História Uma escola bem animada. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, ChiNoMimi, Cotton, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Giles, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Manon, Melody, Nathaniel, Nette, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Viktor Chavalier, Violette, Wenka, Willi
Tags Amor, Doce, Hentai, Lemon, Yaoi
Visualizações 569
Palavras 1.762
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vamos começar uma nova fic, essa de amor doce, que conta a historia de um garoto chamado Erick gay que pensou que ia ter só mais um ano comum en uma escola nova.(Será contada em 1 pessoa)

Capítulo 1 - A chegada de Erick.


Era de manhã eu tinha acabado de acordar e eu estava em casa, que não era longe da nova escola. Meus pais trabalham juntos em uma empresa bem longe de casa só vem aqui no final de semana e nas quartas e quintas. Eles pediram para eu não falar isso para ninguém, realmente eu não quero que uma assistente social venha na minha porta.
Eu sempre gostei muito dos meus pais, sempre fomos uma familia unida eu sempre contava tudo pra eles, eu nunca tive uma "fase rebelde onde eu passei a odiar meus pai" eu parei de contar as coisas pra eles a um tempo atrás, eu parei para pensar em oque contar e oque não contar um garoto da minha idade já tem coisas que acha que deve esconder, como a minha sexualidade por exemplo, eles não sabem que sou gay e nem precisão saber.
A casa ficava na maior parte em silêncio pois só havia eu e meu gato o Pump, ele era um gato de uma espécie que eu não sei qual é. Mas ele era gordinho tinha bastante pelo uma cara muito fofinha e um rabo felpudo e longo, na verdade ele era bem pequeno e o rabo dele tinha quase o mesmo comprimento do corpo.
Eu estava pronto, mochila nas costas o Pump tinha comida. Logo disse:
_Oque será que me espera na nova escola.
Eu era um garoto alto tinha cabelos castanhos olhos castanhos também causava 44 tinha bons braços e barriga tanquinho, algumas garotas na minha outra escola ficavam grudadas em mim, me achavam atraente já me chamaram pra encontros, escreveram meu nome no caderno, me trancaram dentro da sala com elas, pena que elas não sabiam que eu não me sentia atraido por elas.
_Só espero que nessa escola não seja assim- parei para pensar.
Quando abri a porta eis que surge uma fada rosa bem na minha frente. Era minha madrinha Sthefany ela era perseguida por uns homens quando ela era professora, ela tinha seios bons uma barriga que não tinha defeito nenhum um cabelo que não havia nenhum sinal de Frizz e ate hoje ninguém sabe porque mas ela era uma mulher desejada por muitos e invejada por varias. Mas tudo bem ela era a única que sabia da minha sexualidade, as vezes eu achava realmente que ela era uma fada porque ela sabia de tudo.
Ela já foi professora na escola em que eu ia agora mas um tempo depois ela ganhou na loteria e ficou rica. Nunca mais trabalhou. Mas sempre soube administrar muito bem seu dinheiro, tanto que o dinheiro dela só se multiplica ela tem bons investimentos.
Ele me disse assim que eu abri a porta.
_Meu Amorzinho, como você esta?! Que saudades.
_Oi madrinha, nos nos vimos semana passada com a mudança. Oque te traz aqui.
_So quero ver se você esta bem. Você vai pra escola nova, aquela escola tem ótimos professores se vc me entende.
_Madrinha.....
_Tudo bem, tudo bem.
_Eu só passei aqui porque gosto muito de você e queria te dar esse dinheiro para a nova escola.
Ela tira da bolsa um tufo de notas de cem, eu chuto que devia ter 3.000 lá.
_Madrinha, serio....
_Oque acha pouco?
