História Uma conquista de amor - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Madrasta
Tags Abrazame Muy Fuerte, Drama, Romance
Exibições 32
Palavras 1.788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ta aí neh. Espero que gostem e pra vcs na morrerem vou logo dizendo que o clima vai ficar um pouco mais calmo.
E me perdoem pelos erros ortográficos pq meu teclado continua quebrado

Capítulo 13 - Acertos parte - 1


Fanfic / Fanfiction Uma conquista de amor - Capítulo 13 - Acertos parte - 1

 
Federico ficou abismado com tais palavras. o que dizer ? Dizer ao grande amor de sua vida que teve participação na causa do seu maior sofrimento...que colaborou com uma mentira, que poderia sanar as suas feridas a qualquer momento mas a deixou sofrer

C - Estou falando com você preciso saber se o que Diego me disse é verdade

F - o quê Diego ? Você está louca?(alterado)

C - está enganado Federico Diego está mais vivo que nunca você não conseguiu mata-lo (ela falou sem medir palavras sem se importar estava tomada de raiva)

Federico a olhou completamente desnorteado estava surpreso com a pergunta e a firmeza com a qual ela falava.

C - o quê não vai confessar(gritando)

Ele estava sem escapatória teria de enfrentar a verdade teria de enfrentar Cristina.

F - acalme-se

C- estou calma (disse em um tom mais “Pacífico)

F - Diego..... sim tentei matá-lo. O atropelei mas percebe que ele não estava morto ele estava apenas inconsciente e o levei para perto da cascata lá apesar de ser um local discreto várias pessoas iam lá e resolvi deixá-lo lá assim alguém iria o socorrer logo após saí. como você sabe poucos dias depois ele foi considerado morto por ninguém ter notícias dele.

C - porquê não o socorreu ? (Um pouco alterada)

F - (de uma risada sarcástica) acha mesmo que eu iria ajudar meu rival ?

C - rival ?

F - sim. Sempre disputamos .

C - o que Federico? por obséquio o que você disputava com ele para chegar a ponto de mata-lo ?

F -....... Você sempre disputei por você por seu amor (Cristina ficou incrédula com as palavras dele. Mas não demonstraria não se mostraria fraca perante ele)

C - por favor não me venha com seus pretextos.

F - não é um pretexto

C - Mesmo que fosse...já não me importo Diego me decepcionou se mostrou covarde mostrou fraqueza. uma vez ele me disse que faria de tudo para que o nosso amor nunca acaba se que seria capaz de enfrentar todos.... Eu enfrentei meu pai minha família por ele e ele se mostrou fraco por temer a você, mas não posso cobrar nada dele pois eu também promete o amar para sempre e acabei quebrando minha promessa. Mesmo assim Diego me deu a melhor coisa que eu poderia ter na minha vida ... me deu Maria do Carmo .

F - Cristina ..

C - sabe Maria do Carmo uma menina linda MINHA FILHA . Eu fiquei Seis meses sem ela dolorosos seis meses sem notícias dela sem saber como ela estava sentido e falta dela . Você estava aqui todo esse tempo me viu sofrer . Quase viu minha morte dias depois do sequestro da minha filha - tem um Flash back do dia em que tomou um coquetel de comprimidos - Era isso que queria não é que eu morre se assim você ficaria com a Fazenda Plantanal ... Claro como..como fui boba em pensar que você me ama se.

F - como pode hem .....como pode dizer coisas assim como pode fazer julgamentos precipitados sobre mim sem nem se que me ouvir. (Gritando) Eu sabia quem tinha pego sua filha mas não sabia aonde localizá-la a única pessoa que sabia era seu pai que morreu antes de me contar e .... e Estela .

C - Estela sua amante

F - não Cristina de engana tive um caso com ela tive sim mas não pelo que você pensa...Estela era apaixonada por mim e tirei proveito disso para me aproximar e descobrir o paradeiro de nossa filha. Ela me contou cinco meses depois onde nossa filha estava e eu disse que se ela entrega-se a menina nós não a faríamos mal algum e você sabe o que aconteceu ela fugiu com a menina para outro lugar sem que eu sabe-se . ENTÃO NÃO VENHA FAZER SEUS JULGAMENTOS SOBRE MIM

Cristina Pensou em pedir perdão a ele mas não faz seu orgulho não permitia. Por mais que o que ele fala-se parecesse ser verdade e que tivesse lógica e razão por mais que ele demonstrasse e que ela percebesse a sinceridade das palavras dele ela preferiu não ela não iria curvar a cabeça perante ele se certo modo ela se sentia mais culpada que ele sendo que ele não havia feito nada .

C - saia do meu quarto Federico preciso ficar só.

F - Cristina

C - por favor (disse suplicando com um tom de desolamento)

F - está bem. (Se aproxima e da um beijo na testa dela)

Ele não ficou zangado com ela e nem se ele quisesse Ele conseguiria sentir raiva dela Ele apenas se afastou a deixando só. Assim que ele fechou a porta Instantaneamente ela começou a chorar. Ela já não conseguia mais conter ela não estava desposta nem tinha coragem pra olhar para Federico depois de ter dito a ele tantas coisas desagradáveis sem ele ter feito nada.

