História Uma História Diferente 2° Temporada - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruhina, Naruto, Over Power, Shinigami, Uma História Diferente
Visualizações 94
Palavras 1.749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nada a declarar.

Capítulo 36 - Pedido


Naruto: quer casar comigo?

Hinata demorou um pouco para processar o que Naruto havia dito, piscou algumas vezes ainda atordoada, mas quando viu o semblante já preocupado do loiro se lançou sobre os braços de Naruto o beijando enquanto derramava lágrimas e mais lágrimas, assim que se separaram Hinata o pegou pelo queixo o fazendo a olhar.

Hinata: repete, pra mim ter certeza de que eu não estou sonhando.

Naruto: Hyuuga Hinata, você aceita casar comigo?

Hinata sorriu e o beijou com todo amor que sentia e em meio ao beijo o respondeu.

Hinata: é claro que eu aceito. Sim! Com certeza sim. Eu te amo Naruto-kun, te amo muito.

Naruto abriu um sorriso gigante perante a resposta de Hinata e a abraçou encaixando o rosto na curva do pescoço de Hinata e deu uma fungada, o que fez Hinata se arrepiar.

Naruto: não sabe o quanto estou feliz Hinata, te amo Hime, muito.

Hinata: acho que eu sei sim.

Naruto apenas soltou uma risada e voltou a atacar os lábios rosados de Hinata, Hinata subiu as mãos para as madeixas loiras e as puxando para si enquanto correspondia ao beijo que começava a ficar mais quente, as mãos de Naruto que antes estavam nas costas de Hinata desceram para as coxas as apertando. Enquanto ainda dava atenção as belas coxas de sua morena desceu os beijos pelo pescoço de Hinata, fazendo a Hyuuga se arrepiar e suspirar com o hálito quente em contato com sua pele.

Naruto: está muito cansada?

Hinata: só um pouquinho?

Naruto: aguenta mais?

Hinata: a madrugada inteira se quiser.

Os dois rolaram pela cama enquanto se tocavam mais intimamente e pelo resto da noite comemoraram se amando e se entregando totalmente um ao outro e gravando em suas memórias que aquele dia não se esqueceriam tão cedo.

No Outro Dia…

Naruto abria os olhos aos poucos, piscou algumas vezes tentando se acostumar com a claridade que invadia o quarto, sentiu o corpo todo dolorido pela noite que teve com Hinata e sua virilha estava dolorida, assim como boa parte de seu corpo, olhou para o pequeno corpo sobre o seu que dormia serenamente e sorriu, passou os olhos pelo belo corpo de Hinata e viu as várias marcas vermelhas e algumas roxas pelo pescoço, coxa e pelos seios, marcas que provavam que realmente se amaram de verdade noite passada. Naruto ficou mais um tempinho observando a face serena de Hinata até que olhou para o relógio e viu que já beirava a onze horas da manhã, resolveu chamar por Hinata para ver se conseguia acorda-lá e viu a perolada abrir os olhos sonolentos e lhe dar um sorriso.

Hinata: Ohayo Naruto-kun.

Naruto: Ohayo meu anjo. Dormiu bem?

Hinata: com certeza sim, apesar de estar um pouquinho dolorida.

Naruto: me desculpa se eu te machuquei meu anjo, acho que exagerei.

Hinata: não se preocupe, eu amei a noite, foi maravilhoso.

Naruto: eu também adorei Hime, foi a melhor noite que tivemos. Bom Hina-chan ta na hora de levantar, vai lá se vestir que eu vou ver se compro algo para comer-mós, tá?

Hinata: ta bom.

Naruto sorriu e beijou a testa de Hinata antes de se levantar junto com ela em seu colo para se trocarem.

Hinata não deixou de perceber os chupões no pescoço de Naruto e as marcas dos arranhões em suas costas e em seu abdómen, sentiu-se até meio que poderosa, somente ela conseguia marcar um homem como aquele, ficou observando Naruto vestir sua box, uma bermuda preta e uma camiseta azul escura.

