presente em minhas mãos. – Só vim entregar isso.

Ele se virou para sair mais segurei em seu braço.

- Eu sinto muito por toda essa situação mais por favor fica. – Pedi.

- Você não precisa de mim aqui, já tem ele. – Apontou pra Neymar. – Feliz aniversário Nah. – Ele beijou minha testa e saiu me deixando sem reação.

Eu queria ir atrás dele mais não podia, queria subi e me trancar em meu quarto mais também não podia. A minha única opção era voltar para a festa, esse era o meu aniversário e eu não podia deixar nada estragar isso.

- Tá tudo bem Nah. – Ney me abraçou por trás. – Ninguém nos viu, o James só ficou assim com medo de sair nas revistas como corno.

Ai se esse fosse o único problema, as coisas eram bem mais complicadas. Dias atrás eu estava beijando James, e hoje ele me vê beijando o Ney. Eu me sinto tão perdida entre ao dois, e tudo ficou ainda mais complicado depois que Ney disse que me amava.

- Nah, as pessoas estão perguntando por você. – Gabi entrou na cozinha com Lucas.

- Está tudo bem por aqui? – Piazon perguntou e eu assenti.

- Claro. É meu aniversário, é dia de festa. Vamos dançar. – Puxei Ney pelo braço e voltamos pra sala.

Todos estavam muito animados, dançando, conversando e bebendo. Começou a tocar Closer e Ney me puxou para dançar, ele me pegou pela cintura e eu passei a mão em volta de seu pescoço mais sempre mantendo uma distância respeitosa para ninguém falar nada. Ficamos assim por horas e horas. Já passavam das duas da amanhã e eu estava acabada de tanto dançar e é um pouquinho animada por conta da bebida, mais nada que me deixasse fora de mim.

- O James não vem? – Gabi perguntou.

- Ele veio mais foi embora. Quem se importa. – Dei de ombros. – Ele nem faz parte da minha vida de verdade, tudo não passa da porra de um contrato que como ele mesmo disse vai acabar em dois meses. – Falei um pouco alto de mais.

- Fala baixo Nah, se algum cara do time escuta isso você está ferrada.

- Gabi eu estou cansada, vamos acabar logo com essa festa.  – Falei e ela assentiu.

Todos se reuniram em torno da mesa e cantaram parabéns pra mim, apesar de tudo eu estava feliz, tinha tido uma festa incrível com meus amigos e familiares e eu não podia quere nada melhor do que isso.

Depois de algumas horas todos já tinham ido embora e uma enorme bagunça tinha ficado pela casa.

- Amanhã eu quero as duas de pé bem cedinho pra me ajudar com isso aqui viu. – Gabi e Jade fizeram careta.

Estávamos deitadas na minha cama comendo alguns docinhos da festa, Gabi mexia em meus cabelos enquanto Jade conversava com o namorado por mensagem.

- Você já abriu os presentes? – Neguei.

- Amanhã eu abro, tem muita coisa. Agora eu só quero dormir.

- Isso foi um indireta, tudo bem já vamos sair do seu quarto. – Joguei uma almofada na cara de Jade e ela riu.

As duas foram pro seus quartos e eu fui me trocar, tirei minha fantasia e tomei um bom banho, vesti minha camisola e me deitei. Olhei pra pilha de presentes que estava do lado da cama e um embrulho em especial chamou a minha atenção, era o presente de James.

Me levantei e peguei o embrulho, ele era pequeno e delicado com um pequeno laço rosa em cima. Me sentei na cama e o abri, quase não acreditei quando vi o CD novo do John Mayer com autógrafo e tudo, coloquei o CD pra tocar e a primeira música que começou foi Say.

- Take all of your wasted honor. – Comecei a cantar junto.

Dentro do embrulho avia também uma pequena carta escrita a punho.

“Quando você me falou que gostava de Jonh Mayer eu juro que não sabia quem era esse cara, então você me mostrou as suas tatuagens e eu percebi que as músicas dele são realmente importantes pra você. Eu não fazia a mínima ideia do que te dar de presente, até que eu passei em frente a uma loja de CDs e tive essa ideia. Eu espero que você goste, é um presente simples mais é de coração. Uma forma de te agradecer por tudo que você tem feito por mim, sei que conviver comigo não é muito fácil mais você tem se saído muito bem com isso.”

Com carinho do seu namorado de contrato.

 

Só o James mesmo pra me fazer sentir tanta raiva e felicidade de uma única vez.

...

Sabem aquela ideia de acordar cedo para limpar a casa? Então, ela não deu muito certo. Acordei com meu celular tocando, era minha agente. Passei a mão pelos criado mudo e o peguei ainda de olhos fechados.

