Hist√≥ria Uma futura piada ūüÉŹūüĎÖūüíÄ - Cap√≠tulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Harvey Dent (Duas-Caras), Pamela Lillian Isley, Selina Kyle (Mulher-Gato)
Tags Terceira Temporada
Exibi√ß√Ķes 58
Palavras 2.194
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Ação, Comédia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Orange, Policial, Shoujo (Romântico), Steampunk, Super Power, Super Sentai, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Blood Forest


Fanfic / Fanfiction Uma futura piada 🃏👅💀 - Cap√≠tulo 10 - Blood Forest

                      Lucy pov
                   **Lucy pov**

~ A palhaça estava sentada sozinha na sala fitando o amanhecer, der repente as luzes apagaram.

Lucy- droga....

*ela se levantou e pegou a lanterna e desceu ate o porão, e fitou a caixa de luz com uma machado fincado a arrebentando.

Lucy- que merda aconteceu aqui??!

*ela tirou o machado da caixa e jogou no chão.

Lucy- vai demorar para alguém concertar isso, ela fitou o telefone.

Lucy- droga! Sem sinal...

~ela subiu ate a sala e discou um número, mais não escutou nada.

Lucy- ahm?

*ela correu ate a janela e fitou o fio do telefone cortado.

Lucy- filha da puta...

Any- quem é filha da puta?

Lucy- cortaram a linha de telefone...e alguém deu uma machada na caixa de energia.

Any- sério?

*a mulher do gelo olhou o fio partido..

Any- você acha que.....

Lucy- Sim acho...

Any- merda..

Lucy- vamos lá fora ligar o gerador...

Any- ta...

*as duas mulheres andavam pela montanha com o sol espelhando tudo.

Any- eu não me lembro quantos chalés tem sem ser o principal.

Lucy- 12...mais o do gerador é logo aqui em baixo..

Any- ahm ta...

Lucy- por que não voltamos mais aqui?

Any- você não se lembra?

Lucy- não, minha memória foi meio afetada na prisão aqueles 200 volts.

Any- festa de formatura da faculdade, lembra todo o pessoal da faculdade ficou aqui, lembra dos Scotts?

Lucy- ahm, lembro vagamente.

Any- eles, morreram....

Lucy- ahm?

Any- lembra que eles foram comidos por um animal que não sabemos..qual .

*a palhaça parou e levou as mãos cabeça.

Lucy- ahm...merda.

Any- Lucy? Você ta legal

*a palhaça confirmou com a cabeça fitando o chão, é de repente uma gota de sangue surgiu ela levou a mão ao nariz

Any- caralho você ta bem mesmo?

*a mulher do gelo encostou a mão no nariz da palhaça

Lucy- acho que estou....

*ela limpou o nariz na manga do casaco e contínuo andando.

Any- ai,duas semanas depois achamos o corpo deles.

Lucy- eh acabei de me lembrar...

~as duas pararam em um portão é a palhaça o abriu, é a mulher do gelo fechou, as duas fitaram o totem que haviam feito na festa da faculdade.

Lucy- nossa nem me lembrava mais disso.

Any- nem eu!

*a mulher do gelo passou a mão na boca do totem.

Any- não lembrava de ele te dentes...

*o totem fechou na mão da mulher.

Any- ahhhhhhh!!

*a palhaça fitou o líquidos prata escorrendo pela boca do totem.

Lucy- any!!

*ela puxou a mulher do gelo é as duas caíram no chão

Any- ahhm!!

Lucy- ele arrancou??!!

Any- quase..

*a palhaça fitou os corte.

Lucy- vamos ligar o gerador e cair fora.

Any- ta...

*respondeu a mulher chorosa.

*a palhaça arrancou um pedaço do casaco e enfaixou a mão da mulher.

Any- valeu....

*as duas entram no chalé.

Any- que sujeira!...

Lucy- nem me fale...

*elas começaram a andar.

Lucy- ali!

