História Uma era de Pokemon's - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Tags Pokémon Emerald
Visualizações 3
Palavras 1.315
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Ficção, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae galera! Nossos protagonistas estão rumo a... Mosdeep City.
Lembrando é a POV do Treecko.

Boa leitura :)

Capítulo 7 - O ataque do sapo drogado: Treecko


- Am...- disse o Faiaro.- eu e o Jack vamos comprar o barco.

- Sério? -disse o Jack dando um grito de felicidade.

- Vocês decidem o que vão fazer é uma viagem!

- Okay. Eu vou comprar suprimentos.- disse Rowlet.- vou com a Snivy. Pode?

- Okay eu aceito ir.- respondeu Snivy.

- Hum... Júnior venha conosco? Para ajudar a fazer um Upgrade na tirreme?

​- hum... Não! - respondeu ele.

- Então vem Natu?

- Não espera eu tava zuando.- disse o Ralts.

- Perdeu a vez mané- disse o Natu dando risadas.

- Nos encontramos no porto.- decidiu Magikarp.

- Okay. Okay.

Eles saíram à cabana de barcos.

- Tchau pessoal.-disse Rowlet e Snivy indo para a feira.

- Bom.- disse Riolu.- eu e o Macho vamos pegar itens de luta... certo?

- De boa.- respondeu o Machop.- Fiquem aí!

Quando eles se foram Junior disse.

- Então. Vamos...?

-Comprar alguma coisa?- completou Torchic.- Bom, acho que deveriamos ir juntos para compra...- ele olhou para as barracas.- Itens... que eles vendem sem tema...

- Todos juntos?

- Sim. De uma certeza eu tenho, ninguém ficar sozinho.

Andamos pela feira de Slateport.

- Nossa! Olha esses óculos! -disse Fairy apontando para um óculos que eu não achei nada legal.-Uh! Olha aquilo!- mais uma vez apontando para um... epa! Uma mochila ensanguentada!

- Precisamos levar mochilas também?- perguntou Torchic.

- Hum...- pensou Júnior até ser interrompido por um barulho de Jack Spearow!

Olhei para trás e vi uma tirreme de madeira, e como mastro principal tinha uma cabeça de Kyogre, e alguns materiais voando.

Os Ralts começaram a rir.

- Isso...- Júnior deu mais uma risada.- Esse Kyogre aí tá...-mais outra risada.- feio em HAHAHAHA.

Realmente era um Kyogre deformado.

Corremos para o porto onde eles estavam estacionando.

- Você sabe comandar essa coisa?- perguntou Torchic.

- Ha!-debochou Jack.- Eu nasci pra comandar tirremes! Quando era um embrião, pilotei meu ovo pelas águas!

-  Nossa! Você ja fez várias coisas quando embrião em?

Jack deu os ombros.

 

Logo Faiaro e Natu abaixaram uma corda e lá de cima gritaram.

- Subam!

- Ainda falta as garotas, Riolu e Machop.- gritei de volta.

- Por que você deixou o Riolu e o Machop destacados? -perguntou Natu.

- Que? - gritei para ele.

- Nada.- então ele foi para dentro do barco.

As meninas estavam voltando com as compras em uma cesta.

Eu e Torchic corremos para ajudar.

- Uh-falou Torchic.- O que temos para a viagem?

Snivy abriu a cesta e mostrou para Torchic. Ele arregalou os olhos... fiquei com um pouco de inveja desses olhos enormes.

- Nossa!-ele olhou para mim.- Quanto vocês pagaram? Essas frutas são...

Quando me aproximei tinha frutas de vários tipos. Uma delas era uma aguav que brilhava demais.

- Bom não importa.- respondeu Rowlet rapidamente.

Embarcamos no navio.

Ele era enorme. A parte do leme havia: o leme é claro e alguns bancos ao seu redor.

Fui explorando mais coisas como o convés que tinha uma mesa no meio do caminho.

- Marujos!- disse Jack empolgado.- Seus quartos ficam no corredor! Não tem pra todo mundo, apenas quatro... mas dentro dos quatro quartos tem cinco camas. Poderíamos dividir por elemento.

Hum... acho que não ficaria bem.

- Que tal espécies?!- opinei.

Eles concordaram.

Então nada mais nada menos os dois lutadores subiram. E logo me lembrei que os peixes estavam na água.

- Como os peixes vão subir?- perguntei.

Piplup se jogou na água.  Logo um geiser acontece, e Piplup estava na ponta dele . Os peixes cairam com o geiser para dentro do navio.

- Ah ótimo- disse Jack. - Temos- ele começou a contar os peixes.- Ótimo dá certinho vocês peixes vão para o quarto três.

Eles estavam se apresentando cansados e para provar isso Lunturn desmaiou no corredor. Whishcash foi ajudar o molenga mas ele dormiu ali mesmo.

