História Uma foto- fanfic BTS- Kim Seokjin - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bruna, Bts, Fernanda, Mika, Seol
Exibições 34
Palavras 1.566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vcs estao gostando? Espero q sim.

Aviso: cap 11 vai ser ação pura, juro

Boa leitura :)

Capítulo 10 - Sequestro (Part. 1)


Fiquei olhando para ela abismado. Logo que ela terminou de falar, tapou a boca. Mas eu já sabia de tudo. Agora eu tinha certeza que eu não era o único que sentia aquilo. Estava muito perto de ficar vermelho.

Voltei ao banheiro e desliguei a água, a banheira já estava cheia. Voltei ao quarto e fui até o canto dele, onde a menina que eu gostava se encontrava sentada no chão e chorando:

-Você precisa tomar banho, Fê- falei

-Não quero- ela respondeu - não sei o que se passa na sua mente

-Eu juro que não vou fazer nada contigo...eu so quero a Fê de volta

-E eu caguei pra isso

Notei que conversar não ia dar em nada, então peguei ela no colo e coloquei dentro da banheira:

-TA GELADA, QUE MERDA JIN!

-Primeiro: eu sei disso, foi eu que coloquei a água. Segundo: não precisa gritar, eu to do seu lado

-Eu te odeio Kim Seokjin!

-Também te amo- falei indo bater a porta do banheiro

-Duvido!

-Você não faz ideia de quanto eu te amo- respondi fechando a porta do banheiro

Me sentei na cama e peguei seu caderno. Meu nome com um coração. Dei um sorriso de lado, até que me peguei pensando naquela frase: "A todo momento você esta na minha cabeça. Eu não passo um dia sem pensar em você", estava em choque com aquela frase. Não acreditava. Mas ela estava bêbada. Não sabia se ela falava a verdade ou se estava criando coisas na cabeça. Mas ela parecia estar tão seria quando falou aquilo...

*Pov Fernanda*

Aos poucos minha mente foi voltando ao normal. Não me lembrava de muita coisa do que aconteceu. Eu não me lembrava como tinha chegado em casa. Sabia que Jin tinha me trazido. Mas o que aconteceu depois eu não me lembrava muito.

Mas o que eu mais me lembrava era a discussão que tive com ele. O que ele tinha me dito sobre seus sentimentos, o que eu tinha dito sobre meus sentimentos, o quanto eu tinha sido estúpida com ele, enfim...

Tirei meu vestido todo enxarcado e me enrolei na toalha. Quando sai do banheiro e vi Jin, quis morrer. Eu tinha brincado com os seus sentimentos. Olhei para o chão e fui ate o armário pegar umas roupas e logo depois entrei no banheiro de novo.

Quando fechei a porta, escorreguei por ela e comecei a chorar:

-Ta tudo bem, Fê?- a voz de Jin ecoada por causa da porta entrou pelos meus ouvidos

-Ta sim- respondi enxugando as lagrimas e terminando de me arrumar

-Então...eu vou embora, okay?

-NÃO! POR FAVOR...fica

-T-Ta...- respondeu se afastando da porta 

Sai do banheiro e logo de cara meus olhos encontraram os deles. Eu provavelmente tinha o machucado, nem que fosse um machucado pequeno:

-Me...me desculpa- falei quebrando o silêncio

-Ta tudo bem...- ele respondeu- você...você estava bêbada...não sabia o que falava...

-Sobre aquele "escândalo" que eu fiz, o caderno e talz...é...é tudo verdade

Seu olhar, que antes estava voltado para o chão, foi em direção ao meu. Estava tão envergonhada que quando ele me olhou, direcionei meu olhar pro chão:

-Você...você ta brincando comigo, não é?- riu sem humor

-Não Jin, eu não estou brincando...nem um pouco

Um silêncio pertubador se instalou naquele quarto. Não era falta de assunto, nenhum de nós dois sabíamos como começar um novo assunto:

-Que...que horas são?- perguntei

-Faltam 20 minutos pra 2 da manhã- o moreno respondeu

-É melhor nós irmos dormir

-Então eu vou indo...

-Não...ta-ta muito tarde pra ficar digirindo por ai...é melhor você...

-Dormir aqui?- ele completou a frase

-S-sim...pode ficar aqui do meu lado- bati no espaço vazio da minha cama

-Ta bom...deixa eu avisar ao Yoongi pelo menos

Ele saiu do quarto com o celular na mão discando o número do namorado da minha amiga. Por um momento pensei se estava fazendo a coisa certa. Talvez não fosse. Mas eu so descobriria se "tentasse"

Alguns minutos depois ele se sentou e eu deitei pra dormir. Ele não ia deitar, ia ficar sentado na cama. Era melhor do que dirigir essa hora da noite. Alguns minutos depois, adormeci.

acordei com o feixe de luz branco na minha direção. Estava naquele quarto de novo. Mas o local parecia mais "triste" que o normal. Me levantei com uma pequena dificuldade. Olhei para os lados, mas não havia ninguém além de mim.

Alguns segundos depois, ouvi algo ser ligado atrás de mim. Quando me virei, vi uma luz que mostrava que Jin estava comigo. Era mais um daqueles sonhos que eu tinha. Normal.

