História Uma Família AConvencional - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Kushimiko, Minafuga, Narusasu, Shiita
Visualizações 308
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi!

Desculpem a demora, espero que gostem do capítulo.

Capítulo 5 - As Duas Mães de Sasuke


Fanfic / Fanfiction Uma Família AConvencional - Capítulo 5 - As Duas Mães de Sasuke

Naruto Namikaze:

 

            Foi tudo tão rápido, uma hora estávamos saindo da escola, na outra estávamos desesperados atrás de um taxi para levar o baixinho ao hospital. Ele não parecia nada bem, estava pálido, suava frio e sua pulsação estava fraca, sem contar o sangue que ele havia vomitado e que não indicava coisa boa. Agora estávamos aqui, na sala de espera do hospital, aguardando qualquer notícia dele. Como não sabíamos o que fazer, Sakura ligou para a escola e avisou o ocorrido, quando percebemos a diretora já estava aqui e havia entrado em contato com a família do garoto, porém até agora ninguém havia chegado.

 

- Por que não dizem nada? – falei, bagunçando meus cabelos de nervoso, a espera estava me matando.

- Se acalme Naruto, não há nada que se possa fazer, apenas esperar. – a rosada falou aparentemente calma, porém conhecendo-a como conheço, sei que por dentro ela deve estar uma pilha de nervos, porém ninguém estava pior que Kiba, ele roia as unhas nervoso, seu semblante era de culpa.

- E se ele morrer? – Kiba falou, parecendo assustado.

- Ele não vai morrer. – falei, só não sabia se era para ele ou para mim mesmo. Ele não falou mais nada, apenas ficou encolhido em um canto, enquanto eu já começava a enlouquecer pela falta de notícias, já estava prestes a levantar e perguntar mais uma vez pelo moreno baixinho, quando duas mulheres muito bonitas entraram correndo.

- Boa tarde, eu recebi uma ligação informando que meu filho está aqui. O nome dele é Sasuke Uchiha Uzumaki. – a mulher ruiva ansiosa falou, enquanto a outra parecia tentar acalmá-la, surpreendi-me quando a diretora se aproximou de ambas, porém o que mais deixou-me intrigado foi o sobrenome que a ruiva falou... Uchiha, seria algum parente do otou-san?

- Senhoras Uchiha e Uzumaki, sou Tsunade Senju, a diretora da escola de seu filho, fui eu quem entrei em contato com as senhoras. – a diretora falou, meus olhos se arregalaram, então era do moreno baixinho que estavam falando? Era ele que elas estavam procurando? Espera, então ele é meu parente?

- Sim, eu lembro da senhora quando fomos fazer a matrícula de Sasuke. O que aconteceu afinal? Como ele está? – a morena perguntou, ela se parecia muito com o moreninho, seria a mãe dele? Se bem que a ruiva chegou falando que era a mãe dele.

- Só o que sei é que ele se envolveu em uma briga, ainda não sabemos seu estado. – a diretora falou, havíamos ocultado o fato de que havia sido Kiba o responsável pela “briga”.

- Briga? Sasuke não é de briga. – a morena falou desconfiada, olhei para Kiba, ele estava ainda mais encolhido em seu canto.

- Não me interessa nada disso, eu quero saber do meu filho, onde ele está? Eu quero vê-lo. – a ruiva falou, indo em direção às recepcionistas, quase as atacando quando as mesmas mandaram-na aguardar, a morena tentava com custo segurá-la, já que era mais baixa.

- Kushina se acalme. – a morena ditou autoritária, porém não o suficiente para acalmar a outra.

- Acalmar? Nosso filho esta nessa droga de hospital e ninguém me diz nada, como quer que eu me acalme Mikoto? – a ruiva bradou irritada, aquilo me intrigou, ela havia falado nosso filho ou é impressão minha?

- Eu sei, mas é exatamente por isso que você tem que se manter calma, pelo Sasuke. – a morena falou e a outra suspirou, assentindo.

- Desculpe, você tem razão, eu vou tentar me acalmar. – a mais alta falou, sentando-se no banco. Ficamos em silêncio alguns instantes, as duas mulheres encontravam-se de mãos dadas, dedos entrelaçados, acabei ficando curioso, não conseguia deixar de encará-las, a morena acabou percebendo.

- Você é amigo do Sasuke? – ela perguntou, olhei para meus amigos por um instante, sem saber o que responder.

- Não, somos colegas na escola. – falei, ela assentiu em compreensão.

- Entendo, Sasuke não é muito de fazer amigos. Desde pequeno ele sempre foi muito tímido e reservado, mas nos últimos tempos isso só tem piorado. – ela falou com um sorriso fraco.

- A senhora é... – interrompi a mim mesmo, ainda assim ela pareceu entender.

- Sou Mikoto Uchiha, mãe do Sasuke. Essa é Kushina Uzumaki, minha esposa e também mãe dele. – ela falou, meus olhos se arregalaram com a informação.

- Vocês são ca-sadas? – falei, a ruiva olhou-me com uma sobrancelha arqueada.

- Algum problema com isso garoto? – ela falou, balancei a cabeça negativamente.

- Não, só fiquei surpreso. – justifiquei-me. Um tempo depois o médico apareceu, nos informando que o baixinho havia tido uma hemorragia interna, mas que já estava fora de perigo e podia receber visitas, todos praticamente corremos até o quarto dele, até mesmo Kiba, que parecia muito aliviado. As duas mulheres praticamente pularam nele quando entraram no quarto.

- Como puderam fazer isso? – a morena falou, afagando os cabelos negros do filho, enquanto a ruiva acariciava seu rosto com o polegar, em um carinho, por um breve momento tive uma certa invejinha do moreninho, ele tinha duas mães, enquanto eu não tinha nenhuma, claro que meus pais são maravilhosos e os amo demais, mas esse amor de mãe que todos falam eu nunca tive, acabei desviando os olhos incomodado.

- Bom, acho que agora que o Sasuke já está bem, eu vou indo. – falei, ainda um pouco incomodado, a ruiva nervosa se aproximou de mim, ficamos nos encarando por alguns instantes, antes que ela me surpreendesse com um sorriso e um abraço. Fiquei estático, paralisado a princípio, sem saber porquê ela estava fazendo aquilo, porém seu abraço era tão quente e cheio de sentimentos que acabei correspondendo, envolvendo meus braços ao redor dela também.

- Obrigada. Tsunade falou que você ajudou o meu filho e o trouxe pra cá. Obrigada. – ela falou, apertando-me contra si, antes de me soltar e depositar um beijo em minha testa, acabei corando com sua atitude. A morena também se aproximou e fez o mesmo que ela, abraçou-me, depositando um beijo em meu rosto, porém era diferente, eu não senti o mesmo calor que com a ruiva. Despedi-me de todos e fui embora, porém não conseguia deixar de pensar naquilo, no calor do abraço da ruiva, um calor quase conhecido. Deitei em minha cama ao final do dia ainda pensando nisso, eu não entendia o que havia dado em mim e sinceramente talvez fosse algo que eu nunca entendesse. 


Notas Finais


Logo continua.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...