História Uma carta. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Rap Monster, Suga
Tags Bts, Cartas, Depressão, Namgi, Slash, Sugamon, Suícidio
Exibições 18
Palavras 515
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Poesias, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAAH QUE SAUDADES DE POSTAR FANFICS \O/
Mano, dava até uns treco assim, sabe? Mas tenho umas trocentas fanfics prontas e só postar, só que eu to extra ocupada com meus estudos e quase nem da pra postar ;-;
MAS, hoje eu estou postando uma fanfic SugaMon, daquelas: 'vou te fazer chorar, MUAHAHA'
Mas relaxem, o conteúdo não está pesado.... talvez na última parte, mas nem tanto! Enfim, desculpem por tudo :)

Boa Leitura!

Capítulo 1 - Uma carta, inúmeros sentimentos.


Fanfic / Fanfiction Uma carta. - Capítulo 1 - Uma carta, inúmeros sentimentos.

Uma Carta.

Capítulo Único:

Uma Única Carta, e Inúmeros Sentimentos.

 

Querido, Mon.

Eu realmente pensei que nunca te perderia, até o momento em que te vi partir, dizendo que me amaria até em outra vida. Naquele momento eu quis trocar meu orgulho, minha vida, minha alma e tudo que possuía só para ver aquele sorriso tímido, ou o brilho do seus olhos ao conseguir resolver uma conta boba qualquer. Só queria poder ver seu perfeito sorriso com covinhas mais uma vez, para poder tentar sorrir verdadeiramente mais uma única vez. Mas isso não foi possível, sabe por quê? Porque você estava sem vida, com a pele fria, e o olhos fechados. Estava morto. Você estava morto em meus braços! Você parecia uma anjo, tão sereno e calmo. Eu já não podia ouvir sua voz, as reclamações de quando deixava a toalha molhada encima da cama, os conselhos sobre tudo o que poderia fazer, ou as palavras doces de encorajamento. Eu adorava ouvir cada uma dessas coisas, mesmo que soe como loucura, ou até de forma estranha. Eu amava sua voz, eu amava tudo em você, desde cada imperfeição, a cada perfeição. Suas qualidades, seus acertos, suas falhas, eu simplesmente amava. Eu te amava, e ainda te amo. Sempre te amei, desde aquele momento na sorveteria, onde eu conheci o seu eu desastrado e lindo, que automaticamente me encantou, fora apenas uma questão de tempo até eu finalmente me declarar e te pedir em namoro. Foram dias, semanas, meses e anos perfeitos, mesmo tendo brigas, eles eram perfeitos por ter você neles, e era isso que bastava, apenas. Tudo foi mágico, até aquele acidente maldito acidente do carro desgovernado. Foi aí que eu te perdi, e o pior de tudo é que não pude fazer nada para impedir! Meu coração se despedaçou em milhões de pedaços. Eu chorei como nunca antes, nem mesmo quando minha amada gatinha Zelda morreu eu chorei assim, talvez você fosse mais importante que ela? Talvez... Mas a realidade é que você era, e é mais importante que qualquer um, e talvez eu não consiga seguir em frente...

Contudo, uma coisa é certa, eu sempre, sempre, sempre irei te amar, até a minha culminação final, Mon. Nada apagará minha dor ao perder você, e muito menos o meu amor. Mesmo que você nunca leia essa carta, – Eu sei que não vai ler. – eu quero deixar expresso todo amor que eu sinto por você, Rap Mon.

Você foi a melhor pessoa na
minha VIDA.

Eu serei sempre seu, se você sempre for meu. Nunca vou te esquecer, Nammie. Irei contar as estrelas se for para ver você. Meu motivo de viver. E é por isso que eu não me arrependo do que fiz.

Te amo, Mon.
– Min Yoongi.

 

Na semana seguinte, Park Jimin, melhor amigo de Yoongi, o encontrou morto no chão da sala, com essa mesma carta e uma arma simples em mãos. Mesmo sendo um baita choque ele entendeu os motivos do melhor amigo...

 

“E se você for
Eu quero ir com você
E se você morrer
Eu quero morrer contigo.”

 


Notas Finais


Nada a declarar sobre a fanfic....
Obrigada a quem leu, favoritou e comentou! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...