Logo depois, outro feixe de luz foi ligado, revelando Jungkook. Uma linha de luzes foi ligada, mostrando dois caminhos. Um pra Kookie, outro pra Jin. Eu tinha que escolher um dos caminhos.

Sem que eu pensasse ou pedisse, caminhei ate Jin e o abracei, quando olhei para Jungkook, ele estava se apoiando pelos joelhos no chão, com o rosto abaixado e chorando. 

Queria ir ajuda-lo, mas simplesmente eu não me mexia. Continua abraçada a Jin. Estava começando a ficar com lágrimas no rosto. Ele levantou seu rosto na minha direção, mostrando toda sua tristeza e decepção: 

-Por que? Por que comigo?- foi a única frase que saiu de saiu de sua boca

Lágrimas começaram a cair sem parar do meu rosto. O que mais matava não era ve-lo assim. Era o que eu fazia para tentar ajudar. Nada. Simplesmente nada. 

Levantei assustada com Jin me chamando. Lágrimas começaram a cair dos meus olhos. Assim que o olhei, o abracei com todas as minhas forças, recebendo em troca carinho na cabeça: 

-Foi só um pesadelo...já acabou...você ja esta aqui de volta...não aconteceu nada...foi só um pesadelo...

| 1 semana depois... |

1 semana se passou desde aquele dia. Minha situação com o Jin mudou um pouco. Estamos sempre juntos, mas só como amigos.

Rin começou a sentar conosco. Além de passar a maior parte do tempo ao lado da Mika. Eles saiam juntos toda a hora. Era super fofo.

Seol se apegou mais ao grupo. Estava mais antenada as nossas conversas. Além de ficar recebendo toda hora elogios vindo de Taehyung. Ela sempre corava quando isso acontecia.

Jungkook? Não o via desde que brigamos. Ficava com medo dele não passar e ter que refazer o ano de novo por minha culpa. Tentava ligar pra ele, mas só dava caixa postal...

Jimim estava muito estranho ultimamente, apesar de estar ajudando Kook pegando seus deveres de casa, ele evitava ao máximo falar do sumiço do Jungkook. Eu não entendia porque, mas ele tambem não explicava. Além de sempre ir embora sozinho, longe da gente.

Tirando isso pouquíssimas coisas mudaram. Namjoon, Jimim e Hoseok continuavam solteiros. Bruh e Yoongi estavam muitos felizes juntos. Pelo menos isso.

O sinal tocou mostrando que (finalmente) era a hora de ir pra casa. As aulas estavam sendo muito puxadas, já que era o penúltimo ano da faculdade. Estava uma correria em todas as disciplinas.

-Oi gente!- falei chamando a atenção do bonde

-Olaaaa serumaninha- Bruh falou

-Oi- o resto falou

-Eai? Como foi a aula galera?- Mika perguntou

-Mais chata, impossível- Seol e Tae responderam juntos

-Quase dormi na aula- Yoongi comentou

-Só não dormiu porque eu o acordei- Jin falou (eles faziam a mesma faculdade: fotografia)

-administração ta muito mais fácil do que eu imaginava- Namjoon falou

-A minha ta até maneirinha- Hoseok falou

-Queria ver aula de dança ser chata...- Jimim falou- é por que voce não faz direito...ah, kirido, se você soubesse como ta horroroso ser um estudante de direito...

-A minha e da Fê ta maneira tambem- Bruh falou

-Ta pra nascer o dia que desenhar seja chato- Mika retrucou

-Gente, vamos embora?- Seol perguntou

-Vamos!- todos nos respondemos 

[...]

Assim que cheguei em casa liguei para a pizzaria mais próxima e pedi uma pizza. Preguiça de cozinhar. Quando desliguei o telefone, tirei o tênis e liguei o wi-fi do celular porque né? O 3G é ruim, então uso a net de casa mesmo. Assim que ligo noto que chegou uma mensagem do whats. Eu só não esperava que fosse dele. Jungkook.

"Porque comigo?"

"Queria te ver de novo...
             so pra você ver o estra-
             go que você fez em mim"

"Porque não vem no seu quarto?"

Gelei na hora que li a última mensagem. Ele provavelmente estava brincando comigo. Mas ainda estava nervosa.

Me levantei do sofá devargar e silenciosamente, me dirigindo ao meu quarto. Comecei a suar frio. Me lembrei do momento em que dei uma chave reserva da minha casa pra ele.

"Mas que porra Fernanda, por que você fez isso?"

Segurei a maçaneta com a mão tremendo. Girei-a e abri a porta. Nada de Jungkook. Entrei no banheiro. Mas tambem não tinha ninguém. Eu estava certa. Ele estava brincando comigo. Ou não.

Logo ouvi a porta bater atrás de mim com toda a força. Me virei e vi a última coisa que eu queria ter visto. Jungkook estava cheio de olheiras com o rosto inchado de tanto chorar, presumo. Ele ainda carregava um pedaço de madeira na mão direita:

-O-o que você ta fazendo aqui? E...po-por que tem um pedaço de madeira na sua mão?- perguntei nervosa

-Vim te buscar. O pedaço de madeira só veio me ajudar...

Não tive tempo de fazer nada. Nem de me denfender. Só vi o braço do Kookie vindo na minha direção. Logo depois tudo escureceu...


Notas Finais


Desculpe qualquer erro ortográfico. Até semana que vem, mores

Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...