História Uma história mal resolvida -Imagine Park Jimin e jungkook - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jeon Jungkook, Park Jimin
Visualizações 97
Palavras 1.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Suspense
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura...

Capítulo 46 - Balada... Porquê ele tá aqui?


Fanfic / Fanfiction Uma história mal resolvida -Imagine Park Jimin e jungkook - Capítulo 46 - Balada... Porquê ele tá aqui?



É ele?- perguntou olhando pra mim que olhava pra TV e fitava aquela foto dele na TV.


(S/n): É ele mesmo!- disse seria sem mostra nem uma expressão.


Cr: E o que ele tá fazendo aqui, ele não devia está na Coréia, sei lá?- perguntou e eu não respondi, ele ficou me olhando esperando minha resposta, mas eu nem o dei atenção.- Oi!- disse e estalou os dedos na frente dos meus olhos.


(S/n): O que...? Sei lá, eu não sei da vida dele, não sabia nem que ele estava vivo!- disse olhando pro chão.


Cr: Você tá bem?- disse colocando uma mão nas minha costas.


(S/n): É, acho que sim, porquê não estaria?- perguntei e ele serrou os olhos.


Cr: Preciso mesmo falar?


(S/n): Não... mas eu estou bem!- disse e me levantei e fui em direção ao meu quarto, fiquei procurando alguma roupa pra eu colocar. Pensei melhor e acho que vou aceitar a proposta de Cameron, eu preciso mesmo sair mais, me divertir e não existe pessoa melhor pra isso do que o próprio. Depois de uns minutos enquanto pegava uma toalha pra mim vi Cameron entrando e indo até minha cama se deitando na mesma.


(S/n): Folgado você, em?- disse o fitando deitado na minha cama.


Cr: Sua cama é gigante, macia, deve custa dois salários meus!- disse se aconchegado na minha cama.


(S/n): Não é pra tanto! E pode levantando da minha cama, sai!- disse e o empurrei da cama fazendo ele cair no chão.


Cr: Ai grossa... Porque tem essas roupas aí em cima?- disse olhando pro monte de roupa que joguei em cima da cama a procurar de um vestido preto que eu adoro e paguei caro, mas nunca usei.


(S/n): Sua proposta de sair ainda está de pé? Porque se tiver, hoje e dia de não divertimos!- disse e ele abriu um sorriso de orelha a orelha.


Cr: Aaah, finalmente... Então pêra aí viada que eu vou em casa me arrumar!- disse igual a um desesperado.- 22:00 eu passo aqui pra gente ir, ok?- disse e sem me dar a oportunidade de responder saiu corremos do meu quarto.


Cr: Tchauu!- gritou da sala e eu escotei a porta bater. Fui até o banheiro do meu quarto me despi e comecei a tomar banho, depois de uns minutos terminei, me sequei, me enrolei na toalha e sai do banheiro. Fui até meu armário peguei um sutiã e uma calcinha e os vesti, depois fui até minha cama peguei o vestido que tinha escolhido usar e o coloquei, depois fui fazer uma maquiagem. O tempo de convivência com Jimin me fez ficar igual a ele, antes eu adorava ir pra balada, sair pra me divertir a noite, mas agora não me ânimo tanto, mas mesmo assim vou sair porque preciso me destrair dos problemas. Fiz uma maquiagem escura, não muito extravagante, mas que chamava a atenção sim. Sequei meu cabelo e fiz ondas nas pontas, me sentei na bera da cama e quando ia colocar meu salto escutei Cameron gritar de lá de baixo.


Cr: Cheguei, já está pronta? Espero não ter desistido!- disse e sua voz foi ficando mais alta até ele aparecer na porta do meu quarto.


(S/n): Você tem que parar de invadir minha casa desse jeito, há ouviu falar de campainha?- disse e ele revirou os olhos.


Cr: Tá, tá... Coloca logo isso aí que eu quero sair!- disse me apressando e eu coloquei logo o salto peguei minha bolsa e antes de falar que estava pronta me olhei pela última vez no espelho.


(S/n): To pronta [foto de capa 1] podemos ir! Falar nisso onde vamos?- perguntei enquanto descíamos as escadas.


Cr: Pra onde mais eu vou? É claro que vamos pra balada!- tranquei minha casa e fomos até o carro dele que estava estacionado na frente do meu. Entramos e ele deu a partida para uma uma balada qualquer dessa que ele frequenta, chegando lá o lugar era bonito, era grande, a música estava alta e tudo mundo estava dançando soado um grudado no outro, bom uma verdadeira balada.


Cr: Vamos ali no bar pegar umas bebidas?- perguntou perto do meu ouvido falando um pouco alto por causa da música.


(S/n): Tabom, mas a minha você que vai escolher, quero ficar muito loka!- disse e ele riu.


