História Uma carta para a sta. Morte - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Exibições 6
Palavras 388
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Todos morrem, mas todos temem a Morte


Fanfic / Fanfiction Uma carta para a sta. Morte - Capítulo 1 - Todos morrem, mas todos temem a Morte

 

 

 

Ali, depois daquela porta, há respostas que cansei de procurar e aqui, deitado no sofá dessa sala escura, encontro um mundo imaginário no qual tudo faz sentido e eu não penso em desistir.

Ontem eu não tinha preocupações e era feliz, hoje abrigo-me nesse mundo paralelo como em um refúgio e amanhã precisarei encarar a realidade e viver. Sobreviver. Agora, sinto-me perdido e preciso descobrir como lidarei com o amanhã.

Dias nascem e morrem, e eu morro mais a cada dia. O fim de um dia significa mais um pedaço de mim que voou junto ao vento. Pedaços de uma alma quebrada ao longo do tempo.

Estou parado, fugindo da realidade, imaginando como tudo seria se eu não tivesse errado em algum momento. Estou esperando uma solução, pensando em desistir mais uma vez. Estou morrendo sufocado com minha própria culpa. Culpa que desce ácida pela garganta junto com pílulas coloridas.

O tempo me pressiona, assim como “tudo vai ficar bem.”.  Houve vários momentos em que pensei que fosse uma estrela morta no céu. Uma estrela que já não existe mais, mas ainda é visível para os olhos alheios. Minha alma quebrada perdeu sua essência. Silenciosamente, pedi socorro. Mas as pessoas não perceberam.

Estou aqui, mas já não existo. Sigo o fluxo desse mundo medíocre. Apenas faço o suficiente para manter os outros bem distantes de mim.

 

Mantenham-se distantes. Deixem-me em paz.

 

Eu não tenho mais nada a fazer aqui. Já cometi todos os meus erros e aprendi com eles. Já deixei as pessoas mais felizes como pude. Já cumpri minha meta com as pessoas paralelas ao meu redor. Já cumpri minha meta com esse maravilhoso mundo medíocre.

Eu enceno todos os dias um belo espetáculo. Uma cansativa peça teatral com o roteiro de uma tragédia. A vida real é uma tragédia. Tragédia que possui tudo, menos um final feliz.

 

Todos morrem.

Todos temem a morte.

 

Ás vezes tento ir embora, mas sempre falta coragem ou cresce um sentimento inútil. Ah, maldita esperança. Nada mais do que um dos outros males da caixa de Pandora. Esperança que me conduz a um estado de paralisia, que me condiciona à fantasia de que tudo pode melhorar.  Essa pequena pluma que flutua leve dentro de mim, calma e silenciosa, me mantem vivo. Infelizmente.

 

 

 

Senhorita Morte, por que insiste em me manter aqui?

 

 


Notas Finais


tcharaaam *--*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...