História Uma chance para ser diferente... - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Luella31

Postado
Categorias Bones, Sou Luna
Personagens Angela Montenegro, Gaston, Nina
Tags Gastina, Jico, Lutteo, Mariano, Tamara, Yamiro
Visualizações 18
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bem, mil desculpas pela demora! Mas ai estar o novo capítulo, e não vejo a hora da segunda parte da segunda temporada começar. Super animada!
E mal vejo a hora de Gastón sofrer um pouquinho pela Nina, mas a culpa é dele, a garota fez para o bem dele e ele a dispensou me lembrou de quando a Spencer foi acusada pelo Alex por inscrito ele num jogo importante e ele fez o mesmo que o Gastón!

E Isso é tudo!
Bjos

Capítulo 4 - Como tudo começou..




Nina 
A angela tem sido muito legal comigo e até foi comigo na academia chateu Paris, onde vou estudar fotografia por um tempo e ate me levou ao louvre para conhecer pena que não deu para irmos em outros lugares como a torre que estou querendo tirar varias fotos, porque alguém do trabalho dela ligou e ela deveria ir até a galeria.
ó tem horas que estou em Paris , e essa horas têm medeixado confusa do que acabei de fazer, mas eu sabia dede do começo que fugir não era a melhor solução, mas o que eu podia fazer ? Ficar lá sentada a cada recreio enquanto tosod me olhavam como a amiga da garota que morreu ou pior ficar vendo os meus amigos tentando falar comigo do assunto e eu me sentindo pressionada com tudo querendo explodir, mas não sabendo como! essa parte é um pouco bizarra, ser a bomba e não saber como ela acaba de vez!


O quarto de hospedes é branco e tem poucos moveis, Angela disse que eu poderia ser bem criativa ao decora lo com um tempo, afinal ela não sabia do que eu gostava ou muito menos o meu estilo.


Deitei na cama era uma 19:45 e fiquei por um tempo olhando o teto branco pensando no tédio que viria a seguir, mas nada disso ocorreu quando olhei a minha mala de carrinho no canto do quarto pronta para ser desfeita. Fiquei a encarando por um tempo até que eu a peguei e abrir e as lembranças de casa veio a minha mente e o único pensamento que que me preencheu minha mãe. Como ela iria reagir ao saber o que fiz?


Flashback


Era terça feira  e eu tinha acabado de voltar da psicologa que  o Rey mandou todos nós, naquele dia eu não falei um palavra com a psicologa que ficou me fazendo várias perguntas sobre a minha amizade com a Lily e  aquilo me veio um monte de lembranças, quando nos conhecemos em Barcelona com a minha mãe e ela estava com os tios visintando, quando nós duas fizemos aulas de balé e outros momentos que nós duas tinhamos passado juntas inclusive o qual ela morreu nos meu braços que foi o momento mais marcante da minha vida e que tão cedo eu queria vivênciar novamente.


Nina - Desculpa eu não consigo fazer isso... - Falei me levantado e recolhendo as minhas coisas.


- O seu tempo ainda não acabou! - Foi tudo que ouvir depois que sair correndo.


Correr, tudo o que eu fiz ao sair do prédio só parei quando estava exausta numa praça com are toda verde cheguei até ficar sentada lá por um longo tempo até ver um carro preto para em frente a praça no momento me assustei, mas ao ver Rey sair do carro tudo que pensei era que iria levar uma bronca, mas tudo o que ele fez foi tirar os óculos escuros ao se aproximar e se sentar ao meu lado no banco e me olhar.


Rey - hey o que aconteceu lá?


Nina - Tudo veio a minha cabeça! Tudo! - Falei chorando.


Rey - Entendo,estar sendo um momento dificil, mas você precisa superar e faz parte!


Nina - Só que a morte da Lily me abriu os olhos para o que estamos fazendo e olha que eu ainda nem sou formada! - Falei assustada.


Rey - Você acabou de falar como a Leticia, quando escolhemos você para o trabalho. Ela falava que vocês eram crianças!


Nina - Agora entendo o porquê! Somos muito jovens para morremos assim, acidente é uma coisa agora, mas agora aquilo...


Rey - Nina, eu vim aqui porque os outros estão preocupados em como você estar agindo no colégio e eu por conta de como todos vocês são unidos e são como os meus filhos... Se você estiver pensando na hipotese de sair da Mc2, eu posso ajudar de outra forma. - Falou de um jeito que até me assustou.


Nina - Qual?


Rey - Você indo embora por um tempo!


Nina - E os outros? - pensei em Gastón , na Luna e nas garotas em como eles reagiriam ao descobrirem.


Rey - Falaria que você foi fazer um intercâmbio, visitar alguém ou foi viajar por um tempo?


Nina - Eu queria ser outra pessoa por um tempo...


Rey - Você pode ser!


O olhei assustada  sem entender.


Rey - Eu faria uma nova identidade para você, e você escolheria o lugar para ir!


Nina - Você estar falando sério?


Rey - Muito sério!


Nina - E como você lidaria com os meus pais...


Rey - Eu dou um jeito!


Fiquei pensando de cabeça baixa olhando o chão e analisando tudo o que ele disse, uma nova identidade seria uma ótima oportunidade fazer algo que eu quero sem que os olhos falem que eu não seria capaz e outras coisas, sem ninguém para te lembrar quem é ou falar da Lily ou pressões da minha mãe. Era uma ótima proposta.


Nina - Quanto tempo demoraria para tudo ficar pronto?


Rey - Uma semana ou duas!


Eu assenti aceitando.


NIna - Então eu quero que o meu nome seja  Alyssa Meireiles!


fim de Flasback


? - Alyssa?


Ouvir alguém bater na porta e isso me despertou dos meus desvaneios por alguém me chamando.
Angela - Querida algum problema com a mala? - Me perguntou preocupada me olhando da porta.


Nina/Alyssa - Não, eu só estava lembrando de uma coisa! - Falei sorrindo.


Angela - Bem, eu vou pedir algo para comer? Quer algo especial?


Nina/ Alyssa - O que tiver por mim estar bom!


Angela - Ok, vou pedir comida chinesa! - falou ao sair e eu me sentei na cama pensando na confusão que posso ter deixado para trás.


Nina/alyssa - O que eu fui fazer? - pensei comigo mesma.
 


Notas Finais


Bjos e uma ótima semana!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...