História Uma decisão, uma lágrima. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Personagens Personagens Originais
Tags 50 Tons De Cinzas, Drama, Romance, Violencia
Exibições 21
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Algo sempre junta


Visão de Dylan

Nesses anos todos, tudo mudou, não queria ter dito aquilo para ela, mas não queria machucar ela, era para o bem dela, certo?! Eu a amo, mas eu sou um monstro, quase todas as meninas trato como se fossem brinquedos, e não seres humanos. Eu trato todas iguais, mas ela senti algo ardendo no fundo do meu peito, vi uma peça do meu quebra-cabeça se montando, seu olhar, caráter, rosto e seu jeito inocente me fazia me apaixonar. 

Ultimamente estou com vários problemas, compromissos e etc... Mas não importa o que eu faça, tudo me lembra aquela mulher, sinto o cheiro do meu perfume se transformar no cheiro dela, cheiro de rosas e de várias outras coisas, contém o cheiro dela.

Estou em busca de outra mulher para amar, eu sei que ela não vai me aceitar de volta, eu acho que ela já se apaixonou por outro, esses meus pensamentos me fazem ficar triste e sentir raiva de mim mesmo, eu não sei dizer... Se sinto amor ou apenas prazer, mas não importa o que acontecer sempre lembrarei de Katie.

Estou aqui nessa maldita empresa, os papéis acabou, não sei o que mais fazer, minja cabeça só gira na mulher do mercado. Tentei guardar ela em uma caixinha, e enterrar essa caixinha bem no fundo dos meus sentimentos, mas ela escapa da caixinha e mexe com minha cabeça.

Recebi uma carta de uma faculdade de medicina, bastante rica e famosa na cidade, essa carta me oferecia um convite especial para comparecer na festa de formatura dos alunos. Peguei a minha caneta e assinei, afirmando que eu ia comparecer, enviei novamente para a faculdade. Não sabia muito sobre aquele lugar e procurei no Google Eu achei várias fotos de alunos, e vi uma pessoa que me lembrava bastante Katie, dei um pequeno sorriso mas logo veio os pensamentos negativos, fechei o Google e fui até a recepção, pedi para todos os funcionários se retirarem, hoje irei fechar a empresa mas cedo.

O dia da formatura chegou...

Em um dia bastante quente, me levantei e me encarreguei em ir para o banheiro, fiz minhas higienes, saí e fui para a porta do guarda roupa, peguei um terno cinza e vesti, depois peguei uma gravata com um tom de cinza mais escuro. Sim eu sou fascinado por cinza. Saí do quarto, e me encaminhei indo até a garagem, entrei em meu carro, em cerca de 18 minutos tinha chegado na faculdade, entrei discretamente, para que nenhum aluno me veja. Avistei a dona, entramos em uma espécie de sala, a sala era enorme, estava decorado para a festa. Ela pediu que eu ficasse atrás da curtina do palco, não falei nada e apenas obedeci. 

A formatura tinha começado, vejo em todo lugar pessoas dançando, bebendo, brincando e etc... A dona me apresentou e todos ficaram supreso, prestei atenção em todos alunos para ver se eu conseguia avistar a garota que me lembrava Katie, w vejo um homem e uma mulher. O homem estava insistindo ela em algo, e a mulher sempre respondia com um"Não" Me encaminhei até lá para ajudar a garota, parecia que ela ia passar mal.

Cheguei perto dela, empurrei o homem que dava em cima dela, e passei minhas mãos no cabelo dela, ela estava pálida, quando olhei para o rosto dela... Era Katie, ela vomitava muito. Peguei ela e levei até a sala de enfermaria. A situação apenas precisava de um descanso, ela estava bêbada, a enfermeira colocou ela em meus braços e pediu que levasse para casa. Não sei onde é a casa dela então o único lugar é a minha mansão. 

(...)

Coloquei ela em minha cama, tirei a roupa dela, ela estava apenas de lingerie, escolhi uma camisa minha qualquer e Coloquei nela, ela estava apenas com uma camisa e a calcinha. Ela estava dormindo, então não quis acordar ela, e apenas me deitei em seu lado, fechei os olhos e dormir.

Visão de Katie

Me acordei em um quarto luxuoso, com uma cama cinza enorme, bastante confortável. Escutei a porta se abrindo, me assustei pois não sei onde eu estou, um homem idêntico ao Dylan abriu a porta, e me surpreendi. Ele veio em minha direção e abriu a boca para falar algo...

— Bom dia Katie

— B-bom dia, D-dylan?

— Sim, eu mesmo. Dormiu bem?

— S-sim, mas não lembro de nada do que rolou na festa...

— Você estava bêbada, escute aqui garotinha, nunca mais quero que você beba algo alcoólico, está me ouvindo?!

— Tá, mandão

— Hum...

— Er... Cadê meu vestido

— Está sendo lavado, você vomitou nele

— Espera aí... Então como essa roupa veio parar em mim?

— Eu coloquei

— V-você tirou...

Ele me interrompeu

— Sim, você não ia ficar com um vestido

— Não precisava

— Você estava com calor

— Mas eu estou com muito frio

— Claro, coloquei uma roupa mais simples, e você também sempre se desenrolava

— A gente dormiu junto...?

— Sim, também fiquei supreso com isso

— C-como assim?

— Nunca dormi com uma mulher na minha cama, apenas transava e nada mais.

— Mas a gente não transou né?

— Não transamos

— Mas por que não colocou algo para cobrir minha calcinha e minhas pernas?

— Não sei

—...

Ele foi em direção a porta, e trouxe um carrinho com várias bandejas com comidas. Aquilo deve ser só para ele, eu acho que ele não vai dividir.

Ele se aproximou e pediu eu me alimentar. Uau tudo aquilo para mim? Nossa que gentil, mas vou comer pouco, ainda sinto alguns enjoous.

— Isso tudo é para mim?

— Sim

— Mas é muito...

— Não é só pra você

— Ahh... Desculpa

— Tudo bem

Ele se sentou junto comigo na cama e começamos à comer, o Café da manhã foi silencioso, mas ele quebrou o silêncio...

 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...