História Uma historia de superação(undertale) - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~taelukook

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Chans, Charisk, Frans, Papytton, Sanrisk, Undertale
Exibições 95
Palavras 1.194
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OI GENTE TUDO BEM, EU ESTA INDO MUITO DE BOA NA INTERNET E OUVI ISSO
https://www.youtube.com/watch?v=AJzAhqUrpWU
COMBINA MUITO COM A ROTA GENOCIDA E EU GOSTARIA DE COMPARTILHAR ISSO COM VCS S2

Capítulo 5 - As 7 almas humanas parte 1


Fanfic / Fanfiction Uma historia de superação(undertale) - Capítulo 5 - As 7 almas humanas parte 1

Eu admito, eu estou meio corado, e ela me olha com um olhar de descrença.

-você nem me conhece e acha que e meu amigo? – eu simplesmente olho com um sorriso.

-você nunca pensou que as melhores amizades começam assim – Sans me olhou com um olhar diferente, como se aquele olhar era de felicidade, só que parecia que aquele  olhar  foi algo verdadeiro não um sorriso meio forçado.

-bom as primeiras impressões são as que contam não é mesmo? – disse Sans, dando de ombros  como sempre.

-ISSO AI, EU O GRANDE PAPYRUS JUNTO COM FRISK E SANS LHE CONSIDERAMOS AGORA UMA DE NOSSAS AMIGAS- disse Papyrus como sempre em alto e bom som – PERAI VOCÊ E NOSSA ÚNICA A AMIGA HUMANA.

-e o frisk Papys? – Sans disse me olhando dando uma pequena risada, eu dei um tapa em sua nuca.

-eu sou homem cara – ele deu de ombros novamente.

-se você parece traveco a culpa não é minha – ele e Chara dão pequenas risadas, pelo menos ela esta se divertindo

-desculpa mas você tem cara de mulher – ela também? Isso não é justo

-diz a garota revoltada com a vida e o Projeto de fisiculturista – ambos  dão de ombros, que vontade da de  arrancar esses ombros e dar para eles comerem.

-olha, eu não sou revoltada só não tenho lembranças só do ultimo mês que tenho – eu levantei a mão esperando um high five, mas ela não fez.

- somos dois, que coincidência né?- Sans estava suando.

-isso mesmo coincidência, mas acho que não devemos perder a cabeça com isso não e Papys? –Papyrus somente afirmou com a cabeça.

-ESPEREM HUMANOS, ESTOU COM FOME E NÃO COMEMOS E TEMOS –ele fez as contas e reparou – TEMOS 3 MINUTOS PARA COMER.

- CORRE NEGADA – eu puxei os três com a minha mãe comemos aquilo rapidamente porque estávamos todos com fome, se alguém nos visse naquele estado ia achar que nos não tínhamos comida em casa, mas comida de graça, não e algo que eu vá negar.

-espera um minuto – Sans olhou para o prato e viu que tinha queijo na comida – puta que pariu, a caganeira vai ser pesada.

-nossa donde arrumou essa educação saco de ossos? – disse Chara indignada com o que ele disse na hora da comida.

-no mesmo lugar que sua mãe, do cu, agora se me derem licença eu vou ao banheiro – ele saiu correndo para o banheiro e Chara foi atrás só que eu e o Papyrus seguramos ela para não estrangular o Sans ate a morte.

-olha nos precisamos dele, ele vai nos ajudar com o trabalho – ela só respirou fundo e foi para a Sala já tínhamos comido e fazia um tempo que o sinal bateu, e nos nem percebemos, mas tudo bem né fazer o que, estávamos indo para sala subindo as escadas, ate que vimos uns malucos batendo um uma criança? Não, aquilo não era uma criança e sim um monstro, ele estava no canto levando chutes e socos, de três pessoas eles eram bem mais velhos que ele, eu e o Papyrus íamos chamar a direção só que somente vimos uma chara furiosa indo direção a eles, ela tocou no ombro de um que se virou e levou uma bem na cara, eu e Papyrus poderíamos ajudar ela, mas na nossa mente só uma coisa passou na nossa mente.

