História Uma historia de Fredd's - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Marionette, Personagens Originais, Purple Guy, Springtrap
Tags Five Nights At Fredd's
Exibições 11
Palavras 335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorou, mas agora vai!!!

Capítulo 2 - Uma noite de tortura e de sofrimento


Já era nossa segunda noite naquele inferno, sabíamos que corríamos risco de morrer naquela pizzaria, deu meia noite, e já estávamos com muito medo.

-Mirena – disse Calvin – E se a gente morrer, o que vai acontecer com nossas famílias?

-Deixe de ser pessimista – disse eu – Vamos conseguir passar disso, nem que isso leve nossas vidas.

-Ok – disse ele.

Calvin olhou para as câmeras e viu que um dos animatronics havia sumido.

-Como isso é possível? – perguntei, incrédula – Será que eles têm algum sistema de que eles podem andar muito rápido?

-Não sua anta – disse ele – A gente deu um vacilo, e quando isso acontece, eles andam.

-Você me chamou do que? – perguntei.

-ME DESCULPA! – exclamou ele – EU TÔ NEVORSO, SABIA?

-E você acha que eu também não estou nervosa? – disse eu.

-A culpa é sua – disse ele.

-Minha culpa? – perguntei.

-É – disse ele – Se você não tivesse falado aquela merda nada disso teria acontecido.

-Eu só disse o que você não teve coragem de dizer, ok – disse eu.

-Tipo dar risada da cara deles por eles falarem a verdade? – perguntou ele.

-Tá bom – disse eu – Eu assumo minha culpa.

-Que bom que você assumiu sua culpa até por que...

Quando Calvin iria terminar de falar, a luz do nada apagou.

-Xiii – disse eu – Alguém não pagou a conta de luz.

-Mirena – disse Calvin – Olha para a porta direta, só olha.

Olhei para a porta e vi umas pequenas luzes vermelhas e um rosto que não tinha nariz e nem boca.

-O QUE A GENTE VAI FAZER CALVIN?! – exclamei.

-EU NÃO SEI, ESTOU COM OS OLHOS TAMPADOS! – exclamou ele.

-CALVIN, O QUE É QUE TÁ ACONTECENDO COM A NOSSA VIDA? – perguntei, em tom de desespero.

-EU NÃO SEI! – exclamou – EU TÔ COM SAUDADE DE ARRUMAR AS CADEIRAS!

-EU QUERO TRABALHAR O FIM DE SEMANA INTERO! – exclamei.

-EU TÔ COM SAUDADES DE COMPRAR ROSQUINHAS – exclamou ele.

Sem eu perceber eu disse uma frase que mudou o nosso destino:

-ME DESCULPEM PELO QUE EU FALEI ONTEM DE VOCÊS!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...