História Uma história de amor e Ketchup - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Mina
Tags Michaeng
Visualizações 17
Palavras 723
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sou a #0 Michaeng shipper, pq 0 vem antes do 1
Brincadeiras à parte eu to bem feliz de ter conseguido escrever uma Michaeng depois de tanto tempo, Michaeng é o meu OTP e por isso sempre tive muita dificuldade em escrever algo com o casal, ainda mais acreditando ferrenhamente na heterossexualidade da Chae, apesar disso não me impedir de ser trouxa pela shipp.
Não tenho muito o que falar aqui, então perdoa os erros e boa leitura 😉

Capítulo 1 - Capítulo Único: Ketchup extragrande


Chaeyoung nunca viu a namorada tão decidida em conseguir algo na vida como naquele momento, e nunca imaginou que estaria viva para ver Myoui Mina levantar a voz, já que ela nunca fazia isso, Mina estava decidida a levar aquele único ketchup extragrande da marca que gosta, e parecia que ninguém conseguiria impedir isso.

Foi surpreendente quando ela largou o carrinho e correu até o ketchup, até por que segundos antes ela estava concentrada demais recitando a lista de compras para Chaeyoung. Aquela simples ação iria dar início a um furacão, Mina e uma senhora tinham botado a mão no mesmo frasco de ketchup no mesmo momento, e isso desencadeou uma discussão calorosa com direito a gritos de ambas as partes, tudo isso por conta de um Ketchup.

Chaeyoung nem se arriscou a chegar perto das duas, pois jurava que a velha poderia cair para cima de Mina a qualquer momento, sabia que devia estar do lado da namorada e a proteger, mas estava com um pouco de medo da senhora e de Mina, já que nunca tinha a visto daquela forma antes.

A confusão começou a chamar atenção, e só parou após um funcionário se intrometer e ameaçar a expulsar a duas do supermercado, no final o funcionário entregou o frasco extragrande para a senhora, ela saiu sem esconder o contentamento e Mina teve que ouvir um longo discurso de quanto é importante respeitar os mais velhos e que aquele comportamento não era tolerado, e que se voltasse a se repetir que Mina nunca mais seria permitida entrar ali.

Chaeyoung acolheu a namorada frustrada nos braços e lhe beijou a testa na tentativa de a reconfortar, sabia que Mina não tinha esse tipo de comportamento e julgo que isso foi um surto de abstinência, uma consequência de uma aposta com Nayeon, na qual Mina não poderia ingerir um gota sequer de ketchup durante dois meses, e o final da aposta tinha sido ontem e Chaeyoung a fez esperar irem fazer a compra do mês para comparem o seu ketchup.

— Eu vou conseguir aquele ketchup extragrande para você! –Chaeyoung disse— Vá pegando o resto, te encontro depois com aquele frasco!

Sem esperar uma resposta da namorada ele entregou o carrinho na mão de Mina e saiu a passos apressados atrás da velha vitoriosa.

Se enfiou em corredores, escondeu-se atrás de prateleiras e bancadas, tudo isso para que a velha não percebesse que estava sendo seguida por uma baixinha bem vestida que tinha uma namorada viciada em ketchup. Continuava a seguir a senhora esperando pelo momento certo para enfiar a mão dentro do carrinho e roubar o frasco extragrande.

E Chaeyoung concluiu que o momento certo tinha chegado quando a senhora foi ver os peixes e se afastou do carrinho. Já tinha um sorriso um sorriso vitorioso no rosto, e estava prepara para sair andando como se nada tivesse acontecido quando ouviu um a voz estridente.

— Meu ketchup!

Olhou para trás e viu os olhos da senhora pegarem fogo de raiva, correu para longe dela segurando o ketchup com força, e a frase “Aquele maluca roubou o meu ketchup! ” naquela voz estridente era a trilha sonora da sua fuga.

Enfiou no corredor de bebidas, apoiou-se nos joelhos e arfou, as férias lhe fizeram desacostumar e já conseguia ver o seu sofrimento com as escadarias que teria que enfrentar com a volta as aulas da faculdade.

Recuperada jogou o ketchup de uma mão para a outra contente, agora só tinha que achar Mina naquele supermercado.

Suspirou aliviada ao ver ela conferindo alguns enlatados ali perto, se aproximou devagar, achava que não tinha mais motivos para correr até ouvir de novo a voz estridente da velha.

— Devolva meu ketchup, garota abusada!

Mina notou que estava no começo do corredor, e Chaeyoung não se deu ao trabalho de descobrir o lugar onde a velha estava, apenas tomou fôlego e saiu em disparada em direção aos caixas. Só conseguiu ficar tranquila quando pegou a notinha e o ketchup estava em uma sacola.

Mina finalmente apareceu no caixa depois de algum tempo e Chaeyoung exibiu o ketchup vitoriosa, e dessa vez não corria o risco de o perder. Mina sorriu, e ao ver ele Chaeyoung percebeu que não se importava em roubar velinhas e que faria isso tudo de novo, contanto que aquele sorriso fosse o seu pagamento.


Notas Finais


Michaeng na veia Mimo na cadeia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...