*a palhaça virou a alavanca ligando a Luz.

Any- pelo menos temos luz...Lucy o que foi?

*a palhaça fitava um saco de máscaras.

Lucy- any, não tem uma pessoa só aqui, tem várias...

*ela mostrou a mascara.

Any- espera ai!!! Estamos no quarto de MD??

Lucy- sim...

Any- vamos sair daqui antes que MD resolva tirar seu "cochilo matinal"

Lucy- sim..

*as duas saíram andando.

Lucy- ainda bem que eu não trouxe a Kate...

Any- é mesmo...

*as mulheres começaram andar pela neve.

Lucy- o que foi isso?

Any- pode ser tudo Lucy, um bicho o vento os pássaros um psicopata só sei que não viu ficar aqui para descobrir

Lucy- nem eu...vamos.

Any- e tudo isso, sabe e tipo isolamento..

Lucy- Há uma linha fina entre a solidão calma e tristeza de isolamento.

Any- é insano, mais verdadeiro.

*de repente ela escutaram uma barulho.

Any- ai que porra foi essa.

Chuck- buuuuu!!

*as duas mulheres gritaram.

Lucy- vai pra merda Chuck!!

Any- vai se fuder!!

Lucy- Foi uma brincadeira! Estamos em uma floresta! Da medo! Deixe-se levar um pouco!

Lucy- idiota..

Any- a Luz voltou?

Chuck- sim, o que aconteceu na caixa de energia?

Lucy- eu também gostaria de saber.

*elas pararam em um ponto alto que dava para ver toda a montanha

Lucy- Você viu a paisagem? Quero dizer ... Meu Deus! Às vezes eu esqueço parar e contemplar o mundo..

Chuck- é mesmo...

Any- bem lindo.

*os celulares dos três apitaram

Md- que bonitinho!!

Any- que vaca.

*eles colocaram os celulares no bolso.

Lucy- escuta só!! Que direito você tem de brincar de Deus com a vida de pessoas?

Chuck- seu covarde!

Any- piranha...!

Lucy- essa pirranha ta tão louca...

Any- olha só quem fala.

Lucy- ela ta mais louca que eu, não tem graça um psicopata correndo atrás de um psicopata..

Chuck- deve se um covarde que se esconde atrás de um telefone

Lucy- A raiz do problema. Tudo se resume a isto Você ainda pode perceber o real do irreal ...? Duvido.

Any- vamos... Somos iscas fácies para Md.

Any- eu acho que se não nos conhecemos MD já teria matado todos nos, esse você não tivesse notado Hanna nem Selena, é se eu não tivesse ido a festa que eu te conheci e se sua tia não morresse você ainda estaria vivendo na floresta e seria médica? Ban!! Efeito borboleta!

Lucy- O simples bater de asas de uma borboleta, pode causar um furacão do outro lado do mundo.

Chuck- eh...

Any- como se lembra da frase?

Lucy- tatuagem número 23.

Any- ahm.

Chuck- nunca vi essa.

Lucy- viu sim.

*a palhaça levantou a blusa é mostrou as costas.

Any- eh mesmo...

Chuck- hum...

*ela abaixou a blusa.

Lucy- No caso das borboletas, o bater de asas de uma delas em um determinado lugar do mundo pode gerar uma movimentação de ar que, intensificada, desencadearia a alteração do comportamento de toda a atmosfera terrestre, para sempre. Parece loucura, mas acontece todos os dias, e chamamos de acaso.

Any- como sabe disse.

Lucy- any, já viu minhas notas na escola?

Chuck- ahm, vamos.

*os três continuaram andar.

Lucy- UE? Eu não levei o machado para dentro ontem Chuck?

Chuck- levou...que estranho.

*a palhaça tirou ele da árvore

Chuck- bem que você falou, para cada ação tem uma reação, teoria do caos?

Lucy- mais ou menos por ai....

*eles entram e fitaram o pessoal comendo panquecas.

Lucy- hum, eu quero!