- Isso é hora de ligar? – Resmunguei sonolenta.

- Já são quase duas horas da tarde Nah. Não acredito que você ainda estava dormindo. – Pude ouvir sua rizada do outro lado da linha. – Eu tenho uma novidade que você vai adorar.

- Ai fiquei curiosa.

- Você sabe que falta apenas algumas semanas para o início das olimpíadas no Brasil, e como você é uma das embaixadoras do guaraná eles querem você pra fazer a cobertura do evento através das redes sociais. – Dei um pulo da cama.

- Ai meu Deus. Isso é incrível.

- Não para por ai, eles querem lançar uma campanha chamada “Nah cola com o Brasil”. – Vibrei ao ouvir isso, eles vão criar uma campanha usando o trocadilho que eu uso com o meu nome, tipo os quadros que eu costumava fazer no meu canal, NahRua, NahReforma. Isso só deixa tudo ainda mais incrível. – Você vai acompanhar o dia a dia de alguns dos atletas Brasileiros, e vai gravar os novos comercias do guaraná com eles. Só preciso da sua resposta pra acertar tudo com eles.

- Mais é claro que eu aceito. Isso vai ser incrível, eu vou poder de alguma forma fazer parte das olimpíadas no nossa país. É uma honra.

Encerramos ligação e eu fui tomar um banho pra ver se despertava. Acordei Gabi e Jade e começamos a arrumar tudo. Eu tinha combinado com minha mãe que ela não iria arrumar nada, mais quando descemos a cozinha já estava limpa então só tivemos que limpar a sala e alguns corredores da casa.

Terminamos de arrumar tudo em algumas horas e fomos fazer alguma coisa pra comer. Contei pra elas a novidade sobre as olimpíadas e assistimos algumas séries.

Olhei no relógio e já eram quase seis horas da tarde, eu precisava ver o James.

- Aonde você vai Nah?

- Eu vou no CT. Vou encontrar o James.

Peguei o carro e dirigi até lá, o trânsito estava horrível por isso gastei mais tempo do que o esperado. Quando cheguei o CT estava quase fechando e os jogadores estavam indo embora. Deixei o carro no estacionamento e vi que o carro de James ainda estava lá.

- Oi. Eu posso entrar pra falar com James? – Perguntei e o segurança negou.

- O CT já está quase fechando, não é permitido visitas a esse horário.

- Eu sou a namorada dele, tentei falar com ele o dia todo e não consegui. Por favor me deixe ir falar com ele, é algo importante. – Implorei.

- Tudo bem. Mais seja rápida.

- Obrigada.

Entrei no CT e andei pelos grandes corredores procurando por James. Não avia praticamente ninguém, apenas alguns seguranças fazendo a ronda. Fui até o campo e ele não estava, fui na área de jogos, no refeitório, no vestiário e nada dele. Estava quase indo embora quando encontrei com Mourinho.

- Natália. Está procurando o James?

- Sim, mais eu já rodei tudo isso aqui e não o encontrei.

- Ele saiu da minha sala a alguns minutos. Eu acredito que ele tenha ido para a área das piscinas. Quando ele está nervoso costuma ir lá pra esfriar um pouco a cabeça, mais faz um tempo que ele não faz isso. Tem algum motivo em especial pra ele precisar esfriar a cabeça?

- Não que eu saiba. – Menti e ele assentiu.

Mourinho foi embora e eu fui até a área das piscinas. Assim que abri a porta vi James nadando em uma das piscinas, encostei a porta e fui até a beira da mesma.

- James.

Ele parou e levantou a cabeça olhando em minha direção.

- Como me encontrou aqui?

- Dica do Mourinho.

- Me lembre de procurar um lugar novo para relaxar. – Resmungou. – O que você quer?

- Falar com você. Nosso último encontro não foi dos melhores.

James deu de ombros e voltou a nadar como se eu nem estivesse aqui.

- James para de criancice, eu quero falar com você. – Resmunguei e ele continuou me ignorando. – Vai se fuder James Rodriguez. - Gritei e fui em direção a porta.

Quer saber, eu não vim aqui pra nada. Esse cara vai me escutar querendo ou não querendo. – Voltei pra beira da piscina e deixei minha bolsa no chão. Tirei meus tênis, desci o zíper da minha calça e a tirei, tirei minha parca e a regata que eu usava por baixo ficando apenas de calcinha e sutiã.

Entrei na piscina e James se assustou com o barulho virando-se para mim.

- Você tá maluca?