Naruto: vai ficar me secando até quando?

Hinata: não faz mal olhar.

Naruto: e faz mal tocar?

Naruto riu com certa malícia e divertimento, se colocou sobre o corpo de Hinata e ficou com sua boca a centímetros da dela, mas só pra provocar deu um selinho e uma mordida no labio inferior da morena que sorriu logo depois mordendo os labios que foram beijados.

Naruto: obrigado pela noite meu anjo.

Hinata: quem deveria agradecer sou eu, não?

Naruto: claro… que não, agora se vista viu, tenho que ir logo antes que eu mude de ideia.

Naruto saiu pela janela mesmo, deixando uma Hinata suspirando para trás. Hinata mesmo com certa preguiça se levantou e vestiu um vestido que Naruto havia comprado e ficou apenas com a calcinha por baixo.

Depois de alguns minutos Naruto apareceu na janela novamente com duas sacolas na mão, colocou as sacolas sobre o criado que havia ao lado da cama e se sentou na cama em que Hinata estava deitada.

Naruto: está com dor no corpo?

Hinata: sim, exageramos bastante ontem.

Naruto: hehehe exageramos mesmo. Tira o vestido que eu vou dar um jeito.

Hinata: Naruto-kun, o que você vai fazer?

Naruto: só confia vai.

Hinata: ta bom então, sem gracinhas viu.

Naruto: ta, ta, agora tira o vestido ai vai.

Hinata ficou de joelhos na cama e puxou o vestido para cima deixando seu corpo exposto ao loiro, que a analisou dos pés a cabeça até parar o olhar nos labios rosados de Hinata.

Naruto: você é tão linda… Kami me abençoou.

Hinata: Naruto-kun.

Naruto: só estou sendo sincero, agora fica deitada de bruços.

Hinata se deitou de bruços na cama e mesmo sem ter a real intenção despertou o olhar de desejo do loiro que apenas suspirou e balançou a cabeça para se livrar dos pensamentos nada puritanos, Naruto massageou levemente os ombros de Hinata, enquanto usava um ninjutsu médico básico para relaxar os músculos de Hinata com uma mão, descia com outra fazendo uma leve carícia pelas costas da Hyuuga, depois de terminar com os ombros Naruto foi para as costas de Hinata, depois para as coxas, no caminho que suas mãos fizeram até as coxas a vontade de passar as mãos pela bunda de Hinata foi altíssima e chegou até a cogitar a ação, só não o fez por que sua intenção era ajuda-lá a relaxar pela noite que tiveram e não começar tudo de novo, fez a massagem nas coxas de Hinata e depois fez nos pés que eram delicados e macios.

Naruto: seus pés são tão delicados Hina, você todinha é delicada. Então se sente melhor?

Hinata: muito melhor, arigato Naruto-kun.

Naruto: foi um prazer, ainda está com sono?

Hinata: um pouquinho.

Naruto: tudo bem então, pode dormir mais um pouco se quiser, depois nós iremos sair para procurar um apartamento.

Hinata: ah mas eu queria procurar agora de manhã para mais tarde nós podermos comprar algumas coisinhas.

Naruto: que coisinhas?

Hinata: ah eu pensei em comprarmos apenas algumas coisas, tipo uma cama de casal, guarda-roupa e as outras necessidades porque… bem… como nós vamos nos casar, em pouco tempo teremos que comprar uma casa.

Naruto: sempre pensando em tudo Hina-chan. Mas você não quer mesmo dormir mais um pouco?

Hinata: não, eu quero sair.

Naruto: ta bom manhosa, vamos lá procurar um apartamento.

Hinata: me devolve o meu vestido.

Naruto: mas você fica tão sexy assim, tão linda.

Hinata: Naruto-kun, por favor.

Naruto: só mais um pouquinho.

Hinata: você é o que uma maquina por o acaso, não sei como consegue ter tanta energia.

Naruto: eu sou eu né meu amor, sou energético.

