História Uma historia de superação(undertale) - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~lulukookietae

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Chans, Charisk, Frans, Papytton, Sanrisk, Undertale
Exibições 13
Palavras 1.218
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eis aqui a ultima parte para voces conhecerem as almas humans e sua importancia

Capítulo 7 - As sete almas pt 3


Fanfic / Fanfiction Uma historia de superação(undertale) - Capítulo 7 - As sete almas pt 3

Eu vou ter que dar as almas para aquele canalha, mas eu.. estou preso de novo a algum Genocida, mas eu tenho que falar com a Alphys, ela tem as almas eu preciso falar com ela, eu abri uma porta dimensional, era uma das “maquinas” que eu desenvolvi que junto com minha magia fizeram com que se tornassem minhas “habilidades” entrei na casa da Alphys e fui direto para o quarto dela, mas quando ia bater, eu escutei altos barulhos vindo de lá, e a Alphys estava gemendo alto.

-VAI, mais rápido Undyne – ok, eu estou atrapalhando algo, mas sinceramente eu quero as almas agora, então abri a porta devagar, e vi a cena mais desnecessária do universo, mas quem mandou eu abrir a porta? Não sei, mas eu tinha que fazer algo a respeito, ate que avisto uma Undyne nua e uma Alphys nuas, a Alphys como sempre estava envergonhada e a Undyne puta que pariu estava se vestindo e me matando com um simples olhar, ela me da medo mesmo sabendo que eu sou superior a ela.

-OLHA SEU GRANDE IDIOTA O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO? – ela me jogou na parede e começou a me encarar.

-as almas – ela me soltou encarou a Alphys e foi embora.

-por..... que ... você entrou... desse..... jeito? – ela estava totalmente vermelha, me encarando com uma certa raiva escondida em seu olhar.

-eu não fiz nada demais Alphys – eu dei de ombros – não estraguei nada importante- ela começou a ficar muito mais corada – mas Alphys sinceramente, eu preciso das Almas, o Rain quer elas – ela estava tremendo, quem não ficaria?

-elas estão com o Frisk , você não se lembra? O corpo do Frisk antigo, foi usado como receptáculo para a alma do nosso Frisk – esqueci totalmente esse fator e parece que o Rain também.

-e como tiramos as almas de Frisk? – ela pensou um pouco e me respondeu – vou precisar dos seus “Gasther Blasters” eu vou pegar eles e fazer com que eles tenham a mesma função do extrator de determinação.

-mas no subsolo tem um extrator gigantesco, por que não usamos ele, e bem mais simples – ela bufou e ficou um pouco irritada, não sei o por quê disso.

-digamos que ele esta quebrado, quando passamos a alma de Frisk aquele extrator realizou a tarefa só que quebrou – ela estava me encarando com um pouco de descrença – você esta bem – bom parece que ela notou.

-não muito, sabe depois do que a Chara fez, eu me sinto vazio, me sinto só, cercado de pessoas que eu não deveria conhecer, eu olho para o Papyrus e penso em simplesmente acabar com Chara, mas agora eu não consigo parar de me importar com essas pessoas, eu vou matar ele, de alguma forma – ela me encarou novamente, só que com um pequeno sorriso – enfim, quando vai estar pronto?.

-em uma semana, seus GBs estarão melhorados- percebi ela um pouco mais feliz, eu estava cheio de... Medo, mesmo que Rain não tenha as almas ainda ele vai conseguir, e o pior é com quem ele vai conseguir isso, logo comigo.

-Alphys você tem que fazer essa melhoria em dois dias – ela ficou indagada, me olhando feio.

-por que você quer tão rápido? – ela continuou me olhando feio – eu tenho coisas inacabadas para fazer – ela realmente mudou, continua sendo meio tímida, mas provavelmente me matar e matar a si mesma, logico que não é algo meio normal, mas isso pode ter mudado ela, eu só dei de ombros e fiz um sorriso malicioso.

-sei, o que ela estava enfiando em você para gemer tanto – ela apenas corou e me expulsou de lá, eu abri a porta e dei um dos meus Gasther Blasters para a mesma.

Frisk on

Eu estava a caminho de casa com Chara, e nos estávamos conversando ate chegarmos na casa dela.

-você sabe quem era aquele cara, que nos mandou para fora? – Chara me perguntou, e eu dei de ombros – ele parecia meio novo para ter cabelo branco, você acha que ele tem quantos anos? –dei de ombros de novo, estou pegando esse costume com o Sans – você poderia por favor falar algo? – eu apenas dei de ombros e comecei a rir com a expressão irritada da mesma, ela me bateu na cabeça, eu simplesmente ri, quando percebi eu estava em casa, tirei meus sapatos, minha mãe não estava, então só fui para meu quarto me deitei, e dormi.

Sonho on

Eu estava de boa andando por ai, ate que de repente eu cai, e me ralei todo, e eu vi uma criança na minha frente, ela tinha um colar com coração verde, ela era negra com cabelos loiros e seus olhos eram ônix.

-oi, você se machucou – ela simplesmente me ajudou a me levantar – você teve uma queda e tanto eim? –ela sorria para mim, eu simplesmente sorri de volta.

-ei o que vocês estão fazendo? – agora era uma criança de cabelos negros, olhos negros, totalmente normal e tinha um colar azul escuro.

-nada demais  - disse a criança que estava do meu lado – esse dai é o ?.

-Frisk – ele simplesmente sorriu para mim

-Frisk, bom vamos eu tenho compromissos e preciso honra-los, se quiser seguir agente e só vir cara – ele disse com um sorriso em seu rosto, todos pareciam tão felizes.

Eu fui andando com eles e achei mais quatro crianças, e cada uma tinha um colar.

-ei, aonde esta a comida – disse uma criança com cabelos  laranjas,olhos verdes e com um colar da cor do cabelo.

A comida não se apressa- ele se levantou da mesa, e o encarou.

-você tem que fazer logo – o garoto do colar verde encarou o mesmo que ficou só o encarando mais.

-gente vamos parar com isso porque mesmo que você apresse ele vamos concordar que a comida não vai vir mais cedo – disse um garoto loiro de olhos azuis com um colar amarelo.

-ok, gente vamos ser pacientes nos podemos esperar a comida- disse um garoto de cabelos brancos e olhos verdes, seu colar era azul claro.

-isso continuem firmes, e só sermos perseverantes para a comida vir logo – disse um garoto com olhos roxos, e cabelo cinza ele tinha um colar roxo.

Depois de um tempo eu descobri o nome de cada um, o nome do de colar verde era, Vitor, o de colar laranja, Guilherme, o do colar azul escuro era Daniel, com o colar azul escuro era Rick,o de colar roxo Ezequiel, o com colar amarelo era John, nomes bem diferentes um dos outros, devo admitir, estávamos comendo ate que Rick se levanta.

-então agora vamos falar de assuntos sérios tudo bem? – todos assentiram –  Frisk confiamos em você, nos sabemos que você não é aquele Frisk, mas é o Frisk que temos, vai chegar a hora em que quando o mau vir você terá que escolher entre deter o mal ou ajudar seus amigos, mas tem um jeito de conseguir salvar seus amigos e deter o mau, o único jeito e com... – eu não entendi a ultima palavra, quando ia pedir para ele repetir, eu acordei, merda, era um sonho legal, bem patético na verdade, eu escuto a porta batendo, abro a porta e vejo ele, o cara que entrou na casa de Sans.

-eai garoto, nos temos assuntos a tratar não é mesmo?


Notas Finais


GALERA obg por ler e tenham um excelente dia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...