- Ué pensei que você estivesse me ignorando. – Me aproximei dele e percebi que seus olhos estavam em meu corpo. Com certeza não foi uma boa ideia entrar na piscina apenas de lingerie. – Eu queria me desculpar por ontem.

- Você quer se desculpar exatamente pelo que? – Perguntou se aproximando ainda mais.

- Por você ter visto eu o Neymar juntos, se você viu qualquer um poderia ter visto e  isso não seria nada bom. – Ele assentiu não muito satisfeito. – Na verdade eu nem sei exatamente pelo que quero me desculpar. Em um dia eu estava beijando você e no outro você me vê beijando o Neymar, é embaraçador.

- Você não me deve satisfação de nada Nah, o que temos é apenas um contrato e nada mais. – James foi se aproximando e eu fui indo pra trás até que senti minhas costas encostarem na beira da piscina.

- Nada mais. – Concordei. Nossa proximidade estava me deixando nervosa.

- Posso fazer um pergunta, quem é que beija melhor, eu ou Neymar? 

James me puxou pela nuca e me beijou intensamente, não queríamos parar mais tivemos que nos afastar por falta de ar. Nadei até o outro lado da piscina e ele veio atrás de mim, dei um mergulho indo pro fundo e ele mergulhou também. Nós beijamos novamente e voltamos para a superfície.

- Não fuja de mim, eu sei que você quer tanto quanto eu. – Dei de ombros.

Nadei até a beira da piscina e quando eu ia subindo as escadas James me segurou pela perna e me jogou novamente na água.

- Filha da puta. – Bater nele mais ele segurou os meus braços com firmeza.

- Filho da puta que está de deixando cheia de tesão. – Me lançou um sorriso malicioso. 

James me prendeu entre a borda da piscina e seu corpo. Mordiscou meu pescoço e eu não resisti, passei a mão por suas costas e entrelacei minhas pernas em sua cintura deixando-as sobre sua bunda. Nossos corpos ficaram ainda mais colados e eu pude sentir sua ereção. James me olhava de uma maneira diferente e hipnotizante, seus olhos tinham um brilho extremamente sexy que já me deixava toda molhada e com certeza não era por causa da água da piscina.

Senti as mãos de James nas minhas costas e rapidamente ele abriu meu sutiã.

- Você está maluco, aqui não. E se alguém entrar?

- Ninguém vai entrar, todo mundo já foi embora. Não se preocupa. – Ele tirou meu sutiã e o jogou longe. – Só eu e você, aqui e agora.

James abocanhou um dos meus seios enquanto uma de suas mãos apertou minha bunda e a outra foi parar dentro da minha calcinha. Puxei James pra mais perto e passei a mão por todo o seu abdômen até chegar em sua cintura, abaixei a cueca dele e ele fez o mesmo com minha calcinha.

Passei novamente as pernas em volta da cintura de James e ele me colocou sentada nele encaixado nossos quadris. Senti seu membro roçando minha entrada e deixei escapar um gemido.

- Diga Natália. Diga o que você quer e eu irei te dar.

Ele me penetrou com um dos dedos.

- James, por favor. – Supliquei.

- Eu quero ouvir você dizendo. – Sussurrou.

- Eu quero você James, eu quero você dentro de mim agora.

Sem esperar James me penetrou com força, meu gemido saiu mais como um grito e eu cravei minhas unhas em suas costas. Nossos olhares de fixaram enquanto ele ia aumentado cada vez mais o ritmo. Me agarrei com mais força a ele e mordi seu pescoço. James me puxou pela bunda estocando ainda mais fundo e controlando toda a situação.

- James. – Seu nome saiu mais como um gemido quando senti que estava prestes a atingir o orgasmo.

Ele me beijou e me encarou, meu olhar estava fixado no seu até eu chegar ao meu ápice fechando ao olhos e jogando a cabeça pra trás, foi uma das melhores sensações que eu já tive. James chegou ao seu ápice logo em seguida e gozou dentro de mim.

Senti ele saindo de mim e ficamos na beira da piscina abraçados por alguns minutos, sem dizer uma palavra, apenas aproveitando o momento.

- Temos que ir. Só posso ficar aqui até certo horário. – Ele se afastou e subiu as escadas.

Subi logo atrás e vesti minhas roupas. Saímos da área das piscinas e fomos para o estacionamento, entramos no carro e James me deixou em casa.

Depois de hoje eu nunca mais vou ver uma piscina com os mesmos olhos.


Notas Finais


Amore comentem aí o que acharam!!

E pra quem não sabe quem é a Jade, vou deixar um foto dela com a Nah aqui:
https://i.ytimg.com/vi/EirukCHR2dY/maxresdefault.jpg

Bjos e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...