_Não que isso, só não preciso.
_E claro que precisa. Camisinha não é de graça meu bem.
_MADRINHA.
_Own está com as bochechas coradas.
_Thaul madrinha.
_Adeus querido, espero que goste da nova escola.
Fui seguir o meu caminho, já estava vendo a escola "lá tinha muitos garotos bonitos" já estava excitado só de olhar.
Parei para pensar "Calma Erick, não fique pensando outras coisas no primeiro dia" .
Quando entrei na escola já percebi que aquele nome estranho de escola não era tudo, garotos olhavam garotas, garotos olhavam garotos, garotas olhavam garotas. E não era de um jeito muito delicado, esses olhares me davam até um pouco de medo. Eu estava sozinho não conhecia ninguém e uma garota de cabelos longos e enrolados veio falar comigo.
_Ola você é novo aqui?
_Sim...Por que?
_E difícil não perceber um rosto bonito desse. -Ela fala isso e coloca a mão na minha barriga, ela ia descendo a mão cada vez mais baixo eu ia pedir para ela parar mas um garoto chega e a impede:
_Ambre, não incomode os alunos.
_Aaafff, Nathaniel
_Olá sou Erick sou novo estudante. -falo isso e pego na mão de Nathaniel.
_Olá, sou representante de turma. Você precisa falar com a diretora.
_Claro, me mostra o caminho?
_Sim venha comigo.
Fui andando com ele, nathaniel não era nem um pouco feio tinha um corpo de se admirar, mas também tinha cara de hétero, decidi não tentar nada.
_Diretora esse é um dos novos alunos, Erick. -Diz Nathaniel.
_Que belo jovem, vamos ver......ele está na sua classe nathaniel, que bom já terem se conhecido.
_Onde é a sala de aula?
_Bem aqui -responde a diretora saindo da frente de uma porta.
_Obrigado- respondo.
Deixo a minha mochila na ultima mesa atras da mesa do professor que ficava no canto da parede.
Era o primeiro dia de aula, era o dia das apresentações a diretora ia falar algumas coisas como sempre.
Quando sai da sala de aula Nathaniel foi fazer suas coisas como representante de turma e eu fiquei a deriva de novo. Fui andar pelos corredores e uma pessoa correndo esbarra em mim e caímos. Quando consigo me levantar vejo uma garota, bonita cabelos ruivos e um rosto cativante.
_Desculpe, sai correndo do nada.
_Tudo bem, você se machucou?
_Nao, estou bem, me chamo iris.
_Me chamo Erick, prazer.
_Você é novo certo?
_Sim, estou andando para ver como é a escola.
_Você e de que classe?-ela pergunta
_17. -Respondo
_Eu também, conhecidencia.
_Posso te mostrar a escola!?
_Eu adoraria.
Passamos por vários lugares, me senti como se estudasse aqui a vida toda. Adorei as partes da escola onde ficava os garotos do clube de musica.
Ela me apresentou a varias pessoas, logo um amigo dela passou e ela me disse:
_Este é Armin.
_Oi, sou Erick
_Prazer -ele reponde.
Nesse momento meu celular apita, dois segundos depois o dele apita também. Recebi a notificação de uma atualização de um jogo que eu adorava.  Logo animado falei em alto e bom som.
_Atualização de Dark of light.
_Serio, você joga também. -ele surpreso responde.
_Sim, é um bom jogo.
_Ninguém mais dessa escola joga. -ele me diz.
_Que pena, eu gosto bastante.
_Me avise um dia desses, podemos jogar juntos. -ele me pediu.
_Claro, porque não.
Ele sai e vai viver a vida dele, e iris continua me mostrando a escola.
Logo nos chegamos a um corredor pequeno ela entra e eu vou atrás. Logo chegamos a um lugar com alguns bancos e uma vista para um gramado completamente verde, era lindo. E só tinha uma cara lá e iris me apresenta.
_Esse é lysandre, ele gosta bastante de ficar aqui.
Quando bati o olho nele me apaixonei instantaneamente, não paixão paixão, mas senti uma forte vontade de ficar perto dele.
