História Uma heroína inédita - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Lesbicas, Romance, Suspense
Exibições 8
Palavras 703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Bem eu vou postar até 10 capítulos pra ver no que vai dar se eu ver que estão gostando eu vou continuar se não eu tento melhorar nesses dois ou três capítulos vou apresentar todos os personagens da fanfic e contar a história da principal os dos outros vai ser ao longo da história sem mais delongas vamos a história espero que gostem nos vemos lá nas notas finais.👋

Capítulo 1 - Chegada e apresentações


Dia 09/04/2020  às 15:45.             

Narração Autora:

As ruas estavam escuras sendo iluminadas pela pouca luz dos postes que haviam ali, no silêncio só se ouvia o barulho do vento e do balançar das árvores, que fora logo quebrado pelo barulho de motor de dois caminhões que traziam a mudança dos Alagnes que acabavam de chegar na cidade ,os caminhões pararam em frente à casa, que agora pertencia aos Alagens, logo chegou um carro preto e estacionou atrás dos caminhões não demorou e um homem alto de boa aparência desceu do carro seu nome era Guilherme Alagnes e do lado oposto no lado do carona desceu uma linda mulher de estatura mediana essa era Aline Alagnes uma linda mulher de cabelos negros, e olhos verdes, e um corpo escultural. Os dois foram em direção aos homens responsáveis pela mudança.

Guilherme: muito bem já podem começar a descarregar e ir levando as caixas lá pra dentro.

Homem 1: ok- concordou prontamente.

Guilherme: minha esposa vai abrir a casa e dizer onde devem colocar as caixas tudo bem amor?- falou para sua esposa que estava em pé do seu lado.

Aline: tudo bem querido, vamos por favor por aqui.

Homem 2: tudo bem vamos- falou para o outro homem pegando uma das várias caixas e começando a seguir a mulher.

Aline: há não esqueça de chamar a Hemera querido ela ainda está no carro- falou sem se virar para trás.

Sem responder nada ele foi andando até o carro e abriu a porta de trás e disse.

Guilherme: vamos nós já chegamos....

Mais cedo daquele mesmo dia às 9:00

Narração Hemera:

Hum... Hoje o dia vai ser cheio estou me mudando para a cidade de Nova York pois meu pai que é médico recebeu uma boa proposta de emprego aqui... Há desculpe eu nem apresentei meu nome é Hemera Alagnes e meus pais são Guilherme Alagnes e Aline Alagnes. Meus pais nunca me deixaram faltar nada sempre me deram tudo que precisei eles podia ter me mimado mais eu não gosto muito de gente mimada acho ridículo, dou graças a deus que eu não sou mimada sempre procuro solução quando não me entendo com uma pessoa, porém se eu achar que nada vai mudar aí eu fico em pé de guerra com ela até não poder mais, não suporto injustiça e não gosto de ninguém que se ache perfeito. Quando me vêm as pessoas pensam que eu sou patricinha mais aí me conhecem e vêm que eu não sou nada do que aparento. Quanto a aparência eu tenho cabelos lizos com umas ondulações nas pontas, olhos verdes, e um copo de dar inveja a qualquer um ( não sou exibida mais é o que todos que me conhecem dizem), dizem que eu sou quase a cópia da minha mãe exceto pelo formato do meu rosto que puxei a meu pai.

Eu passei a viajem toda ouvindo música e jogando uns jogos no celular a maioria online, nem percebi quando chegamos na nossa nova casa só vi quando meus pais desceram do carro e olhei a hora eram 15:47 nem vi o tempo passar na quele carro me desperto dos meus desaveios quando meu pai me chama.

Hemera: nem vi o tempo passar.....- disse sai do do carro e olhando pro meu pai sorrindo.

Guilherme: é deu pra ver... Vamos temos muito que arrumar sem falar que amanhã você tem escola nova pra ir- disse meu pai me olhando enquanto eu ia pro seu lado.

Hemera: sim pai...- dito isso eu e meu pai fomos para dentro da casa minha mãe estava dizendo onde colocar as caixas para que depois tirasemos tudo das caixas.

Não demorou e o descarregamento da mudança terminou logo meu pai pagou os homens que fizeram a mudança e eu subi pra meu quarto que só estava com a cama e o guarda roupa olhei aquilo com tédio em pensar que depois tinha que arrumar tudo olhei a hora no meu celular que já estava em 10% e eram 21:30 estava tão ocupada na mudanca que nem vi o tempo passar e estava muito cansada tanto que coloquei meu celular no carregador  e deitei pra descansar mais acabei pegando no sono  sem perceber.


Notas Finais


Bem logo vou vir com outro capítulo com vários a acontecimentos interessantes acho que ainda hoje ele sai até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...