Hinata: seu bobo, vamos logo antes que eu caia em alguma tentação.

Naruto: seria ótimo.

Hinata: vamos logo, seu pervertido.

Depois que Hinata terminou de se vestir os dois foram procurar um apartamento para ficarem por um tempo, haviam vários e vários, mas nenhum deles tinha o que Naruto e Hinata queriam, a tranquilidade, eram sempre no centro ou em locais movimentados demais, até que andando mais um pouco acharam um apartamento que era daqueles de um andar. Era como um condomínio, cada apartamento era como uma pequena casa, Naruto e Hinata olharam o local, acharam o preço justo, gostaram do lugar que era tranquilo e compraram.

Os dois terminaram de assinar os papeis, pegaram os documentos e a chave e voltaram para o centro de Konoha. Estavam sentados em frente a uma barraquinha de dangos e enquanto comiam conversavam.

Naruto: finalmente resolvemos tudo, agora podemos ir comprar os móveis.

Hinata: foi cansativo, mas também foi divertido.

Naruto: foi mesmo, já podemos ir?

Hinata: está com pressa?

Naruto: um pouco, quero te levar em um lugar.

Hinata: hum, agora eu fiquei ansiosa, então vamos logo.

Naruto pagou pelos dangos e saiu de mãos dadas com Hinata, foram até algumas lojas e compraram o que seria necessário para passarem um tempo no apartamento, depois de darem o endereço e pagarem por tudo os dois saíram da loja e Naruto puxou Hinata até uma joalheria. Ficaram olhando algumas alianças até que Naruto deixa Hinata sozinha um pouco e vai até o atendente e pega uma um anel de ouro branco com um pequeno diamante no centro, simples mas perfeito para sua morena. Hinata ficou emocionada ao ver Naruto se ajoelhar no meio da loja e na frente de todos, com uma caixinha de veludo vermelha aberta, mostrando o par de alianças.

Naruto: Eu sei que eu já te pedi em casamento, mas eu quero fazer do jeito certo, então, Hyuuga Hinata, você aceitaria se casar comigo?

Hinata: meu Kami Naruto-kun. Sim! É claro que sim.

Naruto alargou mais ainda o sorriso, pegou uma aliança e colocou no dedo de Hinata dando um beijo sobre o anel, Hinata fez o mesmo com a outra aliança e após à colocar no dedo de Naruto o abraçou e o beijou com lagrimas de felicidade nos olhos, todos que estavam na joalheria os aplaudiram e desejaram felicidades, Hinata corou um pouco pelo número de pessoas mas mesmo assim não deixou de se sentir completa.

Após o pedido de casamento de Naruto, o loiro pagou o joalheiro e saiu abraçado com Hinata por Konoha, onde passavam eram alvos de olhares e cochichos, mas não estavam nem ai pra isso, na verdade estavam tão felizes que nem mesmo prestavam atenção no que as pessoas falavam, apenas curtiam a presença um do outro.

Ficaram até anoitecer andando pelo centro, passeando e comendo besteiras que quando viram que já estava passando do horário de voltaram para o apartamento, mas como Hinata pensou em tudo, antes de irem para o apartamento passaram em frente a um restaurante e compraram dois obêntos e foram para o apartamento novo, chegaram e viram que tudo já estava lá, era só arrumar. Naruto foi organizar tudo enquanto Hinata ia tomar um banho, pouco antes de Hinata terminar o banho, Naruto entrou no banheiro e a agarrou pela cintura e começou a distribuir beijos por seu pescoço e a acariciar sua coxa, Hinata ainda tentou resistir a tentação, mas acabou cedendo ao desejo e se entregou ao loiro novamente. Satisfeitos e cansados era o que os definia naquele momento, era sempre assim, parecia ser algo natural para os dois, era como fogo e gasolina.

Terminaram o dia jantando no sofá vendo Tv e trocando carícias. Cheios de amor e tranquilidade.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Vlw e flw até o próximo. Fui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...