Ela caminhou em direção ao banheiro pois não havia nada melhor que um banho pra esfriar a cabeça e por tudo no lugar ela chorou, chorou muito e nem sabia o porque talvez por ter medo. Medo de depois do que falou a Federico ela deixa se de ama la medo de voltar a sentir algo por Diego logo agora que ela conseguiu o esquecer a que estava apaixonada por Federico. Tantas coisas a assombravam Cristina começou a sentir cólica estava insuportável aquela dor ela já estava quase chorando e quando ela olhou para baixo e viu que estava sangrando se desesperou caminhou devagar até perto da pia onde estava o roupão e gritou por Federico.

Federico está deitado pensando no que Cristina havia dito a ele e se sentou mal pois ela de certa forma tinha razão sobre algumas coisas, ele saiu de Deus devaneios quando ouviu Cristina foi chamar ele saiu de cima da cama com um pulo correndo para o quarto dela

F - Cristina

C - Federico me ajuda

F - o que você tem (desesperado)

C - minhas costas doem minha barriga também e eu estou sangrando(chorando de dor ) não consigo andar

F - vem (ele a pega no colo e desce para a sala não vou ninguém e não queria perder tempo então apenas passou direto a levando para fora de casa e a colocando no carro .

F - acalme-se meu amor

Ele entra no carro e vai para a cidade Federico ia em alta velocidade é tanto que dentro de apenas cinco minutos ele chegam ao hospital. Cristina foi levada para um dos quartos do hospital Federico estava tão desesperado e tentou entrar a força mas os enfermeiros o impediram.

Uma hora depois

F - como está minha mulher ?

Dr - não se preocupe ela já está bem.

F - o que aconteceu com ela ?

Dr - ela quase sofreu um aborto espontâneo e não se preocupe tanto sua mulher como o seu filho ja estão bem.

F - Cri......Cristina está grávida ?

Dr - sim ela está grávida (um sorriso imenso se fez no rosto de Federico)

F - Eu posso vê-la?

Dr - se eu não deixa vai tentar entrar no quarto a força como fez a pouco tempo ?

F - vou

Dr - então acho melhor autorizar por bem

F - obrigado Doutor

Dr - Meus parabéns Federico você vai ser pai de novo.(se referia a Maria do Carmo pois ninguém na cidade sabia que ele era filha de Diego)

F - É de novo

Federico paresia uma criança entrou no quarto a viu Cristina Deitada na cama com os olhos fechados Federico se aproxima da cama e se abaixa

F - está bem meu amor (fala baixinho ao ouvido dela)

Cristina ainda com os olhos fechados demonstra um sorriso.

C - estou

F - e o nosso filho também

C - sim nosso filho também.

F - Cristina eu....Eu vou ser pai e... de novo

C - de ...... de novo?(abre os olhos)

F - sim

C - Federico você tem outro filho ? (Assustada)

F (ri da expressão que Cristina fez) Sim tenho não é um filho é uma filha e ela se chama...

C - se chama ?

F - Maria do Carmo (ri)

C - me assustou

F - rahraharah e porque minha vida ?

C - nada

F - está bem....

C - Federico

F - oi

C - eu quero pedir desculpa pelo o que eu falei

F - não vamos falar sobre isso eu sei que você estava zangada e não tiro sua razão em nada. Na verdade eu é que deveria perdia desculpas F

C – pelo quê?

F - por não ter conseguido sanar suas feridas por participar dessa mentira por te magoar.

Cristina ficou calada pois apesar de tudo ainda estava zangada com ele.

C - como você disse vamos deixar essa conversa pra outra hora está bem (disse em um tom sereno)

F - sim....Te amo, sabiá?

C - sei (disse baixinho apenas pra ele ouvir)

Federico olhou para Cristina e percebeu que ela já estava dormindo por causa do sedativo ele a olhou com um olhar termo deu um selinho nela e se deitou na poltrona onde adormeceu já pela manhã Cristina acorda e não vê Federico ela ficou um pouco desesperada mas logo se acalmou ao ouvir o barulho da porta de abrindo .

F - bom dia

C - bom dia

C - quando podemos ir pra casa ?

F - daqui a pouco, pegue (entrega a ela uma bolsa com uma roupa)

C - obrigado. Quem trouxe

F - eu pedi para Ernesto trazer, eu falei com o médico e ele disse que te daria atua se eu prometesse que você ficaria o dia descansando.

C -está bem.

F - então se troque e nos podemos ir(ele tenta beija-la mas ela afasta a cabeça)

C - não Federico

F - está bem (ele preferiu não questionar apenas deu um beijo na testa dela e se afastou)

Cristina vai para o banheiro se troca e sai

F - vamos

C - vamos

Eles foram ao carro e Cristina percebeu que Federico ia em um sentido diferente ao da Fazenda

C - onde vamos?

F - em uma lanchonete

C - prefiro ir pra casa

F - não você não jantou ontem e ainda não tomou café da manhã.

C - está bem

Eles param em uma lanchonete comem e vão para a Fazenda Federico queria saber onde ela viu Diego e tirar satisfação com ele por ir perturbar Cristina lhe agradava perceber que Cristina parecia não se importar com Diego mas lhe preocupava o fato dela estar agindo tão friamente com ele


Notas Finais


Gente seguinte eu preciso de opinião de vcs deixem comentário dizendo o que vcs querem que aconteça apartir daí que eu junto a ideia de vcs com a minha e faço outro capitulo o mais rápido possível brigado por acompanharem a fic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...