História Uma Garota Invisível - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys (bts), Colegial, Romance
Exibições 47
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - What?



#38 What?...


P.O.V Jungkook


Jungkook,você é rídiculo...Levou um fora da menina da sua vida..


Depois da resposta,Gih deu meia volta e saiu da sala,e eu?...Fiquei lá com cara de tacho.


Eu fiquei completamente envergonhado e eu sai da sala logo após Gih.


Eu voltei pro meu dorm e Sun hee estava deitada na minha cama,e como eu não estava com paciência,puxei ela pelo braço e joguei ela na cama dela. Assim,me deitando.


Depois de mais ou menos 20 minutos deitado,eu decido ir á um bar longe da escola. Então eu pego minha jaqueta e saio do dorm sem nem mesmo explicar á Sun hee.


Assim,vou ao estacionamento da escola e pego meu carro,fazendo o trajeto até o bar.


{ 30 minutos depois }


Eu já havia chegado no local e também já tinha saído do carro. Após sair do carro,eu entrei no bar e pedi 5 garrafas de tequila,whiskey e cerveja. Então me sento na mesa com todas as garrafas e tomo uma após outra.


Depois de mais ou menos uma hora no bar,eu decido parar de beber. Assim,pago. Saio do bar e entro no meu carro e começo á dirigir em alta velocidade.


Á algumas quadras antes da escola,eu já estava numa velocidade absurda. E como a estrada estava escura,eu não estava vendo nada,mas via sombras. Até que eu vi a sombra de uma moça que parecia ter 47 anos,por aí. Mas não deu tempo de freiar o carro..então eu acabo atropelando-a,fazendo uma multidão se formar. Eu saio do carro e olho para a mulher,e ela estava sangrando muito,eu tive um grande aperto no coração. Eu pego a bolsa da moça e pego a identidade,e quando vejo o nome,eu já penso na minha morte.


''Hyorin Lahaund''


Não pode ser...era mesmo a mãe da Gih?...


~ FlashBack ON ~

{2 dias antes do acidente..}

Eu estava para entrar na sala,até ouvir uma conversa de Gih com alguém no telefone. Assim,me escondo rápidamente atrás da porta e continuo ouvindo.

- Oi?...vocês vão vir á cidade?! - vejo que o tom de voz dela fica mais alegre - Sério mamãe?...quando?... Ah...vai ser surpresa? Vocês me ligam quando chegarem?...Ok mamãe...um beijo! - Ouço ela rir sozinha e dizer - Ah família.....que bom que eu vou ver vocês novamente.. - Ela sai da sala sem me ver e sai totalmente feliz e sorridente.


~ FlashBack OFF ~


É..é a mãe da Gih..


P.O.V Gih


Eu estava super feliz pois minha família estava para vir á Seul. Eu não vejo minha família á quase 3 anos!..Eu estava sorridente e nada poderia me abalar.


Eu estava na aula de geografia fazendo os deveres com Maddie de dupla e Jimin de dupla com Mark. Até que meu celular toca e todos olham pra mim e a professora também.


- Senhorita Giovana...o que nós já falamos sobre celular ligado na sala de aula?. - A professora olha para mim. A Srta. Miseiki era legal e sempre me ajudava,mas quando era para dar bronca,ela dava.


- Desculpe srta Miseiki...isso não irá se repitir... - Digo.


- Atenda-o lá fora.


Nesse momento,pego o telefone e vou para fora da sala.


{22:45}               82% (||||||)

{ Chamada Realizada }

           Omma <3

✅ Atender ( )       ( ) Recusar ❌


Logo eu abri um sorriso e atendi.


- Mamãe? Como vai? A senhora já está aqui em Seul?... - Digo tão rápido que perco o fôlego.


- Não é a sua mãe. - Uma voz masculina fala.


Nesse momento meu sorriso some e eu apenas penso que o pior havia acontecido.


- C-como assim?..quem é?... o que aconteceu com a minha mãe?..


- Um menino bêbado de 18 anos chamado Jeon Jungkook atropelou a sua mãe no Bairro Hanahaki Boyu (inventei mermo). - O homem diz.


- Que?... - nesse momento,lágrimas se formam em meus olhos e eu sinto uma mistura de raiva e tristeza ao mesmo tempo.


Eu somente desligo o telefone e corro para dentro da sala com as lágrimas caindo.


E por conta da fraqueza eu sinto que vou cair e me seguro na porta,assim,chamando Jimin.


- Jimin..J-Jimin... - Não consigo falar direito devido aos soluços.


Jimin,Maddie e Mark olham para mim com olhares preocupados. Assim como o resto da sala e a professora.


- O que houve Gih? - Maddie,Mark e Jimin se levantam e vem em minha direção para me ajudar.


- A minha mãe f-foi atropelada pelo Jungkook.. - Digo em meio aos soluços.


A sala toda fica preocupada com minha mãe e comigo. A professora logo se aproxima e diz :


- Eu deixo vocês quatro irem até aonde ela está. Hwaiting Gih... - A professora diz e a sala toda repete.


- Hwaiting Gih! - A sala diz em coro e eu dou um sorriso.


- Obrigada gente... - Eu digo com minha cabeça encostada no peito de Jimin.


Alguns minutos depois nós já estávamos no carro em direção ao hospital no qual o homem disse através do telefonema.

----------------------------------------------



Notas Finais


Créditos á Caroline Sena (amiga minha) pela ideia desse cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...