Daniel- amor o que aconteceu com sua mão?

Any- prendi em um totem

Daniel- ahh, ta..

*de repente um tijolo foi atirado na janela.

Lucy- que merda foi essa?

*havia uma mensagem

Md- vocês irritaram o maníaco! Que os jogos comecem!

*a luz se apagou...

*e na outra janela vôo um balde de sangue a sujando toda.

*todos saíram e fitam a uma mensagem na árvore.

MD- hora do jogo....

Barb- Mike vamos voltar para o nosso chalé.

Mike- boa ideia.

Lucy- cuidado!

Barb- espero que não fiquemos entendidos.

Lucy- sei que vão achar um jeito de se divertir!

Mike- claro!!!

James- eii calsa!?

Lucy- James!!

*os dois se abraçaram

Lucy- vamos entrar bicha.

James- o que aconteceu aqui é aquele maluco?

Lucy- sim..

Any- temos que ficar aqui fora para descobri?

Chuck- não.

*o loiro jogou balde de água na janela a limpando.

Selena- vamos entrar!!!

*todos entram.

Selena- o que vamos fazer?

James- jogo da garrafa!

*sim todos concordaram.

Lucy-  eu to fora.
Chuck- eu também.

*a palhaça sorriu e o beijou.

James- vamos Começar logo

*a palhaça sentou no sofá junto com o louco os dois ela encostou em seu braço, é ficaram fitando o jogo.

*a garrafa girou e parou no James e na yuno.

James- prestem atenção vocês estão prestes a presenciar o momento quente entre um gay e o gótica.

*os dois se beijaram.

Lucy- ECA.

*todos riram...

                    **Barb pov**

*os dois se beijavam pelo caminho.

Barb- esta sendo incrível.

Mike- é mesmo.

*os dois entram passavam no caminho.

Barb- ai ta de sacanagem a neve caiu no caminho

Mike- vamos contornar pela gruta.

Barb- ta

*a mulher foi andando e caiu no portão

Barb- ahh

Mike- você ta legal?

Barb- to, ainda tenho todos os meus ossos.

*os dois sorriram.

~e continuaram andando pela gruta.

Barb- vamos estamos quase lá .

*de repente eles escutaram barulho de serra

Barb- corre!!!

*ela apontou para o homem mascarado.

Mike- vai vai vai ahhhhhh, o homem puxou a nerd pelas pernas.

Barb- Mike socorro!!!

*o homem fitou a nerd desesperada e fugiu.

Barb- não, me salve!!! Ahhhhhh.

*o homem mascarado começou a serrar as pernas da mulher

Barb- não!!! Ahh me solta!!

*ela chutou a cara do homem e saiu correndo manca, ele havia abrido uma ferida que dava para ver seu osso, ele havia serrado uma ponta do osso..

*o homem correu e derrubou a nerd na neve e terminou de serra uma das pernas

Barb- não ahhhhhhh!!! Me solta!!! Ahhhhhh.

*ela escutava o barulho do osso sendo serrado, sua visão ficava embaçada.

*ela fitou o homem correndo..

*ela começou a se arrastar para dentro de gruta,  e voltou a trilha.

Barb- socorro!!!!!!!!!

*a mulher se arrastou Ate a frente da casa

Barb- soo.OO. COO...roo..

*ela fitou o rastro de sangue na neve.

*ela se arrastou ate à porta e começou a esmurrar

Lucy- Barb!!!!

Barb- ahhm! Foi ela...

*a palhaça fitou a canela da garota que exibia cortes enormes.

Any- Barbara!

*a gatinha fitou a perna da mulher e tapou a boca.

Selena- não posso ficar aqui.

*a gatinha entrou.

Lucy- barb você esta me ouvindo?

Barb- estou.

*a mulher do gelo fez uma Bota de gelo em volta da perna da nerd.

Any- fique sentada ai...coloquei isso não sabemos se a perna dela pode Necrossar, é isso vai facilitar para hanna curar depois

Lucy- onde esta Mike.

