História Uma história... Muito louca - Capítulo 78


Escrita por: ~ e ~not_normal

Postado
Categorias Originais, Slender (Slender Man)
Personagens Personagens Originais
Tags Creppypastas, Slender
Visualizações 23
Palavras 1.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura! (Zalgo, foto de capa)

Capítulo 78 - É hora disso tudo acabar...


Fanfic / Fanfiction Uma história... Muito louca - Capítulo 78 - É hora disso tudo acabar...

(Narradora on)

Marcy acaba de acordar, não sabe que dia és e nem se ainda é dia ou noite... 

Marcy: É hoje que eu saio daqui...

Disse a pequena determinada... A mesma se levanta da cama devagarinho, pra ter certeza de que não está acorrentada

Dito e feito, a pequena não estava... Então, foi logo em direção a porta, abrindo a mesma... Com êxito

Marcy: Se eu usar minha forma de Vigia, talvez me ajude um pouco... Vou para o meu norte, e viro á esquerda, posso ficar entre as cadeiras e ver o que Zalgo está fazendo...

Logo após pensar nessa estratégia, Marcy anda até a mesa, e se posiciona atrás das cadeiras... Observando Zalgo...

O mesmo, estava sentado no sofá... Lendo um livro...

Marcy: Fiquei curiosa! Que livro será?

Marcy fecha um pouco os olhos, dando um zoom telescópio... A mesma pode ver o que Zalgo estava lendo...

Marcy: CAMA SUTRA! AHH, QUE NOJO! Como um cara desse lê esse tipo de livro sendo um demônio desse jeito!? Até o Hoodie nunca fez isso!

Marcy também reparou que Zalgo usava um terno totalmente preto e elegante... 

Marcy: Onde será que ele foi desse jeito?

Depois desses pensamentos repentinos e desnecessários de Marcy, um telefone toca... Zalgo se levanta bruscamente fazendo a pequena se assustar... E ir diretamente atrás do balcão.

Do lado oposto do balcão se encontrava Zalgo atendendo o telefone...

Marcy: Deixa no viva-voz! Deixa no viva-voz!

Zalgo coloca no viva voz... Enquanto fazia alguma coisa na cozinha... Enquanto Marcy prestava atenção na conversa a respeito da ligação.

Zalgo: Como me localizou de novo? Muito obrigado pela ajuda, já te dei o que queria e não preciso mais de você!

- Olhe lá como fala comigo meu rapaz... Sabe que meu chefe não atura patifarias né?

Zalgo: Manda ele se foder por mim...

- Hehe, eu ainda quero ficar vivo... Muito obrigado, então... Como está a garota?

Zalgo: Ahh, agora um assunto interessante! Bem, ela está aqui ainda... Está meio difícil ter o que eu quero ainda...

Marcy cochicha... 

Marcy: Não vai mais ser tão difícil já que eu sei o que eu tenho que fazer, Zalgo...

- Quando pretende tirar o anel?

Zalgo: Quando alguém tirá-lo de mim, quem quer que seja... 

- Vai voltar pro Slender quando alguém tirar?

Zalgo: Slender sempre me perdoa, espero que faça isso de novo... Não quero fazer mal á Marcy, só queria ter meu lugar por direito... Eu também sou um demônio!

- Zalgo, Marcy tem mais força de você...

Zalgo: Vai a merda! Se a Elisa morrer, ela morre por dentro! 

- Isso pode torná-la mais forte ainda...

Enquanto Zalgo conversava com uma outra voz na chamada... Marcy se distrai e vê uma garrafa rolando pelo balcão...

Marcy: Você não vai fazer isso né garrafa? PUTA MERDA!

Marcy anda agachada seguindo a garrafa até o final do balcão... Quando a mesma cai, Marcy por pouco, não deixa escapar... Mas mesmo assim, pode ser ouvido um pequeno estralo esquisito...

Zalgo para, e presta atenção no ambiente, depois de um tempo... Voltando ao que estava fazendo...

Marcy: Ahh meu Zalgo, só tem duas coisas na minha mão... Essa porra de garrafa e meu cú ;-; 

Marcy se acalma, e volta a escutar a conversa...

Zalgo: Okay, acabamos por aqui... Agora eu vou voltar aos meu afazeres! Até mais...

Logo após isso, um silêncio predomina o ambiente... Zalgo havia preparado uma sopa... Ele está indo em direção ao quarto de Marcy...

Marcy: Merda! Merda! Merda! E agora?

Marcy joga a garrafa de vidro na porta da frente, Zalgo leva um susto... Mas logo deixa a bandeja no chão... Indo em direção ao barulho...

Marcy dá uma espiada pra ver se Zalgo ainda está alí, mas não o encontra...

Marcy: Ué, mas era pra ele estar al-

Quando ela vira pra trás... Zalgo estava alí... A encarando com um sorriso de ponta-a-ponta

Zalgo: Quantas vezes já disse que você é uma teimosa?!

Fala ele, tirando sua gravata... E amarrando meus pulsos...

Marcy: Z-Zalgo... V-V-Você não v-vai me machu-machucar né?

Zalgo pega Marcy pelo pescoço, o mesmo logo diz baixinho em seu ouvido:

Zalgo: Eu decido o que fazer com você, meninaa teimosas merecem ser castigadas...