                                     ***

- Olha.- o Faiaro disse.- Eu posso ficar no quarto junto com: Torchic, Rowlet, Jack e Piplup, no quarto... dois.

Eles toparam, dessidimos  que Snivy e eu iriamos ficar no quarto quatro, e o melhor, sozinhos :)

Nos fomos para o quarto. Junior ficou no leme.

Eu queria pedi-la em namoro naquele instante... mas o sono falou mais alto e...

 

 

 

 

Sonhei que estava em um lugar escuro com a Snivy e Torchic.

- Você acha que temos tempo?- perguntou o Torchic.

- E- Snivy gaguejou. Aquele monstro! Você viu?! Tempo? Já perdemos. Houve silêncio.

Agora estava correndo de um Terrakion junto com um combusken por um lugar plano como se fosse uma plantação.  Aquele combusken não era nada grande. Ele me pegou e jogou no terrakion na hora que encostei minha pata na cara daquele terrakion, comecei a brilhar e mudar de forma no brilho. O sonho ficou escuro e não sonhei com mais nada.


 

Um grito se ouve vindo do leme.

 Eu acordei desesperado e parece que Snivy também.

- O que está acontecendo?- ela perguntou com o Sol batendo em sua cama. Ela vestia um pijama com línguas de arbock.

-Pelos mil braços de Arceus!- gritou Junior do leme.- venham me ajudar!

Eu corri de pijama verde para o leme, Faiaro estava sobrevoando lançando bolas de fogo em um... EPA! Um toxicroak pulou para o barco.

Machop tentava dar tapas nele e Rioli tentava acertar chutes. Natu chegou lançando uma bola de Pokettbol no inimgo. O cara deu um de Neylee e usou Golaço fazendo uma bicicleta assim acertou Natu em cheio.

Torchic e Rowlet sairam logo depois.

-Faiaro!- Torchic gritou.

Eles haviam planejado alguma coisa. Faiaro desceu até Torchic em uma velocidade incrível. Ele subiu nas asas de Faiaro em um pique só. Riolu pegou um frasco azul e bebeu. O toxicroak aproveitou para dar um chute nele, mas Riolu ficou muito rápido. Riolu correu até o toxicroak e usou  Bullet Punch em uma velocidade incrível que não conseguiria desviar... mas o toxicroak tem antecipação que logo virou e deu um chute no Riolu que voou até a borda do navio.

Ele caminhou até o Riolu, talvez para joga-lo no mar.

Faiaro estava descendo com Torchic em suas costas.

- Aí,oirato!- disse Faiaro.- agora ao contrário vai!

- Otário.- Completou Torchic.

O toxicroak pegou o Riolu e o jogou no mar na mesma hora Faiaro se aproximou e levou um chute na cara.- aquele toxicroak não tem outros golpes mão a mão? -

Ao Faiaro estar caindo no chão Torchic saiu com as garras Flamejando acertando bem no gogo do toxicroak, que por sua vez explodiu.

Torchic estava todo laranja.

- Ah não minha roupa! Vou ter que ficar nu!

- Não Torchic- assentiu Jack.- Eu trouxe roupas para vocês... vá para o banheiro.

Depois de todas essas merdas Riolu apareceu deitado no ar.

- Olhem!- disse apontando.

- É o Riolu mas...- ia dizendo Rowlet.

Uma escama de Mega Gyarados foi subindo com Riolu em cima.

- Mas que...- Machop foi interrompido.

Magikarp saiu da água se explicamdo.

- Então eu saí ontem a noite praa casa do meu pai.- e abriu boca... imaginei um sorriso.

O Mga Gyarados rugiu. O suficiente para Riolu acordar.

- Eu sonhei que estava baten... nossa que- ele bocejou- é essa? Assim aí no chão?

- Sangue.- fiz uma cara de psicopata. 

Ele franziu a testa. E quando notou que estava em cima de um Gyarados...

- AAH!- e pulou para o navio.

- Valeu pai!- agradeceu Magikarp.

- Irei observar vocês até chegarem na cidade desejada.- ele mergulhou.

Senti um calafrio.

Depois de Torchic tomar um banho quente de lava, fomos comer um pão, com mortadela de spoink e tomamos suco de chesto berry... o Riolu teve um suco especial, de custap berry, depois disso ele foi descansar.

- Que batalha!- exclamou Faiaro.

- Precisamos treinar combate.- Comentou Snivy.- Se nos atacarem mais uma vez...- ela suspirou.

- Bom eu vou para o leme.- avisou Jack.
 

 


Notas Finais


Usei toda minha criatividade. .. durou três dias pra fazer... eu tava com outras coisas pra fazer.
Amanhã teremos jornal falando sobre as minhas duas histórias, não perca!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...