História Uma História, Várias Confusões...-Mitw - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Lucas Henrique e Rosane Martins (Casal de Nerd), Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", Maria Luiza Ramos (MoonKase), Originais, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Alan Ferreira, Cauê Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "LubaTV", Lucas Henrique, Lucas Olioti, Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mike, MoonKase, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rosane Martins
Tags Authenticmemória, Cellnix, Cellps, Celltw, Jvrende, Jvtista, Liamin, Malepok, Mitista, Mitw, Pacevil
Exibições 49
Palavras 820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAAAAAHHHH 2º cap AAAAAAHHHH

Capítulo 2 - O desastre na festa, na verdade, na entrada de festa.


Fanfic / Fanfiction Uma História, Várias Confusões...-Mitw - Capítulo 2 - O desastre na festa, na verdade, na entrada de festa.


POV:Cellbit
Quando olhei para minha irmã, olhei direito para ela, percebi o quanto ela é bonita.Ela seria seguida por todos os meninos do colégio se não ficasse sozinha com capuz ou toca e óculos escuros O TEMPO TODO.Tive esperança de que, um dia, ela tomasse coragem para fazer amizade com alguém além de mim.O Pac está tratando ela diferente, como se ele fosse O ADULTO e ela fosse a irmãzinha pequenininha de uns 5 anos.Parece que ele quer mandar nela o tempo todo, e ela só cai nisso.Ela nos ama demais e faz literalmente TUDO por nós, tenho medo que ela nos ame demais.Assim, não é problema muito amor, mas... Tenho medo de um dia ela não conseguir desapegar de nós.Estamos chegando na festa e não paro de olhar para ela.
-Chegamooooooss!!-Pac grita, muito alto por causa da música.
-Parece uma balada.-Yasmin está muito nervosa e segurou minha mão, tem muito medo de baladas desde que Pac perdeu ela e tivemos que esperar todos irem embora para encontrá-la... E tinha um menino quase agarrando ela.Nunca vi ela chorando tanto, nunca mais vou deixar isso acontecer, nunca.
Aperto mais firme sua a mão e tento acalmá-la.
-Nada vai acontecer, eu não vou deixar acontecer.
Pude ver a angústia em seus olhos se dissipando até sumir.Então ela soltou um sorriso tão perfeito que qualquer garoto da festa iria se derreter se ela fizesse denovo lá dentro.
-Pac?Vamos entrar ou vamos voltar para casa?-ela disse, vendo que agora ele estava com uma cara de tristeza e angústia.Ele se lembrou, e está se culpando por ter visto ela agora pouco assustada por um erro que foi dele.
De repente, ele solta um sorriso forçado.
-Vamos entrar logo!
Ele e Yasmin foram correndo para entrar, ela foi me puxando em cima das costas.E mesmo assim chegou antes.
-O que houve Pac?Acho que a princesinha não consegue correr mais rápido do que eu.E eu ainda levei o Rafa!
-Eu deixei!
-Ahã, sei!
Ele empurrou ela no gramado na frente da entrada e começaram a rolar.
-Gente!Vocês estavam ótimos!Agora vocês estão cheios de grama!-digo rindo MUITO ALTO.
-PARA DE GRITAR HIENA!-os dois disseram, juntos.
-Ta bem!Ta bem!Parei!-tentei parar de rir.
Eles se levantaram e eu arrumei os dois, bom, a Yasmin.O Pac disse que a namorada dele pode fazer isso por mim.A Yasmin olhou para ele não entendendo nada.
-TARIK!
-O que foi?Ela tem que aprender um dia sobre o que eu estou falando!
-Mas não hoje!E o pai e a mãe que deveriam ter essa "conversa" com ela!Como foi conosco!
-TAARIIIIIIKK!!!-A Maria chegou berrando por trás da Yasmin, derrubando ela no chão.
-EI!Toma mais cuidado com a minha irmã!
O Pac me deu um olhar de advertência antes de eu terminar a frase, pensei que tinha sido porque a Maria é como um dragão quando está com raiva e ciúme.Mas eu estava vergonhosamente errado.
-QUE IRMÃ?!-o Pac nunca falou para ninguém sobre a Yasmin?!O QUE ESTÁ ACONTECENDO?!
-TARIK PACANHAM LANGE!FIQUE PARADO AGORA MESMO!-gritei com ele, pois o mesmo já estava se afastando para não ter que dar uma desculpa.
-POR QUE VOCÊ NUNCA FALOU PARA NINGUÉM SOBRE A NOSSA IRMÃ?!-continuo gritando com ele.
-Eu... Eu...-Yasmin o interrompeu.
-Você tem vergonha de mim?-Ela leu os  pensamentos dele, ela consegue.E ela continuou-Por que?O que eu te fiz?-ela falava tão baixo que nem parecia que estava soluçando alto de tanto chorar.
-TARIK?!COMO VOCÊ TEM VERGONHA DELA?!COMO ASSIM?!ELA É NOSSA IRMÃ!-continuei gritando com ele enquanto Yasmin já estava deitada na grama, chorando bem onde eles haviam se divertido à tão pouco tempo atrás.
-Eu não... Eu...-Nessa hora Yasmin olhou fixamente para ele e me olhou com horror, como se tivesse lido o pior pensamento que já havia lido em toda a sua vida.
-Você não me ama?!Você me odeia?!-ela começou a chorar mais ainda e quando saiu correndo, Pac agarrou seu braço e ela quebrou sua mão, a apertando com tanta força que eu senti a dor em mim.
Ela olhou com horror enquanto seu irmão mais velho se contorcia de tanta dor e tentava ir para longe dela.Como se nunca quizesse ter feito isso, como se tivesse sido sem-querer, como se achasse que ela mesma era um monstro.Me olhou e me mandou uma mensagem como telepatia. "Eu amo vocês, adeus Rafa."
Agora eu comecei a chorar um pouco e a pensar "Não vá, eu preciso de você, nós precisamos de você", mas ela se recusava a me responder.Como se realmente tivesse ido embora.Como se ela me ignorasse.Voltei a chorar, mas muito mesmo.Cheguei a tentar procurá-la, mas nada.Continuo a soluçar, muito alto, quero bater no Tarik.Quero mudar de sobrenome, quero fingir que nunca fui da família dele.Ele deixou minha irmã ir embora, minha irmã de 12 anos, minha vampirinha, minha gatinha.Não estou acreditando.Tarik ainda está com a mão doendo, e eu continuo gritando com ele.Nunca mais irei perdoá-lo.Nunca mais falarei sobre você em vão, eu te amo Yasmin.Adeus, minha irmãzinha.


Notas Finais


UUUUUHHHHUUUUUU, q cap triste ;-;
Kisses, Yaya


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...