Cr: Ok, mas não exagera que você não pode estar metida em escândalo!- disse e eu revirei os olhos, nunca saio agora que sai e quero encher a cara ele vem com essa.


(S/n): Aí, tabom. Vamos logo!- disse com tédio o empurrando até o bar. Chegando lá Cameron pediu a bebida dele e a minha, não faço ideia do que ele pediu pra mim, até que o barmen nos trouxe nossas bebidas. A de Cameron parecia só ser uma caipirinha mesmo, mas a minha tinha uma cor vibrante num tom de azul com um cheiro forte. Sem pensar dei um gole na mesma, a bebida desceu queimando parecia fogo, me fazendo tossir, Cameron começou a rir da minha cara.


Cr: Agora aguenta...- disse rindo e eu dei o dedo pra ele que riu mais ainda e logo depois eu dei mais um gole na minha bebida que não foi tão rápido como da primeira vez, então não foi tão ruim.


(S/n): Vamos dançar!?- perguntei perto de seu ouvido.


Cr: Vamos!- disse e pegou minha mão e me arrastou até o meio da pista onde todos dançavam. Nos começamos a dançar e a beber, o que Cameron me deu era realmente bom, só era um pouco forte, mas mesmo assim era bom. Depois de um tempo Cameron de distanciou um pouco de mim, ele é solteiro é veio pegar gente se ele ficar o tempo todo do meu lado vão pensar que estamos juntos. De longe vi ele flertando com um cara e minutos depois quando olhei de novo, estava um agarrado no beiço do outro, como pode... sou nova, mas tenho algum tipo de espírito de velho dentro de mim, não sirvo pra essas coisas. Tinha sim uns caras que chegavam em mim, mas eu dava minhas desculpas saia fora, quando a bebida que estava no meu copo acabou fui até o bar e pedir que o barmen me desse mais do que ele tinha me dado antes. A primeira golada foi o terro, mas depois passou, voltei pra pista de dança e voltei a dançar. Tudo estava indo bem, até que de longe vi um rosto familiar, não pode ser, o que ele estava fazendo aqui... Pisquei meus olhos pra ver ser não estava vendo coisas, se não era efeito da bebida, mas não. Jeon Jungkook estava mesmo ali, perto de mim e se ele olhasse pro lado iria me ver e isso era o que eu menos queria. Sai correndo pela balada a procura de Cameron, vi ele quase do outro lado de onde eu estava na balada e fui igual uma bala em sua direção.


(S/n): Desculpa querido, preciso falar com ele!- disse pro homem que ele estava conversando e sai puxando ele pelo braço pra outro canto.


Cr: O que foi maluca?- perguntou me olhando confuso.


(S/n): Ele tá aqui!- disse em tom de desespero, sem ar por ter corrido e ele me olhou mais confuso ainda.


Cr: Ele quem? Você já bebeu quantos copos desse?- perguntou pegando minha bebida da minha mão.


(S/n): Não, eu não to bêbada, ele tá aqui. O Jungkook está aqui!- disse e ele arregalou os olhos.


Cr: Como assim o Jungkook está aqui, você tem certeza? Você o viu?


(S/n): S-sim, eu vi... Vamos embora por favor!- disse implorando.


Cr: Tá, tabom, mas... Ele não deveria esta em casa, o cara acabou de sair da cadeia e já está por aí curtindo?- disse andando até a saída do lugar junto comigo.


(S/n): Ele não devia nem ter saído de lá!- disse e ele destravou o carro e entramos no mesmo, ele deu a partida o mais rápido possível pra minha casa. Chegando lá entramos e nos sentimos no sofá.


Cr: Esse merda estragou minha noite!- disse furioso.


(S/n): É, ele estragou!- disse sem muito interesse por estar pensando no que acabou de acontecer, o que aconteceria se ele me visse, será que pelo menos o cafajeste lembraria de mim?- dormi aqui hoje Cameron, não me deixa sozinha aqui, por favor!


Cr: Tabom, mas eu não tenho roupa aqui!- disse encostando sua cabeça no meu ombro.


(S/n): Eu tenho um blusão gigante que talvez te sirva, mas não tenho nem um short não, mas é só hoje!- disse e ele não me respondeu, então tentei olhar pra ele e vi que o mesmo estava cochilando no meu ombro.- Oh viado, acorda!- disse empurrando sua cabeça.


Cr: Aí grossa!


(S/n): Vai logo tomar banho, vem vou pegar uma blusa pra você e uma toalha!- disse me levantando e puxando ele até meu quarto, depois ele entrou no banheiro e começou a tomar banho. Quando ele saiu eu entrei e tomei meu banho, nos deitamos e pelo fato de não estarmos totalmente sóbrios logo dormimos como dois bêbados assustados!




Notas Finais


O que estam achando? Me digam nos comentarios!

Beijin na bunda e até quarta!...♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...