*aquele desgraçado me abandonou tomara que MD acabe com ele.

*eles fitaram o homem correndo atordoado ele carregava a mascara do homem raposa...

Barb- sai daqui!!

Mike- escuta, eu não te abandonei eu voltei para o lado oposto da gruta para pegar uma arma.

Barb- ham.. sei

Lucy- você viu o rosto?

Mike- não, ele usa uma máscara preta por baixo.

Lucy- hum...

*a mulher do gelo derreteu a bota de gelo, é a ruiva sentou ao lado da nerd e começou a curar seu ossos e diminuir o corte, deixado apenas uma corte e cicatrizes..

Barb- ahm....

Lucy- consegue levantar.

Barb- não..

*as meninas a levantaram e colocaram em uma cadeira

De noite.

~a palhaça fitava a montanha da varanda do segundo andar, ate que seu corpo foi envolvido pelos braços do loiro.

Lucy- oi...

*o loiro beijou o pescoço da palhaça e ela o beijou.

Chuck- aqui e tão lindo...

Lucy- e tão trágico..

Chuck- combina com você...

*a palhaça mordeu o lábio é o beijou o loiro começou a abrir a blusa da palhaça e tirar sua calça, o loiro e beijava abrindo seu sitiam ele a empurrou na parede é a beijou, e sussurava em seu ouvido.

Chuck- minha, você...e só minha..

Lucy- completamente.... Você é o único, que conseguiu me segurar .

Chuck- os outros falharam?

Lucy- horrivelmente.

*os dois caíram no divã que alí estava, o loiro abraçava a palhaça e sentia a parte de cima do seu corpo nú encostada em seu peitoral.

*os loiro se deitou é a palhaça colocou a perna em cima dele e ficou abraçada ao seu corpo é o loiro a envolvia.

Lucy- realmente essa montanha tem uma história bem trágica

Chuck- eh?

Lucy- hum..hum..nos anos 50 os jovens, desempregados, viciados, vinham aqui para de suicidar,

Chuck- hum...

Lucy- lá embaixo tem um lago onde alguns se matavam, os pesquisadores sempre mergulham e acham que e coisa recente mais os corpos estão com roupas antigas, é engraçado que a correnteza trás eles pro mesmo lugar que se mataram, sabe e como se tivessem alguma missão aqui e sua alma estivesse presa..

Chuck- sinistro..

Lucy- então nos anos 90 abriram o casa para dependentes químicos sabe de drogas essa coisas e de um lado um manicômio ai teve uma rebelião dos dois lados.

Chuck- ahm lembro um pouco dessa notícia

Lucy- UI desculpa senhor eu nasci 1997!

Chuck- aconteceu em 2000.

Lucy- eu nasci em 2000.

Chuck- ahh, por isso que aconteceu.

Lucy- engraçadinho....eu nasci em uma sexta feira 13 de agosto em 2000 em uma lua cheia, ou seja eu sou o azar ambulante.

Chuck- você só me deu sorte.

Lucy- é o Primeiro.

Chuck- você conseguiu me salvar de ficar com uma mulher diferente a cada dia, de me irritar com tudo, ser um solitário é você me deu Kate, você só me trouxe sorte...

*a palhaça sorriu, e vestiu sua blusa regata.

Chuck- ahhm!! Quero continuar a sentir seus peitos em mim!!

Lucy- ham..talvez mais tarde.

Chuck- okay então ..

*os dois se levantaram, e desceram a escada, fitaram todos sentados

Any- onde estavam?

Lucy- fudendo.

Mike- nossa ela e bem direta..

Lucy- vou tomar um banho

Chuck- ta...

*a palhaça subiu as escadas.

                     "MD pov"

Md- Acho que a única razão de sermos tão apegados em memórias, é que elas não mudam, mesmo que as pessoas tenham mudado..né??

Md- vadias vadias na neve que legal!!!


Notas Finais


Comentem!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...