Marcy: Hunf... Vai em frente então!

Zalgo a arrasta para um quarto... O mesmo quarto quando ele fez aquilo na primeira vez que Marcy estava aprisionada...

O mesmo a prende em uma cama... Ligeiramente maior do que a do próprio quarto de Zalgo...

Depois que Zalgo prende Marcy alí, ele a olha por uns instantes...

Zalgo: É... Eu acertei quando imaginei você nesse Baby Doll preto que eu coloquei enquanto dormia...

Marcy: Ahh, filha da puta!

Zalgo começa a tirar sua camisa social... Logo depois tira sua calça...

Zalgo: Gosta do que vê?

Marcy: Haha! Falar é fácil...

Zalgo: Está começando a me irritar...

Marcy: Quem disse que essa não era minha intenção? 

Zalgo: Boa garota... 

Marcy: Se me soltasse das correntes diria que eu sei te excitar mais do que você seria capaz de fazer comigo...

Zalgo: Isso é um desafio?

Marcy: Se me soltar já vai estar valendo...

Zalgo: Você sabe muito bem o que eu quero...

Marcy: Não dá pra ler sua mente aqui senhor Zalgo...

Zalgo fica de frente pra Marcy...

Zalgo: Adoraria ver você trabalhando com essa boquinha... 

Marcy pega o membro de Zalgo... Já fazendo-o delirar...

Marcy: Eu nem comecei ainda, e já está assim? Parece que temos alguém perdendo uma aposta...

Marcy começa a chupar o membro de Zalgo... Sem parar...

Zalgo: Ma-marcy... Eu esperava mais de você... 

Marcy: Se você quiser eu posso parar... Já que não fiz nem metade do que pretendia...

Zalgo: Nada disso! Retiro o que disse... Isso está ótimo...

Marcy: Eu quero ouvir você gemer meu nome... Zalgo...

Marcy continua seu vai-vem deixando Zalgo estremamente louco...

Zalgo: MA-MARCY... Ahh, eu vou...

Marcy para o que estava fazendo... E Zalgo ejacula...

Zalgo: Achei que fosse engolir... Fiquei chateado

Marcy: Não sou obrigada a fazer isso...

Marcy joga Zalgo na cama... Logo dizendo: 

Marcy: Parece que alguém ficou excitado...

Zalgo: Minha vez!

Zalgo fica por cima de Marcy... Acariciando suas extremidades... E aos poucos inserindo dois de seus dedos, fazendo Marcy ir a loucura...

Marcy: Z-Zalgo! Ahh, isso... É, Ahh... TRAPAÇA!

Zalgo fala baixinho no ouvido de Marcy...

Zalgo: Agora eu quero ouvir você gemer meu nome...

Marcy: Acha que é fácil assim? Isso pra mim é só um divertimento...

Zalgo afasta o rosto de Marcy... Indo até o meio de suas pernas...

Zalgo: Que tal agora?

Marcy: Você n-não teria coragem d-

Zalgo começa a usar sua língua para investigar suavemente cada canto entre as extremidades da pequena...

Depois de alguns minutos alí... Zalgo não faz Marcy gozar... 

Zalgo: Como assim você não chegou ao seu ápice?

Marcy: Só humanos fazem isso... Uma parte minha de demônio não me deixa fazer isso... Parece que sua missão falhou soldado!

Zalgo: Isso sim é trapaça!

Marcy fica por cima de Zalgo rebolando em seu membro...

Marcy: Eu ainda posso te deixar louco...

Zalgo envolve suas mãos na pequena cintura de Marcy, fazendo novamente uma sincronia de vai-vem deixando ambos extremamente exitados com o momento...

Ficaram algumas breves horas... Eis que Marcy coloca suas mãos por cima das mãos de Zalgo em sua cintura... O mesmo não desconfia de nada...

Marcy: Z-Zalgo! Ma-Mais rápido!

Marcy acelera o rítmo... Deixando Zalgo sem nem conseguir falar...

Marcy então, tira o anel do dedo de Zalgo, e o mesmo chega ao seu limite...

Zalgo: Como conseguiu tirar meu anel?

Marcy: Você estava perdido nas minhas curvas, e eu aproveitei...

Zalgo: Nem um pouco convencida você hein?!

Marcy: Sou convencida de que essa foi a melhor noite de todas...

Zalgo: Vem cá!

Zalgo abraça a pequena... Ficando de conchinha com a mesma...

Marcy: Quando vamos pra mansão?

Zalgo: Amanhã de manhã...

Marcy: Se colocar esse anel de novo eu corto isso que você chama de pinto FORA!

Zalgo: Nossa que grossa! 

Marcy: Hehe... Boa noite...

Zalgo abraça mais ainda Marcy, aproximando seus corpos... E ambos dormem, agora... Tranquilamente

(Atenção! A fic de hoje foi extremamente pornográfica, e eu... A autora aqui simplesmente fiz pela minha imaginação... Então, caso queira ver um pornô saiba que é a mesma merda! Então não venha criticar meu esforço! Forte abraço, e foda-se todo mundo nessa porra ❤️)

Amo vocês :3

-Autora







Notas Finais


Espero que tenham gostado! Beijooos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...