_Prazer Erick
_Prazer -ele responde.
_Gosta de ficar aqui!?- perguntei
_fico aqui pra compor é um lugar bem calmo- ele responde.
_Lysandre tem uma banda, ele e o vocalista. Iris completa
_Interessante. Quem participa.
_Eu e meu amigo, Castiel.
_Quem é esse?
_Acredite não vai querer conhecer. Diz Iris
_Castiel tem um temperamento forte. Mas não é má pessoa. -Retruca lysandre.
_Você canta Erick? -pergunta lysandre.
_Não, gosto de música e toco piano, mas nada alem disso.
_Interessante. Goste de que tipo de músicas.
_Clássicas, Rock, alguns Pop's.
_Depois vocês vem oque tem em comum. A apresentação da diretora já vai começar, certo lysandre.
_De onde vcs se conhecem? -Eu perguntei.
_Eu estava esperando um garoto pra um encontro e ele não apareceu ai encontrei lysandre, e ele viu que eu estava chateada fomos conversar ai ele me levou pra cama.
_...... ..... .... ... . . .C.e.r.t.o
Foi uma ótima noite alias- completa lysandre.
Iris foi na frente e saiu, eu estava logo atrás e lysandre me apalpa minha bunda dizendo:
_Eu nao quis falar perto da iris mas você tem um belo peitoral.
_Obrigado ..... Por notar, eu acho.
Lysandre era um pouco mais alto doque eu, e aqueles olhos híbridos  eram lindos.
A diretora falou, falou e depois fomos para a sala. Algumas pessoas que eu conheci hoje estudavam na mesma sal que eu. Falei um pouco com todo mundo até com o irmão do Armin o Alexy, ficamos amigos.
Chegou a vez dos professores se apresentarem o primeiro foi um homem professor de biologia lindo como se tivesse entrado na fila pra ser lindo 5 vezes e tivesse ganhado um passe VIP. Do jeito que Alexy olhou para ele tive certeza que ele também era gay. O professor se apresentou:
_Sou o professor Kukui.
Ele era bronzeado tinha olhos verdes usava um jaleco branco, era todo musculoso e tinha cabelo castanho, ele morava no Havaí mas veio para qua visitar a família e nunca mais foi embora.
O dia foi seguindo decidimos lanchar, estava eu Iris, Alexy e Armin na mesa perdi uma aposta e tive que ir buscar o refrigerante. Do nada uma pessoa vem e esbarra em mim de novo, já era a segunda vez que eu caia no mesmo dia. Eis que Lysandre ajuda a garota que esbarrou em mim a levantar e eu me levanto também.
_Desculpe eu sou meio desastrada.
_Percebi -Sussurro.
_Como?
_Nada, me chamo Erick, você está bem?
_Sim, me chamo Rosalya.
_porque estava correndo?
_tinha perdido o telefone, o lysandre achou vim pegar.
_Bem sorte a sua alguém de confiança ter achado.
_Eu e lysandre nos conhecemos a bastante tempo, realmente foi sorte ele ter achado.
_Verdade, rosalya namora meu irmão - completa lysandre.
_A, poxa, que sorte.
_Pois é, na verdade foi só uma noite de sexo mas eu gostei tanto que não quis largar.
Me mantive neutro depois dessa frase.
Depois do lanche e da aula fui ver o professor kukui, precisava tirar uma duvida sobre o trabalho que ele pediu.
Quando o achei perguntei:
_Professor, como você prefere o trabalho? Impresso, escrito¿
Ele colocou a mão dele no meu pescoço e acariciou o meu pescoço com o polegar dele. Olhou atentamente pra mim e disse:
_Como você quiser, o importante e o conteúdo.
Quando fui embora pensei em tudo que havia ocorrido no dia.
Cheguei em casa alimentei o Pump, fiz meu jantar.
Fui colocado no grupo de whatsapp da sala falamos um pouco depois fui dormir.

"Espero que seja um dia normal amanha"


Notas Finais


Bem não teve nada "pesado" nesse capitulo pq foi um capitulo de apresentação mas muita coisa esta por vir. Alem de professores tarados e alunos lindos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...