História Uma Futura Produtora Em Apuros - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, Legends of Tomorrow, Supergirl, The Flash, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Dr. Martin Stein, Leonard Snart (Capitão Frio), Mick Rory (Onda Térmica), Personagens Originais, Ray Palmer, Richard "Rip" Hunter
Tags Ameliah, Legends, Produtora, Tommorrow
Exibições 29
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Tensão no ar..

Capítulo 32 - Quando o passado vem assombrar


Fanfic / Fanfiction Uma Futura Produtora Em Apuros - Capítulo 32 - Quando o passado vem assombrar

Uma semana se passou e o trabalho já nos chamava de volta a emissora. The Originals precisava de mim e Legends precisava do Arthur.

 

Quando chegamos, fomos direto pra CW, deixamos as malas na minha sala e fomos ao estúdio, peguei meu rádio. Estava por incrível que pareça quem em Vancouver, pelo menos o suficiente pra mim colocar um shorts jeans e coloquei uma camisa soltinha, branca, coloquei umas pulseiras, uns anéis, peguei minha bolsa e saí.

 

Cheguei no estúdio, com uma mini festinha do pessoal, de bem vinda de volta, comemos, conversamos e fomos pro trabalho, dessa vez fui editar uns cortes, arrumar algumas coisas do set e ajeitar umas câmeras.

 

Na TV e nas revistas de fofocas o assunto era o nosso casório e umas fotos de paparazzis minhas e do Arthur , caminhando por Veneza.

 

Ou seja, a notícia logo mudaria e eu sairia do foco dos fofoqueiros de plantão.

 

Mas acho que me enganei...

 

Logo apareceu uma entrevista de um outro famosinho, que diz ser meu ex e que está feliz por mim e que apesar de termos sido muito felizes juntos, ele está bem por mim ter seguido em frente. Eu tava tipo OI?

 

Eu e ele ficamos por dois meses, DOIS MESES, nem namoro foi. É óbvio que Arthur logo saberia da notícia e surtaria. Afinal essa notícia não sumiria tão cedo. Bom, quem é esse ex, famoso? Ninguém mais, ninguém menos que MATTHEW DADDARIO.

 

Eu sabia que ele estava em Shadowhunters, mas nem lembrava mais dele. Desculpa mundo, mas não significou tudo isso. Quando ficamos? No meu primeiro ano em Vancouver, antes da faculdade, tínhamos uns conhecidos em comum e rolou, carinho mútuo + uns beijos e umas noites de sexo, foi o que se resumiu nossa relação.

 

Fizemos tudo tão bem que nem a mídia descobriu, afinal naquela época ele só era o irmão da Alexandra Daddario.

 

Bom, pedi uma brecha e deixei umas dicas de prontidão, nada aconteceria de errado nas gravações até minha volta.

 

Fui ao estúdio de Legends e Caity me disse que Arthur já havia assistido a entrevista e estava vermelho de raiva.

 

Fui falar com ele, me aproximei de onde ele estava e disse:

- Podemos conversar?

 

- Porque não me disse do seu ex famoso? - Arthur disse.

 

- Porque dois meses de muitos anos atrás pra mim não é namoro, logo ele não é meu ex e nem significou tanto assim.

 

- Então porque ele parecia tão apaixonado na entrevista? – A cada pergunta, parecia que ele estava mais triste.

 

- E eu vou lá saber? Essa história já acabou há 4 anos, porque vamos nos machucar por isso agora? Estamos tão felizes!

 

- Estávamos. Você quis dizer, estávamos.

 

PRONTO, ACABOU COMIGO.

 

Logo agora que estávamos tão bem. Ô palavrinha maldita. Passado é uma droga as vezes. Tentei achar uma forma de sei lá, esclarecer? Mas ele se levantou e me deixou falando sozinha.

 

O pior é que eu não sabia o que fazer pra que Arthur voltasse a falar comigo, porque ele não tava me atendendo e parecia que ele tava fugindo de mim. Decidi deixar o dia passar, a noite, em casa, ele teria que me ouvir.

 

O dia passou e por mais que estivesse fazendo meu trabalho direito, eu só pensava no Arthur e no que faria pra que nos resolvêssemos, mas nada passava pela minha cabeça.

 

Depois de um dia de volta a realidade , totalmente exaustivo, eu peguei minhas coisas, pois Franz me disse que Arthur já estava em casa.

 

Quando estava saindo dos estúdios pra pegar o carro, ELE apareceu, me deu um abraço, sem reciprocidade, disse que tínhamos que conversar e que estava feliz em me ver. Eu disse que não queria falar com ele e que meu primeiro dia que casada, já estava se arruinando graças a ele.

 

Entrei no meu carro e sai em disparada pro apartamento, de repente meu celular começou a tocar e era a Caity, parecia que flagraram aquele não abraço e tinha uma menina parecida a mim, com o Matt numa cafeteria, dando a entender, que saímos juntos.

 

Falei pra ela que era mentira, que eu estava no meu carro correndo pro apartamento. Ela disse que também está lá, com o Arthur e o Normal, porque o Arthur já viu as novas fofocas e não quer me ver.

 

Eu comecei a chorar no telefone e pedi pra ela colocar no viva voz.

E ouvi:

 

- Eu não quero falar com ela.

 

Então eu disse:

 

- Por favor Arthur, me escuta, eu não saí com ele. Ele me abordou na saída do estúdio, me deu um abraço, que eu não correspondi, disse que eu não queria falar com ele, entrei no carro e saí.

 

- E porque a menina da cafeteria é tão igual a você? Até a roupa, não mente pra mim Liah.

 

- Pelo menos ainda ta me chamando de Liah.

 

- Não muda de assunto Ameliah!

 

- Não to mudando, não sei porque a menina é parecida comigo, não sei porque as roupas dela, são parecidas com as minhas e não to nem aí. Eu não saí com ele. Você tem que acreditar em mim.

 

- Você ainda ta no carro?

 

- Sim.

 

- Acabou de sair outra foto... Porra... De vocês se beijando Ameliah.

 

- Eu tô no carro Arthur, esse beijo não foi comigo, pelo amor de Deus.

 

- Não quero mais discutir.

 

- Nem eu.

 

- Não quero falar com você.

 

- Mas, Arthur..

 

- Não Ameliah, hoje não.

 

- Mas amor, me escuta..

 

- Já ouvi o que tinha de ouvir e vi o que tinha pra ver. Hoje não.

 

- Mas logo tô aí..

 

- Dorme na Faye!

 

- O QUÊ? TA MALUCO ARTHUR? ESTAMOS CASADOS.

 

- Não quero te ver hoje.

 

- Não faz isso... Ai... Merda..

 

Então ouvi a voz da Caity:

 

- O que foi Liah?

 

- Minha barriga, ta doendo. Não to me sentindo bem.

 

- Para de dirigir, encosta em alguma rua e me manda seu endereço que eu te busco.

 

- Não, eu já tô chegan.. já tô che.. Che..

 

- Liah?

 

 A voz era do Arthur, mas nenhum som saia da minha boca, eu ainda não havia encostado o carro, mas de repente tudo apagou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...