- BRIGA, BRIGA, BRIGA, BRIGA VAI Chara QUEBRA ESSES TROUXAS – eu e o Papyrus ficamos gritando isso ate uma das inspetoras chegarem e segurar Chara que já estava indo para cima dos outros dois garotos.

-MOCINHA O QUE VOCÊ PENSA QUE ESTA FAZENDO – a inspetora segurou ela que estava meio descontrolada e a acalmou e ia a levar para a diretoria – e vocês vão para sala, se não vão acompanhar ela, entenderam.

-tudo bem – dissemos eu e o Papyrus em coro, e fomos para sala e avistamos o professor de Ciencias, ele também era um monstro, ele usava um terno com uma gravata borboleta, e sua cabeça estava pegando fogo, deveriam chamar o Faustão para conhecer o mesmo.

-vocês estão atrasados, podem dar uma explicação, já faz dez minutos que vocês não voltam- todos da sala olharam com um olhar malicioso.

-parece que essas cocas são fantas hein? – disse Pedro no canto.

-HUUMMMMMMMMMM BOIOLAS – disse Undyne com um sorriso malicioso.

-calem-se, enfim posso ter uma explicação do por quê de se atrasarem ? –disse ele de braços cruzados.

-e que sabe o Sans ficou com caganeira, e nos vimos uns zés droguinhas batendo numa criança e a Chara foi na diretoria por ter batido em um deles e nos viemos atrasados por isso, desculpa – ele olhou com um olhar torto, com sabíamos disso? Por que ele tinha óculos que deduravam isso.

-PERDÃO GRILBBY, EU LAMENTO PELA INTERVENÇÃO – ele somente mandou agente se sentar e ficamos com duas aulas com ele, quando bateu o sinal, entrou o professor de Geografia, ele era muito novo pela aparência já dava para saber que ele era da korea ou do Japão ou ate mesmo da China mas esse professor seria falso, meu deus eu tenho que parar de andar com o Sans, ele tinha olhos negros e seu cabelo era verde, era o que mais chamava atenção nele.

- Ola sala, meu nome é Yoongi, e serei seu professor de geografia, eu quero ir direto para o assunto da aula, então vamos começa – antes que ele terminasse de falar eu vi um Sans que aparentava estar com uma dor no estomago.

-desculpa professor e que eu estava com problemas intestinais, eu sou alérgico a lactose, e comi queijo, então já sabe né, eu caguei ate os ossos – meu deus ate com merda ele faz piadas.

-tudo bem, só vá para seu lugar que nos ficamos de Boa – disse ele com um sorriso em seu rosto, as aulas passaram tranquilamente, e quando acabou eu o Papyrus, Sans fomos buscas a Chara na diretoria para começar o trabalho, nos pensamos em vários tipos de coisa para fazer então fomos a casa de Sans começar o trabalho, quando chegamos tiramos nossos tênis e entramos.

Sans ON

Eles entraram em casa e ficamos estudando o que aconteceu, e fomos procurando no Google, estava tudo normal, nos íamos pegando as partes mais importantes sobre a historia dos montros e simplesmente era igual a da outra timeline.

- gente venham aqui – disse Chara ela estava querendo que nos víssemos logo, ate que eu li uma parte que eu não queria estar lendo

TEXTO ON

Os montros saíram ilesos com o poder de sete almas humanas, moradores que moravam perto do monte ebott relatam que havia dois humanos junto com os montros.

TEXTO OFF

- ei gente, que tal agente procurar essas duas Pessoas e entrevistar elas, ficaria legal, e se elas tiverem tempo nos poderíamos entrevistar elas ao vivo – frisk confirmou com a cabeça, e Papyrus se indagou.

-BOM PARECE QUE VOCES HUMANOS TEM UMA MEMORIA FRACA – Frisk e Chara se entreolharam sem saber o do por que Papyrus dizer aquilo.

- por que Papys – disse Frisk.

- PORQUE EU O GRANDE PAPYRUS ESTAVA NO DIA, E VOCÊS SÃO AS PESSOAS QUE ESTAVAM COM A GENTE.

 

 


Notas Finais


nesse cap eu botei um pouco do dia a dia deles só para vocês terem uma pequena noção e queria dar uma abertura para o proximo cap, então agr e FLW MESMO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...