História Uma história - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 1
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A vida continua


Acordei um tempo depois, sem saber o que havia acontecido, logo depois, lembranças daquilo me vieram á mente, fazendo-me chorar novamente, vesti o vestido, calcei os sapatos, e fui até a festa, que já havia acabado e estava sendo desmontada por minha mãe que me viu chegar com o rosto todo inchado e o vestido todo sujo. 

- Minha filha! O que aconteceu?!- Veio correndo até mim.

Não conseguiria contar. Apenas chorei mais ainda em meio as lágrimas, eu disse:

- Fui ridícula, confiei em quem nem conhecia.- Apenas isso.

Quando chegamos em casa, contei tudo a eles. Meu pai disse:

-Filha, nenhum amigo meu mandou seu filho...- Com cara de preocupado, ele veio até mim, e me abraçou.

Aquilo mexeu comigo, como pude confiar em alguém que nem conhecia?!

; 2 meses ;

Desde o acontecido, eu fico cada vez pior, passando noites em claro por chorar. O pior, foi que isso afetou a todos aqui. 

Um certo dia, minha mãe disse que iríamos nos mudar. Eu fiquei em choque, apesar de tudo ainda tinha amigas aqui e minha rotina...

Arrumei todas as minhas coisas e no dia de ir, estava muito mal, me despedi de todos aos prantos.

Quando chegamos, fomos logo á nossa nova casa, era enorme. Depois de arrumar tudo, meus pais saíram e eu fiquei ali, quando a campainha tocou, me assustei.

Fui ver quem era, um menino, se aquilo tivesse sido a 3 meses atrás, teria achado ele lindo, mas quando o vi, um arrepio subiu pelas minhas costas.

A forma do rosto dele, o jeito que o cabelo caìa pelo rosto, os lábios, tudo parecia angelical. E aquilo me deixou apreensiva.

-Oi?- Disse ele, me tirando de meus pensamentos, com uma voz extremamente doce, que me causou um segundo arrepio.

- Oi...  O que quer aqui?- Disse tentando parecer séria.

- Queria saber se na tua casa tem água, já faz um tempo que não tem lá em casa- Falou apontando para a casa da frente.

- Eu... Não sei... Acabei de me mudar...- Falei olhando fixamente em seus olhos.

- Não se deve ficar encarando as pessoas, mesmo eu sendo lindo e você não resistindo ao meu sorriso- Falou brincando, me deixando nervosa e com vontade de chorar.

- Tchau...- Eu disse, fechando a porta até ele colocar o corpo pra dentro 

- Nossa guria, eu tava brincando...

- EU POR ACASO DEIXEI VOCÊ ENTRAR?!

Confesso, sempre tive problemas para controlar minhas emoções. Nesse momento, meus pais chegaram, e quando viram ele, perguntaram o motivo de estar ali, ele disse o mesmo que havia dito para mim, só que com eles foi educado, e se apresentou. Lucas. Meus pais e ele conversaram como se eu não existisse.

Até que ele disse que tinham uma filha muito bravinha. Não sei o por que, aquilo me irritou. Depois de um tempo meus pais acabaram deixando ele tomar banho, e o convidaram para jantar.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...